Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

subsea

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutra

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Brasil = várias cidades dos estados do RS, SC, PR, RJ, SP, GO, MG, MS, MT, BA, CE, PE, RN, PA e AL.
    Na Amércia do Sul = Chile, Peru e Colômbia.
    Ásia = Índia de norte a sul por 34 dias.
    Europa = Londres, só de relance, mas ficou gostinho de quero mais
  • Próximo Destino
    Argentina ou Nordeste Brasileiro - de 18 a 29/07/11 - Alguém se habilita a acompanhar?
  • Ocupação
    Consultora de Meio Ambiente, Qualidade, Saúde e Segurança Ocupacional e Responsabilidade Social

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. subsea

    travessia de Montevidéu para Buenos Aires

    O roteiro depende muito do que você quer. Se o intuito da viagem é ir aproveitando os lugares pelo caminho você pode fazer Pelotas(saindo pelo Chui) x Punta del Este x Motevideo. Se você quer apenas apenas chegar em Buenos Aires passando por Montevideo, pode fazer Pelotas X Montevideo saindo por Jaguarão, em um dia. E se quizer economizar na travessia va por Colonia do Sacramento, o Buquebus (catamarà) é mais barato que por Montevideo. Eu comprei passagem um dia antes....mas você ja pode se planejar vendo os horarios pelo site. Antes de ir fui compilando o que lia, e resultou nas infomações abaixo. passo a passo: procedimento para fazer a travessia de pessoas e carros no Buquebus: • Chegue com 1h de antecedência(Puerto Madero), dando tempo para fazer toda a burocracia necessária de imigração; • Parar o carro no estacionamento e se dirigir à loja do Buquebus; • Comprar e pagar as passagens (pessoas e carro); Obs.: você também poderá comprar as passagens antecipadamente pela internet; http://www.buquebus.com • Fazer o checkin (confirmar que fará a travessia) no balcão específico para isto; • Fazer a imigração dos passageiros (apresentar RG ou passaporte) e apresentação da documentação do carro (CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo). Neste procedimento todos os passageiros deverão estar presentes no balcão da polícia internacional. Na imigração eles fazem o registro de entrada e saída no Uruguai e Argentina, recolhendo o cartão de saída do país de origem e entregando o cartão de entrada no país de destino; Obs.: caso o carro não estiver no seu nome será necessário apresentar a “Autorização para tráfego de veículo fora do território nacional“; • Os passageiros deverão entrar no ferry e o motorista deverá buscar sozinho o carro. Os bancos da cabine de passageiros do barco não são numerados, portanto as pessoas podem sentar onde quiserem; • O motorista deverá conduzir o carro até o ferry; • O carro é revistado quanto ao transporte de mercadorias ilegais antes de entrar no ferry e toda adocumentação HYPERLINK "http://viajandodecarro.wordpress.com/viagens/viajando-de-carro-pelo-brasil-uruguay-argentina-e-chile-%E2%80%93-junho-de-2009/documentacao-e-itens-obrigatorios/" do veículo e do motorista poderá ser solicitada novamente; • Entrar com o carro no ferry; Obs.: deixe o carro estacionado dentro do barco em 1ª marcha e com o freio de estacionamento acionado; • O motorista deverá se dirigir à cabine de passageiros. Obs: ninguém poderá ficar no carro ou na área de transporte de veículos do ferry.
  2. Em quantos dias voce pretende fazer esse deslocamento(na parte de ir conhecendo e parando), o outro trecho? Em quais cidades/estados pretende parar (na parte de ir conhecendo e parando)? Hospedagem depende do seu estilo de viagem, mochilão solterio, mochilao acompanhado, hambiente familiar, requintado... que entrar nas cidades durante o deslocamento perdendo um tempinho mas encontrando hoteis de melhor custo beneficio, ou pretende rodar o maximo possivel e dormir na beira da estrada? Eu costumo fazer um pesquisa por custo/benificio no booking, entao faço uma lista, quando ja sei o dia em que estarei na cidade selecionada vejo como estão os preços dos hoteis previamente selecionados.
  3. Não sei qual o nivel de hospedagem que procuram, em Teofilo Otoni com melhor infraestrutura é o Capital das Pedras. Acredito que tenham jantar no hotel...mas não tem restaurante nas proximidades que de para ir a pé. Mas é facil de achar, no primeiro trevo, logo apos a PRF, pegar a direita. Muito facil. Outra opção a beira da BR é o hotel Palemiras, um pouco antigo. Em frente a este hotel tem um restaurante bonzinho...
  4. Vi que você criou dois topicos, e que voce ainda anão tem certeza do trajeto. Para nos ajudar a te ajudar: Voce poe muitas cidades por onde passar isso dificulta o entendimento. Ponha somente as cidades onde as rodovias se encontram, ou por onde cada opção passaria... Exemplo: Voce tem tres opçoes de saida, porem se tornam em duas mais a frente. 1- pode ir pela 101, considero apenas opção se for conhecer cidades pelo caminho. 2- pegara a Dutra (116) se não me engano até Volta Redonda e continuar pela 116 até Governador valadares (nao passarão por Juiz de Fora). Como falei no outro topico, se não estão com o tempo super contado iri por essa opção. 3- Ir ate BH pela Fernao Dias (381) e continuar nela até Governador Valadares. Como falei no outro topico e como comentaram, de BH a Valadares pela 381 é bem perigoso. Agora quanto a hospedagem. Depende do quanto voces rodam por dia, depende do que voces consideram bom...ja que voces nunca fizeram essa viagem sugiro ir sem animal de estimação. Ja eh dificil decidir onde parar, com bixo pior ainda. A menos que deixar no carro seja uma opção. Eu sempre fiz com filha pequena São Paulo X Teofilo Otoni (150km depois de Gov. Valadares), primeira noite. Vai vendo se esse ritmo esta bom.... se tiver da para ir até aos arredores de Salvador tranquilo...
  5. Indo a até BH pela 381, depois Governador Valadares é mais rapido que pela 116. Mas o trecho BH x Gov. Valadares é bem tenso e perigoso. Ainda teriam a opção de ir pela 101. Como a viagem de você é um pouco longa, acredito que não vale a pena "ganhar"esse tempo de ir até BH, e sim ir tranquilo pela 116 até arredores de Salvador. Agora se o plano é parar em outras praias pelo caminho ai tem que ser de 101.
  6. subsea

