Ir para conteúdo

CSSSOLIVEIRA

Membros
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Guia de Aventuras - Educador Sócio Ambiental - Membro do Movimento Sócio-Ambiental do território Chapada Diamantina

Outras informações

  1. Eu "fiz" Paris em 4 dias e meio em junho último. Claro que tem que ter MUITA vontade de caminhar. Mas deu para ver tudo o que me interessava e mais um pouco (minhas incursões são bem objetivas - não sou de ficar entrando em tudo o que é igrejinha e museuzinho). Claro que não foi só com 100 Euros por dia mas em relação a isso não vou entrar em detalhes. E 7 dias também acho bem pouco. Não perca o passeio a Montmartre (muito bacana) e nem ao Parc La Vilette (mas vá pelo lado do rio e não pelo lado do 13º como eu fiz - adrenalina total! - estude e saberá do que estou falando). Abraço.
  2. A maioria das regiões de Paris é bem segura mesmo à noite. Andei da Torre Eiffel até a Republique (umas 2 horas e meia) da meia-noite às 2h30 e não tive problemas. Claro que você não vai ficar encarando gente desconhecida e nem ostentando objetos. Se possível evite a mochila, o ponto mais vulnerável seria a abertura do fecho. O único local em que senti "emoção" foi na ida de metrô ao Parque La Vilette, que passa por uma região conhecida como 19, uma espécie de "barra-pesada" de Paris. Mas basta respeitar as pessoas e suas culturas e não terá problemas. Depois descobri que o parque pode
  3. Guarde sempre seu ticket do metrô ou bilhete do trem até sair completamente das estações. Passei dias em que a fiscalização esteve bem excitada!
  4. Cara, passagem de trem você compra antes, pela internet. Deixando para comprar na hora corre o risco de não ter mais disponível. Leve sempre duas vias impressas com o QR code bem legível. Além disso pesquise bastante o horário, às vezes com 1 hora de diferença muda o dobro do valor. E vá sempre cedo pois as estações de trem tem MANADAS de gente. Eu fiz Barcelona em 3 dias e meio, foi excelente, claro, depende da disposição de cada um em caminhar (nessa época o calor é intenso demais).
  5. CSSSOLIVEIRA

