Ir para conteúdo

aletchos

Colaboradores
  • Total de itens

    45
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

8 Neutra

Sobre aletchos

  • Data de Nascimento 03-10-1984

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Estive no Salar em agosto e setembro deste ano e trago aqui meu relato para ajudar quem estiver planejando uma trip para lá. Além do Salar, passei por La Paz, Cusco, fazendo a Salkantay até Machu Picchu. No meu blog tem mais posts da trip toda - www.getoutside.com.br. Como chegar Em geral, o Salar de Uyuni é explorado a partir de duas bases: A cidade de Uyuni, na Bolívia, e também vindo do Chile, basicamente para as pessoas que juntam o Deserto do Atacama com o Salar de Uyuni. Vou relatar, aqui, as duas possibilidades: Terrestre: Eu cheguei em Uyuni vindo de ônibus de P
  2. Pessoal, estive no Deserto do Atacama em agosto de 2016 e queria colocar aqui meu relato para ajudar o pessoal do fórum que está planejando uma trip para lá. Como chegar no Deserto de Atacama Para visitar o Deserto de Atacama você quase certamente ficará hospedado em San Pedro de Atacama, um povoado com 3 mil habitantes instalado no meio do deserto e que serve de base para todos os principais passeios ao Deserto do Atacama. De avião O aeroporto mais próximo fica na cidade de Calama, situada a aproximadamente 1 hora e 20 minutos de carro de San P
  3. Pessoal, vou replicar aqui um relato que fiz no meu blog e que pode ser útil para a galera do fórum também. O link para o post original com outras fotos de Varanasi, as fotos da minha viagem e outros posts da Índia é http://getoutside.com.br/o-que-fazer-em-varanasi/. Varanasi foi minha última cidade na Índia e ela veio com tudo para me derrubar. Aqui o caos, os cheiros, as cores, as vacas e o choque parecem ser potencializados. Você deve estar preparado mentalmente para conhecer a Índia, o que eu chamo de India Mode, mas aqui realmente você será testado. Antes das minhas dicas do q
  4. Galera, estou compartilhando outro post que fiz no meu blog e que pode ser útil para o pessoal aqui do Mochileiros. O texto orginal está em http://getoutside.com.br/como-comprar-passagem-de-trem-na-india/. Lá no blog existem outras postagens da minha viagem e que também podem ser úteis. Depois de definir os destinos que visitaria dentro da Índia, fui pesquisar a melhor forma de me locomover entre esses destinos. Para esclarecer, não escolhi trem para todas as viagens internas, já que algumas o avião pareceu a melhor opção. Minhas viagens de trem foram de Jaipur para Agra e de Agra para Del
  5. Pessoal, vou postar meu relato sobre como tirar visto para a Índia. Coloquei o texto originalmente no meu blog http://getoutside.com.br/como-tirar-visto-para-india-2/, assim como outros posts sobre minha viagem para a Índia. Esse post pode é dividido em dois: (A) Aqueles que podem obter o visto pela internet e (B) aqueles que precisam obter o visto enviando a documentação ao consulado Indiano. Recentemente o procedimento para obtenção de visto para brasileiros que visitarão a Índia foi simplificado, autorizando a obtenção do visto na chegada ao país (Tourist Visa on Arrival). Porém
  6. Oi Cintia, eu tenho uma da The North Face com Goretex. Se você puder levar uma impermeável, ótimo. Não precisa ser necessariamente uma bota, existem bons tênis de trilha, que são mais baratos. O importante é ter um solado de borracha bem reforçado e ser confortável. Como falei, muita gente faz com tênis normal também.
  7. Fala Tuane, fevereiro é a época de chuvas, e a trilha inka clássica é inclusive fechada nesse período. Contudo, eu fui em fevereiro e fiz uma trilha diferente, que é a Inka Jungle Trek (aqui você encontra o meu relato dela: http://getoutside.com.br/machu-picchu/). Eu peguei chuva na trilha, mas não foi muita coisa, deu para fazer a trilha de boa. Mas é bom que você fique com isso em mente, de que o período é bem propício à chuva. Abs!
  8. Vocês vão curtir, não tenho dúvidas disso!!! No pacote que contratei já tinha o ingresso para Machu Picchu e também a subida à Wayna Picchu, além do guia, que fez um tour por Machu Picchu logo que chegamos lá e depois nos deixou o resto do dia livre para explorarmos. Acredito que a maioria dos pacotes já vem com esses ingressos e guia inclusos. Eu recomendo que você contrate antes de ir, se possível, assim evita qualquer imprevisto. Qualquer dúvida é só postar aí!! bjos Eu queria saber onde você deixou sua cargueira? Vou fazer a mesma trilha e estou tentando entender o que
  9. Puxa, Renata, vou ficar te devendo essa. Eu honestamente não vi o pessoal oferecendo saída para apnéia, mas acho que vale perguntar nas operadoras de mergulho. Recomendo a Dressel Divers e a Pelicano, que foi a que eu mergulhei. Abraço, Alessandro
  10. Valeu, Mima! É possível fazer o mergulho sem ter o curso na Isla Catalina sim, o que é chamado de batismo no Brasil e discovery scuba lá fora. Minha namorada mergulhou lá, no ponto conhecido como The Aquarium, e ela não tem certificação! Qualquer dúvida que eu puder te ajudar, fica à vontade para escrever aí. Abraço!
  11. Legal, Michel! Se precisar de alguma ajuda é só escrever. Abração!
  12. Que bom que você gostou!! Não precisa ter medo, a trilha é tranquila, tanto que eu fiz ela mancando hehe! Mas falando sério, não é uma trilha muito difícil, apesar da longa distância. Não é obrigatório usar bota, no meu grupo tinha bastante gente de tênis comum. A bota é certamente uma segurança a mais, e se ela for impermeável melhor ainda, mas como falei, muita gente faz sem bota. Uma opção para você é talvez alugar uma bota ou tênis de trilha lá em Cusco, tem vários lugares que fazem isso. No próprio Loki (hostel que fiquei em Cusco) tem. Abração e qualquer dúvida avisa!
  13. aletchos

