Ir para conteúdo

RPM

Membros
  • Total de itens

    72
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre RPM

  • Data de Nascimento 10-09-1973
  1. Acabei de chegar da Alemanha e da Áustria. Percorri 3.000 km de carro com o meu marido e 2 crianças, de 4 e 11 anos de idade. Os países são lindos, as cidades maravilhosas e seguras mas, tenho que dizer, não é uma viagem para iniciantes. Conheço 25 países e, sinceramente, foi uma viagem complicada. Apesar de muita organização prévia, nos deparamos com algumas surpresas... Depois postarei a viagem completa pois, primeiro, tenho que desfazer as malas e dormir um pouco mas, posso dizer que parece que tudo é mais complicado nestes países: 1) dificilmente há estacionamento perto dos museus e atrações e, quando há, custam uma fortuna (8 horas no centro de Viena me custou 33 euros - para se ter uma idéia do abuso, dentro do Louvre, em Paris, pelo mesmo período, paguei 19 euros), 2) aos domingos, nas cidades do interior (tipo Salzburgo - Áustria) nada fica aberto, inclusive os restaurantes. Por sorte, já sabia disto e havia encontrado uma cervejaria, fora do centro, que ficava aberta; 3) a maioria dos supermercados e restaurante na Alemanha não aceitam cartão de crédito, 4) muita gente do setor de informação das atrações/palácios/museus não fala inglês e nem tem a mínima vontade de ajudar, ainda bem que falo um pouco de alemão; 5) nos restaurantes, inclusive nos mais simples, chega-se a pagar 3,50 euros por uma garrafinha de água (nos supermercados, a garrafa de 1 litro custa 0,75 euros), não há bebedouros em nenhum lugar e tive que pagar 0,50 euros para usar o banheiro em diversos lugares, inclusive no shopping Pep, de Munique, 6) entender as placas de estacionamento é um verdadeiro desafio: parecem mais uma constituição, são enormes, cheias de exceções; 7) há escada para tudo, então, se tiver crianças pequenas, idosos ou deficientes com mobilidade reduzida, não recomendo viajar para estes países; A viagem foi linda, adorei o passeio, talvez um dia vá morar por aqueles lados mas, sinceramente, não pretendo voltar como turista novamente. Apenas a título de exemplo, vou citar o local mais visitado da Alemanha, o Neuschwanstein: a) todas as visitas têm que ser com guia e agendadas previamente. Assim, você tem que fazer reserva antecipada pela internet pois, caso contrário, poderá ficar esperando por mais de 4 horas para entrar (cheguei as 9:00h e quem não tinha reserva somente conseguiu a visita para as 13:00h); b) apenas pelo agendamento, paguei 7,20 euros fora o valor dos ingressos; c)você tem que estacionar o carro próximo a um hotel, paga 5 euros e, depois, tem que pegar uma carruagem que cobra, dependendo da sua cara, de 4 a 6 euros por pessoa para subir para o castelo ou pegar o ônibus, lotado de turistas, que cobra 1,50 euros, que sai em frente ao hotel Lisl. Como detestei o cara da carruagem, entramos no meio de uma excursão de japoneses e enfrentamos o ônibus lotado d) tanto a carruagem quanto o ônibus, o deixam a cerca de 15/20 minutos de distância do palácio (é uma boa caminhada). Assim, somente depois entendi porque o agendamento do guia é sempre com 1hora de diferença entre a compra do bilhete e a entrada no castelo; e) há muitas escadas dentro do castelo e o guia parece ignorar que nem todos são atletas olímpicos; f) há 2 lojinhas dentro do castelo, com os mesmos produtos mas, fato interessante, na 2a. lojinha, que você só conhece depois, os produtos chegam a custar 50% menos do que na primeira... Enfim, o castelo é maravilhoso mas não podia ser mais fácil chegar lá? Pior foi que, quando o visitei, estava uma chuva horrível, quase desisti de o conhecer. Bjs a todos e boa sorte.
  2. Irei para a Alemanha e Áustria no próximo dia 09/11 e estou fechando o roteiro dos passeios. Vou com o meu marido e meus 2 filhos, de 4 e 11 anos de idade. Na Alemanha, encontrei um passe para os castelos da Baviera, que custa 40EUR para a família, por 14 dias (http://www.schloesser.bayern.de/deutsch/schloss/objekte/jahreskarten.pdf). Como estarei viajando de carro, não preciso de transporte público. Assim, há algum passe ou ticket para os museus e castelos austríacos além do Vien Card, Innsbruck Card e o Salzburg Card? Adoro museus e gostaria de visitar vários mas, honestamente, estou achando o preço um pouco salgado, mesmo considerando que menores de 19 anos não pagam ingresso na maioria das atrações. Para ter uma idéia, meus filhos querem ir ao Madame Tussaud´s de Viena, no Praeter, que custa a bagatela de 54 Eur para a família. Honestamente, acho caro para ver seres inanimados.... Um abraço a todos.
