Ir para conteúdo

Gismasil

Membros
  • Total de itens

    90
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Mariana, Achei teu roteiro até bem dividido, mas isto é algo muito pessoal e depende do interesse de cada um nas cidades citadas... Em relação aos teus questionamentos: sim em dezembro/janeiro é muuuuito frio em países como Polônia, Rep Tcheca, Alemanha e o norte da Itália, então vá preparada! Na Eslováquia e Polônia o inglês só em locais turísticos, saiu dali e principalmente com pessoas mais velhas...só na mímica mesmo. Mas a salvação é sempre se dirigir a alguém mais jovem nestes países, e na Hungria e na Eslovênia também. Mas fica tranquila que tudo vai dar certo no final! Estive no Leste Europeu em maio último e deu tudo certo. Abraços.
  2. Gismasil

    Florença

    Complementando o que já foi muito bem exposto acima sobre Firenze: Não sei se vc se interessa por museus e história, porém ali pertinho tem Pistóia, cidade na qual há um monumento e museu em homenagem à FEB. A cidade e outras da região foi onde Brasil lutou e venceu na Segunda Guerra Mundial - libertando os italianos. Para quem tem interesse em sair do lugar comum, vale muito a pena. Abraços.
  3. Ferzanoto, Se mudar o tipo de trem (IC,EC, Regional) e/ou a plataforma, muito provavelmente vc terá que fazer troca de veículo sim. E independente do horário da noite ou dia. Aliás, tenha muuuito cuidado pois as trocas em geral são em questão de minutos, e os alemães levam a sério a questão pontualidade. Te aconselho a tentar um com menos changes. Abraços,
  4. Abreder, Vou te passar a minha experiência, mas vc tira as tuas conclusões dentro dos teu parâmetros pessoais em relação a esta viagem... Eu já estive na Itália em dezembro, não em janeiro, e a única coisa q vc não vai encontrar é paradeira: por ser um país de tradição católica há várias festas pré-natalinas, festivais, feiras e as cidades estão iluminadas lindamente. Os preços fora da temporada são mais acessíveis, e cidades como Roma e Firenze não são o martírio das filas que costumam ser na alta temporada (somente fui conhecer o Vaticano na minha segunda visita à Itália, pq não aguentei as filas do verão). O norte da Itália é bem frio nesta época entao estejam preparados com uns casacos... Bem, como pode ver eu sou suspeita para falar...tanto que por coincidência tb estarei na Itália em dezembro deste ano novamente. Abraços.
  5. Emanuelle, Praga-Munich not 13:06h 69,90 euros. De ônibus not dura +-5h e 23 euros. Budapest-Praga vc não conseguirá ver preço na DB, somente na empresa do país, tente: http://elvira.mav-start.hu/elvira.dll/xslms/index?language=2 O mesmo trecho de ônibus sai 16/20 euros e dura 6/7 horas, mas não tem noturno. O preço que vc não achar na DB, terá que procurar nas ferrovias de cada país. Abraços.
  6. Acho que então peguei o mesmo motorista, só que no trecho inverso de Amsterdan-Paris, o cara proibia e quase largou na estrada uns passageiros que queriam comer ou beber (água) dentro do ônibus - o que eu já vi é super normal de fazer na Europa e inclusive em outros Eurolines... Ainda por cima trancou o banheiro do ônibus!!! O cara era louco total!!! ãã2::'>
  7. Bernardete, Sugiro que vc não vá com este dia de bate-volta a Bruges fechado, se esta for tua primeira vez em Paris principalmente... Cada vez que passo por Paris ficou no mínimo 7 dias, e sempre tem coisas novas para descobrir e curtir. Além claro de fazer um flashback nas favoritas Cada estação do ano tem seu encanto na cidade. Quando vou embora fico sempre com a sensação que poderia ter ficado mais...heheheh Abraços.