    Esqui no Chile

    Kosmos, vou tentar te ajudar também. Fui esquiar no Chile nos dois últimos anos e fiquei sempre em Farellones e, diariamente, subia para La Parva, El Colorado e Valle. Ficar em Farellones me pareceu a opção mais econômica de todas, apesar do pequeno incomodo de ter que me deslocar diariamente até as estações. Mas como era muito perto, no meu ponto de vista compensa. Para exemplificar, Farellones fica algo como 5 min de carro de el colorado, uns 10 de La Parva e uns 15 do valle, algo assim. Já estive 4 vezes no Chile para esquiar e somente ano passado fui conhecer La Parva. Não sei porq
  14. Valeu, Bruno!! Espero que tenha ajudado mesmo! Para fazer o vídeo do mergulho eu usei a GoPro Hero 3+, com filtro vermelho para águas tropicais. Foi meu primeiro mergulho com a GoPro e você pode ver que eu tremi bastante, ainda preciso pegar um melhor jeito de segurar a câmera embaixo d'água. Você não precisa ser certificado para fazer esse mergulho, pois ele é bem raso e sem muitas dificuldades. No entanto, se você não tiver a certificação, você terá que fazer o que se chama de batismo (discovery em inglês), onde um instrutor vai descer junto com você. O batismo sai por algo em torno
  15. Existe e é exatamente esse ônibus verde que aparece na foto (entre outro locais esta escrito em letras garrafais na plaquinha - Villa Pablon) que te deixa bem em frente ao portão de entrada do Mirador. Esse azul tb leva até um mirador, o Mirador Pampahasi, só que para chegar lá, ainda tem que andar umas 2 quadras. :'> :'> :'> :'> Maria Emília hehehe se é um caso de amor eu não vou me meter hehe!! É como o João falou, o imperdível é subjetivo e depende até do contexto!! Eu achei a cidade muito interessante e não me arrependo nem um pouco de ter ido pra lá,
×
×
  • Criar Novo...