Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Junior Faria

Membros de Honra
  • Total de itens

    936
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

3 Neutra

Sobre Junior Faria

  • Data de Nascimento 10-11-1983
  1. Junior Faria

    Salar de Uyuni

    Salar de Uyuni Ir ao Atacama e não fazer o Uyuni é o mesmo que ir a Roma e não ir ao Vaticano. (batida essa frase, hein???) Dizem que para fazer o Uyuni você deve ser forte, já que são 4 dias de perrengues. Eu não acredito nisso. Fortes são as pessoas que eu vi cruzando o Uyuni de bicicleta, caminhando ou a família que cruzava o Atacama de bicicleta com 2 crianças que aparentavam ter menos de 10 anos de idade. Dessa forma, eu repito, para fazer o Uyuni não precisa ser forte, basta não ser fresco e querer sair de sua zona de conforto. Escolhi fazer a rota normal ou clássica para a viagem ao Uyuni. A rota normal passa por mais lagoas que a rota alternativa. O único problema da rota normal é que no primeiro dia você passa dos 5.000 metros de altitude. Além disso, você dorme em um refúgio a 4.200 metros de altitude. Dormir nessa altitude não é nada fácil. Se você for do Atacama para o Uyuni sem retornar para o Chile, a viagem dura 3 dias. Caso você opte por retornar ao Atacama a viagem dura 4 dias. Desmistificando o Uyuni 1- Só devemos levar uma pequena mochila para o Uyuni, pois as malas são todas sujas pela areia do deserto ? ERRADO O motorista encapa as bagagens muito bem com uma lona. Não vi areia na minha mochila cargueira ou na mala dos outros. Para evitar danificação (cargueiras são caras pra cacete) ou sujeira eu uso a traveler bag da Curtlo. Ela ainda vem com um sistema que permite a colocação de cadeados. Assim, ela serve de locker também. 2 - A comida nos albergues é ruim? ERRADO A comida é simples, mas não é ruim. Comi frango com legumes, macarrão com molho de tomate, arroz com atum, frango com batata frita, arroz, salada, bife e quinoa. Existe menu vegetariano também. 3 - Os motoristas são mal educados? DEPENDE Os bolivianos não são tão receptivos como os brasileiros ou os chilenos, mas isso não quer dizer que eles são rudes. O motorista não tem como ficar de papo e guiar pelos caminhos do deserto. Lembrei que quando chegamos ao Salar foi o simpático motorista, o Samuel que propôs as melhores fotos. 4 - A viagem é perigosa? Só um pouquinho. A gente não fica cruzando muito com outros carros. A estrada é bem ruim em alguns pontos. Se for só um pneu furado tem o reserva, mas se for algo mais grave é necessário o resgate. Estranho é que por 2 dias eu não tive sinal de celular. O motorista disse que existem algumas áreas sem cobertura de celular no deserto, mas que os motoristas são de tudo um pouco e podem consertar algo simples. Ele não mencionou possuir um telefone via satélite. 5 - A roupa de cama dos albergues fede? As minhas não Eu não visitei todos os abrigos, mas cheirei minhas roupas de cama. Elas não cheiravam a amaciantes, mas também não fediam. 6 - É necessário levar saco de dormir? Eu levaria Na primeira noite a temperatura pode chegar a -15 graus. Então o saco de dormir é mais que recomendável. Eu levei o meu do Brasil. Quem não tem saco de dormir pode alugar por 20 bolivianos, mas não é garantido ter sacos para todo mundo se houver muitas pessoas no refúgio. Na nossa primeira noite, eu coloquei o saco de dormir, mas senti calor, devido ao fato de o refúgio já ter 3 cobertores grossos. Além disso, acho q a temperatura durante a noite não foi tão baixa assim. 7 - Vale mais a pena comprar coisas e presentes no povoado do Uyuni do que no Atacama? CERTO A feira de artesanato de San Pedro de Atacama tem preços baratos, mas a feira de artesanato do povoado de Uyuni tem preços mais baratos ainda. Eu comprei um casaco para minha avó por 60 pesos bolivianos (10 dólares) e um cachecol de “alpaca” para minha namorada por 30 pesos bolivianos (5 dólares). Ah, lembrem. Vocês devem negociar o preço.
  2. Junior Faria

