Ir para conteúdo

klunker Leo

Membros
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre klunker Leo

  • Data de Nascimento 05-04-1986
  1. Cara que relato incrivel! Uma pergunta: tem bastante lugar pra acampar? Digo camping selvagem mesmo.
  2. Pessoal o caminho velho eh bem sinalizado?
  3. Bom, não sei exatamente o que te recomendaram, mas speed não é feita pra conforto e sim pra desempenho, logo, nao espere ficar numa postura retilinea, sem forçar o períneo. Na MTB isto é concebível. Além da questão bike fit, pesa o tipo da bike. Mountain bike roda tranquilo em qualquer terreno. Speed não. Boas pedaladas!
  4. então parceiro, já fiz vários ciclotours e manjo de bike. uma caloi 10 (não sei se você se refere ao modelo especifico da caloi ou a uma bike tipo speed) é boa sim, se todo o seu trajeto for por asfalto muito bom, pois caso contrário não é uma boa pedida, haja vista a medida dos pneus e que, caso voce tenha um pneu avariado, não é tão comum de se encontrar como um de aro 26". Por causa disto eu te indico uma mountain bike, com uma transmissão reduzida, podendo ser 21, 24 ou 27 marchas. eu particularmente usaria 24 marchas, por conta do custo das peças, como cassete, trocador e corrente serem praticamente do mesmo preço dos de 21 e a relação de marchas se parecer bastante, no que diz respeito à diversidade de combinações para situações diferentes, próximo ao de 27. o quadro dessa bike pra voce deve ser tamanho 19" ou 20", por conta da sua altura. uma bike montada com kit shimano alivio estaria de bom tamanho para um ciclotur. voce terá uma bike versátil, que anda em praticamente qualquer terreno. qualquer dúvida escreva.
  5. Alguém por acaso tem sugestões de roteiro nessa região ou algum tipo de mapa da Serra do Cipó?
  6. Encontrei elas duas pouco depois de Diamantina. Guerreiras!
  7. Acabo de comprar uma mochila da T&R Montanha 75. A danada é muito grande! Dá duas da minha boa e velha crampon 38. Pesquisei bastante a respeito antes de comprar, e notei que as Trilhas e Rumos são um ótimo custo benefício, pois tenho a minha crampon 38 há seis anos já, e o que eu já fiz com ela não ta no gibi; muitas idas e vindas no funicular de Paranapiacaba, Minas Gerais, litoral vááárias vezes, o próprio uso do dia a dia, muito sol, muita chuva, muito banho de barro... Fora o que eu nao lembro! E tá aqui, inteirona, pronta pra outras trips! Como eu estou para fazer trips maiores e gosto de coisas brutas, cheguei à conclusão de que esta seria a melhor opção. Aliás, comprei numa loja chamada cutelaria fivela de ouro (vide google). Ela custa em média uns 250 a 290 reais, e comprei a minha, com frete incluso, 205 reais. Para o meu uso, tenho certeza de que ela foi a melhor opção. Logo mais eu relatarei aqui minhas impressões em campo de prova da monstrenga.
  8. Achei que ninguém aqui ia falar deste pico maravilhoso, pra mountain biker nenhum botar defeito. Bom, vou relatar a vocês a minha experiência, que foi bem recente, no dia 22/05/08. Começamos no maior apetite, na sede de chegar lá. Aposto que xaropes como eu e o brother tem pouquíssimos... Moramos em São Paulo, próximo a São Caetano do Sul, no ABC paulista. Saímos de casa 5 da matina e fomos até Salesópolis no pedal; sentimos o gelo da madrugada até o solão das 11 em diante. Legal. Chegamos na boca da trilha ainda na sede ao meio dia. Fomos recepcionados com uma íngreme subida, e depois outra, e outra, ... Até que achamos um barzinho há uns dois km do começo da estrada e compramos o ouro da vez: rapadura. E de pedacinho em pedacinho de rapadura, fora a tonelada de carboidratos já consumidos antes, íamos felizes da vida, e eu notando que a paisagem ficava cada vez mais deserta. Até que vimos umas últimas casinhas, a tal da capelinha e depois só a mata dos lados e o chão cada vez pior. Até que os techos concretados eram estimulantes. Passamos a pedra que fica à direita, os pontilhões, aquela casinha onde tem logo em seguida uma espécie de casa de máquinas também. Estávamos muito bem fisicamente, no apetite... Até que demos conta que eram 4 e meia da tarde e há pouco tínhamos passado a tal casa de máquinas. Perguntamos a funcionário de lá e ele disse que faltavam uns 33 a partir dali. Tudo bem, continuamos, e as subidas não acabavam, e o tempo passava, pois eram subidas fortes, de cascalho, o que te força a usar marcha reduzida o tempo todo, e consequentemente baixa velocidade. Até que vi o relógio e eram seis da tarde! Tudo bem, as duas bikes tinham faróis que mais pareciam de xenon dos tunados, nós dois bem fisicamente e o apetite conosco. Parece que Deus sabia de algo: numa destas subidas intermináveis parou do nosso lado uma L200, e a bordo um filho que levou a mãe pra um "passeio". Era a primeira vez que estavam ali e perguntaram pra gente se estava longe o fim; achavam que ja era tarde demais; estavam de carro ali, e ficaram pasmos quando souberam desde que hora estávamos de pé e de onde viemos, e claro ao verem nossos "jipes". Falamos a eles que não sabíamos, pois era a nossa primeira vez ali também. Por acaso o meu brother teve a idéia de pedir uma carona até o fim da trilha. Carona aceita, nós dois a as bikes na caçamba da picape, que não é muito grande, e nem tinha muitos pontos de apoio. Entre pulos e solavancos, bundadas violentas no assoalho e um pequeno hematoma na costela fomos. Não era culpa do piloto, mas notei a tamanha destruição do caminho. Imagine que um carro destes que é fora de estrada torcendo todo... O caminho não era dos mais conservados. Por ver a velocidade que desenvolvia o carro e a meia hora de rolê na caçamba calculei que só até o fim, faltavam uns 20 km ainda. Tá, pra dois mountain bikers experientes o que poderia tê-los feito pedir carona? Simples: eram dois pratos suculentos pras oncinhas que moram ali... E ainda no meio do caminho vimos uns malucos subindo a trilha, com umas bikes que vou te contar... Só andavam pela fé mesmo... Enfim, a nossa carona foi até a rodoviária de Caraguatatuba, de onde tomamos o busão até o terminal rodoviário Tietê. O plano inicial seria sair da trilha e ir no pedal até Santos... rsssssss Moral da história: voltamos super felizes e realizados, querendo mais!!!!
×
×
  • Criar Novo...