Ir para conteúdo

yurinando

Membros
  • Total de itens

    68
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre yurinando

  • Data de Nascimento 31-05-1984

Bio

  • Ocupação
    Estudante de Engenharia
  1. TEm varias agencias lá em cusco de motos e principalmente de carros. A pamela quando eu fui foi de longe a mais barata, simpática e a unica que não tentou me dar volta. Mas já aconteceu comigo tb no peru de outro empresa que eu confiava muito que tinha usado e recomendado para varias pessoas mudar o serviço de uma ano pro outro e ficar uma porcaria. Assim como acontece aqui no Brasil. Voce vai sempre em um restaurante e do nado o serviço fica uma merda assim como a comida. Acho que pode ser complicações dos nossos problemas de desenvolvimento ou sei lá. Maneiro que o calafra respondeu. E o tempo voa. Logo logo vou tentar algo assim pela argentina. Mas dessa vez de carro.
  2. É como a maioria dos blogs aqui com o meu toque. Vou deixar algumas fotos para ilustrar. http://yurinando.blogspot.com.br/ http://yurinando.blogspot.com.br/ http://yurinando.blogspot.com.br/ [linkbox]http://yurinando.blogspot.com.br/[/linkbox]
  3. Leo: Valeu Leo, escrevi esse post muito para voce tb. Porque vc quem me inspirou, se não fosse isso eu nem ia imaginar alugar moto em cusco, quanto mais alugar barato na "Pamela"(que precisa de um marketing)((ninguem conhece o negocio dela nem lá)). Então cara, eu sou assim. Entro no orçamento, não tem perigo de violencia, animais super perigosos... eu to enfrentando. Lico: Sim Lico, primeira vez que guiei uma moto foi lá em cusco no primeiro dia no Vale SAgrado. rsrsrsrsrsrs Sim aprendi no youtube. rsrsrsrs (alias em tres linguas, ingles, espanhol e no final achei um paulista). Sim foi dificil pacas e perigoso. Tive ajuda também de Jesus no céu e Jesus na terra(O peruano que era instrutor da PAmela). Ele me deu 20 min de mini-curso super avançado. rsrsrs Cara, logo posto meu relato completo e gostaria muito que voces lessem... Aguardem!
  4. De tudo que aconteceu nessa viagem, coisa mais excitante de longe foi fazer o vale sagrado de moto. O vale é onde fica a maior quantidade de ruínas turisticamente importantes depois de Machu Pichu, no departamento de Cuzco, Peru. É possível visitar superficialmente o vale em dois dias, creio que o ideal seria ficar uma semana e no modo supremo seria ficar um mês só visitando o vale. A maioria das pessoas visita com agência, mas queríamos visitar tudo com tranquilidade e sem um guia chato limitando nossa vibe. Por isso e muitos outros motivos decidimos alugar uma moto. A Locadora é a "Pamela Motors Tours". Localizado perto da Plaza das Armas, en la calle Plateros # 399 (esquina de Siete Cuartones). ([email protected] e [email protected] Sacred Valley moto Tours, tel: 084-9606750 084-9672163). Pamela é uma jovem senhora muito simpática e profissional(diferente de muitos cusquenos). A loja é simples e também vende material de esporte radical. O contrato é unilateral e caso haja qualquer dano na moto, tem que pagar integralmente e também em caso de roubo boa parte do prejuízo é do cliente. Sim, sim... é um contrato abusivo, porém fácil de recorrer, mas difícil de fazer isso sem uma grande dor de cabeça. Claro que ninguém quer pensar nisso e normalmente não acontece nada. O Peru é uma país muito mais seguro que o Brasil e tomando o mínimo cuidado e tendo bom senso não acontece nada. Para fechar o contrato é necessário ou deixar o passaporte de garantia, ou deixar a identidade e pagar 100 dólares ou deixar nada e pagar 200 dólares. O aluguel da moto é na média de 22 dólares. Os equipamentos: capacete fechado ou aberto, óculos, jaqueta impermeável, luvas, óleo para as correntes, camaras, bomba, ferramentas, opcional(calça impermeável). Também vale apena acrescentar: Leve equipamento próprio investindo num bom impermeável, principalmente em época de chuva(chuva é uma merda, acredite!); uma balaclava; uma luva extra. A moto é uma tornado Honda que é um veiculo incrível, resistente e super eficiente. Para encher o tanque custa por volta de 40 soles. O transito no geral é tranquilo pois é o interior de Cuzco. Mesmo assim deve-se ter atenção aos motoristas sinistramente imprudentes e mal educados. Entre sempre buzinando nas curvas e evita disputar com eles. Deixem eles passarem e continue a viagem com tranquilidade. Pode-se almoçar nos muitos vilarejos da região. É possível encontrar desde 8 a 30 soles o menu. O gasto total foi de 717 soles. Considerando que somos um