Ir para conteúdo

Croft

Membros
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Croft postou

  1. Croft

    Aracaju

    Oi, pessoal! Estava buscando um destino para o feriado de novembro e me ocorreu Sergipe. Quando fui pesquisar fiquei maravilhada com as atrações dos arredores. Agora a minha pergunta capciosa: em Aracaju mesmo, as praias são bonitas, de águas azul/verde cristalinas? Pergunto pois meu namorado até achou bacana o Canion Xingó e os passeios dos arredores, mas rebateu que gostaria de ir a um lugar onde a pousada/hotel já fosse próximo a uma praia paradisíaca, tal como ele viu fotos em Maceió. Eu infelizmente nunca viajei para o Nordeste e não sei dizer se existe essa diferença de praias mais lindas em Maceió mesmo, por isso preciso da ajuda e conhecimento de vocês, que serve também através de fotos Lembrando: eu vi fotos maravilhosas de praias em Mangue Seco, Foz do São Francisco, mas queria saber das praias em Aracaju mesmo, aquelas quais não exigem viagem ou tour de agência para acessar.
  2. Queridos mochileiros, tenho uma deliciosa questão para resolver e gostaria de contar com a ajuda de vocês! Eu e meu namorado estamos planejando uma viagem para aproveitar o único feriado que emenda (15 de novembro) e não sabemos para onde ir. Pensamos em muitos destinos, mas o problema é o tempo super corrido para ir muito longe. Nós somos curiosos, mochileiros, trekkeiros, sem frescura, adoramos paisagens naturais e culturas distintas. Adoraria ouvir sugestões de lugares que vocês foram e recomendam, podem ser destinos nacionais ou internacionais! Alguns dos destinos que cogitamos: Internacionais Bogotá, Colômbia (o que ferra é a distância e escassez de horários de voo) Salta, Argentina (novamente, poucos voos, horários péssimos) Iguazu, Argentina (vale a pena?) Nacionais Bonito (o pouco de informação que encontrei pareceu apontar que é difícil de chegar lá em pouco tempo) Trancoso e praias do sul da Bahia (saindo de Belo Horizonte, de carro, poderia ser uma idéia boa?) Chapada dos Veadeiros (não tenho informações sobre facilidades para chegar lá)
  3. Nossa, que coisa ruim! Eu também fiz essa ascenção ao Villarrica mas vou confessar que nem lembro o nome da agência, foi negociando nas ruas de Pucon mesmo e foi a mais barata que conseguimos, com a ajuda de uns amigos chilenos que negociaram. Agora vou dizer as minhas impressões pessoais desse passeio: - Particularmente eu achei o trekking bem leve (talvez porque eu tivesse acabado de voltar de 3 dias de trekking no Aconcágua). É bastante íngreme, porém os guias fazem muitas paradas com os grupos, e a certo horário a montanha lota e vira aquela procissão subindo bem devagarzinho... eu confesso que achei mala ter que andar com freio de mão puxado em alguns pontos. - Eu acho que muita gente que não está acostumado a caminhar vai nesse passeio. Digo isso pois o nosso guia sempre nos elogiava pelo pique (todos do meu grupo estavam subindo bem) e deu os parabéns para todos que chegaram no topo - me disse ainda que muitos brasileiros desistem no caminho, principalmente os de SP (fama de sedentários overseas) - A descida do vulcão é feita através de esqui-bunda. É bem divertido mas, cá entre nós, soa como turismo irresponsável de latino americano. Eles inventam uma maneira de usar o piquete para nos ensinar a frear a descida que pode chegar a 60km/h facilmente. Perder um piquete nessa velocidade é fácil e isso é perigoso no meio da neve, enfiar no próprio estômago também, e de boa, pode acontecer. No mais eu sugiro para quem for fazer o passeio conversar na agencia, dizer que não tem experiencia com neve, perguntar se o guia vai explicar como usa os equipamentos (o meu ensinou), perguntar o nivel de dificuldade, fazer uma avaliação sincera de sua condição física, essas coisas. Mais uma coisa, subir com o capacete na cabeça durante o tempo todo e não somente quando se chega ao topo é indispensável, afinal pedras rolam durante todo o trajeto.
  4. Croft