  8. Bernadete, Pelo jeito vc é adepta do slow travel, sem correria a cada um ou dois dias de viagem... Nesta filosofia o teu roteiro está muito bom e bem dividido, mas claro depende do que vc vai querer fazer em cada cidade. Por exemplo, para quem adora arquitetura e arte os 5 dias de Barcelona são imprescindíveis pq a cidade é um museu à céu aberto. Além disto tem as praias e ótimas baladas na Catalunha. Se vc for diminuir BCN para ainda gastar tempo em deslocamento até Madrid, que merece no mínimo 2 dias inteiros (sem visitas aos museus), vc provavelmente perderá em ambas. A não ser que tua agenda esteja bem folgada... O mesmo raciocínio quanto a arte e história vale para Roma...eu manteria os 5 dias tb. A não ser que vc pretenda fazer algum bate-volta perto, 4 dias inteiros para a cidade de Dublin é muito. Pessoalmente eu não sou muito fã de Viena, mas se vc for fazer visita aos castelos/museus o teu tempo está adequado. Se teu sonho é a Cote D'Azur, visite mais de uma cidade nos teus 3 dias pois lá vale a pena viajar todos os dias margeando o mar com aquela vista. Se não for sonho, pense q talvez estes 3 dias tb iriam bem na Provence, antes de vc retornar a Paris. Abraços.
  9. Eu tenho cadastro no hostels.com e nunca tive problemas com as reservas. A exemplo de vc, eu tb confirmo direto com o hotel perto da data da viagem, enviando o número de reserva fornecido pelo site. Acho que vc pode viajar tranquilo... Abraços.
  10. Vidal, Aqui todos vão dar uma opinião diferente sobre a impressão de dias suficientes em cada cidade, isto tem a ver com interesses e gostos pessoais... Eu concordo com o que já foi dito contra a retirada de 2 dias de Paris e de Berlim... Mas isto depende do ritmo de cada viajante. Eu não achei em Viena nada que justificasse muito mais que 2 dias inteiros - inclusive me decepcionou um pouco, mas em compensação teria ficado mais em Munique. Abraços.
  11. Nhioka2, Vc vai ficar perto do Jardim Botânico, que é uma região muito agradável para andar a pé, e para chegar ao Centro é perto. Para o centro histórico dá para encarar a pé sim, é uma caminhada superagradável e média. Mas para Belém...provavelmente seja uma boa pedida o tram.
  12. Maisquevencedores Sugeriria que vc entrasse nos sites das ferrovias e checasse os preços de cada trecho, e comparasse com o dos passes disponíveis... mas pela proximidade da data da viagem, como disse antes vc só pegará tarifas cheias. Vc vai ter que colocar na ponta do lápis, mas lembre-se que ter o passe não é garantia de viagem, em alguns trechos a reserva é obrigatória ( e cara!). Em relação à troca de países, isto é muito pessoal, e vc deve se perguntar o que não pode faltar de forma alguma na tua viagem...Grécia? Espanha? Holanda?
  13. Viajando em junho (alta temporada) e com a esposa, acho melhor vc começar a fazer as reservas...a não ser que vcs sejam beeeem desencanados e não faça diferença chegar em qq dia ou horário na cidade, e procurar por alojamento na hora - sem escolher localização, tipo de dormitório... Pois nesta época costuma ser bem concorrido o alojamento, e a reserva ( se for trem ) faz-se necessária pelo mesmo motivo. Aconselho a vc finalizar teu roteiro logo, pois vc provavelmente já não achará transporte/alojamento em tarifas promocionais de antecedência, e começar a reservar... Abraços.
  14. Luhhh, No site da DB vc consegue checar os horários, mas a compra no site somente é disponível para trens com origem e/ou destino na Alemanha. Se vc tivesse procurado com antecedência poderia ter pego a tarifa promocional do Thalys, pois em abril eu paguei 44 euros pelo trecho comprado com antecedência. Agora acho que te resta tentar alguma low cost ou ir de eurolines... Boa sorte! Abraços.
  15. Viajante, Teu roteiro está apertado...para ir em alta temporada assim corrido,vc já deve estar com alojamento e transporte todo comprado,não? Até Roma, vc praticamente faz check in/out todos os dias e isto toma tempo e cansa. Mas isto o que determina é a velocidade de cada viajante... Em Berlin vc vai sentir falta de mais dias, e se vc gostar de museus tb vai sentir falta em Florença. Abraços.
×
×
  • Criar Novo...