Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Don_

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

6 Neutra

Sobre Don_

  • Data de Nascimento 24-01-1984

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Estados visitados no Brasil: Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Muitos estados conheço pouco, com breve passagem. Algumas breves visitas também no Uruguai e Argentina (Santo Tomé).
  • Próximo Destino
    Chapada da Diamantina (BA) e Machu Picchu
  • Ocupação
    Estudante de jornalismo e comunicador.
  • Meu Blog

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Caro Ruan, todo momento vale. Junte uma grana, mas saber exatamente o valor é complicado. Depende do roteiro, dos custos, de quanto tempo ficará nos lugares. Na minha viagem, por exemplo, mmesmo sendo essencialmente de carona, gastei uns 1.200, se não tô enganado. Talvez um pouco mais. Venda o que não está usando, junte uma grana com trampos e pé na estrada. Boa sorte!
  2. Lucas, me programei sim. Não em absoluto. Deixei algumas coisas por conta do imprevista, mas a maior parte da aventura foi bem pensada. Claro que nunca sabia onde ia parar e dormir. Onde desse, ia em frente. Evitei caronas noturnas, são sempre delicadas. Aproveitei minhas férias para voar. 30 dias. utilizei 18 apenas na viagem. O resto pra descanso. Se pensar muito, não vai. Tem que se programar e voar!
  3. Excelentes experiências, hein, Caroneira. Compartilhar histórias é muito bom.
  4. Fala, grande Bahiaronan! Cara, você ainda tá em Fortaleza? Já fui pra Jeri. Numa das vezes de carona. Punk! Dá demais pra fazer a trip sim. Tá pode onde? Já voltou? O ponto estratégico para sair de Fortaleza é na barreira da Sefaz. Todos os caminhões precisam parar para apresentar notas fiscais e tal. COnquista a confiança dos policiais de lá que fazem plantão, fala da viagem e tal e depois vai abordando os caminhoneiros. Abraço!! Don
  5. Reflexões sobre a viagem Eu acredito que não há sensação melhor do que a de viajar. São tantos os lugares para conhecer. Uma mochila, algumas roupas, garrafas d’água, um bom tênis, câmera fotográfica e um mapa. São os itens indispensáveis para um bom aventureiro. Dali a pouco você está caminhando por um lugar totalmente desconhecido, por onde não tem certeza se tornará a ver, passando por pessoas diferentes, sem a mínima intenção de apurar um rosto familiar. Você é seu próprio dono, seu próprio sofrimento, sua própria busca. Percebe que não importa onde estejamos, estaremos sempre perto do que queremos, mas nunca o suficiente para alcançá-lo. Não teria graça alguma fazê-lo. Eu estava cruzando a cidade de Feira de Santana, na Bahia, enfrentando muita poeira, um sol daqueles e com um certo medo, já que a região era perigosa. Depois de mais de 10 km caminhando na estrada, sem conseguir uma carona sequer, vou até um barzinho, desses de beira de estrada, e compro outra garrafa d’água. A sensação era a melhor possível! Difícil descrever! Descansar um pouco os ombros e as pernas e conversar com pessoas simples, num lugar esquecido. Contei-lhes a história e recebi sorrisos como moeda de troca. Mais fascinante que visitar o que normalmente não é visitado, é degustar a simplicidade de outro mundo, conversar com outros brasileiros, em outras condições, com outras línguas. Só somos um todo pelas partes que o formam. Eu e um amigo conversávamos sobre isso. Os cantinhos visitados, os contatos realizados, os sentimentos experimentados e as ulteriores coisas que são assimiladas representam pequenos pedacinhos que grudam na gente como metal no imã; e ficam. Crescemos espiritualmente como uma pequena bola de neve, descendo a montanha congelada. Abraço! Don
  6. Rafael, ainda não estive nesses lugares. Deve ser muito bacana. Abaixo postarei mais algumas coisas sobre a viagem. Espero que te sirvam... Abraço! Don
  7. Rafael, Quando eu terminar o livro (publicado ou não), certamente avisarei sobre e, se possível disponibilizarei. O Mochileiros.com é um excelente ambiente para trocar experiências. Que viagem fará? Forte abraço!