    Roteiro Patagonia

    Huahuahauh não sabia que tinha emoção pra aterrissar em Ushuaia também Eu estive num voo pousando em Punta Arenas e vou te contar que meu estômago ficou lá no Estreito de Magalhães viu... hahahah
  5. Oi, Eva! Vocês vão passar por muitos lugares legais!! Alguns já conheci e posso ajudar, outros vocês que vão me contar quando voltarem Batendo o olho rapidamente no roteiro vou confessar que apenas uma coisa me incomoda profundamente, vou explicar - pelo jeito você gosta de trekking, certo? (Ninguém planeja fazer a trilha Inca sem gostar de trekking) - agora, se você curte trekking não cometa o erro de passar apenas UM dia no Parque Torres del Paine! Lá é o PARAÍSO do trekking, é maravilhoso, uma das paisagens mais bonitas do continente, tem uma infra-estrutura invejável para mochileiros e é simplesmente inaceitável dar só "uma passadinha" por lá, ok? A não ser que você faça muita questão de Ushuaia, é muito mais fácil ir para a Patagônia tomando um voo direto para Punta Arenas e de lá um bus de 3h para Puerto Natales. Ai, sei lá, minha dica é essa, considere passar menos tempo em BsAs e mais tempo na Patagônia Chilena. Eu quando fui pra Torres del Paine fiz o circuito completo de trilhas ao redor do parque em 8 dias, mas tem trilhas menores, como o W, que levam 3 ou 4 dias. Vale muito a pena, as paisagens daquele lugar são surreais!
  6. Na verdade eu costumo fazer isso nos lugares que eu vou, numa chácara em Piracaia, volta e meia saio recolhendo o lixo que os pescadores deixam na beira da represa, é super triste... Mas eu também topo a idéia de montar um grupo pra isso, Raffa! Contem comigo!
  7. Gente, não acredito! Raffa, vc leu meus pensamentos, que invejaaaaa rs Tava planejando de ir pro Pico da Bandeira no fds do dia dos namorados com meu namorado, mas achamos que seria muito corrido e também que seria melhor combinar com mais pessoas pra poder dividir o carro. Agora estou pensando em ir pra lá em algum feriado prolongado (dia 9 de julho é uma boa), mas aí teria que ser no esquema de ir com no mínimo mais duas pessoas pra dividir custos de carro (mesmo porque eu teria que alugar um, não tenho ) Se alguém anima por favor se manifeste! E Raffa, se vc tem em mente Pico das Agulhas Negras ou mais alguma montanha, não deixe de me avisar! Beijosssss ps- fotos fantásticas!
  8. Nossa, sei que tem várias coisas que poderia dizer, mas o que me veio na cabeça é: - não levar roupas novas ou que vc tem muita estima (com a repetição da lavagem e de uso as roupas numa viagem de mochilão ficam muito gastas rapidamente) - o ideal é levar poucas peças e bem coringas (tipo regatas de algodão sem estampas) - a dica mais valiosa para as meninas: nem ouse comprar um mochilão cujo tamanho total é maior do que o que vc consegue carregar porque eu não sei vcs, mas se eu tenho espaço na mochila vou preencher com sapatos até lotar e depois não conseguir carregar a minha mochila com o peso hauahuahauahauh
  9. Tom, infelizmente ainda não conheço a Colômbia, mas por ter amigos colombianos acho que posso pelo menos indicar alguns lugares e atrações que já ouvi muito falar para você pesquisar. Em Bogotá, o Museo del Oro; em Santa Marta o Parque Tayrona (sempre me disseram ser imperdível), Cartagena é turística e toda histórica, e Cali, que é a capital mundial da salsa. E claro, o melhor espanhol falado na América Latina está em Bogotá, por isso seu professor deve ter indicado
  10. Gente, vocês tão falando de Milho (tá, entendi que é uma cidade próxima) e eu li todo o tópico mas ainda assim tô super perdida. Seguinte, sou de Sampa, pretendo chegar em Belzonte no sábado 31/10 e gostaria de lá ir para o PN da Serra do Cipó fazer uma trilha bacana, como a que me contaram: pra Canyon das Bandeirinhas. Também curto subir alguns morros, se puderem recomendar alguma montanha. Só que estou com umas dúvidas: Enfim, é possivel (e permitido) ou não fazer camping selvagem no parque? Eu gostaria de evitar aglomerações... Essa trilha pro Canyon das Bandeirinhas é muito cheio de turistas? O mais indicado então seria eu acampar em alguma cidade próxima ao invés de dentro do parque (tipo Milho, que vcs tanto falam ) ? Onde eu encontro um mapa decente do parque e arredores pra conseguir clarear essa minha cabeça de mocinha nada bem orientada? Desde já obrigadão, pessoal! Eu amo esse fórum! Beijoss
