Ir para conteúdo

AdrianaALima

Membros
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Últimos Visitantes

407 visualizações
  1. espero q tenhas curtido muito sua visgem! lugar magico!!!
  2. Obrigada! Espero que tu consigas ir o mais breve possível... Noronha é um lugar mágico!
  3. Fico feliz que tenhas gostado! Espero que tua viagem seja tão boa qto a minha... Estou com vontade de voltar esse ano...Tomara que eu consiga!
  4. Obrigada raphael! Fico feliz que tenhas gostado! Nunca havia publicado relatos sobre minhas viagens, mas acho que td a respeito dessa ilha mágica merece ser compartilhado! Tomei coragem e publiquei... até nesse aspecto, Noronha me modificou!
  5. Oi Michele! Q bom q gostaste! Olha, não sei dizer se aceitam cartão, pois paguei em dinheiro mesmo... As duas maiores agências são a Atalaia e a Costa Blue. Se eu descobrir algo, te aviso!
  6. Para finalizar... Dinheiro e cartões: Usei cartão de crédito em todos os restaurantes e lojinhas onde comprei algumas lembranças de viagem, entre elas a loja do projeto Tamar e também a loja no PIC Sancho-Golfinho. Não houve nenhum tipo de dificuldade. Em lugares mais simples como as barraquinhas da praia do porto e da praia do Cachorro, ou na Mesa da Ana e ainda na minha pousada, paguei tudo em dinheiro mesmo. Para sacar dinheiro foi um pouco mais difícil. Há apenas uma agência bancária e é do banco Santander, localizada na Vila dos Remédios. Caixa eletrônico do Banco 24h tem no aerop
  7. o transporte? Conforme tua preferência! Caminhando: Foi o que mais fiz. Acredito que facilitou bastante o fato de ter ficado na vila dos remédios... Daqui eu fui caminhando para as 3 praias mais próximas, para a pizzaria muzenza e passei diariamente pela porta do bar do cachorro, para diversos restaurantes e para a Mesa da Ana (minha maior distância percorrida). Seja dia ou seja noite, não tive problemas... Qdo o trajeto era escuro, usava a lanterna do celular... Para mim, caminhar é o melhor jeito de se locomover por Noronha... dá pra pensar na vida, curtir o céu estrelado e de quebra
  8. Seguindo em frente com a nossa conversa... Onde comer: Há inúmeros restaurantes, fui apenas em alguns... Mas, depois da passagem e taxas, comida foi o item com o qual mais gastei (mas isso foi escolha mina...sou comilona mesmo!) É possível economizar pois há opções mais baratas. O problema q eu encontrei foi a ausência do vinho em taça (amo vinho). Na maioria dos restaurantes, nem mesmo há a meia garrafa e qdo há, o preço é praticamente igual ao da garrafa. É bom avisar ainda que, muitas vezes, não há disponibilidade de alguns pratos do cardápio... Isso pq nada é produzido na ilha, td v
  9. Estive em Noronha novamente agora em out/17 (sim...fui mordida pelo bichinho... a idéia é voltar sempre que for possível). Dessa vez, fui com minha prima, mas conheci pelo menos 4 mulheres de diferentes idades que estavam viajando sozinhas. Uma delas me disse que era a sua terceira vez na ilha e que eu, na minha segunda vez, iria perceber que cada viagem a Noronha é diferente da outra... e ela realmente tem razão! Fiz coisas diferentes, conheci lugares e pessoas novas... e foi maravilhoso estar lá de novo. Este post será atualizado com as novidades 2017, mas o original será mantido
×
×
  • Criar Novo...