    Deserto de Atacama

    Dicas para encarar o Atacama Itens indispensáveis · Remédio para o umidificar o nariz · Anti-alérgico · Diamox - remédio que atenua os sintomas do mal da altitude. (Consulte um médico) · Protetor solar e labial · Colírio · Papel higiênico · Creme hidratante (pode parecer frescura, mas não é. Minha mão ficou muito seca e as juntas dos meus dedos sangravam por conta do frio e do clima seco) Roupas Indico que levem: · Gorro · Luvas (eu trouxe 2 pares de luvas. Uma de segunda pele e outra de lã) · Sunga/biquíni · Chinelo · Óculos de Sol (se for subir vulcões tragam modelos de óculos mais fechados, ou seja, que não deixem entrar raios solares pelos lados). · Segunda pele · Fleece · Corta vento · Casaco para frio intenso (eu trouxe um casaco de pluma de ganso. Esquenta muito e ocupa pouco espaço) · Calça que vira bermuda (você sai do albergue está frio. Logo depois está um calor infernal) · Meia para trilhas (se for aos Geysers e for fazer vulcões traga meias térmicas.) · Bota para trilhas (poucas são as pessoas de tênis) · Saco de dormir para frio intenso (temperatura de conforto 0 a 5 graus celsius, caso vá ao Uyuni). Por que levar óculos? O Atacama é a região do planeta com os maiores índices de radiação ultravioleta, ou seja, você tem que proteger seus olhos a todo o momento. Indico que não levem: · Calça jeans (bem desconfortável para o deserto) · Camiseta (vai deixar umas marcas bem estranhas com a exposição ao Sol. Lojas de roupas esportivas no Atacama Quem esqueceu de algum casaco ou está sentindo mais frio do que esperava, eu vi na rua Caracoles 4 lojas: · The North Face · Patagônia · RKF (a marca tem um pato como símbolo) · El Rincon del Viajero Achei as 4 lojas caras e com preços diferentes das mesmas lojas de Santiago. Eu só usaria para emergências. Em Santiago, eu fui no Mall do Sport. Havia várias lojas e equipamentos para trilhas e com preços bem mais baixos que o Brasil. Lá tem varias marcas especializadas para quem gosta de trekking (Thule, Salomon, Garmin, Columbia, Doite e muitas outras). A The North Face estava com promoção de 40% em toda a loja. Câmbio A maioria das agências de câmbio ficam na rua Toconao. O câmbio no Atacama é muito pior que em Santiago. Dessa forma, se passar pelo Centro de Santiago, faça o câmbio na rua Augustinas ou Moneda antes de vir ao Atacama. Voos Para chegar ao Atacama de avião, você terá que pegar um voo até a cidade de Calama. Eu fiz um voo Rio-Santiago pela Latam e depois um voo Santiago-Calama pela Sky, uma companhia aérea low cost. Tem gente que prefere vir de ônibus de Santiago até Calama. Deve ser a forma mais econômica, mas acho que perde-se muito tempo. Transfers De Calama ao Atacama existem vários transfers. Eu reservei com a Licancabur. Ela fica dentro do aeroporto. Paguei 20.000 pesos pela ida e volta. Agências para Atacama e Uyuni Eu li que existem mais de 70 agências de turismo no Atacama. Dessa forma, minha dica é NUNCA, JAMAIS reserve os passeios no Brasil, já que nas agências você pode barganhar. Se em algum blog, a pessoa falar que é recomendável reservar do Brasil, ela está mentindo e, provavelmente, ganhou para dizer que sem tal agência ela não teria conseguido fazer todos os passeios que ela queria, já que seria necessário fazer a reserva com antecedência. Em alguns blogs eu vi também uns brasileiros indicando uma agência de turismo de outra brasileira. Ocorre que no Atacama fiquei sabendo que essa agência oferece os pacotes de graça ou quase de graça para que os blogueiros mais conhecidos falem bem dela. Sendo assim, se você ler em algum blog que tal agência oferece “mimos” no deserto, tais como: massagens durante o passeio, roupão de banho depois que você sai das águas termais, check list em vídeo no whatsapp antes da viagem, entrega de chip internacional para você falar com a agência e etc, saiba que você está sendo mimado e terá um serviço diferente. No entanto, saiba que em alguns passeios você pagará mais que o DOBRO em relação ao valor das outras agências. Durante minha pesquisa sobre agências de turismo no Atacama, eu fiz uma lista de preços com umas 8 agências mais bem faladas. Assim, quando cheguei ao Atacama, fui procurar essas agências. No final, eu fechei com a