Ir para conteúdo

aninhacalixto

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre aninhacalixto

  • Data de Nascimento 17-02-1982
  1. Obrigada pelo relato! Acompanhando.... Vou com meu marido agora em outubro. Nosso roteiro é parecido com o seu. Ansiosa pelos próximos capítulos
  2. Olá mochileiros! Essa viagem foi feita no final de setembro do ano passado. Tive toda ajuda e dicas do pessoal aqui do fórum para fazer nosso roteiro, então nada mais justo do que voltar aqui e retribuir, porém só agora tive tempo para escrever (gente, eu não sei ser sucinta, desde antes de começar a escrever já vou pedindo desculpa pelo tamanho do relato) Planejamento Nosso desejo era ir para a Oktoberfest. Já conhecíamos Munique e era nosso sonho voltar pra lá na festa da cerveja. Começamos a planejar nosso roteiro em junho e, por incrível que pareça, já estava difícil conseguir hospedagem em Munique nessa data. Acabamos conseguindo um preço mais ou menos num Ibis (fomos em casal e não queríamos um quarto compartilhado) de segunda a quinta-feira. Tendo essa reserva garantida, encaixamos as outras cidades que queríamos conhecer no roteiro, que ficou assim: 20set: Vôo GRU-AMS pela KLM 21set: Chegada em Amsterdam pela manhã 22set: Amsterdam 23set: Amsterdam. Ida para Berlim no trem noturno (acabamos indo de ônibus, mais pra frente conto a saga...) 24set: Berlim 25set: Berlim 26set: Berlim 27set: Berlim-Praga 28set: Praga 29set: Praga 30set: Praga-Munique 01out: Munique 02out: Munique 03out: Munique-Salzburg-Viena 04out: Viena 05out: Viena 06out: Viena 07out: Viena - Budapeste 08out: Budapeste 09out: Budapeste 10out: Budapeste 11out: Budapeste-Amsterdam-São Paulo O que teria feito diferente: Teria dormido em Salzburg e ficado um dia a menos em Viena. Foi bom para curar a ressaca da Oktoberfest, mas definitivamente não foi uma cidade que me encantou tanto, ao contrário de Budapeste. Acho que se pudéssemos teríamos ficado na Hungria mais de uma semana. Hospedagem Fizemos as reservas antes, porém sem garantia de no show (fiz direto com os hostels, sem pagamento antecipado, o que nos daria garantia de fazer alguma alteração no roteiro ou mesmo trocar de hostel se achássemos a acomodação ruim). O único pago antecipadamente foi o Ibis Budget de Munique (105 EUROS a diária... com uma dor no coração tremenda... mas não teve jeito) - Amsterdam: PQP!!! Como tudo lá é caro. Quanto mais eu procurava mais me desesperava!!! Queríamos um quarto duplo com banheiro privado, e não achava nada por menos de 90 euros. O flying Pig não tinha disponbilidade... tava difícil! Até que achei uma dica de hostel chamado Hans Brinker (hansbrinker.com). Eles se intitulam o pior hostel que existe, sem nenhum serviço e tal... É o marketing deles. Olhei no mapa e achei a localização ótemaaaa, a diária ficava 50 Euros pelo quarto de casal com banheiro. Dei uma olhadinha na avaliação deles nos sites mas achei melhor parar de ler quando vi algumas coisas ruins. Respirei fundo e fiz a reserva. *NOTA: Nós simplesmente AMAMOS o lugar. Era super bem localizado, atendimento mais que perfeito, quarto muito limpo e banheiro também. Sem nenhum mimo, porém sem surpresas desagradáveis. O bar do Hostel é muito legal, relativamente barato se for levar em conta que está em Amsterdam, e um lugar ideal para conhecer pessoas. O café da manhã é um lixo (a não ser que você curta presunto velho e salada de frutas em conserva, essa última eu nunca tinha comido, devia ter ficado sem experimentar), mas como estava incluso no preço da diária nem achei tão péssimo assim. - Berlim: Depois que já tínhamos o roteiro montado descobrimos que estaríamos em Berlim no final de semana da Maratona da cidade, ou seja, hospedagem cara e difícil coseguir disponibilidade. Acabamos achando um