Ir para conteúdo

Luís Alita

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

4 Neutra
  1. Obrigado, @Nani84 e @Juliana Champi Que bom que gostaram! Seguindo a sugestão da @Nani84 farei sim um post com esse relato de viagem. Boas trips!!
  2. Valeu, @RicardoRM e @StanlleySantos Muito obrigado pelas dicas!! A mochila chegou e eu gostei muito dela, espero que seja tão durável quanto eu imagino. Grande abraço!!
  3. Não contou o final da história, mas vou resumir a minha: Sou de Salvador-BA também, e no final de 2018 decidi fazer exatamente a mesma coisa, ir de Salvador até a Argentina de carona. Tinha apenas 18 dias de férias pra fazer essa viagem. Arrumei a mochila na noite anterior, umas 5 peças de roupa, um par de chinelos, itens de higiene pessoal e um saco de dormir. No dia seguinte acordei bem cedo, tomei um café reforçado e saí de casa em direção a BR-324. Fiz uma grande parte do percurso andando até chegar no pedágio onde peguei minha primeira carona até um posto de gasolina onde disseram que seria mais fácil conseguir carona para sair da Bahia. Peguei mais umas 3 caronas curtas até chegar em Feira de Santana, (lá é o entroncamento das duas BRs que ligam o norte e o sul do Brasil então é o melhor lugar pra isso) Após várias tentativas frustradas de conseguir carona, alguns quilômetros andando no acostamento da BR-324 e várias horas de espera em postos de gasolina e pedágios, consegui uma carona com um caminhoneiro que ia para Santa Catarina e aceitou me levar até São José dos Pinhais no Paraná, era o lugar mais distante que ele poderia me levar. Então nosso trajeto seria: Bahia--> Minas Gerais--> São Paulo--> Paraná. Foram 3 dias de carona com esse caminhoneiro que se tornou um grande amigo meu (até hoje nos falamos pelo Whatsapp). Cozinhando na beira da estrada na hora das refeições e acampando nos postos de gasolina na hora de dormir. Durante uma dessas paradas numa cidade do interior de Minas Gerais chamada São José da Lagoa, aproveitei pra conhecer um pouco a cidade. O lugar é muito bonito, com aquele ar típico de interior. Foi o único lugar que deu pra parar pra conhecer um pouco durante essa viagem. Após 3 dias incríveis na estrada, cheguei a São José dos Pinhais. Levei um dia inteiro tentando carona pra Foz do Iguaçu e não consegui. Decidi dormir no posto de gasolina aquela noite, no dia seguinte acordei bem cedo e decidi ir pegando várias caronas curtas, pois percebi que direto pra Foz do Iguaçu seria quase impossível. Então foi mais um dia inteiro de caronas, horas de espera e muita caminhada nos acostamentos das estradas (inclusive debaixo de chuva). Por volta das 22:00 eu tinha chegado em Guarapuava e após algumas tentativas consegui uma carona para Foz do Iguaçu. Cheguei lá às 03:00 da manhã. Fiquei no estacionamento da Ceasa esperando o dia amanhecer. Mal podia esperar para atravessar a fronteira e conhecer a Argentina. Porém o ônibus que faz a imigração só começaria a rodar a partir das 07:00, então decidi ir pro Paraguai, já que a fronteira do Paraguai (Ponte da Amizade) pode ser atravessada a pé. Então acabei conhecendo o Paraguai primeiro. Minha primeira vez fora do Brasil!! rsrs Fiquei 3 dias no Paraguai conhecendo Ciudad del Este, depois voltei pra Foz do Iguaçu e peguei o ônibus pra Argentina. Quando cheguei lá que desci do ônibus a sensação foi incrível. Sensação de sonho realizado. Sempre quis conhecer a Argentina mas nunca tive dinheiro pra viajar. Então conseguir realizar aquele sonho do meu jeito foi uma das coisas mais marcantes da minha vida! Passei 4 dias na Argentina depois voltei pra Foz do Iguaçu. Era o momento de voltar pra Salvador, então voltei pras tentativas de carona... Mais horas de espera, mais caminhada e mais uma noite dormindo num posto de gasolina. No dia seguinte, de tarde, consegui uma carona com uma transportadora que estava levando uma carga pra São Paulo. Eles precisavam de mais uma pessoa pra completar a taxa necessária pra transporte daquela carga, então além de me dar a carona ainda me deram R$:100,00 de comissão, pois de certa forma eu acabei ajudando eles. Foi inacreditável, consegui uma carona super tranquila e ainda ganhei R$:100,00... Cheguei em São Paulo no dia seguinte 06:00 da manhã. Dei um passeio na cidade, visitei um museu, fui conhecer o Mercadão Municipal e depois voltei pras caronas. Tentei carona pra Minas Gerais (último estado que faz divisa com a Bahia nesse trajeto), porém sem sucesso!! Era dia 30 de dezembro, véspera de ano novo, dificilmente eu conseguiria carona nesse período, então decidi ir para uma cidade do interior de São Paulo onde morei quando era criança e tenho alguns parentes lá, então decidi passar o réveillon na casa deles e voltaria a tentar pegar carona novamente assim que passasse as comemorações de fim de ano. Fiquei uma semana na casa dos familiares, eu não os via há 15 anos desde a última vez que estive lá (saí de lá com 8 anos quando vim pra Bahia, voltei em 2018 com 23 anos), matei a saudade da família revi alguns amigos de infância. Então um vizinho do meu tio que já foi caminhoneiro há um tempão atrás ficou impressionado com a história da minha viagem e disse que se eu quisesse ele conseguiria uma carona pra mim direto pra Salvador, pois ele tem muitos contatos