Base Camp (rua Tocanao) e a Atacama Connection ( rua Tocopilla ou rua Toconao). Essas agências ofereciam passeios fora do pacote básico e que eu estava muito afim de fazer. Na Base Camp me atenderam muito bem. Eu consegui 20.000 pesos (R$ 120,00) de desconto no valor total dos meus passeios. Eu achei pouco, mas tudo bem. Passeios com a Base Camp · Vale da Lua e da Morte - 15.000 · Lagoa Cejar e olhos de Cejar - 17.000 · Lagoas Altiplânicas + Pedras Rojas - 45.000 · Salar de Tara - 50.000 · Geisers del Tatio - 20.000 · Cerro Toco - 65.000 · Tour Astronômico - 17.000 · Vulcão Lascar - 90.000 Na Atacama Connection também fui muito bem atendido. Inclusive tem uns brasileiros trabalhando lá. Como fiz menos passeios com eles, ganhei menos desconto. Passeios com Atacama Connection Trekkking Guatin + termas de Puritama: 35.000 pesos chilenos Lagoas escondidas de Baltinache - 17.000 Eu escolhi agências com preços médios, ou seja, descartei as mais baratas e as caras. Todos os passeios que fiz com ambas as agências foram excelentes. Os carros estavam em ótimo estado (fundamental para as estradas do Atacama), os guias eram atenciosos e cumpriam com o cronograma. Para subir o vulcão Sairecabur a Base Camp e a Atacama Connection não tinham grupo de pessoas para fazer o passeio. Sendo assim, me repassaram para a empresa Nortrek. Foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. O guia Carlos tinha muito conhecimento de alta montanha. Recomendo a empresa. Paguei 100.000 pesos pelo passeio. Para ir ao Salar de Uyuni escolhi a Cordillera Traveller (rua Tocopila). Como ia voltar ao Atacama escolhi o passeio de 4 dias. Paguei 138.000 pesos pela viagem. A Cordillera Traveller e a Cruz Andina são as agências que os blogs, tripadvisor e os usuários do site do mochileiros.com mais recomendam para fazer a viagem ao Uyuni. A viagem não inclui entrada do parque (150 bolivianos), entrada da ilha de Incahuasi (30 bolivianos), água durante o passeio, wi-fi, lanchinhos (biscoitos e tal) e banhos. Sendo assim, troquei 60 dólares para a viagem. Para câmbio, vá a rua Toconao. 1 dólar custava 6 bolivianos. 110 pesos chilenos custavam 1 boliviano. Cabe lembrar que só tem wi-fi na primeira noite (10 bolivianos) e no almoço do terceiro dia (grátis). Isso pode variar dependendo dos albergues em que se dorme e onde a agência te levará para comer. Dica de ouro para planejar seus passeios Há passeios no Atacama de metade do dia e passeios de dia todo. Se você tiver pouco tempo, dá para mesclar uns passeios de manhã com passeios na parte da tarde. De qualquer forma, a dica que eu dou e muita gente não segue é: defina seus passeios em relação a altitude do local visitado. Eu comecei fazendo passeios com a altitude de 2.400 e depois fui aumentando a altitude gradativamente. Depois de estar bem aclimatado eu cheguei a quase 6.000 metros. Dessa forma, não faça os seguintes passeios logo de cara: · Geysers del Tatio ( você sai de San Pedro a 2.400 metros e depois de 1:20 está a 4.290 metros. Dessa forma, há uma grande mudança de altitude em pouco tempo. · Altiplânicas com pedras Rojas (o passeio passa dos 4.000 metros) · Salar de Tara (o passeio vai a quase 4.900) · Uyuni (a viagem conta com alguns pontos que passam dos 5.000 metros. Albergues no Atacama Assim como existem diversas agências de turismo, o Atacama conta com uma infinidade de albergues. Eu optei por me hospedar na rua Licancabur, pois a rua fica bem próximo a rua principal que é a Caracoles. (rua das agências, lojas e restaurantes. Eu fiquei no albergue Pangea Norte. Paguei uns R$ 65,00 por noite em um quarto coletivo de 4 pessoas. O albergue é bom. Os banheiros são bem limpos, tem água super quente, os atendentes são bacanas, wifi funciona bem, cozinha é bem equipada e tem papel higiênico no banheiro. Como ponto negativo eu cito que não há limpeza do quarto ou troca dos lençóis de cama enquanto você está hospedado. Mas não custa lembrar que estamos no deserto, não dá pra desperdiçar água. Também não há café da manhã. Ah, lembrei que tem uma mercearia (Armazen Vicente) há cerca de 200 metros do albergue. Lá eu comprava banana e galão de 6 litros de água. Um pouco mais à frente tem a Pastelaria Tackey com empanadas a 1.500 pesos e algumas