Ir para conteúdo

Fabi Oka

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Posts postados por Fabi Oka

  1. Olá Fabiano! Muito obrigada! Amamos praia, mas queremos conciliar com as atividades culturais, dentro do possível. Ficaremos em Maceió, depois maragogi. Em Pernambuco, Porto de Galinhas e recife, como sugeriu. Infelizmente dessa vez não faremos Paraíba, temos um grande amigo que mora lá. Mas já está no nosso radar para uma próxima ida ao NE. Quantos dias acha que seriam suficientes por lá?  RN ficaremos 5 dias, a ideia é descansar, com muito cuidado com as restrições, então nesse momento escolher lugares mais a esmo será uma boa opção! Muito obrigada pelas dicas! 

  2. Pessoal, bom dia. Em março, meu marido e eu iremos para o Nordeste, fazer os três estados AL- PE- RN.

    Serão: 6 dias em AL (já temos hospedagem em Maragogi), 9 dias em PE e 5 em RN, esses dois últimos apenas com passagens compradas.🏖️

    Estamos montando o roteiro e pensando na reserva dos demais hotéis e quebrando a cabeça com a logística do roteiro. Não sabemos se vale a pena fechar mais de um hotel por estado, por conta da otimização do deslocamento, considerando que as praias vão de um extremo de cada estado, ou se fixamos em um lugar apenas e alugamos um carro e qual a melhor região para fecharmos os hotéis.

    Conseguiriam me ajudar?? 😀

    Obrigada!!!😉

  3. Em 02/05/2019 em 12:52, luizh91 disse:

    21/04/2019 - VINÍCOLA UNDURRAGA

    Dia de conhecer uma vinícola e também o dia que acredito ter sido o mais "relax" da viagem. Acordamos por volta das 08:30, tomamos café da manhã, preparamos nossos lanches e partimos em direção a vinícola. Desde o Brasil, eu já havia pesquisado sobre as vinícolas chilenas e fiquei em grande dúvida sobre qual delas visitar. A Concha Y Toro é muito comentada, mas vários relatos apontam para um tour extremamente comercial e voltado para o turismo, sem foco aprofundado nos vinhos. Não conheci, apenas o que ouvi falar. Cogitei também a Viña Santa Rita, bem elogiada pela qualidade dos seus vinhos e tour detalhada, porém ficava um pouco distante para chegar de transporte público. Então, acabamos optando pela Viña Undurraga por uma série de fatos: preço justo, relativa proximidade de Santiago e boas avaliações no Tripadvisor. E não nos arrependemos! 

    Agendamos a tour Sibaris por 14.000 pesos por pessoa para o horário das 11:30 da manhã em espanhol, com duração de 1:30. Li muito sobre a dificuldade para se chegar às vinícolas, mas eu garanto gente: não tem erro para chegar a Undurraga, é muito fácil e rápido! Saímos do apartamento e pegamos o metrô até a Estação Central. Chegando lá, deve-se sair da estação, entrar no Shopping Arauco a esquerda e seguir as placas até o Terminal San Borja. No terminal, basta pegar o ônibus da linha "TALAGANTE AUTOPISTA" na plataforma 79 e perguntar ao motorista se ele passa em frente a Viña Undurraga. Depois, em cerca de 35 minutos chegamos à vinícola. 

    Ao chegar na vinícola, demos nossos nomes e ficamos esperando a tour começar. Também há horários em inglês. 

    20190421112804_IMG_0277.thumb.JPG.f02e89f8aed07b1b768de7f8edd6c965.JPG

    20190421114143_IMG_0285.thumb.JPG.c3af951de655dd72547e76d92b3ac24b.JPG

    20190421114525_IMG_0286.thumb.JPG.c81cbb26f0dc07682a58981f2aa4d049.JPG

    Pontualmente às 11:30 teve inicio a nossa tour, com um guia ao qual não me recordo o nome agora, mas ele falava devagar para que o espanhol fosse compreendido por todos que estivessem no tour, já que havia brasileiros, argentinos, mexicanos e chilenos. O passeio começa pelo parque da vinícola em que é contado um pouco da história da mesma, como surgiu e sobre a quantidade de vinho produzida pelo Chile. Também nos é mostrado alguns exemplos da vegetação local. Depois, seguimos junto a plantação de uvas (enorme!) que já estavam secando devido a mudança de estação, porém ainda assim lindas. O guia explicou sobre a colheita e como funciona o controle contra pragas na região. 

    20190421123621_IMG_0291.thumb.JPG.c012d8e8fd98e8d07eaeb27ffad7b150.JPG

    20190421124114_IMG_0298.thumb.JPG.58f5eb8659dd979c4b731b004e625103.JPG

    Seguindo, fomos efetivamente conhecer como funciona o processo de produção do vinho, com o guia apresentando os tonéis que armazenam os vinhos, como era a produção em tempos mais primitivos, onde ficam guardadas as uvas, enfim, uma explicação bem detalhada sobre o mundo dos vinhos. Ao fim, pudemos conhecer o Museu Mapuche que existe na vínicola, com itens pertencentes a esse povo que habitava a região. 

    20190421130358_IMG_0315.thumb.JPG.83d35d0ae73879b018613c912e224302.JPG

    20190421131207_IMG_0317.thumb.JPG.fbd8757492fb8a2b8913e533a622e2bc.JPG

    20190421132536_IMG_0330.thumb.JPG.8600a230eb2c94aa815708c721a8b85e.JPG

    E para finalizar a tour, pudemos degustar quatro vinhos de diferentes tipos produzidos pela Undurraga, todos de excelente qualidade. Também há alguns petiscos par acompanhar. Na vinícola há uma loja com venda de souvenirs e vinhos para quem desejar comprar. RECOMENDO a Viña Undurraga. Tour completo, vinhos bons, explicação clara, fácil acesso.

    20190421133905_IMG_0333.thumb.JPG.16f788e4ee70a1405ac223920d46881a.JPG

    Saímos da vinícola perto das 14hrs e voltamos para Santiago, onde descemos na estação Baquedano do metrô e paramos no restaurante AMAPOLA para almoçar. Comida boa, preço justo, bom atendimento. Fica na rua Pio Nono, próximo ao Pátio Bellavista. Aliás, falando do Pátio Bellavista, também há uma infinidade de restaurantes por lá, mas todos caros. Vale pesquisar nas ruas próximas. 

    Voltamos para o apartamento perto das 18hrs já, passamos no mercado e ficamos nos preparando para o próximo dia, em que acordaríamos bem cedo para finalmente colocar os pés na CORDILHEIRA DOS ANDES e conhecer o CAJON DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO, a cereja do bolo da região de Santiago.

     

    Sensacional relato, Luiz! Vou com meu marido em outubro, estou animadíssima! Quero o contato do rapaz que fez o transfer para você em Santiago, por gentileza. Outra dúvida é se você não ouviu algo sobre passeio nas vinícolas com almoço. Fiz esse tipo de programa mais longo em Mendoza e foi bárbaro. Ahh última dúvida, fechou  entrada da vinícola lá mesmo ou comprou no Brasil? Valeu!!!

×
×
  • Criar Novo...