Ir para conteúdo

Henriquexxt

Membros
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Alguém de Rondônia/Porto Velho ou interior que esteja pensando em viajar de forma econômica(mochilão roots) no próximo ano? Compania para trocar ideia e criar coragem pra cair no trecho em 2021 Especifiquei de minha cidade para possivelmente até se conhecer pessoalmente e conversar sobre o assunto, mas quem for de fora e tiver realmente o interesse de ano que vem mochilar pode deixar o contato. Seria uma viagem de uns 6 meses a 1 ano no mínimo até Deus sabe quando der
  2. Indicaria a fiorino, principalmente a do novo modelo. As peças são praticamente iguais as do Uno, portanto, são mais baratas e de baixo custo de manutenção. Outro ponto positivo é que em muitos lugares vai achar peça fácil. Possivelmente deve ser um carro econômico. O que pesa e o valor do carro.
  3. Po se eu tirasse 2 mil trabalhando de casa não pensava duas vezes em viajar. Com dois mil da pra viver, desde que de um modo mais roots, acampando, trocando trabalho por acomodação. Minha renda vem de emprego formal, tenho que meter a cara e começar a ganhar dinheiro com a internet, design, edição de vídeo, youtuber, qualquer coisa pra sair da matrix e ficar mais livre para viajar.
  4. @JefinVivo algo parecido com você. A diferença é que financeiramente estou bem, tenho um emprego razoável e até estável, solteiro, etc. A vontade de cair no mundo é grande, mas devido a as conquistas materiais falta coragem de largar tudo. Outro fator é a pandemia, as fronteiras estão fechadas, há restrições, etc. O momento atual não é de viajar. Se você realmente quer se jogar no mundo, primeiramente trasse um plano. Estude sobre marketing digital, sobre designer gráfico, edição de vídeo. Abra um canal no youtuber e se dedique, aprenda a gravar, a produzir conteúdo. Pode demorar 2, 3 anos par
  5. Agradeço a resposta e sugestão de todos, os quais são muito experientes, bem mais que eu. Li dezenas de relatos e histórias desse fórum. Assisti no youtube dezenas de vídeos de viajantes, muitos destes que, quando jovem lá pelos 20 a 30 anos largaram tudo para viajar. Cheguei a conclusão que aqueles que viajaram por 3, 4 anos, curtiram demais, mas uma hora a grana acabou, e com isso, para alguns veio a tristeza e até a depressão (muitos pararam de postar vídeos após um período), porque canal de viagens não dá muita grana, não monetiza bem igual canais de outros assuntos, tais como, finanç
  6. Em relação as pessoas não serem generosas você tem que analisar se o produto que você esta vendendo tem demanda no local que está vendendo. Um exemplo, um pipoqueiro não vende pipoca de manhã, vende na parte da tarde ou ao anoitecer. Também não vende pipoca em porta de hospital ou mercado, geralmente vende em parques, pista de caminhada ou na frente de escolas. Dessa maneira, analise onde seria o melhor local para vender seus produtos e qual o perfil das pessoas que comprariam ele. Se necessário passe a vender outro tipo de produto, paçocas em embalagens plásticas, brigadeiro, dim-dim, s
  7. Tenho 26 anos, um emprego estável no serviço público, carro, moto, enfim, uma vida financeira que muitos queriam ter. Contudo em uma viagem que fiz, em dezembro de 2019(Fortaleza-Natal-João Pessoa-Recife-Pipa e Jeri, um mês pelo nordeste, amei, foi o mês mais intenso da minha vida. Conheci lugares, pessoas, vivi uma experiência que levarei para o resto da minha vida. Durante a viagem conheci pessoas que vivem viajando, trabalhando em troca de acomodação e se virando como dá. Esse modo de vida me me tocou, passei a pesquisar nos fóruns e youtube como viajar com pouca grana, como ganhar dinheiro
×
×
  • Criar Novo...