tortas. Provem a empanada de Pino (carne, cebola e ovo). Em relação a outros albergues, eu escutei falarem bem do Campo Base Hostel, mas ele é um pouco afastado da Caracoles. Escutei falarem mal do Hostel Rural. Havia goteira no quarto, café da manhã racionado e wifi ruim. Comer Os restaurantes mais baratos ficam na rua Licancabur, perto do campo de futebol. Os restaurantes são chamados de “Los Carritos”. Os menus (entrada, prato principal e sobremesa) custam cerca de 4.000 pesos. Comi no Restaurante Tara, um restaurante que tem por ali. O menu custou 3.800 pesos. A comida é boa. Tomei sucos em outro restaurante quase ao lado, o Paso Turístico. Comi bastante na Picada del Índio (rua Tocopila). O menu custa 5.000 e a limonada é boa. O restaurante chega a ter fila na porta. Comi também na Aura Andina (rua Caracoles). Lá tinha boas empanadas e bom suco de maçã. O Empório Andino (rua Caracoles) também tem empanadas, sanduíches e tortas sensacionais. O Sol Inti (rua Tocopila) tem um super sanduíche, o Licancabur. Comi também o “lomo a lo pobre”. O prato é enorme. Da pra dividir com outra pessoa. Provem o suco de cenoura. É incrível!!! Me recomendaram ir ao El Huerto (rua Gustavo Le Paige). Comida boa e porção farta! Trabalha no estilo de menu. Da para dividir para 2 pessoas, dependendo da fome de cada um. O melhor restaurante que fui no Atacama foi o Baltinache (rua Domingo Atienza). Ele trabalha com o estilo menu usando ingredientes locais e da cultura indígena. O menu custa 17.500. Farmácias Eu vi poucas farmácias em San Pedro. Quando eu precisava de algo eu ia na Cruz Verde (rua Caracoles com Toconao). Se forem lá, procurem a Soledad. Ela manja das coisas. Posto de saúde Demora-se um pouco para ser atendido, mas precisando de algo vá ao centro de saúde familiar na rua Gustavo Le Paige (perto da praça). Funciona 24 horas e é de graça. Lembre-se que precisa de identidade ou passaporte para ser atendido. Dica: Quem tem hipertensão deve consultar seu médico antes de viajar para o Atacama e Uyuni. Passeios em que faz mais frio Eu fiz a maior parte dos passeios com um fleece e de bermuda, mas há alguns passeios em que senti bastante frio. Recomendo já sair do hotel com o fleece no corpo e levar, pelo menos, um corta vento na mochila. O passeio aos Geisers del Tatio foi o que senti mais frio. Na entrada do parque há uma estação metereológica, o guia disse que fazia - 8 graus. No inverno ele disse que fez um tour com temperatura de - 27 graus. Dessa forma, vá SUPER bem agasalhado (segunda pele, blusa, fleece, casaco para frio intenso, 2 luvas). A boa notícia é que depois o Sol aparece e a temperatura logo aumenta. Na viagem até o Uyuni também faz frio. Na maior parte do tempo um fleece e um corta vento bastam para o dia. No tour astronômico também faz frio. Leve fleece e casaco para frio intenso. Se for subir o cerro Toco você tem que ir SUPER agasalhado (segunda pele, blusa, fleece, casaco para frio intenso, 2 luvas). Se for subir o vulcão Lascar você tem que ir SUPER agasalhado (segunda pele, blusa, fleece, casaco para frio intenso, 2 luvas). Se for subir o vulcão Sairecabur você tem que ir SUPER agasalhado (segunda pele, blusa, fleece, casaco para frio intenso, 2 luvas). Para combater o mal da altitude Mascar folhas de coca ou fazer um chá com elas, ajuda bastante a amenizar os sintomas. Outra erva usada para combater o soroche é a chachacoma. Coloque uma colher da erva numa xícara de chá e despeje água quente. Você pode encontrá-las na feira de artesanato perto da praça de San Pedro. Beber bastante água e evitar bebidas alcoólicas também ajudam a prevenir o mal da altitude. Tour Astronômico A agência mais famosa para fazer o tour astronômico é a Space. Quando estive no Atacama a agência estava fechada em função excessiva luminosidade no céu. Assim, eu fiz o tour com a Atacama Star Trek. Eu não gostei muito do tour. Parecia que o telescópio utilizado não tinha muito alcance. Havia umas 12 pessoas para um único telescópio. Outros brasileiros que estavam no tour também não gostaram. Ocorre que antes de sair do Atacama, a Space reabriu. Sendo assim, consegui agendar o tour com eles. No início do passeio é um pouco massante. Ficamos 50 minutos em pé escutando a guia falar sobre