Ir para conteúdo

alfranger

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de alfranger

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Não tem mais o tal pedágio na reserva. A novidade agora é um tal seguro que Seniat cobra na fronteira a partir deste ano.
  2. A melhor época é q tem dinheiro sobrando e tá cansado(a) de trabalhar - hehehe. Falando sério, evita época de férias/feriados q fica tudo muito concorrido (se gostar de paz/exclusividade)... Dá uma pesquisada no google sobre a época dos furacões no Pacífico/Atlântico, só por precaução...
  3. Sim, tranquilo... Mas é bom evitar Colon, o pessoal é meio barra-pesada por lá. O bom é q Panamá é "frequentado"por mochileiros, principalmente as ilhas. O pessoal por lá está acostumado.Sempre que saíamos da cidade do Panamá, deixávamos as tranqueiras todas no hotel Bela Vista, mesmo - sem problemas. Detalhe: nossas malas foram extraviadas na conexão Sampa-Panamá! Chegamos no Panamá e fomos comprar roupas (muito baratas) no Albrook - e malas - excelentes e na faixa dos US$ 15! No final da viagem acharam e deixaram no Hotel...
  4. Ah - fomos na época do carnaval - é feriadão por lá também - o pessoal some da cidade e vai p/ ilhas, praias, caribe, méxico, onde der!!!!! Nessa época, é bom reservar tudo antes (descobrimos depois isso)... :'> A festa de carnaval é no Parque Porras, é é transmitida pela rádio troopiiiicúúúúú - hahahaha - casseta e planeta deveria ir fazer matéria por lá - hahaha
  5. A gol tem vôo p/ Panamá - compramos nosso ida-volta por +/- R$ 700,00 - tem q ter sorte e achar preço promocional. O vôo é meio burro, mas p/ economizar... Saímos de Manaus p/ pegar conexão em Sampa pelo vôo parceiro da gol a Copa Airlines - só 3:30 hs a mais... Em breve, a idéia é reabastecerem em Manaus, aí será mais fácil. Tem vôos direto de Manaus pela Copa, que segue p/ Miami, mas sai muito mais caro. Em Panama City, ficamos no Bella Vista também - 30-35 dólares - dá p/ dormir - hehehe. Fica perto de tudo.
  6. Estivemos começo do ano 2007 por lá. Casco Viejo é realmente linda - florida, arquitetura antiga. Tem um restaurante português memorável - o dono era carioca filho de portugueses. O shopping Albrook Mall tem preços ótimos, similares aos do free shop do aeroporto - e a boa é dar uma pechinchada, sempre baixam mais. O café Duran é delicioso. Outra boa pedida é fresas c/ crema (em um dos quiosques) e Cinnamon (acho q é isso) é uma franquia q vende paezinhos c/ canela e nozes... Hard Rock Cafe é uma boa pedida em Panama City, mas nos fins-de-semana. Onibus é bem prático e barato p/ se ir mais longe pelo Panamá. Se não gosta de música latina ou regaeton, já saia do Mall c/ seu MP3 - o som dos ônibus é potente - cx e subs Pioneer... As praias e a serra sao longe... A rodoviária é em uma das saídas do Albrook mall. Colon é roubada. Favelal, perigoso de andar - principalmente se tem cara de turista, e tudo q se encontra por lá tem os mesmos preços do Albrook (que é zona livre também). Próximo a colon tem Isla Grande, q é linda, tem uma estátua do cristo negro dentro de águas transparentes/azulíssimas, mas tem uma infra-estrutura podre - iríamos dormir por lá, mas não conseguimos nem almoçar, mesmo - muito ruim nesse sentido... Ilhas bem legais de visitar são a ilha das flores (isla Taboga), saindo do causeway de barco. Dormir em arquipélago Las Perlas é imperdível. San Blas pode ser estupendo, mas fazer necessidades no oco de madeira - PUTZ!!! - deve ser péssimo! Passamos batido por essa experiência, porque gostamos de um mínimo de conforto... Não dava p/ ir e voltar no mesmo dia também. Praias do lado pacífico visitamos algumas - a do decamerón (passadia e show à noite p/ gringo ver), a do hotel playa bonita - é legal o passadia (café, almoço e drinks inclusos - bem melhores q o Decameron), playa Veracruz, San Carlos (praia quase deserta, pouca infra-estrutura - almoço c/ patacones - q são bananas fritas em rodelas!), Santa Clara (limpa, calma; dormimos por lá, q os hotéis maiores estavam lotados). San Félix é uma praia linda, mas extremamente complicado p/ chegar/sair - disseram p/ a gente: brasileños locos - hahahaha. Bocas del Toro/Isla Colon - água azul/transparente, mas cadê praia???? As mais distantes do centro da ilha são mais bonitas, mas têm pouca areia, e tem q ter paciência pelo único e tosco ônibus da ilha (escolar americano, de 1970) - c/ direito a parada d 15 minutos no meio da viagem p/ o motora descer em casa e brigar c/ a mulher - hehehe. Possibilidade: passeio de barco (tinha um desaparecido na noite anterior - que medo) p/ 3 praias, mas meio caro... Mas a melhor parte é a serra! Boquete, em David (Panamá é um prato cheio p/ o Casseta e planeta) é uma cidadezinha de colonização americana muuuito arrumada (andar por "valle escondido"), onde fizemos, entre outras coisas, o tour do café na fábrica do café Ruiz - perfeito. E um jardim de um senhor, enorme e muito bem cuidado, c/ muitas plantas e aquários/tanques c/ carpas (mi jardim es su jardim) muito agradável e interessante. É uma área q se pratica muito rafting, trekking e mountain bike. Subindo um pouco mais a serra, chegamos a Cerro Punta - frio pacas à noite, comidinha orgânica muito caprichada... E paz/paisagens. Tem o trekking pelo vulcão Baru, de onde se avista Atlântico e Pacífico do topo, em dias c/ poucas nuvens. Pelo caminho, criação de salmão nas corredeiras gélidas. E as piscinas térmicas c/ águas sulfurosas - com direito a ficar de molho um tempão... E o sítio arqueológico que até saiu na National Geografic, onde tem um riacho que sobe (pela força das pedras magnéticas q tem por lá - inclusive tem um local tipo Stonehenge - muito mágico). No caminho de volta passamos por Chiriquicito e Ocú (é longe mesmo - hahahahaha). Ah - ia esquecendo - o canal do Panamá e a operação das eclusas são programa imperdível!
×
×
  • Criar Novo...