  11. Paty, menina, vc caiu do céu =) Fez esse trajeto do norte da AmLat por terra e ainda passou 3 semanas na Colômbia! Precisamos conversar, tenho um montão de perguntas pra fazer! Vou te mandar um e-mail agora, tá? Bjss
  12. Oi, pessoal! No começo do ano que vem tava pensando em fazer um mochilão pela Bolívia-Peru-Colômbia. Mas aí vi que não é tão fácil encontrar informações sobre a Colômbia, e principalmente o que eu quero saber é se é possível passar pela fronteira Perú-Colômbia de ônibus ou se não é recomendado. Lá é considerado 'zona roja'? Onde consigo maiores informações sobre isso? E outra coisa, existe alguma rota alternativa terrestre à Colômbia? Eu quero muito ir pra lá mas se tiver que cruzar a fronteira por cima na ida e na volta vai ficar meio complicado... ps- Desculpa se as perguntas estiverem sendo sem-noção, gente, é que eu realmente não tô sabendo de nada.
  13. Ah, e muito obrigada pela ajuda, galera! Pouco seria dessa aventureira que nunca teve barraca própria se não fossem seus relatos e toques
  14. Bom, Michel, to achando que no momento vou pegar essa fox 2 da T&R mesmo, se der tudo certo. Pelo que comentaram é bem ventilada, num peso legal (2,3k) e resistente a chuva (2000mm). Me falaram tb q é boa quanto a vento, alguém confirma? Por enqto minha pretensão é travessias e campings no Brasil, então vai ser a melhor opção acho. Mas então Haole, eu encontrei alguém que está vendendo essa barraca por R$110. Vou ver se dou um pulo na casa da pessoa pra ver de perto se está em bom estado e daí fechar negócio.
  15. Oi, Michel Então, no momento a única travessia que tenho em mente que é certeza que farei é Paraty-Trindade. Acho que vai ser uma barraca que mais vou usar em camping, mas em algumas travessias de vez enqdo também. Penso em ir pra Itatiaia com ela também. E, pensando mais longe ainda, talvez a Patagônia, mas isso é plano pra longo prazo, teria mais tempo pra me equipar direitinho e tal. No momento é Brasil, mesmo. Agora eu comecei a dar uma olhada numa Fox 2 da Trilhas&Rumos... pesa 2,3k. E aí, conhecem esse modelo?
  16. É, pois é gente, ainda estou na busca. Parece que não vai ter jeito, vou ter sempre que arrumar companhia para dividir o peso da barraca nas travessias rs... é a única solução cabível no momento. heheh Mas então, Victor, eu vi a esse preço lá na Decathlon do Morumbi, não faz muito tempo, tipo umas 2 semanas atrás. Eu achei que ela fica razoavelmente compacta, mas não lembro de ter visto montada tb. E por enqto continuo sem barraca, tô esperando pra ir na Decathlon depois do dia 15, um vendedor me falou que aí vão ter mais coisas (estava tudo acabado por causa do natal) mas agradeço demais pelas dicas até agora, galera!
  17. Oi, ogum, valeu pelo help =) Então, a bivak alumínio que eu iria comprar é usada, por isso esse preço mais convidativo As da quechua e T&R me pareceram similares no tocante a resistência, durabilidade... mas eu considero pesadas, pois estava procurando algo de no máximo 2k, para travessias As azteq achei o máximo, a nepal acho que seria perfeita pra mim, mas o preço... muito salgado, não rola =/ Se encontrasse alguém vendendo uma usada em bom estado...
  18. Oi, pessoal, essa é a primeira vez que posto nesse fórum, finalmente tomei coragem após tanto tempo acompanhando vocês como espectadora... Agora é o momento também, que peço a ajuda de vcs, pois nunca tive uma barraca e estou procurando a ideal para mim. Na minha incessante busca por barracas as dúvidas só aumentam... se não é o peso, é o preço, se não é o preço é o tamanho... ai ai viu rs Vejam só, eu gostaria duma barraca 3 estações, leve, consideravelmente resistente à chuva e algum vento e de preferência para duas pessoas. Tá difícil conciliar tudo isso. Nas minhas pesquisas encontrei: Barraca Bivak ALUMÍNIO, Trilhas e Rumos - É uma barraca para uma pessoa só e sua própria bagagem, sendo bem leve 1,45kg e o menor preço que encontrei foi R$149,00. Depois vi uma T2 da Quechua, iglu, para duas pessoas confortavelmente, bem resistente (essa eu vi montada) só que pesada (3,2kg) e pouco compacto o transporte, meio grande para levar. O preço era o melhor: R$99,00. Vi também uma T2 ultralight da Quechua, iglu, para duas pessoas confortavelmente, não muito leve (2,9kg) só que o transporte dela era bacana, ficava uma bolsinha de uns 30 cm com alça. Detalhe: R$269,00 Pessoal, me ajudem.. gostaria de opiniões, relatos de quem tem barraca, qual é, dicas...
×
×
  • Criar Novo...