Ir para conteúdo

albertinho

Colaboradores
  • Total de itens

    199
  • Registro em

  • Última visita

Posts postados por albertinho

  1. Salve galera,

     

    Estou querendo fazer o treking Huayna Potosí alguem sabe qual é o valor,

    Vou para Bolívia em Novembro e quero fazer essa trip.

     

    Vlw

     

    Voltei de La Paz dia 17. Os preços para 3 dias de Huayna estão partindo de 1200 Bolivianos, valendo a pechincha!

  2. E exatamente isso!

     

    O parque tem 15 vagas para camping, das quais 10 são destinadas para o povo que reserva, as 5 restantes, são preenchidas por ordem de chegada.

     

    Ou seja: para você conseguir vaga para barraca no feriado do dia 4, terá que chegar na entrada do parque antes do mesmo abrir. SE as tais 5 vagas já estiverem preenchidas por quem tenha chego antes do dia 4, você terá que ir para outro lugar.

  3. Próximo, não há mais nenhuma.

     

    Havia o Alsene, mas foi interditada pelo ICM

     

    Tirando a área de acampamento do parque, o camping mais próximo da parte alta é a Posada dos Lírios, mas ela não fica a uns 10km da entrada do Posto Marcão. Tel: 24 3352 3302

  4. Vamo lá!

     

    O melhor negócio em se tratando de acomodação no parque à preços módicos, é ficar no Camping Rebouças que fica dentro do parque em sua parte alta. Porém, consta que as vagas disponíveis para os que fazem reserva, já estão esgotadas. No entanto, o parque guarda 5 vagas de barracas, para os primeiros que chegarem ao parque, desejando acampar por lá.

     

    O ABRIGO Rebouças que fica junto ao Camping Rebouças, consta no site do parque, que ainda se encontra fechado para manutenção.

     

    As outras opções mais próximas do parque, são as pousadas dos Lobos e dos Lírios. A primeira é uma pousada cara e creio que para o feriado não tenha mais vagas. Já a dos Lírios (mais em conta) também pode estar cheia para o feriado, porém ela conta com uma grande área de camping que não tem como não ter vaga.

     

    Vale lembrar que nenhuma dessas pousadas se localiza a menos de 10 km da entrada da parte alta do parque.

     

    Para ir da parte alta do parque para a baixa, ou você desce a pé durante 2 dias pela travessia Rui Braga, ou você vai de carro mesmo, descendo tudo que subiu, até a o km 318 da Dutra, na cidade de Itatiaia e finalmente chega à sede do parque, em um trajeto que deve levar entre 45-60 minutos.

     

    Em feriados há um movimento maior, sim. E creio que neste de Tiradentes o parque esteja cheio, especialmente por ser o primeiro feriado "pós verão".

     

    Caso realmente queiram acampar no Rebouças, o melhor negócio é tentar chegar ao Posto Marcão (portaria da parte alta) antes de sua abertura, isso implica em viajar na madruga mesmo...

     

    E é isso! Caso tenha outras dúvidas, é só mandar!

     

    Abrax

  5. Salve!

     

    Pelo que vi, nem o chinês nem o Z-Lite são infláveis. São isolantes de espuma sintética de célula fechada... Bastante duráveis, porém, pesadinhos e, sobretudo, volumosos.

     

    Abs!

     

    O Z-Lite não é inflável, é sanfonável!

     

    De um conforto surpreendente, não o acho pesado, mas é volumoso como qualquer isolante (não inflável) bom.

     

    Abração!

  6. Moçadinha!

     

    Em tempos de dólar alto, definitivamente o assunto câmbio é importante, mas vamos deixar este tópico para falarmos de Torres del Paine!

     

    Abraço!

     

    P.s.: Zé Claudio, você quer levar 37000 pesos pra patagonia!!??!?!?

  7.  

    Mas a pergunta é: o full day que sai de El Calafate para TDP passa perto do Refúgio Paine Grande? E do Grey?

     

    valeu!!!

     

    Olha carinha....

     

    Pelo que eu entendi, esse Full Day passa pela Portaria da Laguna Amarga e de Pudeto. A Pudeto é o mais próximo que se pode chegar do Paine Grande sem ter que fazer força, pois dali, você pode pegar um barco para o Paine Grande.

     

    Nos refúgios Paine Grande e Grey só se chega, ou caminhando, ou de barco.

     

    Dê uma nova conferida no mapa

     

    mapaPAINE.jpg

  8. CALMA JOSÉ!!!!

     

    FUJA DO ALGODÃO!!! Isto é fato! Compre uns 2 pares de meia de Lã, que não é aquela que as avós fazem, e 2 pares de Colmax, que até parece uma meia social. E aproveite, que este é um dos menores gastos que você terá com equipamento!

     

    Você deverá combinar esses dois tipos, logo estará com 2 meias.

     

    Mas pra que tanto?

     

    - Para evitar a formação de bolhas no seu pé.

     

    Por isso que as botas de caminhada devem ser um número maior! Além é claro do fato do inchaço a que o pé está sujeito em função da longa caminhada com mochila.

     

    Sei que você está com a trip cronometrada, mas se der tempo pra dar uma corrida em alguma loja de montanha de Puerto Natales, você pode fazer uma PUTA economia.

     

    Abração

  9. Olha só Daniel!

     

    Dá uma olhada nessa AULA que o Leo já nos deu aqui!!!

