Ir para conteúdo

sgtguilherme

Membros
  • Total de itens

    15
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. Sim, concordo plenamente. Mas o fato e que uma pessoa só passa mal assim se tiver outro problema. Já vi gente passar muito mal em altitude, mas todos tinham um problema que desencadeou lá. Casos de insuficiência do baço ou anemia falciforme, por exemplo.
  2. Em Florianópolis, como em todo o sul, a temporada dura só 3 meses, sendo de novembro a março. O resto fica meio morto pois a temperatura baixa muito e bate um vento Sul frio. A partir de outubro a coisa melhora um pouco, mas não muito. Pra ter um movimento muito grande só em dezembro. Novembro seria interessante já que não é tem muito movimento (que também é uma droga). Só não espere conseguir entrar na água por causa da temperatura da água que só melhora em dezembro.
  3. Da pra fazer trecho de cusco a puno, visita do as ilhas de uros no lago titicaca. Depois seguir para arequipa e depois calama. Fiz esse trecho de moto e vai no mínimo dois dias. Acho melhor fazer como o Tiago falou ou pegar um vôo direto pra spa. De ônibus vai ser sofrido.
  4. Então não foi por falta de oxigênio. O problema foi outro. Com a saúde normal não se tem mais que náuseas e dores de cabeça.
  5. Taty, A estrada de campo grande a bonito é tranquila sim. Basicamente todo o MS é tranquilo de rodar, excluindo br de campo grande a Cuiabá, mas esse trecho vi não vai passar. A única ressalva que eu faço é que, por ser uma rodovia bem deserta (poucas cidades trecho) , eu não faria de noite esse trecho de bonito a campo grande ou vice versa. Lembre que todos os passeios são longes do centro da cidade de bonito, portanto vale a dica de alugar um carro para os deslocamentos, já que as agências cobram caro pelos transfers para os locais. Se vc estiver sozinha é pior ainda.
  6. O atacam a é um show a parte. Contudo, depois de alguma horas no deserto tudo fica meio igual. Exclusão feita ao paso de jama. Se fosse sair do Sul ou sudeste eu iria de carro até lá, levando 2 ou três dias até salta para atravessar o paso jama e chegar em San Pedro de atacama. Depois você poderia descer até Santiago e retornar pro Brasil pelo paso los libertadores e indo para mendoza na Argentina. Se for para ir de avião, acho que não vale a pena o deslocamento entre essas cidades a não ser de avião também. Abraços.
  7. Se eu não me engano as agências de lá tem passeios que levam cerca de 4 dias para o uyuni. É bem longe e tem que entrar bastante na Bolívia.
  8. Assim, me parece que os EUA também participaram da convenção de Viena sobre o trânsito e aceitam a PID (permissão internacional para dirigir). Alguns estados aceitam só a Cnh brasileira, mas mesmo assim acho indicado tirar a PID antes de viajar. O problema é que a PID não é dada a quem tem somente a permissão, até onde sei (tem que confirmar). No mais, não aconselho alguém com tão pouca experiência dirigir em outro país. As vias, placas e modo de dirigir do outro lugar podem ser bem complicado e para alguém sem experiência isso pode virar uma dor de cabeça.
  9. Tanto faz, evitando os horários de pico você não terá muitos problemas. Geralmente o trânsito para ou fica lendo na entrada pra ilha no período da manhã e para completamente na saída da ilha das 17h as 20h (exagerando). A br 101 creio que, se não existir nenhum problema pontual, vai estar fluindo bem no dia 29. Mesmo assim nesse dia o trânsito maior será no sentido rosa floripa.
  10. É que já rodei muiiiito de moto por todo canto. Abraços.
  11. Rapaz, As custom tem o curso da suspenção traseira muito curto e como você fica sentando quase em cima do amortecedor, quando se passa em um buraco, a pancada é forte. Por outro lado elas são bem confortáveis no asfalto, mas somente asfalto liso. Por sua vez a teneré 250 tem um curso de suspensão muito comprido e proporciona conforto em todas as condições, sendo mais indicada pra viagens que se vai passar em todo terreno. Se estiver de custom e precisar passar por um trecho de estrada de chão, esqueça. Mas se tiver com uma trail como a teneré é só dar risada e acelerar. O grande problema
  12. Também existe um ônibus de transporte urbano que faz a linha Navegantes / Penha e passa em frente ao parque do Beto Carreiro. No próprio hotel eles podem lhe informar onde o ônibus passa e os horários que me parece que são de meia em meia hora.
  13. Tem ônibus quase toda hora para Balneario e la tem o praiana para essa bomba aí também vários horários.Como sou do luxo e do conforto,detestei aquilo la. Os horário de ônibus de Blumenau para Balneário Camboriú você vê em http://www.catarinense.net/pt/ que são transportes intermunicipais com ônibus confortáveis. Já de Balneário Camboriú para Bombinhas, Bombas e Porto belo você vê em http://www.viacaopraiana.com.br/consulta-horarios/?origem=8&destino=7 . Este último é de transporte urbano com ônibus horríveis e uma linha que passa em todo lugar e demora para chegar lá, mas chega. A van
  14. Farei esse trajeto em setembro com mais 3 motociclistas, saindo de SC até o Acre, depois Cuzco, S. P. de Atacama e retornando pelo norte da Argentina. Meu roteiro até com aproximados 10.000km.
  15. Recentemente passei pela argentina e chile de moto. Na argentina o valor aproximado daria uns R$2,00 por litro e no chile praticamente o mesmo custo do Brasil. pode fazer as contas dessa forma que não tem erro. O problema é que a gasolina Argentina ñ é tão pura quanto se fala, é virada em aditivos. Minha moto por exemplo gastou cerca de 20% mais na argentina. A gasolina Chilena é mais parecida com a brasileira, é só abastecer com gasolina sem chumbo.
×
×
  • Criar Novo...