  3. Estarei viajando para Munique no dia 09/11 e ficarei por lá até o dia 26/11. Comecei a procurar hotéis e estou tendo bastante dificuldade em encontrar hotéis para 4 pessoas (2 adultos + 2 crianças) com um bom preço. Fora que, neste período, haverá uma feira em Munique e, outra, em Nuremberg. Como aluguei carro em Munique, assim que chegar, partirei rumo a Furth, que fica próxima a Nuremberg. Ficarei em um hotel da rede NH, por 3 dias. Com base em Nuremberg, pretendo ir a Rothemburg ob der Tauber e Würzburg (Bamberg se der tempo), depois irei para Regenzburg, passarei o dia e dormirei em Linz, na Áustria (Ibis Styles Linz, 2 diárias com café da manhã 219 Euros). Vou para Viena e ficarei 3 noites no hotel Suite Novotel Wien Messe (com café da manhã, 3 diárias, 273 euros), vou para Salzburg, onde achei o hotel Adeo, vou para Innsbruck e durmo 2 noites em Garmisch Parttekirschen. Vocês não tem idéia como foi difícil achar hotel para 4 em Garmisch. Pelo site do booking.com, haviam 52 hotéis disponíveis semana passada, na 2a. feira, este número baixou para 22 e, ontem, haviam, apenas, 11 hotéis disponíveis. Não sei o motivo mas todos os lugares estão lotados em Garmish em novembro. Tamanho foi o meu pânico que entrei no site do homeway.com para tentar alugar uma casa ou apartamento. A maioria, também, está com lotação esgotada. Por sorte, houve uma desistência no hotel Atlas Sporthotel e consegui pagar 2 diárias 174 euros, sem café da manhã. Termino a viagem em Munique, no hotel Ibis Styles Muenchen Ost, por 235 euros, 3 diárias, com café da manhã. Quem costuma viajar sem fazer reserva, cuidado. Verifique se não haverá nenhuma feira na cidade antes e, em Garmisch, pelo que vi, recomendo encontrar algo com antecedência, ainda mais se for com crianças ou grupo superior a 2 adultos.
  4. Estarei indo para a Áustria, de carro, em novembro/12 (com 2 crianças de 4 e 11 anos) e ficarei 3 dias em Viena, 2 dias em Salzburg, 1 dia em Linz e 1 dia em Innsbruck. Depois de ler todos os posts, dúvidas (será que poderiam me ajudar?): 1) Em novembro, as Ice Caves estarão fechadas. Assim, alguém foi às minas de sal? Valem a pena? Dá para levar as crianças? 2) Vale a pena assistir Os meninos de Viena, no show das 9:15h (não me lembro exatamente em qual castelo) em Viena? 3) Como chegarei em Salzburg domingo à noite (e com 2 crianças), pretendo fazer um jantar com música. Pelo que li, no período haverá 2 jantares em Salzburg, ambos custando, em média, 50Euros por pessoa. Um deles é o Mozart Dinner Concert (http://www.salzburg-concerts.com/en/salzburg/mozart-dinner-concert/home) e o outro, seria o jantar no Forte, subindo pelo funicular (http://www.ritteressen-salzburg.at/en/speis_trank/ritteressen_salzburg.php). Queria ir ao show noturno Sound of Salzburg mas eles estarão na Índia em novembro... Alguém já foi a estes shows? Valem a pena? Qual o melhor? 4) Alguma sugestão de restaurante nas cidades por onde passarei? 5) O caminho entre Viena e Salzburg é longo. O que é melhor? Passar por Melk? Tentar ir à uma mina de sal? Passar por Hallstat? 6) Já foram à nova atração de Viena, o Time Travel? É legal? 7) O Museu de tecnologia de Viena é bacana? Depois irei ao Deutches Museum, em Munique... Alguém já foi à fábrica dos cristais Swarovsks (é assim que se escreve?) Um abraço a todos.