     

    http://www.mochileiros.com/como-vestir-se-em-locais-frios-sistema-de-camadas-anorak-fleece-underwear-t32962.html.

     

    Lá ele explica direitinho como funciona a camada externa e de como ela é feita!

     

    Sobre a Decathlon.....aaahhh a Decathlon..... Não que eu seja um Mezner, mas sinceramente, esse vendedor perdeu uma excelente oportunidade para ficar calado!!

     

    Essa calça, a forclaz 900, é uma calça para treking, não uma calça impermeável, calça anorak se preferir. A úlima vez que estive na Decathlon do 16 da Raposo Tavares, em janeiro, não havia nenhuma calça impermeável e respirável.

     

    Não compre essa tal calça de esqui, MELHOR, não compre nada da Qechua! Vá a alguma outra loja, o vasculhe as muitas webstores de aventura que temos aqui no Brasil e seja feliz com as opções que temos por aqui.

     

    P.s.: Tenho várias coisas da Quechua, e sou muito feliz com elas! ::otemo::

  10. http://[/url]Água nunca será problema por lá! Você não passa mais de 30 minutos sem cruzar com um veio d'água! Eu levei apenas uma garrafa de 1 litro da Nalgene que nunca estava completamente cheia. Não vejo necessidade de carregar esse kg extra de algo que abunda tanto na região.

     

    Das duas vezes que fui, levei clorín, mas sequer usei e minha saúde está 200%. O próprio parque indica que toda água de lá é potável. O risco é se algum animal morreu ou defecou a jusante do rio (rio acima) mas também não vejo isso como risco a sua saúde, é "apenas" nojento mesmo....

     

    Quanto a Vapza, que realmente é uma excelente opção para trilhas, não sei se não encrencarão com você não.....afinal, mesmo sendo embalada à vácuo, estamos falando de um produto de origem animal..... O que você terá que fazer, invariavelmente, é declarar que está entrando com tal produto e estar sujeita aos eventuais questionamentos do seríssimo controle da SAG.

     

    O que eu faria se fosse você, é levar comida liofilizada, pois além de levíssima e prática é, certamente, de entrada liberada pela SAG.

     

    Esse videozinho explica tudo que você precisa saber sobre entrada com produtos de origem vegetal/animal no Chile:

     

    http://www.sag.cl/ingreso-o-salida-de-chile

     

    Abs

  11. SIIIIIIIIIIM MEU POOOOOVO!!!

     

    O que eu ouvi dizer, é que esse "caminho secreto da corrente do bem hipponga" faz com que se chegue ao parque por algum canto fazendo com que o contemplado em saber o tal, não tenha que pagar a entrada no Santuário de Machu Picchu.

     

    Não estou falando da Carretera Hiram Bingham, o tal zig-zag com escadas no meio.

  12. Ou ainda.... você não está se referindo a um tal "caminho secreto" que eu já ouvi falar que existe (mas nunca ouvi falar de alguém que o tenha feito) onde, teoricamente, é possível entrar no parque sem pagar?

     

    Fiquei curioso

     

    Cara!!!

     

    O que eu sei é isso..... ouvi um hippie, logo péssima fonte, dizer que uns amigos tinham um mapa que foi repassado meio na linha "a corrente do bem" de uma tal trilha que o nego nego começa a subir as 4 da manhã e chega no parque junto com as primeiras levas de turistas.

     

    Eu, sinceramente achei uma PUTA balela, ainda mais depois de ter conhecido o lugar e ver que o relevo dele não permite o pessoal do parque sequer saber que esse caminho existe....

  13. pesquisei bastante, e falei com varias pessoas , e a questão mais interessante é , se eles exigem tudo isso, tem que ter fiscalização , mas não tem .... ou seja , se não tem policiamento ... Partiu trilha inka ao contrario ...!! ::otemo::

     

    Não tem como voltar pela Trilha Inca!

     

     

    Mas kara , se a trilha sobe , ela pode descer... como assim não da pra descer?? só pegar o caminho contrario da subida ...

     

    ou .. ??

     

    Olha cara.... A Trilha Inka consiste em uma caminhada de 4 dias com 3 pernoites.

     

    As áreas de camping são EXTREMAMENTE controladas e a disposição das barracas são feitas de acordo com a reserva das agências. Em TODAS as áreas existem instalações do governo para verificar a situação dos turistas, dos guias, porteadores e também para a manutenção do local (limpeza dos banheiros, gestão dos resíduos, cortar mato, etc).

     

    Sempre haverá algum funcionário em pontos da trilha cuidando da conservação da mesma. É importante lembrar que estamos falando de um sítio arqueológico. Se eles o encontrarem fazendo o caminho inverso, certamente lhe dirão mais que apenas um "oi".

     

    A trilha é muito mais que apenas "uma subida na ida" e um "descida na volta".

     

    Será que você não está confundindo a a trilha, com a Carretera Hiram Bingham que é a estrada que sobe da cidade de Aguas Callientes para o Santuário de Machu Picchu? Essa sim, perfeitamente factível por conta.

     

    Ou ainda.... você não está se referindo a um tal "caminho secreto" que eu já ouvi falar que existe (mas nunca ouvi falar de alguém que o tenha feito) onde, teoricamente, é possível entrar no parque sem pagar?

×
×
  • Criar Novo...