Ir para conteúdo

Vivian Lira

Membros
  • Total de itens

    35
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Sobre Vivian Lira

  • Data de Nascimento 20-01-1987

Bio

  • Ocupação
    Publicitária

Outras informações

Últimos Visitantes

322 visualizações
  1. Estarei na Irlanda de 14 a 18 de abril e meu plano é ficar dois dias em Dublin, 1 dia e meio em Galway com visita aos Cliffs Of Moher, mais um dia e meio em Belfast com visita a Giant's Causeway. Minha dúvida é: há como ir de Galway aos Cliffs por conta própria de transporte público? Queria ir no meu tempo e não dirijo. Sei que há uma linha de ônibus que faz esse trajeto, mas gostaria de conhecer o relato de alguém que já tenha ido nesse esquema. Só encontro relatos de pessoas que foram de carro ou excursão. Mesma dúvida sobre Belfast e a Giant's. Obrigada!
  2. Pessoal, terei um fim de semana livre em abril (partindo de Londres) e estou em dúvida sobre qual das duas cidades visitar. Não sou fã de Beatles e não me interesso por museu dedicado a banda, casa de integrantes, bar do primeiro show, etc. O problema é que todo relato de viagem que leio sobre Liverpool é essencialmente baseado na banda. Queria saber se a cidade em si, ignorando tudo relacionado aos Beatles, é um destino que vale à pena. Alguém que tenha visita as duas cidades, de qual das duas gostou mais e por quê? Se alguém aí quiser embarcar nessa comigo, será muito bem-vindo!
  3. Oi, @Mari D'Angelo . Você acha que a ida a Liverpool é válida para quem não é fã de Beatles? Tenho um fim de semana livre e estou entre Liverpool e Edimburgo. Absolutamente todos os relatos que leio são muito baseados em coisas relacionadas a banda. Queria saber se a cidade em si é um destino interessante.
  4. @Jessica Simões1502427658 , sempre usei CouchSurfing para conhecer pessoas nos lugares que vou e sempre foi maravilhoso! Nunca tive problemas. Já costumo dar uma filtrada logo no primeiro contato via mensagem, ou seja, só encontro pessoas com referências, fotos e perfil preenchido. Tenho vários amigos que só viajam de couchsurfing e sempre foi seguro, mas não há a mesma liberdade que estar por conta própria num hostel.
  5. Eriendson, não cheguei a ir a Lá Paz. Quanto ao saco de dormir, aluguei no próprio "hostel" só para aquela noite. Mas acho que é um bom investimento comprar um. Não é caro. As roupas térmicas comprei na netshoes mesmo. Uns amigos que seguiram pra La Paz conseguiram comprar bastante roupas lá. Vivi, realmente não me lembro das tomadas da Bolívia, lembro que no Chile alguns hostels tinham adaptador para emprestar, mas também era fácil de encontrar em qualquer vendinha. No Atacama tinha várias dessas lojinhas que vendem de tudo. Abraços!
  6. Oi, Léo. Na agência que fui havia sim saídas todos os dias, mas era alta temporada, não sei se em outras épocas diminui a frequência. Mesmo assim há diversas outras agências que também fazem.
  7. Eu também moro em lugar quente, sou do RJ. O frio do primeiro dia que era desesperador, sei de gente que a noite chegou a encarar -25º lá. Por sorte eu tinha roupa térmica e casacos adequados, mas mesmo assim foi triste! E olha que era verão! Os demais dias são muito frios também, mas menos que o primeiro. Então o ideal é se preparar. Se passar por Santiago, lá é mais em conta pra comprar roupa. Aqui no Brasil nem pensar!
  8. Com relação a segurança... bom, era sempre quarto compartilhado. Nós não passamos nenhum perrengue com isso, mas nossas malas eram 24h por dia trancadas a cadeado e coladas nas nossas camas. Dinheiro e documento dentro da roupa mesmo na hora de dormir. Quanto ao secador de cabelo, acho que isso pode ser um problema sim. Essa área da Bolívia é um fim de mundo, com muito pouca ou nenhum infraestrutura. Acho mais fácil ela fazer uma trança e segurar esses 4 dias
  9. Oi, Israel. Desculpa a demora! Eu não reservei com antecedência, contratei lá quando cheguei e não havia outras opções "mais confortáveis". Era o mesmo pacote em todas as agências, o que mudava era só a quantidade de dias. Esse que fiz custou 120.000 pesos chilenos (não me lembro agora o câmbio da época). Você vai reparar lá que durante toda a viagem os carros andam em comboio, é o mesmo roteiro, mesmos destinos. Lá é muito frio sempre, em qualquer época do ano, então nesse primeiro dia não senti necessidade de lavar os cabelos. É uma viagem bem "roots", tem que desprender dessas coisas. Sobre as opções de hospedagem, a da primeira noite acho difícil ter outra opção, pois é muito no meio do nada, a horas de distância de qualquer coisa. Pelos arredores vi várias outros galpões como esse e todas as experiências que li e ouvi de outras pessoas, foram nesse esquema. Eu acho que talvez seja mais fácil se você for por contra própria para a Bolívia e contratar a agência lá, só os passeios. Assim você escolhe onde vai passar as noites, só não sei se isso é possível na primeira noite.
