Ir para conteúdo

Aderbal

Membros
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Aderbal postou

  1. Estive em Rivera dia 18/11/2020 e em Chuí dia 22. Desculpe, é Carta Verde (erro de digitação). Não, nesses 100 km está tudo fechado. Até os hotéis do lado uruguaio estavam fechados.
  2. Não existe essa barreira entre as duas cidades. Ao menos não quando estive lá. Rodei por Rivera de carro, passei por alguns carros da polícia, e foi tranquilo. Os uruguayos me informaram que eu poderia rodar até uns 100 km adiante, caso tivesse o cartão verde. Não deu os 700 km não. E, ao menos para mim, valeu muito a pena. Só em ter feito o Rincão do Inferno, já teria valido a pena. Já no Chuí foi um pouco diferente. Não podemos adentrar muito, pois Existe uma barreira física na ponte. Do lado brasileiro, o exército pede o documento para verificar se realmente somos do Brasil (isso ac
  3. Algumas cidades, como Riveira/Santa do Livramento, Chuí/Chy não possuem uma fronteira física, sendo conhecidas por seus duty free. Ir de Pelotas à Santana do Livramento (Brasil), e fazer algumas compras (a pé mesmo) em Rivera. Depois sigo para Chuí (Brasil) e volto pelo Litoral. Se der certo, deu, se não, valeu a experiência. E já fica aqui o resultado para os demais...
  4. Alguém indo para lá Estou saindo de Salvador em direção ao Rio Grande do Sul. Provavelmente deva visitar algumas cidades do Uruguai. Retorno pelo litoral brasileiro.
  5. Estive lá a poucos dias. Se vc for por Troncoso, vai pegar um pouco de estrada barro. Da para andar tranquilamente, agora, se vc for sem juízo (como eu) e for pela BR 101, aí vai enfrentar 70 km de lama... rsrs
  6. Se vc prestar atençao, a mongar não possui "abas", pelo menos não para opção de compra rápida no Brasil. Para as regiões que vc pretende ir (eu também), acho que é algo mais importante que os porta trecos.
×
×
  • Criar Novo...