Ir para conteúdo

Taciano Bahia

Membros
  • Total de itens

    565
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

Tudo que Taciano Bahia postou

  1. Finalmente @j.leandrosilva, você conseguiu fazer essa viagem, ou foi mais um impedido pela maldita pandemia?
  2. Taciano Bahia

    Monte Elbrus

    Tô ligado, eu já li. Pensei até em perguntar quais os equipamentos necessários mas depois deixei pra lá. Ano passado eu tinha tudo certo pra voltar a Rússia e pensava em esticar pro Elbrus... aí, veio a maldita pandemia Como a conjuntura mudou, infelizmente, não posso fazer nenhuma previsão de viagem para 2022.
  3. Taciano Bahia

    Monte Elbrus

    Ahh, então é tranquilo. Você já tem as datas? Dei uma olhada no pacote e as datas disponíveis são de 1 de agosto a 30 novembro de 2022. Infelizmente, apesar de muito barato, não posso me comprometer. Vontade não me falta, mas não é suficiente. Vou acompanhar... pelo menos o tópico movimenta, e quem sabe apareça alguém?! Ou a vida me leva 😊
  4. Valeu Stanley, melhor ainda que tenha dois períodos recomendados. Aldair, muitas vezes a vontade dos viajantes não se concretizam, é o meu caso. Então, aproveite que já tem companhia e faça a programação. Boa sorte.
  5. Oi Fernanda, tudo bem? Decidiu? Por favor, qual o seu roteiro na Sérvia? Boa sorte com os voos e boa viagem
  6. Taciano Bahia