    Meias

    Adquiri minhas primeiras meias sem ser 100% algodão. Peguei um pacote com dois pares da Lorpen work 2 pack merino anthracite: https://www.trekkinn.com/montanha/lorpen-work-2-pack-merino/1322798/p E um par do Lorpen liner merino wool : https://www.trekkinn.com/montanha/lorpen-liner-merino-wool/136016839/p?yek=/MWtcvLtP029hw2Sgvwqm9iTvVLgeYKrd4tMO2K9PBnBN8wxaXe+2Gp5ZgPZdmqnnrK0m+5JS9LxuO4oK/SXVw== Eu estava usando uma par de meias normais (ta frio no sul) e coloquei elas para experimentar e não tirei mais. Vou comprar mais pares aos poucos, e aposentar as de algodão. Experiencia em trekkings e caminhadas zero! Soh usei em casa...to me recuperando de cirurgia.
  7. Na Argentina funciona bem o ruta0.com. Não conheço sites que calculam ou pelo menos tenham o valor do pedágio, acredito que você vai ter que ler relatos de quem já passou pela rota que você pretende. Quanto ao roteiro eh difícil opinar porque não sei o objetivo específico da tua viagem. Quantas pessoas? Quanto pretende gastar? Costumas viajar?... A princípio eu tiraria Camburiu e Joinvile do roteiro, aproveita os lugares mais distantes. Pode por a distância entre cada parada para termos uma melhor ideia e poder ajudar.
  8. subsea

    Viagem de Carro Porto Alegre-RS para Sao Paulo-SP

    Saviotrip, Como já disseram, eh bem tranquilo e depende do teu ritmo. Variáveis que acredito que você deve levar em consideração. Qual o seu veículo, quantas pessoas, alguma criança ou idoso, quantos dirigem. Já fiz várias vezes viagens BH x RS, e se não me engano duas vezes fiz Itapecirica da Serra (logo após SP capital) x Pelotas em um dia. Então se será apenas um casal e não querem "curtir" a viagem tem como ir direto.
  9. subsea

    Botas ASOLO

    Obrigado pelo comentário Otávio. A questao do conforto é bem dificil de avaliar para mim, sempre tenho a tendencia de comparar com um tenis. Quanto ao dedinho estar pegando, acredito que eu precisaria de um tamanho W, se eu pegar um numero maior o pé ficará folgado demais. Sim, o tornozelo prezo encomoda. No mais grande chance de ser como voce falou, nao vai se tornar confortavel. Entao eu é que vou me acostumar com ela. Acredito que meias melhores vao ajudar no processo de adaptaçao. Esperar a receita liberar as meias... mas eu diria que estou acostumando a caminhar com as botas.
  10. subsea

