Ir para conteúdo

Veronica Gomes.

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Veronica Gomes. venceu a última vez em Outubro 23

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

6 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Tenho sim!! Me passa seu e-mail que passo o contato por lá!
  2. Como peguei várias dicas e li muitos relatos, vim deixar o meu. Minha viagem ocorreu em outubro de 2019. Iniciamos por Ushuaia, depois El Calafate + El Chalten e Buenos Aires. Passagem: compramos no site Almundo todos os trechos e pagamos barato. Hospedagem em ushuaia: ficamos no via rondine. Olhamos preço, relatos de experiência e café da manhã. Realmente tem um café da manhã bom, com muitas opções. É um pouco afastado do centro da cidade, mas dá para caminhar tranquilamente (+-30 min). Na ida para um centro o visual é maravilhoso. A limpeza é ok. Sobre alimentação tanto em Ushuaia, como em El Calafate: vi muitos relatos falando que dava para se alimentar por 500 pesos/dia e é impossível (rindo de desespero)! A média de um sanduíche/hambúrguer é 350/400 pesos, pizza em média de 580. Compramos coisas em mercado (dica de mercado: la anonima. Tem em Ushuaia e El Calafate) para os passeios, teve dia que caprichamos no café da manhã e ficamos sem almoço, mas, no geral, alimentação lá é caro! Não comemos muitas coisas típicas pq acho caro, por exemplo, um prato de merluza por mil pesos (individual). Como vi muitos relatos sobre alimentação, quero deixar isso bem detalhado para quem pesquisa viagem, pq acaba com nossos benditos pesos! Diria que gasta cerca de 800/900 pesos por pessoa, por dia, não pensando em restaurantes, pq aí pode colocar mais (bem mais). Outra coisa puxada lá é transporte. Existem os remis, vans/regular e táxi. Remis é o mesmo que Uber, se for viajar em quatro pessoas, olhe o preço, às vezes compensa um remis do que o regular. O serviço "regular" são vans que saem do centro da cidade, você paga o valor de ida e volta. Por exemplo: ida e volta ao parque nacional é 850 pesos por pessoa; para laguna esmeralda 500 pesos. Tudo 'no dinheiro', não passa cartão. Então quando for calcular sobre os passeios, dê uma conferida nessa parte do deslocamento + o valor cobrado do local (se cobrar). Passeios: Tanto ushuaia, como El Calafate, os locais turísticos são afastados da cidade. Ushuaia: Parque nacional= Pegamos o regular para lá e fizemos as trilhas. É maravilhoso! Paisagens fantásticas e é enorme lá. Não fiz o trem, mas achei que daria para "namorar" ele um pouco e não dá. A van deixa primeiramente quem vai fazer o passeio de trem e segue por um looongo caminho para deixar no ponto de início das trilhas. Combina com todos o local do encontro, que é um restaurante que tem lá. Nós ficamos cerca de 3 horas em trilha e umas 5h no parque. Levamos coisas para comer. Canal beagle= não íamos fazer e acabamos fazendo e é muito bacana. Acho que valeria menos? Acho. Pagamos 1900 pesos por pessoa, o mais barato que achamos. Desce em uma ilha, coisa rápida, a duração do passeio todo é +-3h. Las cotorras= acabamos fechando esse passeio com a empresa brasileiros em Ushuaia por motivo de: saía mais barato do que fazer por conta própria. O passeio de moto neve era 1600 pesos para o casal + o deslocamento que era +- 1400 por pessoa. Com eles estava um pacote de passeio com trenó dos cachorros (não fiz) em um centro invernal e moto neve no Las cotorras + almoço típico no local. Como o centro invernal é longe pra caramba, pegamos esse pacote e comemos a única coisa típica do local, que é o cordeiro (que é um bom almoço). Valor do pacote: 2600 por pessoa. Glaciar martial= para ir compensava o remis, estávamos em duas pessoas, saía mais barato do que ir de van, 560 ida e volta. A parte meio chata do remis é que precisa pedir para a pessoa do local pedir um para você na volta, mas as pessoas lá são bem dispostas. Tem um mirador lá, estava ainda com bastante neve no chão, fui de tardezinha, não sei se o teleférico ainda estava