Ir para conteúdo

Humbertodown

Membros
  • Total de itens

    155
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

13 Boa

Sobre Humbertodown

  • Data de Nascimento 19-01-1977

Bio

  • Ocupação
    Motorista profissional capacitado no trasporte de passageiros, atualmente trabalho por conta própria na plataforma do aplicativo Uber e também faço transporte particular para grupos de no máximo 7 passageiros em veículo Fiat Dobló com bagageiro no teto.

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Saco de dormir The North Face modelo Inferno, limite ao Extremo de -40ºC, super leve, compacto, enchimento de Plumas de Ganso, 850 Fill Down, alta qualidade, modelo usado algumas vezes em viagens e acampamentos de montanha, um saco de dormir considerado um dos melhores do mundo, muito confortável, quente, com tecido de altíssima qualidade, recomendável a todo tipo de montanhismo, possui saco de transporte com tiras de compactação e bolsa de armazenamento para deixa-lo guardado em casa. Preço na loja hoje R$ 3,800,00 Pra vender hoje R$ 1,950,00 *Por tempo limitado. Preço somente de 1 Equipamento! Interessados podem entrar em contato comigo pelo zap 21 97251-0655 Humberto. Sou do Rio de Janeiro, interessados de outros estados, envio pelos Correios por SEDEX, PAC ou a combinar.
  2. Poxa meu amigo, me desculpe pela demora, foi na loja da Barra da Tijuca - RJ. Sempre tem por lá quando vou na loja!
  3. Me parece que são muito bons! Acho que vale a pena o investimento! Boa sorte e abraços. Depois se realmente comprar dar um feedback por aqui!
  4. Fico feliz em saber que vocês foram ao Parque e conheceram alguns pontos interessantes, que pena que não fizeram a travessia, mas oportunidades não irão faltar, poderiam ter locado os equipamentos! Mas em fim, espero ver algumas das fotos que vcs tiram por lá, infelizmente Pedra do Sino é realmente um fator sorte chegar lá e ver tudo aberto!! Grande abraço no casal.
  5. Olá Bruno, cara atualmente eles andam fazendo sim alguma comidinhas por lá pra quem desejar, mas na maioria das vezes tem que avisa-los com antecedência, vou ver se tenho algum contato deles com alguns amigos e ai te passo por aqui! Abraços.
  6. Olá, sejam bem vindos ao meu post, então, eu já fiz algumas vezes a Pedra do Sino, mas vou te ser muito sincero, eu não vejo vantagem nenhuma em fazer bate e volta, porque o legal da Pedra do Sino é você curtir a natureza da trilha, a paisagem e poder chegar no Abrigo Quatro, descansar, fazer sua comida e ver o pôr do sol quando o tempo nos ajuda, descer da Pedra ao anoitecer e fazer aquela janta dentro do Abrigo, trocar algumas idéias com os amigos que lá estiverem e as 04:45 acordar e subir para ver o nascer do sol, ai sim vejo vantagem! Muito desgastante subir 12km e descer 12km em um dia, não vale muito a pena!! Penso na mesma forma para o Castelo do Açú, estou pretendendo levar minha esposa pra conhecer, mas indo em 2 dias, dormindo no Abrigo Açú e descendo no dia seguinte sem fazer a travessia! Bem essa é a minha dica, se quer aproveitar melhor a montanha e sua belezas, que fiquem uma pernoite em ambos os abrigos, vocês vão curtir muito mais, e uma dica legal é ver se consegue comprar vaga pra Beliche dentro do Abrigo, caso contrário fiquem no Bivaque mesmo, barraca é sempre um peso a mais pra carregar dentro da mochila. Desejo a vocês uma excelente trilha e boas fotos!