  10. André, por coincidência peguei o mesmo guia que você para Moray e Salineras. O nome dele é Roberto e se apresenta como "Roberto, el guapo". Figuraça! Pessoal, Quanto ao câmbio, fui em setembro/2013 e a melhor cotação era a do banco La Nación. Por causa da alta do dólar estava mais vantajoso levar reais. Lá trocam sem taxa alguma, com R$ 1,00 eu comprava 1,10 soles limpinhos. No site deles tem os endereços das agências que trocam reais. Não vi em nenhum outro lugar do Peru cotação melhor que essa. Pra dólar tinha taxa, não me lembro o valor. A melhor cotação pra dólar que encontramos foi em uma casa de câmbio quase em frente ao Lá Nación de Miraflores, 1 dólar = 2,80 soles.
  11. Laguna Cejar e Tevinquinche – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2014/01/20/lagunacejar/ Ciudad del Este – Diário de Bordo - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2012/04/23/ciudad-del-este-paraguai/ Foz do Iguaçu – Diário de Bordo - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2012/04/27/foz-do-iguacu/ Pukara de Quitor – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/12/07/tour-astronomico/ Geysers del Tatio – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/12/02/geysers-del-tatio/ Lagunas Altiplanicas – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/11/25/lagunas-altiplanicas/ San Pedro de Atacama – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/11/18/san-pedro-de-atacama/ Lista dos Museus e Sitios Arqueológicos de Lima - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/11/10/museus-e-sitios-arqueologicos-de-lima/ Buenos Aires – “E-mail” de Bordo - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/10/16/buenos-aires-e-mail-de-bordo/ Machu Picchu – Diário de Bordo - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/09/11/machu-picchu-diario-de-bordo/ Q’eswachaka, “A Última Ponte Inca” – Cusco - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/08/25/qeswachaka-a-ultima-ponte-inca-cusco/ Valle de La Luna – Deserto do Atacama - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/08/15/valle-de-la-luna-deserto-do-atacama/ Salar de Uyuni – Diário de Viagem - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/07/13/salar-de-uyuni-diario-de-viagem/ Salar de Uyuni – Informações Importantes - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/07/07/salar-de-uyuni-informacoes-importantes/ Deserto do Atacama – Informações Importantes - http://mochilaoimprovisado.wordpress.com/2013/01/17/san-pedro-de-atacama-informacoes/
  12. Oi, Gabriel! Fazem sim, ao menos à época faziam. Só não sei a diferença quanto aos preços.
  13. Algumas das notícias. http://www.peruthisweek.com/news-peru-declares-60-day-state-of-emergency-in-puno-100759 http://www.peruthisweek.com/news-puno-560-baby-alpaca-dead-in-last-48-hours-100749 Abraço!
  14. Alisson&Ione, muito legal o relato de vocês. Eu estive no Peru na primeira metade de setembro desse ano. Tinha passagem, reserva e tour já pagos para Puno e as Ilhas Uros, inclusive a ida seria pera Ruta Del Sol, exatamente como vocês. Mas lá ficamos sabendo que Puno estava em estado de emergência por causa das nevascas, que as ilhas estavam alagadas e pedindo doação de âncoras por causa dos ventos fortes. Saiu até bastante notícia na mídia. Resolvemos desistir da viagem e continuar em Cusco mesmo. Enfim, lá encontrei várias pessoas que ainda iam mesmo sob essas condições, mas ninguém que estivesse voltando para nos contar como estava a situação. Vocês também foram nessa época?
  15. Madalena, eu fui justamente nessa época e peguei muita chuva. Quase todos os dias. Perdemos vários programas por causa disso =/ Em compensação, achei a visão do horizonte no salar bem mais bonita que em outras épocas. O salar fica alagado, isso forma um espelho, que você não consegue ver onde acaba o chão e começa o céu. Forma um efeito muito legal, as montanhas parecem que ficam flutuando no ar. É demais.
×
×
  • Criar Novo...