  5. Adriana, estaremos em Vienna e Salzburg também em novembro, só que vou com o marido e os 2 filhos (4 e 11 anos). Honestamente, você já verificou no site michelin.com a distância entre as cidades que pretende visitar? Vc vai alugar carro ou vai de trem? As cidades que mencionou são lindas mas bem distantes umas das outras. Pretendo ficar 16 dias em novembro (chegando dia 10/11), e farei, rapidinho, a rota romântica na Alemanha, Viena, Salzburg, Innsbruck, Garmisch Parttekischen (é assim que se escreve?) e Munique. Honestamente, acho que o meu roteiro está bem corrido, sendo que, o pior dia será a volta de Vienna até Salzburg, que são quase 4 horas de carro. Um grande abraço.
  6. Marcos, vou alugar carro (afinal, com crianças, no frio, é muito difícil usar transporte público) e, com certeza, quando retornar, posto o relato completo da viagem. Por enquanto, só dá para falar da dificuldade para conseguir a passagem aérea com milhas da TAM e os elevados preços de hotéis em Rothemburg ob der Tauber e Nuremberg. Aliás, a maioria dos hotéis em Nuremberg já está lotada para novembro. Alguém sabe se haverá alguma feira ou evento por lá? Descobri, ainda, que na semana do dia 10/11/12, Munique estará tendo uma feira de eletrônicos e os preços dos hotéis estão 5x mais caros para o período. Assim, chegarei em Munique mas farei a Rota Romântica primeiro, depois irei para Áustria para, finalmente, terminar a viagem em Munique, com hotéis mais baratos.Curiosidade: quanto ao aluguel do carro, verifiquei que você não pode alugar um carro de categoria superior na Alemanha (tipo um Mercedes classe E, na Europcar e na Hertz) e ir para a Rep Tcheca ou Itália. Para atravessar para estes países, você só pode alugar um carro de categoria mais simples e, ainda, pagar quase 30% a mais de seguro..... Queria ir muito à Praga mas todos estão me dizendo que não é muito seguro ir com crianças pequenas e, ainda, há o problema do seguro do automóvel. Um grande abraço.
  7. Ah, apenas para lembrar, resgatei minhas passagens para Munique, com milhas na TAM (30mil cada trecho), para voar de Lufthansa, para novembro de 2012 e haviam, apenas, 4 lugares no vôo para quem quisesse usar as milhas. Teremos 2 feriados prolongados em novembro. Assim, para quem quiser viajar nesta época, é melhor comprar as passagens o quanto antes. Bjs
  8. Pretendo ficar 2 dias, em novembro de 2012, em Rothenburg ob der Tauber (ficarei, no total, 16 dias viajando entre a Alemanha e a Áustria). Como estou com o orçamento apertado e viajo com o marido e mais 2 crianças (4 e 11 anos), achei os hotéis de Rothenburg ob der Tauber um pouco caros. Encontrei no site booking, um hotel em Creglingen, que fica há 9km de Rothenburg ob der Tauber, e custa 55 Euros por dia, com 2 quartos separados, para 4 pessoas (estacionamento gratuito e wi fi). O nome do hotel é Ferienhof Arold. Parece que é uma fazendinha. Alguém já ficou neste hotel? Não acho nenhum comentário no tripadvisor ou qualquer outro site. Bjs a todos.
  9. Todos se preocupam muito com as roupas mas, para mim, um calçado bom é o mais importante durante a viagem. Quando viajei a 1a. vez para a Europa, levei lindas botas de cano longo, da Corello, que paguei uma fortuna no Brasil. Qual não foi o meu desespero, no 5o. dia, mais ou menos, por não serem vulcanizadas e com solado de couro, os bicos das botas começaram a abrir. As botas ficaram parecendo bocas de jacaré e tive que as jogar fora. Hoje, sempre que viajo, uso minhas botinhas de gore-tex da timberland, que são impermeáveis e super resistentes (comprei no outlet de Orlando por US$50), meias para esquiar que deixam o pé respirar, compradas na Decatlon do Brasil e tenho um casaco maravilhoso, dupla face, de pena de ganso, que uso há mais de 15 anos, comprado em Campos do Jordão. Este casaco já viajou o mundo todo pois, todos os meus amigos que viajam, o pedem emprestado. Para quem tem filhos pequenos, adoro as calças de neve vendidas na Decatlon. Basta colocar uma calça de lã, tipo ceroula, por baixo e seu filho não irá reclamar nenhum dia. Para o frio de rachar nem pense em levar casacos de couro, sem forro de pena de ganso, por exemplo. Você irá congelar. Comprei em Campos do Jordão, descendo a rua da Igreja matriz, uma bota vulcanizada, cheia de pêlos, que me disseram que eram para a neve. Consegui usar uns 2 dias pois o solado era muito duro, eram pesadas e, quando o pé transpirava, os pêlos não deixavam evaporar o suor e os pés começavam a congelar. Um abraço a todos