    Barcelona

    Estive em Barcelona na semana passada e deixo mais algumas dicas. O Mercat Santa Caterina está fechado, não obtive informações adicionais. Mas vale conhecer a arquitetura. Mesmo sendo arquiteto, achei o Parc Güell uma decepção. Não tem nada de mais para ver lá. O local da interveção é bem pequenininho. Considerando a distância em que ele fica do centro, o valor do ingresso, as filas para entrar e o tempo de espera (marquei hora para entrar depois de 3 horas da compra do ticket), digo categoricamente que não vale a pena. Nessa época o sol está torrando e o local não tem uma só sombra. O pis
  6. Que legal, Mari! É sempre bom compartilhar esse tipo de informação. Vou experimentar na próxima ida a Bento. Bento tem uma topografia bem acidentada, as subidas são bem acentuadas! Mas é justamente isso que faz de lá uma cidade interessante. Bento é uma das melhores cidades do Brasil que conheço nesse aspecto de aproveitar o relevo como um fator de valorização urbana. Bem diferente, por exemplo, das cidades da região metropolitana de Porto Alegre, em que a monotonia das ruas quase que totalmente planas chega a ser cansativa.
  7. Isso é verdade! Mudando de assunto, bacana os seus relatos, vou ler todos com carinho! Ainda vou ser um viajante como você, parabéns!!!
  8. Certamente Jefinho, Vale Quanto Pesa (54) 3286 3457/Rua São Pedro, 401, ao lado do colégio, e Serra Grill (Rua São Pedro, 567), fica duas quadras para a frente do primeiro e são os dois do mesmo dono. Os dois são ótimos mas este último é ainda melhor. Nos dois deve ser uns R$ 45 ao kg, em se tratando de Gramado, pode-se dizer que é barato. São os dois que conheço bem e posso recomendar para os colegas do fórum. Aos domingos geralmente tem gente saindo pelo ladrão, por isso convém chegar cedo, mas para quem está sozinho ou em casal sempre é mais rápido ser atendido do que em grandes grupo
  9. Depende o que vc vai comer, né Augusto, se for para comer truta, faisão, pizza e fondue, realmente beira o absurdo. Mas para almoçar tem ótimos restaurantes por kg onde com uns R$ 20 dá para comer super bem. O problema é o jantar...
  10. Ih, mas barraca sem carro não funciona! É muita tralha para levar em mochila, ônibus ou avião. A barraca é o menor e mais leve dos apetrechos, acredite. Só que eu fico em dúvidas se você vai gostar, eu já acampei muito quando era garoto e hoje não gosto, acho que dá muito trabalho (a gente envelhece e fica preguiçoso), além do que o preço das diárias nos bons campings fica quase próximo ao de uma hospedagem em hotel ou coisa do gênero. E o Brasil é um país tropical, tem a questão dos mosquitos e da chuva. Além disso os bons equipamentos de campismo também requerem algum investimento. Ess
  11. Pois então Júlio, eu fico contente que os turistas gostem aqui da região. Principalmente no inverno, é gratificante ver o pessoal do Rio, norte do nordeste... tremendo de frio, sorrindo para a geada! Eu só quis dizer, que as atrações naturais são excessivamente exploradas, talvez não só aqui na região, que tudo é pretexto para cobrar valores exorbitantes para simplesmente apreciar uma paisagem natural. E as pessoas acabam pagando, mesmo que injustamente, seja por falta de opção, seja por esterem em férias mesmo e quererem aproveitar cada momento. Eu ainda acho que o que temos de melhor
  12. É esse mesmo valor. E ainda tem mais R$ 10 de estacionamento. Não sei, vai de gosto, eu prefiro investir 300 para dar uma volta num super carro do que 200 para ver gelo artificial. Mas fica a dica: "lotadão" agora, daqui há 1 ano passa totalmente a febre, o preço não abaixa, mas o tumulto com certeza sim.
  13. Olá Mari, a principal empresa que faz a linha Caxias do Sul - Bento Gonçalves é a Ozelame, salvo engano tem ônibus a cada meia hora, durante os dias úteis pelo menos, nos dois sentidos. Não sei seu estilo de viagem, mas sem querer jogar um balde de água fria, você fala em estilo econômico, para ir a esses locais citados que ficam no Caminho de Pedra, primeiro se você não tiver um carro fica complicado, pois é bem distante, não tem como fazer a pé e não existe ônibus de linha que passe por esses locais; aí a sua opção é utilizar aqueles serviços de "transfer" das agências de turismo, se tiver
  14. Pois é, sabe que tem muito paulista morando aqui na região. Conheço alguns que vieram a serviço do Exército e da Receita Federal (moro em Caxias) e que não querem mais voltar. Por nada desse mundo. Apesar de seus 500.000 habitantes (oficiais, mas com certeza tem muito mais), Caxias ainda é uma cidade provinciana (tirando o trânsito estressante e super congestionado). E eu já não concordo em gostar do nosso povo! Aqui as pessoas só tratam bem os forasteiros se eles derem lucro e trouxerem dinheiro. Senão não.
  15. Essa neblina é o que tem de melhor aqui na nossa região! Dá um clima todo especial, introspectivo, intimista, convida a pensar na vida, a uma boa leitura acompanhada de um bom café... Quem não gosta do clima da Serra Gaúcha, não sabe o que é bom. É o que o Brasil tem de melhor. E Carlos Barbosa é um lugar incrível. Uma das melhores cidades que conheço. Bem bairrista eu, mas que a nossa região tem um clima especial, tem.
×
×
  • Criar Novo...