estrelas, constelações, via láctia, entre outros. Somado a isso, a temperatura estava 15 graus celsius. Depois vem a parte boa. Eles têm vários telescópios (eu contei 9), já direcionados para a parte do céu a ser mostrada. Assim, a guia vai explicando e você já pode indo ver qualquer telescópio que quiser. Isso torna o passeio muito dinâmico! Por último, o grupo vai para um lugar fechado e um astrônomo esbanja conhecimento enquanto tomamos chocolate quente. O passeio demora cerca de 2:30 e vale muito a pena. Passeios que mais gostei Achei o tour as lagoas escondidas de Baltinache ótimo. A coloração de algumas lagoas impressiona. Achei o tour as lagunas altiplânicas com as pedras rojas bem bacana. O visual lá é incrível. Infelizmente, não podemos mais chegar perto de pedras rojas por conta daqueles brasileiros estupidos que foram fazer kite surf lá no ano passado. Não acredito como pode ter tanta gente sem noção por aí! Outro tour sensacional é o do Salar de Tara. O passeio dura o dia todo, o carro percorre varias estradas de terra bem ruins, mas a paisagem é incrível! O passeio as termas de Puritama fica ainda mais legal quando se chega lá por trilha. Dessa forma, fiz o trekking Guatin. O trekking passa por vários cactos gigantes e cruza um vale. Levamos 2:40 para fazer toda a trilha. Ela tem nível de dificuldade fácil. Imagina fazer uma trilha e ao final dela, relaxar em vários lagos de águas quentinhas. O trekking passa dos 3.000 de altitude e é uma boa forma de aclimatação também. A subida ao Cerro Toco é bem legal. Lá de cima podemos ver o vulcão Licancabur, o Juriques e a lagoa branca. Não sei ao certo quantos graus faziam, mas ventava muito. A ascensão até o topo demora entre 1:30 a 2:30. Depende muito do ritmo de grupo. A subida é muito mais fácil do que a do vulcão Lascar. Para fazer essa trilha é preciso estar muito bem aclimatado, pois chegamos a 5.600 metros. A subida ao vulcão Lascar é incrível. Eu peguei - 4 graus lá na cratera. A ascensão até a cratera demora de 2 a 4 horas. Depende do ritmo do grupo. Se houver neve, o guia disse que existem muitas variáveis, mas que a subida demora de 3 a 7 horas, mais ou menos. Não sou expert, mas diria que a trilha tem nível intermediário. Para fazê-la é necessário estar bem aclimatado, pois chegamos 5.500 metros de altitude. A subida ao vulcão ao vulcão Sairecabur é muito pesada. Só o início da trilha é demarcado. Depois seguimos por varias pedras grandes para chegar ao topo. A ascensão dura de 3 a 6 horas. A trilha é muito exigente e é difícil. Normalmente, quem vai fazer o vulcão Licancabur faz essa trilha para saber se possível enfrentar a montanha. O topo de Sairecabur está a 5.980 metros de altitude. Só recomendo essa trilha para quem tiver bom preparo físico, estiver muito bem aclimatado, já tiver feito o vulcão Lascar antes e já tiver o costume de fazer trilhas no Brasil. Essa trilha faz o subida ao Cerro Toco e ao vulcão Lascar parecerem passeios pelo bosque. Para finalizar, gostaria de dizer que essa foi uma das viagens mais incríveis que já fiz, não só pelos lugares que visitei, mas também pelas pessoas que vi e conheci pelo caminho. Vou sempre lembrar das fotos loucas do nosso grupo no Salar, das risadas durante o jogo de ping pong enquanto esperávamos revistarem nossas mochilas na Aduana Chilena, da Noelia que trabalhava no albergue e me pediu ajuda para organizar sua viagem de comemoração de 8 anos de casada, do Emerson, brasileiro gente boa que conheci no albergue, da Maria, brasileira que conheci na lagoa Cejar, do Kike, espanhol que disse que iria aprender português pra falar comigo (acho que meu espanhol não é tão bom assim) e do Max, Felix, Claire e Fergal que fizeram o Uyuni comigo. São tantos passeios, encontros pela rua, viagens em grupo que você acaba criando um laço com desconhecidos que possuem a mesma vontade de mochilar e conhecer novos lugares, assim como você. Por isso, tenho plena certeza que em algum momento encontrarei algum deles novamente. Bem, para quem leu essas dicas até o final, espero que pelo menos 1 delas sirva para tornar sua viagem ao Atacama e ao Uyuni mais cômoda e que assim, você aproveite ao máximo tudo o que a região tem a oferecer. Até a próxima!!!
  3. Junior Faria