hostel em Friedrichshaim, chamado Pegasus Hostel. Diária de 50 Euros para o casal com banheiro privativo, sem café da manhã (café avulso por 7 euros, não vale a pena). O hostel é ótimo mas parece mais um hotel, porque não tem uma área de convivência legal. O quarto é grande, super limpo, com TV, AC, telefone. O banheiro tem até secador de cabelos e um box de vidro gigante. Fica uns 7 minutos andando do S-Bahn (estação Ostbanhoff). Ficaríamos hospedados lá novamene=te. aprovado! - Praga: Essa foi a melhor surpresa agradável que tivemos. Não conseguimos quarto duplo em alguns hostels "famosinhos" de lá. Acabamos reservados um hostel chamado ELF (http://www.hostelelf.com). Mais uma vez quarto duplo com banheiro privativo. 40 Euros a diária com café da manhã. O lugar é o máximo. Tem churraso de graça e pub crawl de graça para os hóspedes. O staff nos deixou sem palavras com tanta cortesia e amabilidade. tem uma área de convivência pequena, mas como o hostel é pequeno acaba sendo suficiente. Conhecemos uma galera muito gente boa lá. O quarto é gigante. Tinha uma cama de casal king e uma cama de solteiro. O banheiro também é enorme. *Dica: Eles lavam roupa por uns 3 ou 4 euros um saco enorme. Porém não acredite que demora só duas horas. Entreguei todas as roupas que eu tinha para lavar (eu havia tomado chuva com a minha mochila saindo de Berlim e minhas rouapas não estavam lá com um cheirinho muito agradável, leia-se: estavam fedendo cachorro molhado!). Demorou o dia todo para virem com minhas roupas limpas e eu fui obrigada a andar o dia todo com uma calça de pijama florida vermelha e uma blusa de oncinha...hahahaha... nada a ver, vergonha total... - Munique: NUNCA fiquem num Ibis Budget na Europa!!! Repito: NUNCA FIQUEM NUM IBIS BUDGET NA EUROPA!!!! Mas pq? Pq simplesmente não compensa. o quarto é meia boca. Como o box é dentro do quarto, fica aquele vapor de banho no quarto, tudo úmido, e se você abrir a janela pega uma gripe com o choque térmico. O quarto é de carpete, ai piora tudo. Eles não limpam o carpete direito, minha rinite atacou. Deveria ter pego um hostel com 12 camas no quarto mesmo. Na verdade não é tão ruim assim, mas pagamos 105 euros... então foi f*** Ficava no subúrbio, mas dava só 18min de trem, então era de boa. - Viena: Wombats. 60 euros a diária. Quarto limpo, banheiro ótimo. Staff nota 10. Adoramos o bar de lá. - Budapeste: Sei que escrevi que o ELF foi a maior surpresa da viagem, mas tinha esquecido do Maverick em Budapeste. Eles tem duas unidades, ficamos no "City Lodge". É um hostel Boutique, tudo muito novo. A cozinha parece a cozinha do Top Chef. Tem telefone com skype pra ligar de graça pra casa. Eles aparecem com vinho do nada pra te dar pra degustar. O quarto tem uma TV de LED de umas 50 polegadas. A cama é king. Banheiro lindo. Isso tudo por 45 euros a diária, na melhor localização da cidade. SEM PALAVRAS! Transporte Não compramos nenhum deslocamento entre as cidades antecipado, deixamos pra comprar quando chegávamos na cidade. - Amsterdam-Berlim: A gente teria que passar a noite viajando pq o Hans Brinker não tinha disponibilidade e o hostel em Berlim tb estava lotado até o dia da nossa chegada. Queríamos pegar o trem noturno mas chegando lá o preço estava absurdos, 110 euros por pessoa, impraticável! Os ônibus da Eurolines estavam lotados. Pensei em passar a noite bebendo no bar e pegar o trem de manhã, dormir na rua, sei lá. Mas ai a recepcionista linda do Hans Brinker veio com uma solução ótima: ônibus de uma empresa alemã, que só vendia passagens pela internet pq não tinha escritório em Amsterdam. A empresa chama Meinfernbus. Os ônibus saem em uma estrada (não é no terminal rodoviário). Não tem sinalização, nada... Achamos que era golpe até que encontramos uns perdidos com malas igual a gente, sentados no acostamento da rodovia. Foi meio que um milagre a gente ter achado o lugar, sério. Eu já tinha pensado de novo na opção de beber no bar e ir cedo de trem. Valeu a pena, o ònibus era bom, fez o trajeto em 9 horas, tinha TV, café, água. Estava vazio e fui dormindo em duas poltronas. Tudo pela bagatela de 32 Euros, AS DUAS PASSAGENS! - Berlim-Praga: Fomos de trem, viagem de 4 horas e pouco. Perdi o ticket e não lebro quanto foi. - Praga-Munique: Umas 5 horas de busão. 