casal. Com 4 dias hosteis, duas refeições, uns yogurts, gasolina e desayunos. Foi minha primeira experiência na moto. Se quiser saber com detalhes o que aconteceu, procura pelo meu relato, onde vou contar uma história longa dos 4 dias com a moto. Mas vou deixar uma dicas aqui: - Coragem FDP, não é a hora de medinho; - Veja vídeos de como guiar uma moto no youtube: - Arruma direito a mochila deixa ela leve e com uma capa boa para chuva. - No começo a moto morre, se erra marcha, ladeira é um inferno e tudo deve ser feito na maior calma. - Descobrimos que é possível sempre deixar as coisas com os guardas do parque com segurança. É só ser educado e trocar um papo. Percebemos também que éramos sempre muito bem vindos por estarmos de moto, era sempre um sorriso quando eles descobriam. 1 dia http://goo.gl/maps/6sFsF Esse trecho é o mais tranquilo, bom para se acostumar com a moto. Pontos de parada obrigatórios são do vale que se pode ver a cidade de Cuzco e quando se chega nos mirantes de Pisac. Atenção quando entrar em Pisac, há um transito chatinho. Preferimos dormir em Calca por pura sorte e descobrimos uma ótima cidade com preços justos, boa vibe e bem bonita. Se tiver tempo também possível visitar Lares gastando mais dois dias. Hospedagem [por nome] de 35 soles e a melhor pizza da viagem na mesma rua por 25 soles. 2 dia O dia mais difícil. Até Ollantaytambo é tranquilo. A estrada fica horrível na entrada e saída da cidade(curioso por ser apenas nessas partes). A cidade é pequena e o transito de turistas e vans torna o ambiente vem caótico. Depois dessa ruína a estrada é encantadora com bom asfalto e paisagens incríveis. A chuva normalmente é fraca e tem sol para aquecer. Atenção a uma ruína desconhecida e muito bonita. Vale uma parada. Uma das partes mais difíceis é a do topo pois existem neblina densa, chuva, clima bem frio e estrada levemente acidentada. Então é bom manter a calma, andar com mais atenção reduzindo a velocidade. Atenção para não levar um susto com os cachorros doidos que vão para o meio da rua disputar território com a sua moto, hehehe. Infelizmente tinha tanta neblina e estava tão frio que não paramos no topo para visualizar o lugar, c´est la vie. Quando começa a descer de novo, vem a floresta tropical e volta o sol. Atenção as valas que ficam nos cantos das montanhas. É só passar devagar em primeira acelerando constante que não se molha. Cuidado também que há um ponte bem velha onde é difícil passar. Se ficar inseguro, desça da moto e vá a pé com ela. Se for de carro, não passe pela ponte, passe pela vala. Também um trecho da estrada que não está pronto. Essa parte é surpreendente por ser bem rústica, parece uma pista de off-road ainda mais comparando com o resto de boa estrada. É uma parte pequena, 10 min. Quando chegar em Santa Maria, preste bem atenção que deve-se sair da estrada principal e virar a esquerda para Santa Tereza. Não há placas, mas é aonde ficam mais pessoas amontoadas com taxis, vans, galinhas, cholas, lamas e o diabo. As pessoas também gritam e gesticulam ajudar os viajantes para não errar o caminho. A estrada de para Santa Tereza é de terra e esburacada. Apesar disso é possível fazê numa velocidade razoável, principalmente com uma moto como a tornado. Deve prestar muito atenção nas curvas principalmente porque a estrada só comporta um veiculo por vez. Entre sempre buzinando, SEMPRE. Essa estrada bloqueia muitas vezes com deslizamento, ela é precária. Porém normalmente eles consertam bem rápido. Preferimos deixar a moto em Santa Tereza por ser apenas 5 soles e ficar num lugar mais seguro. Além de podermos evitar um trecho de estrada também precário. Mas para quem quiser deixar a moto na hidroelétrica, não é nenhum segredo. Apenas questão de preferência. O taxi até a Hidroelétrica custa 5 soles e pode haver desconto. A trilha é de 3 horas e bem tranquila. Acabou que pegamos metade da trilha a noite e estávamos bem cansados, por isso demoramos 4 horas para chegar. 