de amigos caminhoneiros e pra ele isso seria fácil, então aceitei. Mas no dia seguinte passou uma ideia pela minha cabeça, eu nunca tinha ido pro Rio de Janeiro, mas sempre quis conhecer. Então falei pro vizinho do meu tio que ao invés de ir pra Salvador se ele conseguiria uma carona para o Rio de Janeiro. Ele e meus parentes ficaram espantados com essa mudança repentina, mas eles já tinha percebido que eu tava mesmo afim de aventura e de conhecer o máximo de lugar possíveis durante essa viagem. Então ele conseguiu uma carona saindo no dia seguinte de manhã, eu teria que encontrar o amigo dele em um posto de gasolina às 5:00 da manhã. Como o local era muito distante, eu teria que ir pra esse posto de gasolina naquele mesmo dia de noite e dormir lá. Então me despedi de todos e fui. Peguei 3 ônibus e mais um trajeto de metrô até chegar no local onde eu teria que esperar. O local era péssimo pra passar a noite. Muito barulhento e perigoso. Mas acabei fazendo amizade com os frentistas do posto que fizeram várias perguntas sobre a minha viagem, até me deram lanche da lanchonete do posto, e no final acabaram me dando a chave da copa e disseram que eu podia dormir um pouco se eu quisesse. Acabei aceitando, tava muito cansado naquela noite. Então dormi um pouco ali na copa do posto de gasolina, acordei umas 4:00 da manhã pra me preparar, estava ansioso por essa carona. Pontualmente às 5:00 o amigo do vizinho do meu tio chegou. Agradeci aos amigos frentistas do posto de gasolina, e entrei no caminhão. Rumo ao Rio de Janeiro!! Fomos conversando bastante sobre vários assuntos, paramos em um posto de gasolina pra tomar café, depois seguimos viagem novamente. Finalmente chegamos no Rio de Janeiro!! Ele me indicou o melhor lugar para pegar ônibus para o centro da cidade, então agradeci e me despedi. Ah, e ele me alertou sobre a dificuldade para conseguir carona no Rio de Janeiro. Ele disse que a cidade tava em passando por um momento em que estava tendo muitos roubos de carga, então os caminhoneiros estavam com muito medo de dar carona pra pessoas desconhecidas, por isso seria praticamente impossível eu conseguir carona do Rio de Janeiro pra Salvador... (e ele realmente estava certo)!! Enfim, fui direto conhecer o Cristo Redentor. Não imaginava que era tão caro!! Somando o valor do ingresso e das conduções que são necessárias pra chegar ao topo do Corcovado dava mais ou menos uns R$: 130,00. Então aqueles R$:100,00 que eu ganhei na carona com a transportadora acabei usando pra pagar por esse passeio. Então cheguei ao Cristo Redentor. Mais um sonho realizado!! Voltei pra o centro da cidade e fui tentar carona pra Minas Gerais, ou se tivesse sorte, direto pra Salvador. Sem sucesso!! Fui pra rodoviária passar a noite. No dia seguinte fui pra Ceasa. Imaginei que lá seria mais fácil conseguir a carona pois teria vários caminhoneiros. Realmente tinha, porém como o amigo do vizinho tinha me alertado, os caminhoneiros estavam muito preocupados com os roubos de carga que estavam acontecendo e realmente não estavam dando carona pra ninguém. Voltei pra rodoviária, passei mais uma noite e no dia seguinte fui tentar carona novamente. Sem sucesso!! Já estava cansado. Havia 3 dias que eu não dormia direito e aquelas tentativas frustradas de carona me fizeram desistir. Então fui pra rodoviária e comprei a passagem pra Salvador. Estava triste. Eu realmente queria concluir minha aventura apenas pegando carona, já que eu já tinha feito todo aquele percurso sem gastar um centavo sequer com transporte. Mas percebi que não teria outra alternativa. A passagem custou R$:400,00 (paguei com cartão de débito, e isso era quase todo dinheiro que eu tinha conta). O ônibus saiu no dia seguinte às 09:00 da manhã. Foram 2 dias e meio de viagem curtindo de novo as paisagens da estrada. Cheguei em Salvador numa terça-feira faltando apenas 1 dia para acabar minha férias. Enfim, estava em casa de novo!! E foi assim que eu conheci 4 estados e 2 países em 17 dias gastando mais ou menos uns R$:600,00 (já incluso os R$:400,00 da passagem) E só acabei gastando todo esse dinheiro porque tive que comprar passagem do Rio de Janeiro pra Salvador. Durante todo o trajeto não gastei nenhum centavo com transporte e nem com hospedagem. Gastei apenas com alimentação e alguns passeios pelos lugares por onde andei. Gastei mais ou menos uns R$: 200,00 com alimentação e passeios, (sendo que R$:100,00 eu ganhei na carona indo pra São Paulo). Vou deixar umas fotos aqui pra vocês curtirem um pouco da aventura!!
  4. Olá, galera Pretendo fazer um mochilão de 1 mês na Europa, acabei de realizar a compra pela internet de uma Mochila Nautika Intruder 45 litros. Sei que esse tamanho é perfeito pra essa viagem e pro volume de bagagem que pretendo levar, porém, depois de efetuar a compra, li algumas opiniões negativas a respeito da marca e do modelo, então pesquisei mais e encontrei opiniões positivas também. Então fiquei bem divido e sem ter certeza se fiz um bom negócio em comprá-la. Meu mochilão será urbano. Não farei trilhas, nem campings ou coisas do tipo. Gostaria da opinião da galera aqui do fórum que já tem experiência com mochilas, pois essa é a primeira mochila cargueira que eu estou comprando. Grato desde já!!
×
×
  • Criar Novo...