Ir para conteúdo

batistarj

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre batistarj

  • Data de Nascimento 08-01-1990

Bio

  • Ocupação
    Estudande de Direito. Escritor nas horas vagas.

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. ESSE É UM RELATO PERTENCENTE AO BLOG http://WWW.TRILHASECACHOEIRAS.COM.BR E SUA CÓPIA NÃO AUTORIZADA É ESTRITAMENTE PROIBIDA! Trilha do Corcovado Endereço: Parque Lage, Jardim Botânico, Rio de janeiro, RJ Distância Percorrida (ida e volta): 2,3 km Tempo Decorrido (ida e volta): 3 horas Elevação Máxima: 709 metros Nível do Trajeto: Moderado >A CHEGADA Decidimos variar o local das nossas aventuras. Como nas duas últimas semanas percorremos algumas das trilhas da Floresta da Tijuca (Setor A do Parque Nacional da Floresta da Tijuca), dessa vez o foco estava na Serra da Carioca (Setor B do Parque). O objetivo era percorrer a trilha que liga o Parque Lage ao Cristo Redentor, localizado no topo do Corcovado. Combinamos de se encontrar no estacionamento do Parque Lage às 10 horas da manhã, mas como de costume atrasamos! Como estava um belo dia de sol e, aparentemente o Parque é muito procurado por famílias para piqueniques e outras formas de lazer, o estacionamento estava lotado e havia uma fila enorme de carros esperando para entrar. Diante disso a solução foi procurar uma vaga no entorno, o que acabou sendo mais fácil do que esperávamos. Com o carro estacionado seguimos a pé para o Parque e, como tínhamos que esperar os outros integrantes do grupo, resolvemos dar uma explorada. Apesar de ser uma ótima distração de fim de semana, especialmente para famílias com crianças (há grutas artificiais, lagos, parquinho e aquário no local), para nós, que estávamos buscando um pouco de aventura, tirando o Solar Lage, administrado pela Escola de Artes Visuais, que possui uma beleza fora do normal, não havia mais nada que nos servisse de distração. >A TRILHA Assim que os demais integrantes do grupo chegaram, seguimos para o início da trilha, facilmente identificada por placas. Antes de subir a trilha, é obrigatório passar por uma guarita e assinar um termo de responsabilidade, informando um telefone de emergência, por medida de segurança. A parte inicial da trilha é bem tranquila e agradável. A trilha cruza três vezes pelo riacho e há duas cascatas pequenas no caminho que servem como um bom local para descanso e alimentação já que, logo em seguida, a trilha se torna bastante íngreme e são pouquíssimos os locais adequados para descanso e hidratação. Assim que as cascatas ficaram para trás, não demorou muito pra que a trilha, antes agradável, se tornasse íngreme e escorregadia. Nesse trecho da trilha, que é bem longo, é importante ter bastante cuidado e prestar atenção onde pisa. O ideal é estar com um bom preparo físico, pois a subida exige bastante, principalmente das pernas. Após uma longa subida, já no fim da trilha, há uma curta “escalaminhada”, isto é, uma pequena escalada com o auxílio de uma corrente presa às pedras. Esse trecho é bem tranquilo, mas é bom estar sempre atento e oferecer auxílio aos outros. Logo após esse trecho a trilha cruza com os trilhos do bonde que leva ao Cristo Redentor. É proibido seguir pelos trilhos e pela largura do bonde eu também não recomendaria arriscar. Se aguardar um pouco é possível presenciar a passagem do bonde lotado de turistas e tentar tirar algumas fotos, mas tome muito cuidado pois o bonde anda nas duas direções. Os trilhos marcam o fim da trilha. Dai em diante, para seguir até a estátua do Cristo Redentor, cume do Corcovado, não há outra escolha senão seguir pela Estrada do Corcovado. Na estrada só passam vans, mas muito