3 dia em Machu Pichu 4 dia A volta foi bem mais rápida, pois já estava muito bem adaptado a moto. A estrada até Santa Maria estava bem acidentada, havia chovido muito e foi meio sinistro com a moto sambando mais do que nunca. Enchi o tanque em Santa e fomos direto a Ollantaytambo. Ir direto assim é pesado e se você estiver cansado como nós estávamos eu não aconselho. Mas saímos de Santa Tereza as 9:30 e chegamos na ruína 13h30-14h. De lá fomos para Urubamba e iríamos para Moray. Porém o rio forte danificou a ponte e ela estava interditada. Então voltamos para Cuzco por onde viemos, Calca - Pisac - Sac - Cuzco. O trafico estava mais intenso e os Cusquenos barbeiros atacando como nunca. Sempre Paciência, atenção e deixar os imbecis passarem. O bom de voltar por esse caminho é que se evita o trafego intenso de Cuzco, essa foi a melhor parte. Chegamos na Pamela, ela fez inspeção e moto estava perfeita para o meu orgulho. Não posso terminar essa história sem elogiar novamente essa super moto Honda Tornado, pau para toda obra; Pamela, profissional rara por aqueles lados; minha extraordinária companheira Halanne que aguentou todos os perrengues e a minha pilotagem com sorriso, paciência e bom humor. E por fim a esse lugar que dispenso palavras. O vale sagrado. Se existe Deus, para mim, eles está nesses lugares. Obrigado Pachamama! PS.: Esse é o meu blog onde postei esse relato e postarei um semanalmente. http://yurinando.blogspot.com.br/2013/03/viagemdemotomachupichu.html Eu, a guerreira e o mirante de Pisac.
  5. Já li bastante por aqui e claro os posts do Leo sobre alugar motos por lá. vai de chapéu para lá que seu te ver na rua te reconheço rsrs
  6. Pessoal, Estarei eu e minha mulher: 21 - 24 la paz 24 - 01 cusco 01 - 05 arequipa depois não sei bem ainda. Vou fazer o fim de ano em cusco e o resto do tempo vou fazer machu-pichu e ruinas de moto. Vou alugar uma. Qualquer coisa, entrem em contato facebook e email [email protected] ou yuri mota abraço
  7. Ali no Quartier Latin então ta cheio de malandro. Na maioria das vezes mesmo com a menina errando ou simplesmente sendo inocente não acontece muita coisa, vai ouvir algo cabeludo(toi vien coucher avec moi brasiliene que je sais comment c'est fait), leva um susto e sai fora a la brasileira. Mas as algumas vezes a merda fica pior. Enfim, senhora... felicidade com o novo marido impaciente, rsrs
  8. Caro vogetta, Voce conseguiu instalar mapas no seu android nesse programa ou em qualquer outro. Vou fazer cusco machu pichu de moto e tem mapa de la, porem so consigo achar on line. Aqueles off lines to quebrando a cabeça aqui mas nao consigo instalar. Queria era botar logo um mapa tipo garmin gtx e ter ele sempre mesmo off line abraço e grato yuri
  9. Meninas, se alguem perguntar se estao so vcs duas viajando sozinhas, mintam. Digam que seus pais estao logo perto, ou que vieram com varios amigos da escola/faculdade. Mesmo se o cara tiver cara de "principe encantado" e vcs quiserem tirar onda que estao viajando sozinhas. é so ficar esperta que nada de errado vai acontecer, o brasil muito pior.
  10. Obrigado pelo resposta queridos Layam e Gabriel. So a titulo de curiosidade, como as empresas conseguem cobrar 150-180 dolares pela salkantay se so a passagem de volta de trem custa 70 dolares. O que os guias e ajudantes ganham? Alfafa ? abraço e obrigado
  11. Calafra, mandei tb por mp. Voce poderia explicar o que aconteceu mais detalhado, pois isso me preocupa um pouco. Da outra vez que fui aluguel uma bike e tive problema parecido e pior. O banco da bicicleta quebrou com meu amigo usando ela normalmente. Usamos a bicicleta na maior parte do tempo em asfalto, nem absumos. Ae queriam cobra por um selim novo. Ameacei chamar a policia e tal e no final morreu uns 20 soles. Entao conte. Leo, ainda ta fazendo passeios de moto por la? vou no final de dezembro antes do ano novo ou logo apos. Vi tb que vc abriu um hostel em punta, cara parabens, é um sonho meu abrir um. abraço
  12. Queridos, Estou vendo passagem de trem de volta Machu pichu - Cuzco apenas por 70 dolares pra cima. To achando isso muito caro, pois da ultima vez, gastei 30 e poucos. Vcs acham que esse valor procede? abraço
  13. meu caro lico, Acho que vc se enganou ou eu entendi errado. A carteira de estudante ISIC é valida sim para compra ingresso para machu pichu tendo qualquer idade. No caso ela é invalida para maiores de 25anos no boleto turistico. So achei importante pq pode dar confusao na sua ultima informaçao, ja que todas as outras vc foi amadamente preciso e entao as pessoas podem acreditar cegamente em vc. Abraço
  14. entendo carla, é que 700 dolares é metade do oraçamento da minha viagem todo de um mes. Entao é mais um motivo de ser caro. Fora 700 dolares é coisa pra caramba. Mas claro que os guias mererecem mais, as mulas, alpacas e ainda mais o cavalo de emergencia. rs Essas fotos ae heim, parabens!
  15. Caramba, mas é um preço bem alto... É normal isso ou vc pagou um pacote mais sofisticado ? abraços e mais uma vez, QUE FOTOS!
×
×
  • Criar Novo...