Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Rivelinodelgado

Membros
  • Total de itens

    3
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Rivelinodelgado

  • Data de Nascimento Agosto 12

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Parque Nacional do Caparaó - Parque Nacional Serra do Cipó -
  • Próximo Destino
    Outubro 2010 - Parque Nacional do Caparaó;
    Janeiro 2011 - Chapada Diamantina;
  1. Prezado Leonardo, a entrada no parque deve ser seguida de agendamentos através do site "http://www.icmbio.gov.br/parnacaparao/4-parque-nacional-do-caparao.html" ou tente melhroes informações através dos telefones do parque: 32 3747 2086 (Portaria de Alto Caparaó) 32 3747 2943 (Sede Administrativa) (dados retirados do site do Parque). Fique com Deus.
  2. RELATO DE VIAGEM AO PARQUE NACIONAL DO PARQUE DO CAPARAÓ/MG Olá companheiros de Mochilão. Postarei aqui um breve relato do meu primeirão mochilão com toda a minha família. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031204244.JPG 500 375 Família Delgado]Foto tirada na entrada do PN do Caparaó, entrada em Alto Caparaó/MG. [ ][/picturethis] Bem, iniciemos. Sou militar e sempre que posso acampo nos arredores da minha cidade (Teófilo Otoni/MG). Faço isto não apenas como hobby, mas principalmente por uma questão de higiene mental e qualidade de vida. Precisava tirar uns dias de férias, uma vez que não tive a oportunidade de tira-las ainda nesse ano de 2010. Resolvi tirar 05 (cinco) dias e a princípio estava com a intenção de ir para o PN da Serra do Cipó. Mudei de idéia logo depois que, pela primeira vez, minha esposa resolveu ir comigo. Assim decidimos sair no dia 14 de outubro - quinta e retornar no dia 16 de outubro - sábado. Após fazer os contatos com o Parque e agendarmos nossa ida (importante para quem quer ir ao Parque), descobrimos que teríamos o Parque praticamente para nós. Estaria vazio. Saímos na quinta. Eu, minha esposa (Núbia), que morre de medo de bicho, meu filho Thiago Delgado (17 anos), minha filhinha Ana Vitória (05 anos) e nosso amigo Vinícius. Após uma viagem longa (390 km), passando por Governador Valadares, Caratinga, Realeza, Manhuaçu, Reduto, Manhumirim, Alto Jequitibá e por fim Alto Caparaó. Chegamos por volta das 14 horas e depois de acertos na entrada do Parque, rumamos para o Camping da Tronqueira (6 km). A nossa intenção não era subir ao Pico da Bandeira, até porque nossa filha estava conosco e havíamos combinado curtir a natureza e as belas cachoeiras existentes. Subimos os 06 km que separam a entrada do Parque até o Camping Tronqueira com muito entusiasmo, em meio a neblina (isto às 15 horas) e sol. A cada metro subido uma imagem mais linda para se ver. Confesso que me surpreendi com as paisagens vistas. Minha filhinha não fechava os olhos. Gritava no carro, pai, olha isto aqui... pai, olha aquilo ali... foi ótimo a subida, já estava valendo a pena a viagem. Montamos acampamento rápido e tratamos de comer um "rango" rápido. Não levamos muitas tralhas, somente o habitual (espiriteira, comidas rápidas [feijão camil, arroz parborizado, carne enlatada, leite em pó, chocolate, etc], tendo todo o cuidado de organizar o lixo e deixando nos latões de lixo existentes lá). Para quem não conhece o Camping da Tronqueira, existe uma estrutura básica há alguns metros do gramado. Banheiro masculino / feminino, com sanitários e chuveiros (banho frio, frio não... gelado), área para lavar pratos, tanque. O gramado é protegido por árvores, de forma tal que não existe muita ação do vento e existem mesas e quiosques. Depois de uma refeição quentinha e boa olhada no mirante (vc vê a cidade de Alto Caparaó/MG - visão linda, embora prejudicada pela ação da neblina), já era hora de dormir. Deitamos bem cedinho devido a forte neblina (depois descobri que na verdade eram núvens mesmo... rs...) e o frio intenso, resolvido com muitos agasalhos e um bom chocolate quente. Dormimos bem e após o café da manhã fomos passear. Resolvemos ir ao Vale Encantado. Realmente o nome faz jus ao local. Lindo, lindo e lindo. Uma pena não poder entrar na água (tava muito fria). Com o sangue quente ainda resolvemos aproveitar a trilha (muito boa e sinalizada) e subir um pouco mais. Resolvemos ir ao Camping do Terreirão. Fizemos uma caminha bem tranquila, pois estávamos com a nossa filha. Não nos preocupamos com relógio. Queríamos apenas curtir o momento e tirar o máximo de fotos. Voltamos e após um bom almoço... hora da verdade... resolvi tomar banho e confesso... foi osso... a água estava fria demais... eu estava sem um sensor climático lá em cima, mas na volta perguntei para os guarda do parque e estes me informaram que a temperatura estava a 4º graus na madrugada e que a água geralmente estava entre 06 a 12 graus. Depois de um bom banho e de uma comidinha quente, hora de dormir... dormimos cedo de novo. Na manhã do sábado acordamos com chuva. Era uma chuva bem fininha, que atrapalhou os nossos planos. Resolvemos desmontar o acampamento e descermos a montanha. Visitamos a Cachoeira Bonita e o Vale Verde. Pessoal, este primeiro mochilão com a família foi realmente maravilhoso. Já estamos planejando o próximo. Talvez PN da Serra da Canastra ou da Serra do Cipó. Vamos estudar ainda. Fiquem com Deus. Rivelino Delgado e família.
  3. Rivelinodelgado

    Iquique

    Prezados Companheiros, É a primeira vez que posto por aqui. Vou para Iquique em Julho e tenho uma grande dúvida. A minha pergunta está direcionada àqueles que já foram a Iquique no mês de julho. Neste período lá é muito frio? Qual a média de temperatura? Posso deixar para comprar roupas de frio por lá mesmo? Os preços compensam? Grato e fiquem com Deus.
×
×
  • Criar Novo...