cuidado, pois elas vão e voltam a todo instante e sempre em alta velocidade. Recomendo andar sempre pelas laterais e com bastante atenção. Chegamos à entrada do Cristo Redentor, mas resolvemos não entrar, pois a entrada para o monumento estava muito cheia e teríamos que aguardar numa longa fila. Além disso, o valor cobrado por pessoa nesse dia era de R$ 32,00, bem mais caro do que durante a semana. O retorno foi muito tranquilo, inclusive demos uma acelerada, chegando até a correr em alguns pontos. Rapidamente chegamos de volta ao Parque Lage e, assim, encerramos, mas um dia de trilhas. Semana que vem tem mais. Para ver mais fotos dessa trilha acesse “Fotos > Parque Nacional da Tijuca > Serra da Carioca” ou nos siga no instagram: @trilhasecachoeiras. Se gostou, não esqueça de curtir, compartilhar e participar, deixando seu comentário. Próxima parada, Morro Dois Irmãos! >CONSIDERAÇÕES FINAIS Abaixo disponibilizo algumas considerações e curiosidades sobre os locais visitados. Parque Lage: "Toda a área que vai dos bairros do Humaitá ao Leblon fazia parte do Engenho de Nossa Senhora da Lagoa e chegou a pertencer ao capitão Rodrigo de Freitas. Em 1859, após ser dividido em propriedades menores, a área atual do Parque foi comprada pela Família Lage e transformada em palco da vida social carioca até os anos 50. Por conta de dívidas familiares, a propriedade passou ao governo federal . Em 2004, a área passou a integrar o Parque Nacional da Tijuca. No Parque Lage, há mais de 140 espécies de árvores, muitas delas raras. Nos jardins, há lagos e grutas artificiais, um aquário e uma torre acústica construída pra os treinos de canto lírico da primeira proprietária da mansão. Há ainda, estacionamento, bicicletários, vastos recantos usados como áreas para piqueniques e parques infantis.". (Fonte: http://www.etrilhas.com.br/) Solar Lage: "Construção central do Parque. Belíssimo palacete construído no inicio do século passado, administrado pela Escola de Artes Visuais. Dentro da mansão há um Café e exposição permanente de obras dos alunos." (Fonte: http://www.etrilhas.com.br/) Corcovado: "Antes chamado de Pináculo da Tentação pelos portugueses, o Corcovado era ponto turístico já em 1824, quando D. Pedro I mandou que fosse aberta uma trilha que ligava o Cosme Velho ao pico. A partir dessa época, a montanha tornou-se passeio obrigatório da Corte Portuguesa e até mesmo Charles Darwin usou a trilha para chegar ao Corcovado. Em 1884, D. Pedro II incrementou o passeio, inaugurando o Trem Turístico do Corcovado." (Fonte: http://www.etrilhas.com.br/) Estátua do Cristo Redentor: “É um monumento retratando Jesus Cristo, loacalizado na cidade do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Situa-se no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. Foi inaugurado às 19h15min do dia 12 de outubro de 1931 dia de Nossa Senhora Aparecida, depois de cerca de cinco anos de obras. Um símbolo do cristianismo, o monumento tornou-se um dos ícones mais conhecidos internacionalmente do Brasil. Dos seus 38 metros, oito estão no pedestal e trinta na estátua, a qual é a segunda maior escultura de Cristo no mundo, atrás apenas da Estátua de Cristo Rei, na Polônia.”. (Fonte: http://www.wikipedia.com)
  2. Ótima iniciativa pessoal. Se precisarem de dicas ou informações sobre as trilhas da cidade, acompanha lá meu blog. Atualizo semanalmente com novas trilhas. É uma forma que achei de incentivar as pessoas a curtir mais o lado verde da cidade. Quaisquer coisa só me chamar. Abraço e que nossas caminhos se cruzem pelas trilhas da vida! www.trilhasecachoeiras.com.br facebook.com/trilhasecachoeiras IG: @trilhasecachoeiras
×
×
  • Criar Novo...