funcionando nessa época. É deslumbrante a vista de lá. Também tem uma casa de chá lá, um encanto, tudo caro (obviamente). Não fomos com nenhum passeio fechado, não tive problemas para fechar passeios. Se encontrar pessoas que queiram partilhar passeios, pegue contato. Vale muito a pena ou se tiver em quatro pessoas verifique quem faça passeios de carro, como os remis, tem algumas pessoas que são indicadas e fecham o dia ou o período do dia para te levar ao local e esperar, vale a pena e fica mais barato. El Calafate: o pacote do Las cotorras foi ótimo para fazer amizades. Encontramos duas gurias que iam para El Calafate e estavam dispostas a compartilhar a viagem e foi maravilhoso. O aeroporto é muito longe da cidade, pegamos uma van que faz o transfer ida e volta por 500 para cada (ves Patagônia é o nome), não tivemos problema algum com eles, pontuais, tudo ok. Hospedagem: pegamos uma casinha pelo Airbnb. Veja se sua hospedagem é próximo ou na Avenida del libertador, assim poderá andar por toda cidade, sem precisar se deslocar com "coisas pagas". Um detalhe: A ves Patagônia não leva para casas alugadas. O que a gente fez: pegou o número de um hostel próximo e passamos para eles e pronto. Não sei pq, mas só levam para hotéis, hostel, etc. Passeios em El Calafate: tive a maravilhosa indicação da Alejandra para transfer e como fizemos amizades, saía mais barato fechar com ela. Fizemos o perito moreno e El Chalten, com ela. Como ela mora lá, para em lugares, miradores, é simpática, etc... Perito moreno= deslumbrante!! 800 pesos para entrar, com metade do valor no segundo dia, se retornar. Não íamos fazer outra coisa lá, mas acabamos fazendo a navegação. A Alejandra explicou sobre os locais de navegação, que é "na face" sul ou norte da geleira. Fizemos a norte, valor: 900 pesos por pessoa, 1h de navegação. É muito louco aquilo, essa é a definição. Aquela geleira não tem condições. El Chalten: está aproximadamente 2:30 de El Calafate. O ônibus para lá é +- 2mil pesos por pessoa ida e volta. É surreal de lindo! Fizemos a trilha até a laguna Capri, é um pouco difícil, são 4km ida e 4km volta, fizemos em duas horas. A paisagem durante a trilha é de tirar o fôlego, vale cada minuto na estrada. Na verdade a estrada já é linda, é uma paisagem completamente diferente de ushuaia e como fizemos com a Alejandra, fomos parando em miradores, na estrada, fazendo fotos. Levamos lanche e água. Venta muito lá (muito). De alimentação vale a mesma regra de Ushuaia. Aqui conseguimos e precisamos "dar uma segurada" e comemos mais na casa. Tinha um fogão, então compramos um macarrão para fazer. O cuidado que tem que ter é que talvez o mercado fique o mesmo valor de comer fora, uma pizza, por exemplo. Comemos um sanduíche muito muito bom no La Zorra e aproveitamos o happy hour de la. El Calafate é uma cidade encantadora, charmosa... Tivemos ótimas companhias e isso colaborou muito!! Como o trekking foi pesado em El Chalten e no perito moreno também anda bastante, tivemos dias mais tranquilos que em Ushuaia Roupas: o tempo todo usamos calça e blusa térmica, que compramos no mercado livre (bem mais barato). Nossa bota de trilha era semi impermeável, não tivemos problema e pegamos lama no parque em Ushuaia e caminhamos neve também. Luvas e touca usamos em alguns momentos. Blusa corta vento é importante. Fomos no meio de outubro +-, pegamos dias lindos, céu azul, frio, mas não extremamente frio. No início do mês teve nevasca, coisa atípica, segundo quem mora lá. Por isso conseguimos fazer o passeio de moto neve e pegamos alguns centros invernais abertos. A laguna esmeralda estava completamente coberta de neve e tivemos um pequeno probleminha, por isso não fizemos ela. No geral acho que foi esse o resumo. A paisagem da Patagônia é deslumbrante! Vale muito a pena, é realmente um destino caro, mas é aquele negócio, dá para fazer economizando, da para gastar rios de dinheiro, vai de cada um né?! Espero ajudar, como fui ajudada!
×
×
  • Criar Novo...