Ir para conteúdo

jreinecken

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Amigos, retorno aqui apenas para informar que colocamos no www.fronteiradapaz.com.br um espaço, inspirado aqui nos Mochileiros.com, onde os internautas podem deixar perguntas diretamente no espaço do Free-shop (se for o caso), e neste mesmo espaço você encontrará a pergunta deixada. Claro, você será comunicado, automaticamente, pelo mecanismo do portal quando a sua pergunta for respondida. Estamos tentando oferecer o máximo para o pessoal que busca informações sobre a Fronteira da Paz através do seu portal oficial. Inclusive estamos disponiveis à eventuais sugestões, e inclusive parcerias e/ou integrações entre sites para facilitar ambos os serviços informativos. Afinal o objetivo é exclusivamente ess: facilitar a vida dos turistas, viajantes e mochileiros! Abraço mais uma vez! Julio Reinecken
  2. Amigos, tenho visto as constantes perguntas sobre a Fronteira da Paz, composta pelas duas cidades - Santana do Livramento (no lado brasileiro) e Rivera (no lado Uruguayo), onde estão os famosos Free-Shops. Realmente é importante, antes de ir ou antes de iniciar sua incursão aos referidos comércios, tomar todas as informações referentes aos mesmos, pois como em todo o tipo de comércio, lá você também vai encontrar de todos os tipos (honestos e nem tanto). Recomendo enfaticamente, visitar o Portal www.fronteiradapaz.com ou www.fronteiradapaz.com.br onde, com total isenção, pois não tem associação com nenhum comércio, seja ele brasileiro ou uruguaio, além de ter o único objetivo de divulgar a Fronteira da Paz e Tudo a ela relacionado, com ênfase para o relacionamento e a integração de pessoas afins a referida fronteira. Recomendo também, que utilizem o mecanismo Espaço Livre, onde podem reclamar, deixando seu recado, e que certamente será lido pelos proprietários dos referidos comércio. Assim, em vez de deixarem seus comentários ´soltos´ onde a reclamação dificilmente chegará a quem realmente faria efeito, podem ficarem perdidas. Deixando lá, repito, sempre alguém vai fazer a mesma chegar ao responsável pelo estabelecimento, e o mesmo (se de boa fé) tomará uma providência e até contata-lo para providenciar um ressarcimento (quem sabe, não?). Espero ter ajudado, já que no referido portal existe todo o tipo de informação, mapas, mecanismos para contatar os free-shops e outros (hoteis, restaurantes, etc.), além da possibilidade de contatar o atendimento on-line do portal, onde poderá interagir com o pessoal diretamente. Um forte abraço à todos!
×
×
  • Criar Novo...