Ir para conteúdo

Vivi Mar

Membros
  • Total de itens

    264
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Vivi Mar venceu a última vez em Agosto 9

Vivi Mar tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

3 Neutra

2 Seguidores

Sobre Vivi Mar

  • Data de Nascimento 12-02-1981

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Cicloviagem pela Serra da Mantiqueira no feriado. <3 . Bela e bruta. Linda e impiedosa. Divina e desumana. A Mantiqueira não dá trégua, são estradas de terra, subidas desgranhentas, acampamentos selvagens, longas descidas, um frio da "mulestia".... mas também são cenários de tirar o fôlego, ma região rica e muito agradável para se pedalar, com um povo acolhedor sempre com disposição pra um dedim de prosa, e toda aquela receptividade que o mineiro tem de sobra. . E assim, com o pensamento inabalável de que no domingo teríamos completado o trajeto e estaríamos de volta ao pont
  2. FOTOS no link: https://www.facebook.com/vivi.mar.1044/media_set?set=a.1473536312717424.1073741881.100001832092050&type=3 Feriado: O ritmo era devagar, sem pressa. A paisagem, novidade. A previsão do tempo, desanimadora. O rumo, desconhecido. Os pernoites, acampar onde der... O roteiro, desafiador: Atravessar de Itumirim a Carrancas pelo alto da serra, subindo por um rastro de trilha carregando a bike morro acima, avançando por single track no topo, usando os acessos das cristas e acampando onde for possível... e o retorno por estradinhas de terra que interligam as cidades.
  3. Pessoal, como sempre recebo preciosas dicas dos amigos nos grupos, listas e fóruns, compartilho com vocês as fotos da nossa cicloviagem de final de ano pelo Chile/Argentina (Patagonia). FOTOS: https://www.facebook.com/vivi.mar.1044/media_set?set=a.1346901068714283.1073741875.100001832092050&type=3&notif_t=like&notif_id=1484782793917031 RELATO abaixo: Pedalar, pedalar e pedalar ... Definitivamente este não foi o lema da nossa cicloviagem de final de ano. Kkk A meta era 1.000 km... mas pedalamos pouco mais de 630 km com aproximadamente 11.000 mts de subida acumulada, e me
  4. Oi Cris, Caramba, passei um tempo sem entrar aqui no forum, e geralmente eu recebia um email quando alguém respondia um post meu.... Entao ou nao enviaram o email ou realmente passou despercebido. Voce ja foi para a cicloviagem? Tambem moro em sp, que lugar vc mora? Quanto a pousadas, tem sim, em locais estratégicos, entao basta planejar os locais de pernoite que voce consegue pernoitar em pousadinhas sim. Para transporte nos onibus, sem problemas... com papelao ou plastico bolha, da pra transportar sem problemas. Eu geralmente levo um lençol e cubro a bike, e nunca tive problemas.
  5. Como em toda cicloviagem eu pego dicas com os amigos nos grupos de cicloturismo e forum, tambem acho justo compartilhar as dicas, rs. Segue abaixo anotações da cicloviagem pela Chapada Diamantina. Pouca Quilometragem, mas muuuuita beleza...rs Fotos no link: Dicas e anotações da Cicloviagem na Chapada Diamantina (Bahia) sendo quase que total por estradinhas de terra e single track, pouquíssimo asfalto. Tem uma grande diferença entre o ciclista (seja de competição ou amador de final de semana) e o Cicloviajante. E a principal diferença entre eles é a pressa. A cicloviagem Vo
  6. Ola Silva, que bacana. Fico feliz por ter inspirado voce a retomar seus projetos engavetados, rs. Caminhadas sao sempre legais, mas este trajeto é bem longo, e sempre com estradas, asfalto, estradas bem abertas, etc. Creio que o ideal para cumprir em pouco tempo seria bike mesmo, mas a pe tambem seria um bom desafio. Pensa com carinho... o importante é embarcar no sonho, rs. Abracos e ate breve.
  7. Pessoal, Como em toda cicloviagem procuro dicas nos foruns e grupos, no retorno sempre procuro retribuir, com informações atualizadas, e dicas pra quem se interessar. ps: Devido a falta de tempo fiz somente um resuminho do dia a dia, fotos, e apenas um texto para forum e grupos face. Abraços. fotos e post no face: Oh! Minas Gerais Quem te conhece Não esquece jamais Oh! Minas Gerais. Como dizem por ai: Tartarugas conhecem as estradas melhor do que os coelhos. E foi em velocidade de tartaruga manca que tivemos a honra de pedalar pela Estrada Real. Pouco mais de 400km de Diama
  8. Ola, A Travessia foi um sucesso. Pela primeira vez consegui fazer uma trilha pelo parana com o tempo 100% aberto, sem nenhuma nuvem. Ceu azul, noite estrelada, nascer e por do sol fantasticos, e a lua nascendo vermelha e gigante em paranagua. Foi um espetaculo a parte. Adoreiiiiii a travessia. Realmente esta bem sinalizada. Ate o ciririca esta uma avenida, depois disso a trilha fecha um pouco a vegetacao mas esta bem batida, e super sinalizada com as fitas. Mesmo nos trechos de rio tem sempre 1 ou 2 fitas na hora de saida. De qualquer forma, valeu pelo seu relato, foi de grande imp
  9. Muito bom ! Me diverti demais com o relato. E como fiquei com um gostinho de quero mais, tô indo pra lá !!! hahahaha Valeu por compartilhar essas preciosas dicas. Abraços Vivi
  10. Eita preula. Que perrengue da mulestia !!! kkkkk Parabens a todos por aguentarem firmes Já tomei uns perdidos e realmente, manter o psicologico tranquilo, parar para pensar com calma, é a melhor solução. Fico feliz que conseguiram sair ilesos, e principalmente, SOZINHOS !!! Do mesmo jeito que entraram, kkkk. Não que receber ajuda do Aguia desmoralize, não é isso, mas prezo muito pela auto suficiencia, hahahaha. Parabens mais uma vez. Apesar de se enfiarem em furada, conseguiram se sair muito bem perante a dificuldade, rs. E a gente aqui se divertiu horrores com o relato, kkkkkk Val
  11. Ahhh, que massa Ana, vou checar o seu relato agora mesmo. A gente conseguiu chegar tranquilamente até o inicio da trilha sim, num sitiozinho, sem problema algum. Fomos na caçamba de uma pickup corsa alias, rs, não era 4x4 não. rs Pode ser mesmo que devido ao periodo a estrada esteja prejudicada.
  12. Olá pessoal, compartilho infos da cicloviagem que fizemos agora no final do ano, caso alguem precise de dicas, estamos a disposição. Abraços Banho de rio, sol, chuva, vento, vilarejos, comunidades, acampamentos, amigos, bicicleta, espírito de equipe, gratidão, receptividade dos moradores, esforço físico extremo com o calor de 45º e paisagens de tirar o fôlego. E foi assim que passamos este final de ano... pedalando 535km pelo deserto do Jalapão no Tocantins em busca do Perrengue Supremo, rsrs. Local considerado deserto não só pela paisagem, mas também pela ausência de pessoas dur
  13. É verdade Re, seu relato está completissimo, cheio de dicas, impressões pessoas, emoção, preciosas informações. Muito bom mesmo. Parabéns, e obrigada por compartilhar sua cia e este relato com a gente Abraços, e até a proxima, muito em breve hein !!!
×
×
  • Criar Novo...