  10. Estou pensando em comprar um produto que, apesar de não ultrapassar a quota de US$500, é muito volumoso (uma caixa enorme). Alguém já enviou algo por navio? É caro? Onde posso fazer isso em Orlando? Conhecem algum site com informações? Demora muito para chegar, em média? Vocês recomendariam fazer isto? Obrigada
  11. Rodobastos, obrigada pela resposta. Sempre estou apertada (rsrsrs). Mas prefiro economizar no hotel, nas compras e até na comida para fazer os passeios. Acho que tentarei, sim, ir ao Discovery Cove. Minha única dúvida é a temperatura, pois irei em meados de novembro. Será que estará muito frio? Irei com 2 crianças pequenas (4 e 5 anos) e uma mais velha, de 11 anos. Você conhece alguma loja com produtos geek/nerds em Orlando? Havia uma, na International Drive, que fechou faz tempo. Adoraria comprar gadgets para a minha casa. Afinal, sou uma geek/nerds assumida. Um abraço, Rô
  12. Amigos, pode ser que o zôo de Lujan tenha mudado muito pois fui com a minha família no dia 25/12/09 e achei o lugar nojento. Cheio de moscas, com um cheiro horrível de carne estragada. Aliás, carne esta que, conforme fui informada, era a servida aos animais. No parque todo haviam placas de advertência, dizendo que era proibida a entrada na jaula dos animais, em razão de um acidente ocorrido anos antes. Atendimento de péssima qualidade. O lugar, nitidamente, tinha potencial para ser magnífico mas a sujeira e o péssimo atendimento acabaram com aquele meu Natal. Não recomendo este parque a ninguém. Espero que tenha melhorado e que, ao menos, os animais não recebam mais carne podre para comer. Pelos relatos, parece que algo mudou. Quando voltei do zôo, em 2009, enviei mensagem até para a Secretaria de Turismo da Argentina, Consulado e publiquei em todos os lugares que conhecia sobre a condição do zôo e dos animais. Pelo visto, não fui a única e as coisas melhoraram por lá. Um abraço, Rosana
  13. Amigo, pode ser que o zôo de Lujan tenha mudado muito pois fui com a minha família no dia 25/12/09 e achei o lugar nojento. Cheio de moscas, com um cheiro horrível de carne estragada. Aliás, carne esta que, conforme fui informada, era a servida aos animais. No parque todo haviam placas de advertência, dizendo que era proibida a entrada na jaula dos animais, em razão de um acidente ocorrido anos antes. Atendimento de péssima qualidade. O lugar, nitidamente, tinha potencial para ser magnífico mas a sujeira e o péssimo atendimento acabaram com aquele meu Natal. Não recomendo este parque a ninguém. Espero que tenha melhorado e que, ao menos, os animais não recebam mais carne podre para comer. Um abraço, Rosana
  14. Adorei o seu post. Conheço 25 países e já fui várias vezes aos EUA. Mesmo assim, seu post me foi super útil. A única coisa que discordei foi sobre a Universal Studios e o Island of Adventure, que amo de paixão. No mais, tudo perfeito. Quanto aos restaurantes, sempre dou a dica para o pessoal fazer reserva antecipada e, jamais, comer hamburguer todos os dias (seu estômago e intestino agradecem). Em Orlando, adorei o Kona Café, no Pollynesian Resort; O Les Chefs de France, No Epcot e o Rainforest Cafe, na entrada do Animal Kingdom. Para o quick meal, para não comer hamburguer, sugiro o Tangierine (no pavilhão do Marrocos, no Epcot), o Wolfgang Puck Express e o Sunshine Seasons (no pavilhão The Land, no Epcot). Muito obrigada pelas dicas.
  15. Comprar ingresso usado? Vamos deixar esta vergonhosa mentalidade de brasileiro de sempre querer levar vantagem em tudo... Não recomendo burlar a lei em um país que a segue. Os ingressos para os parques são caros mas valem muito a pena. Faz um tempão que não publico nada aqui... Retorno, com viagem programada para Orlando, apenas, em novembro de 2012... Estou à procura de algum desconto em hotel com extra magical hours da Disney ou Universal. Já fui 3 vezes para Orlando e sempre curto muito a viagem. Alguma dica de hotel? Alguém já foi ao Discovery Cove? Meu filho era muito pequeno da última vez e decidimos não o levar (já que não podia nadar com os golfinhos). Alguém já almoçou no restaurante Emerils, no CityWalk? Bjs a todos, Rô
×
×
  • Criar Novo...