Ir para conteúdo

Cessil

Colaboradores
  • Total de itens

    174
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre Cessil

  • Data de Nascimento 02-05-1987
  1. Em setembro de 2014, aproveitando uma promoção da Emirates, decidi embarcar para a Coreia do Sul e o Japão. Pelos trechos São Paulo - Dubai - Seul, paguei aproximadamente 2500 reais, não muito caro, pensando nos preços que se costuma pagar para os bilhetes para o outro lado do mundo. O bilhete me dava direito a uma parada de dois dias nos Emirados Árabes Unidos. Inicialmente decidi postar somente o relato sobre a Coreia do Sul, por causa da falta de relatos sobre esse país neste fórum, mas como gostei muito do Japão, vou escrever algo sobre ele, correndo o risco de repetir muito do que já foi
  2. Amigos, no começo desta semana (estamos agora no início de julho) voltei de viagem do Peru e posso dizer que essa foi uma das melhores viagens da minha vida. O país é simplesmente apaixonante e tem muito a oferecer a todos os tipos de pessoas. Gostaria de dividir um pouco da minha experiência com vocês, mas de um modo mais conciso porque creio que já há relatos de viagem bastante interessantes aqui no fórum. Este foi o roteiro que seguimos: 1º dia: Saída de São Paulo e chegada a Lima pela manhã. Passeio pela cidade. 2º dia: Lima 3º dia: Partida para Cusco / Cusco 4º dia: Ollanata
  3. Pedro, seu roteiro está bom. Só acho que você reservou dias de menos para Barcelona e Roma. Se eu fosse você, tiraria um colocaria esses dias a mais para a outra cidade. Abraços e boa viagem.
  4. Continuação do relato! As fotos correspondentes podem ser vistas no meu blog. Fiquem à vontade para perguntar! Barcelona, 17 de setembro. Publicado em 2 de dezembro de 2012 Na noite anterior eu havia conhecido uma chinesinha muito bacana no meu quarto. Ela era muito engraçada. Me contou umas histórias muito boas da cidade dela e eu também contei algumas histórias daquelas cheias de peripécias, do jeito que eu gosto. Rimos adoidados e eu fiquei com uma vontade enorme de ir para a China. Naquela manhã, quando desci para tomar o meu café, ela já estava lá com um xícara de café e o mapa
  5. Pessoal, para este post, você pode ver as fotos correspondentes, que foram postadas no meu blog (passosepaginas.wordpress.com) Espero que gostem! Barcelona, 16 de setembro Apesar de ter dormido bem pouco (umas 4 horas apenas), a adrenalina e a expectativa de conhecer uma cidade nova me puseram de pé bem rápido. O chinês e o canadense estavam indo embora para os seus respectivos países naquela manhã. Como despedida, tomamos o café da manhã juntos. Devo dizer que acho que o aquele café da manhã foi uma coisa de que eu particularmente não gostei. Os espanhóis adoram comer uns pãezinh
  6. Barcelona – Primeira noite Nem preciso mencionar que estava cansado quando cheguei a Sants Estació, a maior gare de Barcelona. Eu só queria chegar ao hostel onde eu ficaria hospedado, o Hostel One Paralel, que tem esse nome porque fica bem próximo à avinguda del Paral.lel, uma das maiores da cidade e que liga a plaça de Espanya à região do porto. Para chegar lá eu precisaria pegar o metrô, cujo bilhete unitário custa 2 euros. O transporte subterrâneo da cidade é excelente. Muito rápido e cobre os pontos principais de Barcelona (pelo menos os de interesse para os turistas). Felizmente n
  7. Aqui vai a continuação do relato! Você pode lê-lo também no meu blog (http://passosepaginas.wordpress.com/2012/10/14/catalunha). Ali, além do meu texto, há algumas fotos também. Demorei um pouco para achar meu lugar no trem, que era simplesmente o primeiro banco do primeiro vagão. Ao meu lado estava sentada uma mulher de meia idade, que estava lendo um livro. Eu, como sempre sou muito curioso a respeito dos livros que as pessoas estão lendo, discretamente fiz uma “pescoçada” para saber o título do livro. Tratava-se de Kafka à beira-mar, de Haruki Murakami, mas não estava escrito em espanho
