Ir para conteúdo

edver carraro

Membros de Honra
  • Total de itens

    492
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

1 Seguidor

Sobre edver carraro

  • Data de Nascimento 29-12-1983

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Pessoal, Minha Lightwave t0 Trek andou por Ausangate, no Peru, num circuito de 80km acima dos 4.000 metros de altitude, divididos em 6 dias. Belíssimo trekking na cia de grandes amigos! Na quarta noite pegamos um fortíssimo vento, granizo e neve, mas o bom alinhamento com a ancoragem suplementar deram conta do recado! Peter, a minha ainda vai seguir os passos da sua! Bons ventos, Edy
  2. Grande Renato! Excelente relato! Fotos lindíssimas! Faço minhas, as palavras do Peter: "Foi realmente um trekking maravilhoso, com uma turma super legal e muito bem preparada." Também vou postar umas fotos assim que você finalizar a redação. Bons ventos, Edver
  3. Grande Peter! Excelente preparação para Ausangate! Bonitas fotos! Bons ventos, Edver
  4. Grande Peter! Excelente trekking e excelentes fotos! Como sempre, trilhando os melhores destinos de trekking, aqueles que permeiam os sonhos de muitos (inclusive os meus)! Lightwave guerreira! Rodou o mundo já e tem ainda muito chão pela frente! Tomei a liberdade e enviei algumas fotos dela para o Carol, para ele publicar no site da marca, afinal, quem não vai querer seu produto exposto num lugar destes? Ah, faltam poucos itens para Ausangate. Bons ventos, Edver
  5. Rafael e Rodrigo, Excelente aventura! Muito bom o relato e as fotos! Aquela região tem uma beleza única e singela. Tudo parece ser diferente quando pisamos por lá. Apenas uma correção, o nome da esposa do Sr. Willi é Noeli. Saudades deles! Gente simples e de grande coração! Tenho ideia de voltar para lá no feriadão de 20 de setembro. Vou acompanhar um amigo que não vê a hora de trilhar pela lagoa. Abraços, Edver
  6. Getulio, Mesmo sendo mais "fina" ela suportou muito bem o peso, sem machucar. Em todo o trekking, não senti nenhum incômodo com a mochila (ombros, costas e quadril). Creio que o material utilizado, por ser de boa qualidade, compense a construção minimalista da mesma. Poderia sim ser um pouquinho mais confortável, mas pela sua proposta tá excelente! Como o Peter mencionou, com um peso mais elevado talvez o conforto seja comprometido. Mas geralmente, meu peso de carga não passa dos 10kg. Abraços, Edver
  7. [align=justify]Pessoal, Enfim, estreei a Axios 50. Excelente mochila! Leve, prática e sem frescuras. Bom espaço interno no corpo principal e nos dois bolsos amplos da tampa. O zíper lateral ajuda muito no acesso à itens internos, sem a necessidade de se abrir a tampa. O bolso frontal é perfeito pra deixar anorak e coisas de uso corriqueiro. Gostei das alças e da barrigueira, que mesmo sendo minimalistas, são muito confortáveis e distribuem bem o peso. O costado merece nota a parte! Na minha opinião, o item que mais se sobressai na mochila. Fica muito bem grudado ao corpo e tem excelente ventilação. Pra quem está acostumado a usar Deuter ou outras marcas, sente uma diferença enorme. Abaixo, fotos da laranja atômica na Ferrovia do Trigo. Valeu o investimento! Sempre que sair com ela, posto fotos aqui. Abraços, Edver[/align]
  8. [align=justify]Pessoal, Quero postar aqui algumas fotos da belíssima travessia que fiz na excelente companhia de meu grande amigo e experiente trekker, Peter. Não preciso acrescentar nada ao belo relato descrito por ele mesmo. Apenas um aviso: quem dormir com ele na barraca, não esqueça do plug auricular . Não acordei com o trem no viaduto, fui acordado pelo trem que estava ao lado . Peter, brincadeiras a parte, agradeço pelo relato, pela grande parceria e pelo chocolate, que fez uma diferença enorme . Agora é minha vez de lhe acompanhar em algum trekking pelos Veadeiros. Sobre a mochila, vou deixar uma impressão lá no respectivo tópico. De antemão, posso adiantar o conforto e praticidade, mesmo tendo uma proposta minimalista. Gostei da barrigueira e ao contrário do que muitos falam, achei ela bem estruturada. Só acho que poderia ser mais confortável. Porém, percebi uma diferença enorme no conforto quando coloquei a sua! Quanto à sua tenda, que barraca! Perfeita para ambientes exigentes e remotos, alta montanha e regiões onde o clima impera sem piedade! Ótima para duas pessoas mais equipamento, três fica difícil. Fácil de montar e de bom peso (se divido em dois trekkers, como foi o caso). Bom espaço interno e bolsos bem distribuídos.[/align] Abraços, Edver