30 euros cada. -Munique - Salzburg - Viena: De Munique a Salzburg 1 hora e pouco de trem. Deixammos a mala no locker da estação e passamos o dia passeando pela cidade. No final do dia pegamos o trem pra Viena. Deu uns 120 euros pros dois tudo. - Viena - Budapeste: Trem Rápido. Acho que deu uns 150 euros os dois. (nós próximos dias vou colocar o relato de cada cidade e as fotos)
  3. Pessoal, a viagem está chegando, e eu resolvi voltar aqui pra dividir o roteiro com vocês, e uma mega dúvida para o final dele. 19/set SP-Amsterdam 20/set Amsterdanm 21/set Amsterdam 22/set Amsterdam 23/set Amsterdam-Berlim 24/set Berlim 25/set Berlim 26/set Berlim 27/set Berlim-Praga 28/set Praga 29/set Praga 30/set Praga-Munique 01/out Munique 02/out Munique 03/out Munique-Viena Agora a dúvida é: temos que estar em Budapeste dia 12/10 para voltar pra SP (Acabamos comprando passagem GRU-AMS / BUD-GRU). Porém entre 03/10 e 12/10 tem muito tempo para ficar só entre Viena e Budapeste. Eu não posso trocar o resto do roteiro porque tenho hospedagem em Munique de 30/09 a 03/10, e nosso grande sonho é ir a Oktoberfest. Trocar a data de Munique significaria gastar trocentos Euros dos quais não dispomos. Alguém tem alguma sugestão?
  4. Pessoal, mais uma vez muito obrigada por toda a ajuda. O lance de ir à Ortoberfest é um sonho antigo nosso, e vamos fazer de tudo para conseguir realizar. Na verdade já estivemos em Munique em 2012, ficamos três dias na cidade (era a nossa conexão para Tóquio), então já conhecemos as principais atrações. A cidade entrou no roteiro pela oktober mesmo. No máximo vamos tentar fazer uma day trip para Fussen. Andei dando uma fuçada e achei alguns hoteis não tão caros, simples mas aparentemente limpos, e o mais importante, com boa localização. Já fiz uma reserva, por precaução, que permite cancelamento sem taxa. Quanto ao roteiro, por enquanto ficou assim: 19/set SP-Amsterdan 20/set Amsterdan 21/set Amsterdan 22/set Amsterdan 23/set Amsterdan-Berlim 24/set Berlim 25/set Berlim 26/set Berlim 27/set Berlim-Praga 28/set Praga 29/set Praga 30/set Praga 01/out Praga-Munique 02/out Munique 03/out Munique 04/out Munique 05/out Munique-Viena 06/out Viena 07/out Viena 08/out Viena-Budapeste 09/out Budapeste 10/out Budapeste 11/out Budapeste-São Paulo O que vocês acham? Achei passagens nessas datas indo pela TAP por U$800,00 (ida e volta com conexão em Lisboa). Será que compensa? Obrigada, Aninha
  5. Obrigada Adriano e Julia! Andei pesquisando e ainda achei alguns hostels disponíveis para a oktoberfest. Não estão baratos mas ainda estão em um valor aceitável. Vou trabalhar logo no roteiro para comprar as passagens e fazer as reservas e depois posto aqui
  6. Olá pessoal! Estou precisando de uma super ajuda. Quero ir para a Europa esse ano e gostaria de ajuda para montar o roteiro. Vamos meu marido e eu, e temos disponibilidade para ficar cerca de 21 dias (de 20/09 a 11/10). Lugares que fazemos questão de ir/conhecer: -Munique (vai ser na [época da Oktoberfest) - Praga - Viena - Berlim - Budapeste Lugares que gostariamos de ir, mas se não der tempo não teria problema: - Amsterdan - Cracóvia - Italia (Veneza, Florença, Milão, etc) Alguém teria alguma ideia de roteiro? Não compramos as passagens ainda. Obrigada.
×
×
  • Criar Novo...