  7. QUERO DEIXAR UMA RECOMENDAÇÃO QUE SIRVA PRA TODOS AQUELES QUE UM DIA PRETENDEM FAZER ESSA TRAVESSIA; Se for a primeira trilha pesada, esqueça, faça outras trilhas mais leves ou moderadas pra que tenha mais experiências e para que possa conhecer melhor seu corpo e seus limites, nosso corpo é uma caixinha de surpresas! Não leve mochilas baratas do tipo Xing-ling, vi pessoas passando perrengues e histórias de pessoas que no meio da travessia teve mochilas arrebentadas, descosturadas e que deixam o corpo todo dolorido, experiência essa vivida por mim, mas não que eu tenha levado uma mochila ruim, estava com uma da Trilhas e Rumos de 68 litros, mas uma amiga nossa que estava com uma mochila com excesso de peso e estava causando dor no corpo dela, acabei trocando minha mochila com ela para não atrasar o grupo, mas não acho isso legal e nem justo, cada um tem que ser responsável pelo seu equipamento, então pense duas vezes antes de ir com um equipamento muito barato ou fora dos padrões para uma travessia como essa!! Outra coisa é roupas e equipamentos para frio, vi muita gente reclamando que passou frio nas barracas, imagina... eu que estava dentro do Abrigo no Bivaque senti frio antes de me aquecer dentro do meu saco de dormir pra -12ºC de Plumas, agora imagina quem estava dentro de barracas que ficaram congeladas, teve um cara lá que me disse que não sabia que fazia tanto frio assim e que tinha levado um saco de dormir pra temperatura máxima de +10ºC onde a temperatura naquela madrugada chegou abaixo de zero -5ºC.. fala sério né, poderia ter tido uma hipotermia. Vamos investir e se não tem dinheiro pra isso, tente ao menos arrumar emprestado ou alugar equipamentos apropriados para sua aventura. Duas pessoas que estavam em nosso grupo não tinham condicionamento físico suficiente para fazer essa travessia, uma menina nunca fez trilhas com equipamentos pesados dentro da mochila e o outro tinha um problema sério no joelho e não nos contou, ficamos sabendo somente quando estávamos no Açú e no dia seguinte que nos informou, por sorte conseguimos um anti-flamatório e ele melhorou, ou melhor.. pelo menos ficou anestesiado e conseguiu chegar no Sino vivo, a menina da mochila pela qual troquei a minha com ela, fez a travessia em 2 dias, descendo no domingo, mas chegou quase morta na Barragem do lado de Teresópolis, Sede Parnaso. Fica a dica, não vá achando que vai ser molezinha, travessia não é uma trilha que é parecido subir a Pedra da Gávea, ou fazer o Pico da Tijuca... são quase 30 Km de trilhas com muitos obstáculos, pedras, subidas e descidas ingrimes, raízes no meio da trilhas, muita lama, vegetação, em fim.. coisas da natureza! Espero que tenham gostado das minhas dicas, não sou nenhum expert no assunto, só que o tempo nos dar sabedoria e experiência para que possamos futuramente saber se vamos conseguir ou não alcançar nossos objetivos, eu sempre começo do zero! Abraços em todos.
  8. Então pessoal minha experiência foi incrível, no primeiro dia chegamos na entrada do Parque por volta das 08hs, entregamos nossos voucher e nos identificamos, assinamos todos os papéis e começamos a nossa saga, logo de começo você já ver várias águas de nascentes e cachoeiras correndo pela trilha, após o primeiro km começou a nossa subida que achei que ia ser bem mais pesado, até a Pedra do Queijo nossa primeira parada pra lanchar foi bem tranquilo, paramos, lanchamos e tiramos algumas fotos, infelizmente não tínhamos muita visão pois estava com bastante neblina o tempo! Chegando na próxima parada o Ajax, paramos mais uma vez para descansar, comer alguma coisa e repor águas em nossas garrafas de uma nascente bem ao lado da trilha, ficamos ali por uns 10 minutos e prosseguimos até a bem ou mal falada Isabeloca que dizem ser o trecho mais pesado, mas na minha opinião achei tudo tranquilo, e olha que sou meio frouxo.. hahahahaha, em fim.. continuamos nossa subida até o Açu... me enganei quando avistamos uma placa dizendo "Graças a Deus, que graças a Deus que nada.. essa placa foi colocada ali mas na verdade ainda falta bastante para chegar na outra placa com o mesmo dizer.. essa sim a segunda você poder dizer " GRAÇAS A DEUS!" kkkkkkkk Chegamos na base do Açu, onde alguns chamam de laje de pedras com umas 5 horas e meia de subida, achei que ia