    RESENDE (RJ)/24_JUNHO_2017

    Oi Isabella, seja bem vinda! Bem pertinho de Resende tem uma cidade bem charmosa chamada Penedo. Acho super válido que vc passe por lá.
  4. Junior Faria

    [AJUDA] QUAL BARRACA COMPRAR?

    Julia, não conheço essas barracas da Azteq, mas não recomendo vc comprar a barraca da Nautika. A maioria das pessoas que conheço reclamam da Nautika. Esse é um review da barraca da Nautica. http://fuiacampar.com.br/review-da-barraca-indy-3-4-da-nautika/ No review, diz que a Indy 3/4 ganhou uma norva versão, ou seja, a Indy 3/4 GT Sei que não está na sua lista, mas recomendo muito a super esquilo da trilhas e rumos. A montagem é facil, a coluna de água boa, é durável. Nunca me deixou na mão. Cabe colchão de casal dentro e dependendo do tamanho das mochilas, elas também cabem dentro. Acho que se vc quiser conforto, eu compraria a Azteq com mais espaço, mas se vc quiser fazer travessia e carregar a barraca nas costas, eu optaria pela mais leve, ou seja, a Azteq 2/3 Lembrando, que só passei aqui pra dar um pitaco. Não conheço nenhuma das 3 barracas que vc listou. Bjus
  5. Junior Faria

    Quantos euros levar pra 10 dias na Europa?

    Se vcs optarem por um estilo de viagem econômico, optando por se hospedar em albergues e fazendo algumas refeições em supermercados, 100 euros por dia para cada um de vez será o suficiente!!!
  6. Kellen, precisando de alguma dica de roteiro, me mande uma mensagem privada ou coloque sua dúvida no destino que deseja visitar. Bjao
  7. Com um orçamento de R$ 6.000,00 e colocando uma passagem aérea no preço de R$ 2.500.00, sobra a quantia de R$ 3.500. Isso dá uns 1.020 euros. Considerando a margem segura de viagem para viajar dentro da Europa, ou seja, 100 euros por dia, isso te dá 10 dias de viagem. Não acredito que vc consiga viajar bem com 60 euros por dia. Um albergue custará de 30 a 35 euros. Uma atração turística custará, em média, 15 euros. Um lanche na rua 8 a 10 euros. Isso contando que vc não vai almoçar pq tomou um belo café da manha no albergue. Um jantar no supermercado 5 euros. Só isso já bate os 60 euros. Não conto aqui uma saída para uma cerveja, a compra de uma lembrancinha, uma ida aos famosos coffe shops de Ams ou conhecer uma mulher do Red Light. Dessa forma, considere fazer uma viagem mais curta para não passar por muitos apertos.
  8. Junior Faria

    Glaciar Perito Moreno: Big Ice ou mini trekking???