    Botas ASOLO

    Li várias páginas aqui no fórum para aprender e depois decidir qual bota comprar. Uma coisa que noto nós fóruns que participo ou simplesmente acompanho, de viagem de carro, de bike, etc...é que as discussões reduziram muito nos últimos anos, eu diria que até meados de 2008 era um nível, de 2008 a 2014 já diminuiu bastante, e a partir de 2016 quase não há participação. Voltando ao tópico. Numa viagem que fiz de carro pela patagonia eu só tinha tênis, e senti falta de um calçado mais resistente ao frio, vento, e principalmente impermeavel, e como nao se sabe o dia de amanha, apta a uma passeio rapido na neve, Não faço trejkings, a intenção é ter um calçado robusto, com as características acima mencionadas, que combinace com uma vestimenta do dia a dia, e deixar os pés secos na chuva. Queria um calçado companheiro para tudo, sendo que esse tudo não envolve uso pesado, se bem que eles até suportaria. Gostei da Asolo Fugitive, mas não encontrei no meu tamanho, 44brasil. No MercadoLivre me ofereceram a Flame 46 1/2 EU . Dei uma pesquisada, parece que não eh mais fabricada. Mas gostei. O grande dilema ainda era o tamanho. O vendedor mediu a palmilha, 30,5 cm. Minha bota de segurança no trabalho tem exatamente uma palmilha desse tamanho. E uso ela com duas meias e meu pé fica bem folgado dentro da biqueira de "aço". Então tudo indicava que ficaria bom. Tenho uma bota de trabalho americana tamanho 13 que fica muito folgada. Comprei a Flame... As primeiras impressões. Como alguém mencionou aqui, bota não é tenis! O conforto, ou falta de conforto, é bem parecido com as botas de trabalho até agora. Achei elas bem bonitas, solado duro como pedra se comparado a um tênis, aviamento excelente. O pé esquerdo ficou perfeito, já o direito fica pegando a lateral do dedão e a lateral do dedinho na biqueira, na ponta dos dedos está folgado. Também estou sentindo ainda um desconforto no tendão de Aquiles. Mas vale lembrar que estão usando meias de algodão normais. Tenho usando no dia a dia, e quando fui lavar o carro com elas tive a impressão de ter a ponta dos dedos humidecidas, não sei se foi porque a água esfriou a bota e consequentemente o pé causando essa impressão ou se entrou água. Como justamente o bico é de borracha não acredito que passou água. Ainda encucado pela possibilidade de ter entrado água fui com elas pescar com minha filha, andamos na terra, um pouco de lama, pedras, e pisei na água até cobrir o pico. Todo ok, sem agora. Mas deu pena de ver ela toda suja!! Dirigir de bota tá um aprendizado... Minha dúvida. Como no pé direito os dedos ainda ficam forçando lá lateral estou amaciando a piqueira que é de borracha bem rígida, acredito que ela sirva logicamente para proteger, por isso é rígida. Mas o fato de eu estar amolecendo pode estar causando algum dano, alem de perder a capacidade de proteçao? Isso eh comum?
  11. subsea

    Seguro Carta Verde

    Ola pessoal, Estou em viagem a trabalho e assim que eu chegar em casa terei apenas dois dias para providenciar a Carta Verde antes de partir para a Argentina. Por acaso alguem sabe de algum corretor que eu possa contactar por email ou telefone? Tenho um amigo que mora na Argentina e vem para o Brasil todo o mes, ele poderia solicitar uma Carte Verde por la e traser para mim no Brasil?
  12. rkoerich, Lendo o relato dessa viagem tive de cara duas conclusões. 1 Voces são loucos! 2 Eu tambem quero fazer uma loucura assim! Vou fazer uns 70% do roteiro de voces fizeram. Vou sair na segunda semana de Abril Quanto as fotos, se eu conseguir uns 7% da beleza das de voces eu ja to feliz. Pergunta, Voces colocaram algum aditivo anti-congelante no radiador do carro?
  13. 2daLapa, Quando tu ta pretendendo fazer essa viagem, ou ja fez? Quantos dias de viagem? Estou planejando algo parecido, mas saindo me MG
  14. subsea

    Belém-Porto Alegre

    Tu falou que vai pegar a Belem/Brasilia. Depois voces passarão por Belo Horizonte? Caso sim eu posso contribuir com um pequeno trecho....eu moro Teofilo Otoni-MG, mas sou do RS. Quando vamos de carro fazemos o seguinte. Saimos de Teofio Otini de manha cedo, passando por Belo Horizonte pegamos a BR381(Fenão Dias) até Atibaia, na entrada de Sao Paulo. Tenho receio de passar pela marginal então chegando em Atibaia pegamos a D.Pedro I no sentido Campinas por uns 25 Km, depois pegamos a SP 354(não eh muito boa, mas da pra manter uns 80Km/h) por uns 20Km. Pegando então a via Anhanguara sentido SP, que vai se juntar com outras formando o Rodoanel. No rodoanel pegamos a BR116(Regis Betencourt) para Curitiba. Entao paramos na saida de Sao Paulo por volta das 18hr, atá ai foram em torno de 1300km rodados. Continuando no outro dia cedo...logo tem a serra bastante movimentada e com pista simples, mas depois de alguns kilometros a pista volta a ser duplicada. Chegando em Curitiba eu ja fui pela 116 até o RS, eh bem bonito, mas acredito que voces querem ir o mais rapido possivel entao nao recomento. Eh bem mais rapido ir pela BR 101. Ate florianopolis ela eh duplicada, mas depois começam as obras que vão até Osorio no RS. Quando fui pela BR116 paramos para durmir em Sao Joaquin porque queriamos passar pela Serra do Rio do Rastro. E quando fomos pela BR101 só fomos até Jaragua do Sul, onde paramos na visitar uns amigos. Mas acredito que tem como ir pela BR 101 da saida de Sao Paulo até Porto Alegre em um dia. O que nos fizemos na volta foi Pelotas ate Registro em SP (1400km) Registro X Teofilo Otoni (1400km) pra isso dirigiamos até as 22hr !!!! Em situaçao normal minha esposa dirige após o almoço durante umas 4 horas, e paramos no minimo outras três vezes ao dia alem do almoço. Espero por ter ajudado Abraço
×