  9. Renato, Excelente relato e belíssimas fotos! Que lugares maravilhosos! Mesmo com a predominância de gerais e campos abertos, as cachoeiras demarcaram seu espaço proporcionando belezas naturais únicas! Eu que o diga! Já trilhei algumas vezes com ele e a parceria na trilha é espetacular! Só não sei de onde ele tira tanto estímulo para seguir mais e mais, sem cansar Não é só ali. Por aqui o pessoal também utiliza o fogo pra renovar o pasto. Principalmente nas regiões dos campos de cima da serra. Esses dias estava em deslocamento para uma filial e enxergava poucos metros a frente do carro em virtude da fumaça. Perde-se de vista a grande área queimada. Peter, Parabéns pela travessia! Vamos ver se encaixamos algum trekking com o Renato aí pelos Veadeiros! Abraços, Edver
  10. Luiza, Obrigado! Realmente cansa, mas a trilha geralmente passa por areia mais batida. Creio que no final deste mês ou em setembro, eu volte com um amigo que também quer trilhar pela Lagoa. Tu pode nos acompanhar, inclusive na carona, pois vamos de carro. Abraços, Edver
  11. Getulio, Baita trekking! Excelentes fotos e relato pra lá de detalhista! Parabéns a você e a todo grupo por essa fantástica travessia por uma das regiões mais belas do País. Lembro que em maio, visitei o Morro da Igreja num passeio de carro e ao longe, consegui avistar os geradores eólicos em Bom Jardim da Serra. Fiquei sentado por um bom tempo admirando aqueles contrafortes e encostas escarpadas. Andar pelos platôs e campos deve ter sido coisa de outro mundo! Agradeço pelo seu convite, mas infelizmente me passei e marquei bobeira Uma dúvida, qual o equipamento e peso médio que levaram? Sabes que sou fã do backpacking light e pergunto, pois vi mochilas enormes e "bem carregadas" em algumas fotos Abraço, Edver
  12. Renato, Não seria o contrário não? Sai do RS com -4°C e cheguei em Salvador com 26°C. Isso quebra qualquer um que sofra de rinite. O trekking é demais mesmo. Aquela região é magnífica e mereceria muito mais dias de contemplação! Carlos, A travessia é relativamente tranquila. Com bons relatos e um bom mapa você consegue concluir o trekking com segurança. Se você fizer este mesmo trajeto, atentaria mais para a subida do Quebra Bunda. Logo depois de cruzar os Gerais dos Vieira e antes de atravessar o Córrego Açucena (local onde fica o Rancho), você deve seguir à direita, em direção ao morro, para acessar os Gerais do Rio Preto. Ah, não esqueça de fazer o Cachoeirão por cima. Você vai ter belas vistas do vale do Pati. Boa trilha! Abraços, Edver
  13. Rafael, Belo relato e belas fotos! Uma baita travessia, embora em linha férrea. Já fiz o trajeto muitas vezes, fica no quintal de casa. Uma correção, a foto sua no reservatório de uma usina é na PCH Jararaca que pertence ao município de Veranópolis (trabalho aí ). Abraço, Edver
  14. Pessoal, Chegou minha Axios 50. Postei minhas impressões iniciais neste tópico - Mochila ARC'TERYX - Axios 50 Quem estiver interessado, pode dar uma espiada. Abraço, Edver
  15. Renato, Parabéns! Que maravilha a companhia de seu pai na trilha! Considere-se abençoado! Quando tirei férias em maio, levei meu pai para conhecer a Lagoa dos Patos (Link do relato). Meu sentimento naquela travessia tava diferente, tinha magia no ar e muito companheirismo! E aí? Ele aprovou o esporte? Vai querer lhe acompanhar novamente? Já estou bolando outra com meu velho! Abraço, Edver
×
×
  • Criar Novo...