    Voltei semana passada de El Calafate. fiz o Big Ice. O passeio custou 4.000 pesos argentinos. O passeio é caro, mas vale MUITO a pena. Você faz 1 hora de trilha para chegar a parte do início da caminhada no gelo. Depois são mais 3:00 a 3:30 de caminhada no gelo com parada para almoço. Você deve levar um lanche. Até porque vc está no meio da geleira. Não tem restaurante. Não esqueça de levar protetor solar, óculos, luvas e uma pequena mochila para carregar lanche e os grampons.
  9. Junior Faria

    VENDO MOCHILA CURTLO 75 + 15 L R$ 480,00

    Vendo mochila cargueira da Curtlo linha Montainner 75+15 litros. A mochila foi usada umas 5 vezes e não apresenta nenhum rasgo. O preço da venda é dr R$ 480,00. Eu entrego a mochila em mãos no Centro do Rio. Abaixo passo a especificação da mochila Mochila cargueira de 90 litros resistente à água que possui alças com dupla regulagem de altura, barrigueira com bolso do lado esquerdo e regulagem que transfere a carga das costas sobre os quadris, compartimento para reservatório de água e três acessos diferentes ao seu interior. Acompanha este modelo capa destacável para proteção contra chuva, lama ou poeira. O costado regulável CFS, com auxílo da escala de medidas, se fixa na altura correta da coluna dorsal do usuário, entre diferentes tamanhos de torso, proporcionando conforto durante as atividades. Ideal para longas viagens, expedições, passeios em trilhas ou caminhadas de montanha.
  10. Junior Faria

    Chicago - Perguntas e Respostas

    Tópico destinado a perguntas e respostas
  11. Junior Faria

    Chapada dos Guimarães

    Fale galera, Vou ao MT em fevereiro fazer uma prova no dia 21. Minha intenção é alugar um carro no dia 21 à noite e rodar pelo MT do dia 22 ao dia 29 de fevereiro. Quero conhecer a Chapada dos Guimarães e Nobres e procuro alguém que queira rachar os custos de locação e despesas do carro. Alguém interessado? Abraços
  12. Junior Faria

    Nobres

    Fale galera, alguém teria boas dicas de Nobres para me passar?
  13. Junior Faria

    Hungria - Hotéis e Albergues

    Eu e minha namorada visitamos Budapeste e ficamos no Maverick City Lodge - http://www.mavericklodges.com/eng/maverick_hostel_ensuites.php Pagamos 55 euros por noite. Alugamos uma suíte privativa. Ponto positivo: - Perto do metrô - Várias opções de restaurantes e supermercados por perto Ponto negativo: - Não tem café da manhã incluso
  14. Junior Faria

    Áustria - Albergues e Hotéis

    Eu e minha namorada acabamos de voltar de Viena. Nos hospedamos em uma suíte privativa do Wombats Naschmarket - http://www.wombats-hostels.com/vienna/the-naschmarkt/ Pagamos 76 euros por noite. Ponto positivo: A localização do albergue é excelente. Ele fica em frente ao Naschmarket e ao lado do metrô. O quarto é grande e o banheiro muito bom. Ponto negativo: Não tem café da manhã incluído
  15. Junior Faria

    Republica tcheca - Hotéis e Albergues

    Eu e minha namorada voltamos agora de Praga. Nos hospedamos em uma suíte privativa do Hostel Mango - http://hostelmango.com/ Pagamos 1.600 coroas thecas por noite. Isso equivale a 60 euros. Ponto positivo: A localização do albergue é excelente. Ele fica ao lado da ponte Charles. O quarto é grande e o banheiro muito bom. Ponto negativo: Não tem café da manhã incluído Não tem limpeza diária no quarto
×