Ir para conteúdo

James Chélton

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Estudante.
  1. Planejo voltar ao Peru, indo até o Chile, desta vez de carro. Estou ansioso e torcendo para que dê certo Data provável da viagem - Janeiro-2013. Quem tiver alguma informação extra, já agradeço.
  2. NAZCA????? Não sei nada sobre o tema. Sou completamente ignorante no assunto. Ahhh, outra dica importante: Se ainda não tens reservas para hotel, prefira aqueles que funcionam em prédios mais novos. Há muitas instalações hoteleiras em prédios muito antigos. T a próxima.
  3. Oi Romulo, É sempre um prazer ajudar alguém. Vamos lá: 1. ARTESANATO - O melhor local para comprar artesanato ( variedade e preço baixo),é num grande mercado de artesanato situado na Av. Sol.. Dá prá ir a pé a partir do centro de Cusco. Essa avenida nasce na Praça de Armas. Andando por ela, passarás pelo Palácio da Justiça, Coricancha..........logo em seguida fica o citado mercado. Tem tudo que vc precisa por lá. Ande todas ou quase todas lojas, veja a que oferece o menor preço, e ainda peça um superdesconto. O preço pode cair ainda em até uns 40%. boa sorte. 2. VALE SAGRADO - Sim, indo de
  4. Oi Amigo, Quanto ao clima, as chuvas de lá não são torrenciais como as da Amazônia brasileira. Há em abundância em Cusco e arredores, venda de capas plásticas bem leves e baratas, que darão a vocês, a proteção necessária para as chuvas locais, inclusive com capuz para a cabeça. Te aconselho a procurar fazer o seguinte tour: Cusco até Ollantaytambo de ônibus, passando por Pisaq e Urubamba (Vale Sagrado) 1 Dia. De Ollantaytambo a Águas Calientes de trem. Águas Calientes a Machupichu de ônibus. Para aproveitar melhor, planeja no mínimo um pernoite em Á. Calientes, para que possas aproveitar me
  5. Aos que preferem muita aventura e custo muito baixo, a melhor opção para ir do BRASIL ao PERU, é passando por Rio Branco-Acre. Fiz recentemente a segunda viagem à terra dos Incas. Desta vez, fui de ônibus, juntamente com minha esposa, filha (11) e filho (9), e um amigo. Todos os dias, exceto às segunda feiras, às 10:00 da manhã, sai de Rio Branco um ônibus da empresa peruana Movil Tours, chegando em Puerto Maldonado aproximadamente às 19:30 h, ao custo de R$ 70,00. De P. Maldonado, a partir das 16:00 h, há varias empresas que disponibilizam bus para a cidade de Cusco. A viagem dura a noite i
  6. Oi Camila e Thompson, Muito bacana o relato de vocês em lua de mel no Peru. Eu gostei tanto, que já planejo o meu retorno. Desta vez, mais tranquilo com a experiência adquirida. Uma Grande Novidade: Há ônibus executivos, saindo de Rio Branco, passando por P. Maldonado, Cuzco e Lima. Economia de granda e tempo, sem falar no conforto da viagem. Grande abraço
  7. Oi Emilio Tentarei esclarecer suas 2 dúvidas: 1. A viagem a Cusco por estrada, cruza a Cordilheira dos andes em elevadas altitudes, para as quais não estamos muito acostumados. Na eventualidade de um ou outro contratempo, ter outro caros para apoio é sempre melhor. Além disso, os motores dos carros brasileiros são regulados para atmosfera rica em oxigênio. Lá nas alturas, o taxa de oxigênio é bem baixa, podendo provocar mau funcionamento. Comenta-se também, que pode haver inplicações com o sistema de refrigeração do motor. 2. Cusco é uma cidade, capital de uma privíncia peruana. Há ao redo
  8. Segunda Parte Em Cusco – PE Ao desembarcar em Cusco, a primeira preocupação deve ser: como o organismo irá se adaptar ao ar rarefeito de uma cidade situada a 3.360 m acima do nível do mar. Ainda dentro do aeroporto, comecei a sentir-me cansado, respiração ofegante. Esses geralmente são os primeiros sinais que o corpo apresenta. Caso não se tome alguns cuidados, poderá evoluir para tonturas, fortes dores de cabeça, náuseas e vômitos. Casos mais graves, necessitam de internação hospitalar. Assim que puder, deve-se tomar o chá da folha da Coca, pois é rápido e eficiente para minorar os efeit
  9. Oi Romário, Na realidade, vc entra no Peru não por Cobija-Bolivia, e sim por Iñapari-Peru, que faz fronteira com a cidade brasileira de Assis Brasil. Para se chegar até lá, avança-se por estrada asfaltada em boas condições por mais 110 km em território brasileiro, nesse ponto atravessa-se uma ponte e entra no território peruano por estrada asfaltada também, até chegar à cidade de Puerto Maldonado e de lá pode-se chegar a Cusco por estrada em asfaltamento ou de avião. Havendo mais dúvida, é só avisar. Grande abraço.
  10. Oi Aline Quando estiveres em Machu Pichu, terás as seguintes alternativas para voltar a Cusco: 1- Águas Calientes (Machu Pichu) a Ollantaytambo - trem Ollantaytambo a Cusco - Van ou taxi (as numerosas vans saem da estação de trem) 2- Águas Calientes (Machu Pichu) a Cusco - trem A alternativa 1 é mais barata Valeu.
  11. Oi Aline Para fazeres a caminhada na Trilha Inca, com certeza deverás chegar primeiramente a Cusco-PE. Percorrer toda a trilha, leva em média 4 dias, mas é possível fazer percursos parciais de 1, 2 ou 3 dias a partir de vilarejos situados em torno de Cusco. Na trilha sempre há muitos mochileiros, principalmente jovens, de todos os lugares do mundo. O ideal é buscar infomações em Cusco e de lá com certeza, poderás ir de trem, van ou táxi até o ponto de partida a escolher, dependendo de sua disposição. Espero ter ajudado. Abração e boa caminhada.
  12. Oi Séfora, Que bom que está gostando do relato. Nessa semana estarei postando a segunda parte, e nele com certeza darei ênfase a hospedagens e a melhor opção de moeda a usar. Só por curiosidade: Vc vai partir de que cidade? Grande abraço.
  13. O relato que faço a seguir, como prometido, tem por principal objetivo, auxiliar os freqüentadores do “Mochileiros” que pretendem ir a Cusco, partindo da fronteira do Acre-Brasil com o Peru. De Rio Branco a Assis Brasil (Acre – Brasil ) O Transporte No terminal rodoviário de Rio Branco, é possível pegar táxi lotação (vaga para quatro pessoas) ou ônibus. Em ambas as situações, pode-se ir direto a Assis Brasil ( 330 km), na fronteira com o Perú ou fazer antes uma breve escala em Brasiléia – fronteira (220 km) com a Bolívia. A estrada é asfaltada em boas condições e oferece pontos de apo
  14. Cintia Mais um pouco de tempo publicarei os detalhes, que tenho certeza, lhes ajudarão de alguma forma. O Peru deve ser aproveitado ao máximo e tenho certeza que você e o namorado irão fazer isso. Prá mim, minha esposa e filhos foi "A Viagem". Inesquecível em todos os detalhes e momentos. Abraços.
×
×
  • Criar Novo...