  8. É... Viajar de carona requer uma boa dose de coragem e outra de paciência. Recentemente saí de Fortaleza em direção ao RS pegando carona. Foram 18 dias de viagem. * Mulher sozinha pegando carona é algo realmente complicado, mas acompanhada de outro homem (ideal), é tranquilo; * Postos fiscais até servem para se pedir carona, mas a Polícia Rodoviária complica tudo e até te impede de pedir carona na frente do posto. Em Pernambuco, por exemplo, não só não deixavam pegar carona perto do posto, como me vigiaram em alguns trechos; * Procurar sempre lombadas ou outras coisas que façam o veículo reduzir bastante a velocidade. Se o carinha estiver a milhão, não vai nem te perceber à beira da estrada; * Pedir carona no dedão até dá certo, mas precisa de mais paciência ainda. Procure sempre postos de gasolina, converse com frentistas. Se a carona seguinte for te deixar no meio da estrada, peça para ficar em algum posto, mesmo que isso signifique perder 50 km de carona; * A cara-de-pau é a ferramenta mais necessária. Se tiver vergonha, não tente viajar assim. Você precisa estar pronto para o que der e vier. Abraço! Don
  9. Janis, Poisé... Viajar pegando carona na estrada não é lá uma coisa tão segura, muito longe disso. É perigoso, sim, mas com manha e atenção dá pra fazer a viagem sim. O ideal, Janis, é conseguir uma companhia legal pra ir, para dar mais segurança e tornar a aventura mais divertida. Eu, por exemplo, tive que fazer essa loucura só, mas as próximas certamente serão acompanhadas. Meu contato é [email protected] Qualquer coisa, é só avisar. Abração! Don
  10. É exatamente isso, Beto! :'> Viajar pegando carona e caminhando é algo que só quem o fez sabe o valor que tem. É uma viagem espiritual, eu diria, onde nos confrontamos não apenas com as milhares de coisas que vemos e experiência que temos, mas acima de tudo, com nós mesmos. Naty, Muitas outras viagens ainda virão, inclusive as tuas. Abraço, aventureiros!
  11. Naty, Foi uma aventura e tanto sim. Estou começando a montar o livro, relatar os fatos. Pode parecer um pouco filosófico, mas receber comentários como o seu também são motivadores para as próximas aventuras.
  12. Olá, pessoal! Recentemente fiz uma viagem pelo Brasil. Moro em Fortaleza, mas sou gaúcho. Como muitos sabem, a BR 116 começa em Fortaleza mesmo, Ceará, e termina em Jaguarão, Rio Grande do Sul, já na divisa com Uruguai. A idéia inicial era percorrer todos os quase 4500 quilômetros da BR pegando carona na estrada. Pois bem. Estudante de jornalismo quase formado, aproveitei a oportunidade da viagem para escrever um livro sobre o percurso, suas belezas e dificuldades. Ele ainda está sendo escrito em detalhes. Foram 18 dias na estrada, pegando carona, conversando com pessoas, conhecendo algumas cidades. Passei por Minas maravilhado com tantas belezas naturais. O mesmo aconteceu em Teresópolis, RJ. Foram tantas as histórias! Só para citar uma, peguei carona com uma ambulância, lá em Feira de Santana. O carinha era da região da Chapada da Diamantina e havia parado no posto na vinda de Salvador, onde deixou uma criança no hospital. Conversamos e acertamos uma carona até outro posto mais seguro e mais perto. Foram 80 quilômetros de intensa emoção. A ambulância com a sirene ligada e tudo e o carinha rodando a mais de 140 por hora, ultrapassando os caminhões de dois em três de uma vez só. As carretas pareciam estar paradas no acostamento (risos). A crise financeira afetou todos os setores, sobretudo os transportes (caminhoneiros). Cheguei em SP e a confusão tava formada. Aproximadamente 2 mil caminhões esperavam por carga lá e, sendo assim, eu também não conseguia mais continuar a viagem. Ainda fiquei 3 dias e nada de ajuda. A partir de SP, continuei a aventura de ônibus mesmo, mas não sem antes passar sufoco em Curitiba. Fiquei três dias e duas noites lá, tentando continuar a viagem de carona e nada, num frio medonho. Chegar no final da viagem foi emocionante! Espero que tenham gostado. Alguém já fez uma aventura similar? Abraço! Don
×
×
  • Criar Novo...