Ir para conteúdo

Ceci.

Membros
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Ceci.

    Gramado

    Fala pessoal! Estive na região no final de fevereiro e início de março deste ano (2008). Aproveitei muito bem as dicas e conselhos dos amigos aki do fórum (imprimi várias folhas!!). Agora chegou a vez de expor as minhas experiências. [] Embarquei com minha namorada numa dessa prmoções da GOL. Chegando a POA, descobrimos que há um ônibus que parte da frente do terminal de desembarque e leva até a passarela do metrô de lá. Pow, o bom de POA é que o metrô passa no aeroporto, na rodoviária, no mercado popular...bem diferente do Rio cuja logística de transporte é péssima pra quem chega por via aérea, o que complica a vida dos turistas de primeira viagem. Acabam reféns dos taxis. Assim que chegamos à rodoviária, houve um choque. Que lugarzinho feio!! Pow, as rodôs do Rio e de Sampa são primeiro mundo perto daquela espelunca. Compramos as passagens pra Gramado e esperamos. Eu pouco pude conferir a paisagem durante a viagem. Desmoronei no banco, mas minha namorada falou que era muito bonita e bucólica. Num certo momento, vi ovelhas passseando...hauah...dfícil de ver aki no Rio. Qdo entramos em Gramado, a surpresa: o caminho até o centro é coberto de hortênsias. Muito lindo!! Ficamos na Pousada Águia Branca que fica na rua do Mini Mundo. Com a chuva que tava caindo no dia, a pousada parecia ficar muito mais distante da rodô, mas nem é tanto. Gostei mto dela, achei aconchegante e tinha um preço bom. Fora de temporada, paguei 85 reais de diária. O Hostel de Gramado estava em obras nessa semana e o de Canela era 70 reais sem café e 82 com café da manhã. Como os valores eram mto próximos, e Gramado sendo o destino principal, decidimos ficar por lá mesmo. Ah, fiz reserva pela internet, foi mto prático. Bom, prós e contras da pousada. Prós: Café da manhã mto bom. Tinha vários bolos, três tipos de pães, várias geléias, nata, requeijão, frios, queijo colonial (pra quem gosta dessa iguaria, mto gostoso), sucos de laranja e uva, frutas (que eu nem toquei..rss), croissant, pão de queijo e mais coisas que nem lembro mais. A cama era bem grande, tipo queen ou king size. Contras: O quarto é pequeno, mas nem foi isso que mais incomodou. O maior problema era que qq conversa podia ser ouvida do lado de fora, principalmente no banheiro, que tinha uma janelinha q dava pra um ármário minúsculo onde eles guardavam uma escada e outras coisas. Quem passasse devagar no corredor podia ouvir tanto sons do quarto qto do banheiro. Chato né, mas passamos a maior parte do tempo fora. Uma dica que já foi postada aki: ALUGUEM UM CARRO!!! Vale mto a pena, pois não vimos ônibus passando a todo momento. E pra quem quer ir a Canela não tem opção melhor. Não sei se tinha preço melhor mas aluguei um palio com direção hidr. por 65 pratas a diária com 100 Km + R$ 0,25 Km adicional na San Clemente, que fica próxima à prefeitura. No começo do passeio, estava chovendo e resolvemos conhecer o tão famoso Café Colonial. Pelo fórum, achei que o melhor era o Bela Vista, mas o cara da pousada falou que o melhor era o Gramado Café Colonial. Esse fica na entrada de Canela e é impressionante. Não me arrependi. Como é longe, eles buscam de carro nos hotéis e pousadas os clientes. É muita comida!!! E vale muito a pena, tiramos muitas fotos da mesa repleta de doces e salgados. Eu particularmente adorei a bolinha de queijo a milanesa, vinho tinto e o suco de uva. Depois demos uma olhada na loja que fica do lado e, num outro dia antes de voltarmos pro Rio, passamos pra compras uns quitutes (queijo colonial, um salame artesanal delicioso e vinhos). Gastei uns 55 reais lá. Depois a chuva passou e aluguei o carro, então decidimos dar uma volta no centro da cidade. A rua Borges de Medeiros é única. Vimos a igreja de São Pedro (só de fora), a Rua Coberta, a praça Major Nicoletti (com uma cascatinha no meio, muito bela). O