    Monte Elbrus

    Luka, pelo que li aqui no mochileiros, esses pacotes da Hurb podem ter as datas alteradas. Aí, se isso ocorrer, não pode jogar você pra uma época não recomendada para o Elbrus? Chegou a pensar nisso? A mesma questão do outro tópico
  7. Vocês já pesquisaram se março é um período recomendado pra fazer esse roteiro? Eu li em algum lugar que outubro seria bom. Aí, entra a questão da promoção das passagens... pode ser que tenha uma promoção mas para um período que não seja ideal.
  8. Opa! Já comprei o pacote para acompanhar todos os capítulos E, se for possível, também quero me cadastrar para a próxima aventura... viajar com você deve ser muito divertido 😅 OBS: Sou especialista em furar pneus de caminhoneiro ousado 🤫
  9. Entendi (acho ), mas nada do que você disse invalida o que eu disse. O perfil do turista estará com ele em qualquer lugar. Samantha está ai para comprovar.
  10. Não tem nenhuma incompatibilidade entre "perfil econômico" e "lugares caros". O perfil é do viajante, não do lugar. Se fosse por essa lógica, todos os turistas em países considerados baratos teriam perfil econômico. E sabemos que isso não é verdade. Se hospedar em albergues, cozinhar a própria comida, caminhar ou usar transporte público para se locomover na cidade e para sair e chegar ao aeroporto ao invés de pegar táxi, entre outras, são coisas que se pode fazer em lugares caros e baratos e é isso que caracteriza um turista com perfil econômico.
  11. São duas coisas diferentes. Você pode comprar as passagens separadamente. O que não pode é embarcar apenas com a passagem de ida. A passagem de volta já será exigida pela empresa aérea quando for embarcar no Brasil. Se não tiver ou se tiver fora do prazo exigido, será barrado ainda no Brasil. OBS: mesmo que tenha ajudado, por favor não "reaja", "curta" ou "goste"
  12. A primeira coisa a saber é: tem como você alterar a programação? O roteiro está muito contramão. Além disso, tem muita coisa pra pouco tempo. Outra coisa, Cañón del Sumidero não tem nada a ver com Cidade do México nem com Riviera Maya. Na verdade, fica no meio do caminho entre as duas, mas muito distante para fazer o passeio a partir delas. O melhor é contratar em San Cristóbal de las Casas, ou mesmo ir por conta própria na estação de barcos em Tuxtla Gutiérrez. Bacalar - Oaxaca é 100% contramão também 😅 Agora, para o Popocatepetl tem agências ao lado da Catedral, próxima ao Zócalo, que fazem esse passeio em 1 dia. Para os cenotes de Valladolid não precisa agência, pode contratar um táxi compartilhado ou mesmo ir de bicicleta. Holbox precisa praticamente de 1 dia pra ir e outro pra voltar. Se for possível mudar, sugiro que faça: - Cidade do México - Visitar seu "amigo" 🤭 - Cañón del Sumidero - Valladolid - Bacalar - Riviera Maya Ou o contrário. Pesquise as passagens para chegar por Cancún e voltar pela Cidade do México... ou, outra vez, o contrário OBS: mesmo que tenha ajudado, por favor não "reaja", "curta" ou "goste"
  13. Esqueça a Ryanair em Paris! O aeroporto fica muito longe (90 km) e você vai perder tempo e dinheiro para chegar realmente em Paris. Provavelmente sairá mais caro do que em outras empresas que usam os aeroportos Charles de Gaulle e Paris-Orly. Pra ter uma idéia, você pode pesquisar os preços em euros das hospedagens que pretende ficar nessas cidades. OBS: mesmo que tenha ajudado, por favor não "reaja", "curta" ou "goste"
  14. O Parque Mirador é de fácil acesso por ônibus. A ponte fica próximo ao parque, mas ela é apenas uma réplica da ponte histórica que existia nas proximidades. Quanto a segurança: o parque é tranquilo, é movimentado e tem vigilância. Já na área da ponte... o México é parecido com o Brasil, portanto, todos os lugares tem algum risco de violência. Quanto mais isolado maior o risco. Na região de Guadalajara tem o lago Chapala. Pesquise sobre ele e sobre as cidades que o cercam, por exemplo, Chapala, Ajijic e Jocotepec para saber se lhe interessa. Talvez um pôr do sol 🌅 Obs: mesmo que tenha ajudado, por favor não "reaja", "curta" ou "goste"
  15. Tem razão, Fabiano, realmente Piranhas é contramão para a roteiro que ela quer. Eu não fiz esse passeio que você citou, mas gostei da cidade.
  16. Sim, se depender dos "inferiores" a situação não vai melhorar nunca. Infelizmente. Eu nem tenho expectativa. Nem sei de onde tirei o humor Sobre as ilhas, se uma já é frequentada pela população, com certeza tem barcos que fazem a travessia. O problema (pra você) é que é quase certo que vai ter o que não gosta... "muito barulho, música alta" . Então, se puder, talvez seja melhor ir na semana. Aqui em Juazeiro tem a ilha do Rodeadouro, que parece ser similar a ilha Rarrá. Pode visitar a barragem de Sobradinho também. E a zona rural se não mudar de idéia. Não conheço esse sítios arqueológicos de Paulo Afonso. Sei que tem uma caverna onde o grupo de Lampião se escondia e que fica próximo à usina construída por Delmiro Gouveia. Em Alagoas tem a cidade de Piranhas que é histórica e vale a visita. Falei com Juliano. Ele estará 100% ocupado até abril. Vamos ter que esperar. Beijos, prometo não demorar tanto da próxima vez.
  17. Primeira coisa: quais ilhas são essas que você quer conhecer? Tem várias pelos rio. Algumas tem moradores, algumas são "balneários" para lazer e encher a cara, outras são usadas para agricultura e algumas para a plantação de maconha (que também é agricultura ). Então, só quando estiver em cada cidade para saber o que fazer nas ilhas da região. Há algumas confusões no tópico. É verdade que o rio passou vários anos seco (nível baixo), inclusive dificultando a navegação de barcos maiores, mas está muito cheio atualmente. Senhor do Bonfim não é vizinha de Paulo Afonso e não faz parte da região do rio São Francisco, mas fica próximo a Juazeiro e de fácil acesso se quiser esticar até lá. Já tem data pra começar a viagem? Se for num futuro utópico em que tenha vacina para todos no país, posso tentar ajudar por aqui... colocar você na zona rural mais zona rural que existe Agora vem a "obs": mesmo que tenha ajudado, por favor não "reaja", "curta" ou "goste"
  18. Sim, é possível tranquilamente fazer esse trajeto como deseja. Entre as cidades e delas para os povoados na zona rural sempre tem linhas de vans. Dependendo do lugar, são associações organizadas... com horários de saída e as porra Mas, vou convocar um mala que fez esse trecho... chega aí @Juliano Franco
  19. Ficou faltando um item muito importante para quem quer economizar em Cuba. O transporte de/para o aeroporto José Martí. Só nessa brincadeira é possível economizar uns 30 CUC em cada trecho. O que, com a cotação de hoje, dá quase 180 reais e mais de R$350,00 no total. É o seguinte, existem linhas que ligam bairros próximos ao aeroporto ao centro de Havana. Esses ônibus custam apenas 1 CUP, a moeda nacional. Resumindo, é de graça . O que você tem a fazer é sair do aeroporto e chegar na avenida Rancho Boyeros. Pode caminhar ou esperar um ônibus interno que liga os terminais. A linha P12 passa na avenida e vai para o centro. Existem outras linhas com trajetos diferentes que também vão para o centro. Para voltar ao aeroporto no dia de deixar Cuba deve procurar saber qual o "ponto final" da linha e ser um dos primeiros passageiros porque eles vão lotados. Mas é simples, é só pegar a fila cubana no estilo "¿quién es el último?" e aguardar. Se o primeiro lotar é só esperar o próximo e pegar seu assento. No casa de câmbio do aeroporto eles não trocam CUC para CUP, você vai precisar desenrolar com algum cubano de bobeira ou pagar 1 CUC no ônibus. Garanto que o cobrador não vai recusar, pois, equivale a 25 passageiros 💰.
  20. Olá, Júlia, lendo mais uma vez esse incrível relato sobre a incrível Bósnia e Herzegovina Tenho algumas perguntas, um interrogatório rsrs... lembra por qual lado do túnel da esperança vocês foram, o da casa museu? A excursão "louca" durou apenas um período e passou por várias atrações, né, achou que o tempo foi suficiente? Chegou a ir em Blagaj? E, quantos dias a mais ficaria em Mostar? Lembra qual empresa e horário foi pra Dubrovnik, e se passa em Medjugorje e Capljina? Ahh, se me permite, uma correção, a olimpíada de Saraievo foi em 1984 e não em 2016
  21. Não acho interessante atravessar metade da Europa em pouco tempo. Eu passaria pelos países mais próximos. Se vai pra Rússia, incluiria Moscou, Helsinque. Mas tudo depende do interesse de cada um e, se está mesmo inclinado a fazer esse roteiro, poderia trocar as "pontas", ficando 4 noites em São Petersburgo e 2 em Zagreb. A Eslováquia é a parte mais fácil, pois, Bratislava fica a menos de 70 km de Viena. (Obs: por favor, não "curtam", "gostem", nem deem pontos de reputação )
  22. Deu duro? Tome um Dreher. Desce macio e reanima.
×
×
  • Criar Novo...