ser pior, nem estava tão cansado assim, fui de boa! No total levamos umas 6 horas e meia até o Abrigo Açu, as paisagens te dão energia e te faz querer chegar logo no cume da montanha, eu me senti muito bem quando me disseram que estávamos perto do Abrigo, estava muito frio, e para minha sorte que amo frio, uma massa de ar Polar estava passando pelo nosso Rio de Janeiro, arrumamos nossas coisas, alguns ficaram no Bivaque do Abrigo Açu e outros do grupo ficaram acampados em barracas e as montaram em baixo das Pedras do Castelo do Açu, se deram bem.. porque no dia seguinte da geada as barracas não congelaram com exceção das que ficaram ao ar livre ao lado do Abrigo do Açu. No dia seguinte continuamos nossa travessia, acordamos com muito frio, a noite foi complicado dormir, esquentar os pés era algo muito difícil, mas com o tempo dentro do saco de dormir meus pés foram se aquecendo, bateria nem em sonho deixar fora do saco de dormir, o frio acaba com a bateria e também pode danificar seu celular ou a câmera como aconteceu com o celular de uma amiga que estava na travessia conosco. Na noite de sábado estava um céu lindo com uma lua perfeita, disse para todos que provavelmente iriamos ter uma geada naquela madrugada e não deu outra... de manhã estava tudo congelado, foi lindo ver aquilo pela primeira vez, realização de 2 sonhos, uma de fazer a travessia e a outra de ver gelo pela primeira vez em cima de uma montanha! Ficamos tirando algumas fotos e fazendo alguns vídeos e as 09hs estávamos partindo em direção ao Sino, em alguns trechos do Açú encontramos placas de gelo enormes no qual fizemos alguns registros com fotos e vídeos.. foi irado!! As partes mais preocupantes foram o Elevador, Mergulho e Cavalinho.. não me contaram que depois do cavalinho tinha o jumento e a égua, pois é... após passar pelo cavalinho você ainda tem uma outra pedra enorme para passar por cima dela e depois mais outra e outra.. kkkkk sem contar que tudo isso na beira de um penhasco e do paredão da Pedra do Sino. Mas em fim.. resumindo, chegamos por volta das 17hs no Abrigo Quatro de onde eu e minha amiga Marilene e meu amigo Oziel ficamos mais uma noite pernoitados, o restante da turma tinha de trabalhar na segunda feira e continuaram a descida até a Barragem dentro do Parque Sede Parnaso. Foi dolorido pra eles, fazer travessia em 2 dias é horrível, o legal é aproveitar ao máximo que conseguir de tempo, pena que na manhã de segunda feira o tempo estava fechado e chovendo bem fraco, não dava pra ver nada! As 08:40 eu e minha amiga fomos na Pedra da Baleia fazer algumas postagens já que ali se chega sinal das operadores de celular. Descemos as 10:40 e chegamos na Barragem por volta das 15:30, levamos algo em torno de 5hs descendo da Pedra do Sino até a Barragem dentro do Parque. Foi uma experiência que ficou marcado pro resto de minha vida, e espero no ano que vem quem sabe fazer novamente essa travessia se Deus me permitir e minha esposa também.. rsrsrsrsrsr, esqueci de dizer que a temperatura na manhã de sábado era de -5ºC (Negativo) eu amei cada km, cada paisagem, cada pico, cada subida, cada descida, cada parte daquela montanha é inesquecível, se você ainda não foi, não desista, força, foco e fé! Você vai chegar lá!!! Espero que curtam alguns dos meus registros feito pelo meu celular e de alguns amigos. Abraços em todos.
  9. Fazendo uso da MACPAC Equinox Alpine Series Down Jacket nos Três Picos no primeiro dia de inverno de 2019. Friozinho de 6ºC com sensação de uns 3ºC de madrugada.
  10. MACPAC sendo explorada no Camping pé de serra em uma temperatura de 11ºC, não suei e nem senti frio!