cinema de Gramado estava fechado mas tiramos fotos na fachada. Ao lado tem a calçada da fama, com marcas de vários artistas conhecidos e alguns "famosos quem?". Impressionante é a arquitetura semelhante à européia. A cidade é bem limpa e as rotatórias (ou rótulas como eles chamam) dão um charme a mais à cidade. Não há semáforos, então a preferência é sempre do pedestre. Dizem que a cidade de Gramado fica toda iluminada no Natal, deve ser espetacular. Ainda volto pra ver. No outro dia, fomos conferir Canela. Muito grande aquela igreja de Pedra. A cidade é mínima e, a igreja, colossal!!! Cômico....Fomos ao Parque do Caracol, no caminho tiramos fotos no Castelinho do Caracol (não entramos, achamos que não valia a pena as 5 pratas de entrada) e o Pinheiro Grosso estava interditado. A cascata do Caracol é maneiríssima, linda demais. E eu já estive em Foz do Iguaçu. Resolvemos descer os 900 degraus e a visão lá de baixo é muito melhor...mas a subida...tem que ser atleta. Ainda bem que cada lance tinha uns banquinhos pra sentar. Adorei esse passeio. Vale lembrar que essa viagem foi feita numa das semanas precedentes a Páscoa, então a cidade estava decorada de coelhos, principalmente a praça principal. Alguns eram do nosso tamanho. Falando em Páscoa, resolvemos comprar chocolates. Mas a tática é entrar em todas as lojas e pedir uma prova. Eu sou meio cara de pau, mas na hora deu um pouco de vergonha de entrar sozinho na loja comer e não levar nada. Percebemos que os da Lugano eram os melhores, pois na Prawer eles não nos deram nada pra provar. Não gostamos muito da Caracol e a Planalto não é tão famosa qto as outras. Mas, enquanto o chocolate é docinho, o preço é meio salgado. Trouxemos alguns pra família. Em Canela tb fomos no Alpen Park. Fica no fim do mundo...ahauhuahuaha..é longe msm, mas o passeio de trenó é muito bom. Eles dizem que o carrinho não vai a mais que 40 km/h, mas eu duvido. Dava pra fazer ainda tirolesa, escalada e arvorismo, mas era caro. O trenó foi 23 reais o carrinho e a tirolesa era 20 pratas cada pessoa. Fomos tb ao Mundo a vapor na saída de Gramado. Na nossa opinião, furada!!!! Muito sem graça. Divertida é a locomotiva na frente que parece que caiu do segundo andar. O Mini Mundo é legal, miniaturas de lugares do Brasil e principalmente da Alemanha. A aldeia do Papai Noel tb é legal, tem até rena de verdade (mas parece que ela só aparece de mnhã). É um passeio mais indicado pras crianças. Olha, ouvi falar tanto do Pasteleiro aki no fórum que fui lá conferir. Pedimos logo o tamanho maior. Eu fiquei com "O Poderoso Chefão" e minha namorada com o "Telma e Louise", traduzindo muzzarela e tomate e queijo e presunto, respectivamente. O pastel é bem grande e matou a nossa fome. Fica do lado da Igreja de São Pedro. Num dia tb comemos nos Pastaucitta (acho que é isso), um restaurante italiano. Pedimos um vinho e ficamos doidões rapidinho. A "pasta" estava perfeita, aprovada pela minha mina e olha que ela é exigente com comida. Tb fomos mais longe até Nova Petrópolis. O Labirinto Verde e a praça onde ele fica são os maiores atrativos da cidade. É muito divertido entrar no Labirinto e tentar achar o meio...e depois de achar, tentar sair. O colorido das flores da praça impressiona os turistas. Por isso, chamam a cidade de "jardim da serra gaúcha". Fomos a galeria do imigrante, que é uma galeria de lojas que vendem roupas. Nós esperávamos mais da aldeia do imigrante, achamos meio parado o lugar. Tem muita coisa histórica, pra quem gosta é um bom lugar. Me falaram que as jaquetas de couro em N. Petropolis eram mais baratas que as de Gramado, principalmente mais baratas que a Black Bull, então decidi comprar uma lá. Pow, se ela é mais barata não quero nem saber quanto tá custando uma na Black Bull. Bom é só tudo isso que eu tinha pra falar...rsss Aproveitem a viagem, pq não há lugar com a beleza e a singularidade de Gramado e da Serra Gaúcha.
×
×
  • Criar Novo...