  8. ESPANHA Madri Ao embarcar no avião eu tinha uma certeza: por enquanto eu não iria precisar me preocupar com que língua falar. O voo era Tam. Comissários brasileiros, comida brasileira. Seria minha despedida temporária do país. Sempre tenho dificuldades de dormir nos voos e dessa vez não foi diferente. Dormi apenas umas duas horas no máximo. O jeito foi ligar o monitor e assistir um ou dos filmes. Comecei com o argentino “Um conto chinês” e depois fui para “O estranho caso de Benjamin Button”. Pena que não consegui ver este último até o fim (na verdade faltavam apenas uns 10 minutos pa
  9. Queridos mochileiros, venho aqui publicar o relato da minha terceira viagem pela Europa. Na verdade, estou escrevendo-o para o meu blog de viagens (http://passosepaginas.wordpress.com), então, o estilo está um pouco diferente do que eu costumo escrever, já que, além de querer dividir minhas experiências gostaria de escrever algo para mim também. Algo que eu possa eu me lembrar. Sendo assim, se meu estilo estiver bem chato de ler, me perdoem, ok? Aqui no Mochileiros.com há muitos relatos da Europa e a minha viagem teve novamente um roteiro bem básico. Por isso, creio que não acrescentar
  10. Leonardo, não conheço todas as cidades que você pretende visitar e acho suas intenções muito louváveis, mas por questão de tempo e comodidade seria bom você pensar bem e cortar pelo menos uma dessas cidades. Pelo que vi do seu roteiro você vai ficar uma média de três dias por cidade, sem contar os deslocamentos e isso na minha opinião é muito pouco! Não consigo pensar em menos de quatro dias para visitar satisfatoriamente Roma e Paris. Barcelona, Londres e Berlim eu não conheço, mas me arrisco a dizer o mesmo. As cidades que você citou são todas espetaculares, mas vale a pena ver tudo de uma
  11. No meu guia para a Itália, eles colocam Lucca como um dos highlights da Itália. Não conheço, mas dizem que é mais bonita que Pisa, que eu achei meio decepcionante (quer dizer, depois de uma visita a Florença, claro).
  12. Olá, Michel! Desculpa a demora para responder, mas só vi agora que você tinha postado a mensagem... Com a sua pergunta, tive de fazer uma pequena pesquisa porque eu mesmo havia esquecido de algumas coisas. Bom, pelo que vi, para chegar ao centro da cidade do aeroporto você vai pegar um ônibus até a piazza Garibaldi, que é onde fica a estação central de trem. Bom, na estação compre o bilhete de metrô numa banca de jornal e prossiga para o metrô. Tome cuidado, as indicações não são tão precisas e não há catracas para o metrô então, fique atento! No metrô desça na estação piazza Cavour, que j
  13. Oi, Ricardo, beleza? Espero que sim! Acho que você está totalmente certo! Tem que perguntar mesmo porque ficar com dúvida é a maior burrice que existe! rs Bom, estou vendo aqui de novo o seu roteiro (porque eu não me lembrava mais dele... rs) e vi que você não ter muitos problemas quanto a roupas. De qualquer modo, não sei que tipo de viajante ou de pessoa você é, mas quando eu arrumo a minha mala acabo sempre levando roupas a mais do que preciso porque seu meio paranoico! haha O básico é: de 7 camisetas daquelas que combinam com tudo, 2 calças jeans, 1 calça mais confortável, 2 bermudas,
  14. Há mais explicações sobre isso no tópico específico sobre Fátima, mas de qualquer modo vamos lá: De Lisboa, pego o metrô até a estação Zoológico, onde fica a rodoviária. De lá há ônibus de hora em hora para Fátima. Chegando lá, você pode ir andando até o santuário que fica muito próximo à rodoviária. Um dia (ou metade de um) é mais que suficiente para a visita. Depois vc pode voltar para Lisboa ou prosseguir sua viagem para o Porto. Se quiser mais informações, dê uma olhada no relato que escrevi para este fórum (eu fui para Lisboa e Fátima): europa-7-paises-outubro-de-2010-sozinho-t48606.h
×
×
  • Criar Novo...