  11. Cara eu nunca ouvi falar disso, perda de calor por conta de espaço sobrando dentro do saco de dormir, acredito que ela terá mais conforto por conta do tamanho regular, mas na The North Face tem um saco de dormir modelo Aleutian que serve para pessoas com essa altura, na época achei até interessante, mas em fim.. vai de tamanho regular que não vai se arrepender, eu tenho 1,83 e uso um saco de dormir da Deuter modelo EXPD -22 que tem 2,10 e nunca perdi calor dentro dele por conta disso, fica a dica, grande abraço.
  12. Opa.. verdade Luka, essas down jackets são raras aqui no Brasil, na verdade nem encontra um modelo especifico como essa, eu achei uma um pouco parecida para escalada da marca Simond mod. Makalu II na Decatlhon por R$ 799,00 fiz até um vídeo vestindo ela no provador, muito da hora, só a cor que estraga um pouco, Laranjão.. rsrsrsrsrs... mas muito foda a jaqueta, mas não chega aos pés dessa MACPAC, cara essa um amigo que me enviou da Pensylvania, ele fez um rolo comigo, jaqueta muito top, leve e compacta pro volume que ela é, realmente pra achar só pesquisando muito mesmo, cheguei achar algumas desse mesmo modelo em alguns sites destintos de alguns países usando palavras chaves em pesquisa como o site Google. Se eu ver alguma com certeza te aviso aqui. Tenho um amigo vendendo uma da Patagônia modelo Men's Fitz Roy Tamanho L de cor Laranja, com capuz, bolso grande interno, mas se parece uma Parka. Esta pedindo 1.000,00 Ele mora em SP. Grande abraço. Segue o vídeo do modelo que citei acima Makalu II
  13. Atualmente adquiri essa jaqueta de plumas de Ganso de 800 Cuim com HyperDRY nas plumas da marca MACPAC.. ou sejam elas não se molham, o preço que paguei foi alto, mas valeu a pena cada centavo, usei ela recentemente no Pico da Bandeira e me atender super bem, nem precisei de segunda pele, somente uma blusa de manga da The North Face.
  14. Finalmente consegui adquirir minha tão sonhada jaqueta de Plumas vermelha, essa jaqueta é fabricada na China, porém é distribuída e etiquetada pela MACPAC na Nova Zelândia, é uma jaqueta confeccionada com um dos melhores nylon Ripstop que é o Pertex Quantum GL, um nylon ultra fino e resistente a rasgos! O tamanho que chegou pra mim é o XL, apesar de usar tamanho L, essa me serviu super bem! Infelizmente esse modelo não esta sendo mais vendido pela marca, para achar um parecido, deve pesquisar bastante em sites de vendas como o Ebay. Vai ser perfeita para meus acampamentos de inverno em Alta Montanha e também a minha Travessia Petro-Terê em Julho de 2019. ===================================================================== O Equinox Alpine Series Down Jacket é uma atualização do clássico Equinox Macpac. Ele passou por testes e refinamentos extensos como parte de nossa parceria com a renomada equipe alpina da Nova Zelândia. Otimizado para aventuras técnicas ao ar livre, onde o peso mínimo e o calor máximo são críticos, o Equinox é incrivelmente leve e resistente a intempéries. Está repleto de penas de ganso HyperDRY ™ de 800 Cuin de alta qualidade, envolto em Quantum® GL - um dos tecidos mais leves que a Pertex® já produziu. Ideal para alpinismo, trekking, viagens e uso urbano. CARACTERÍSTICAS DE DESIGN Shell de nylon 10D super leve Pertex® com tratamento DWR para resistência à água Enchimento de 800 loft HyperDRY Goose Down resistente à água Construção com divisórias totalmente encaixotada, com um corte mais longo e um tubo de aspiração interno para reduzir os pontos frios Capuz de caixa com capuz compatível com capacete com ajustes de face, pico rígido e leve YKK® double slider centro zíper frontal Dois grandes bolsos internos de malha para garrafas ou luvas Embala no bolso de mão, com um laço de gancho ESPECIFICAÇÕES DO PRODUTO Tecido Externo Pertex Quantum® GL 100% Nylon Ultra Mini Ripstop, DWR Tecido interno Pertex Quantum® 100% Nylon Mini Ripstop, DWR Tipo de enchimento 90/10 HyperDRY ™ Resistente à Água Goose Down Potência de Enchimento (cuin) 800 Encha o peso (g) 344 Peso total (g) 730 Algumas imagens e vídeos.
×
×
  • Criar Novo...