Ir para conteúdo

siltka

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre siltka

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Camboja, Chile, China, Cingapura, Cuba, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Espanha, França, Indonésia, Itália, Laos, Malásia, Paraguai, Peru, Rapa Nui (Ilha de Páscoa), República Tcheca, Suíça, Tailândia, Uruguai, Vietnã e Turquia.
  • Próximo Destino
    Ano sabático pelas Américas
  • Meu Blog
  • Facebook
  1. Lanternas (de cabeça / de mão / LED's / halógenas)

    Nossa! Multi Fuel Primus de Titânio Extra Plus Grand Prix LXZ!! Quando crescer também vou querer um destes... Brincadeira Raphavet! Quanto a Icon, excelente! Não tem erro... depois de passar por algumas headlamps, essa foi a que me acalmou...! abraço a todos siltka
  2. LeoRJ, que privilégio estar em Cuzco!? Seria a cidade que eu escolheria para passar um tempo. Entre todas que conheci, foi a que tive experiências mais honestas. ) San Blas é o maior charme, não? ABraço, Siltka
  3. Trilha Salkantay - Perguntas e Respostas

    Oi pessoal! Acabei de retornar de MP, especificamente da trilha Salkantay. Acredito que a grande frustração da maioria reside na grande expectativa em relação a conforto, estrutura, alimentação, etc. Lembrem-se que o Peru é considerado um dos países mais pobres da América Latina e por esta razão deve-se esperar e estar preparado para exploração de turistas, cobranças indevidas, não cumprimento de promessas, etc. A minha impressão é que o Peru é, o que o Brasil foi alguns anos atrás. É interessante que a maioria das reclamações de meu grupo vinham de brasileiros e não dos estrangeiros. (americanos, canadenses,etc) Se forem realistas e não houver expectativas muito altas em relação a conforto, a aventura é maravilhosa. Não há outra maneira de estar tão próximo à natureza a não ser caminhando e engolindo poeira, cheirando as mulas, dividindo a estrada com caminhões e diversos outros grupos. Não se pode esperar muito da higiene também. Para quem está acostumado acampar, sente-se em casa. O grande problema está na desinformação. Leia bastante antes de ir e não haverá muitas surpresas. Quanto ao guia não deixar tirar fotos, acho estranho, pois quanto tempo alguém toma para tirar algumas fotos? E qual o problema de ficar um pouco para trás e encontrar o grupo mais à frente? Acho que quem cria o ritmo é o próprio grupo e não o guia... Caso contrário ele acaba indo sozinho =P No terceiro dia, eu e alguns canadenses ficamos para trás e acabou escurecendo antes de chegarmos ao acampamento. Fomos curtindo o caminho no escuro, (apenas um tinha lanterna) e logo o guia veio ao nosso encontro. No stress! Lembro-me de ter feito uma trilha na California e o que me chamou a atenção foram as placas indicativas pelo caminho. Cuidado aqui! Pedras lisas! Vire a direita! Abaixe a cabeça! Cuidado com o tronco! Havia cordas e proteções o tempo todo. Bom, só faltou escada rolante... e um guia para segurar a minha mão... hauhuahua Realmente a trilha é pesada. Particularmente achei pesado no primeiro dia somente, pois a altitude faz com que vc conte os passos e o frio (-15 no meu caso) não é nada animador. Alugue ou leve um saco de dormir bem quente e se possível um 'thermarest' ou outro isolante, pois alguns são muito finos e dormir de lado vira pesadelo... No segundo dia, o mais difícil foi para mim mais tranquilo, pois após o aquecimento do primeiro dia, a gente acaba se acostumando e a paisagem ajuda muito! Nosso grupo teve o privilégio? de ver uma avalanche no Salkantay. Estrondoso e deslumbrante! Agora, realmente sou completamente contra o abuso das mulas e cavalos para carregar as bugigangas dos turistas. Ouvi dizer que levariam no máximo 25 kilos, mas claramente é um absurdo o que levam. Bujão de gás, caixas com comidas, mochilas e tudo mais que conseguem carregar nos animais. O pior é o maltrato. Ví vários levando tapas e pedradas. Falei com meu guia, mas não pareceu se importar muito. Estou elaborando uma carta para a agência que contratei. Agora, o pior vilarejo na minha opinião é Aguas Calientes. Como o guia Lonely Planet diz, tente evita-la ao máximo. Os preços chegam a quadruplicar alí. O abuso é tão grande que dá vontade de rir... O pior é que não parecem se importar com a cara de pau. Fui comprar algumas frutas, variedade limitadíssima na região. A senhora falou um valor por tantas unidades. Peguei as unidades e o valor foi outro. Questionei e ela me disse que eu havia pego as maiores e por isso era mais caro! hahaha Nota de 0 a 10 = 7,5 a 8,0. Bom, para concluir, vão sim, mas preparem-se para o 'soroche'. Tome ginseng, diamox, mate de coca e relaxem... Prometo que será um aventura memorável! abraços a todos.
  4. Receitas Mochileiras

    mas pois é... acho que quando se prepara toda a comida no próprio acampamento, o encanto e até o sabor é outro... as limitações do peso e utensílios se tornam um desafio e até um miojo fica com cara de prato francês! Tudo é uma questão de criatividade. Agora é verdade que opções de alimentação para aventureiros são muito limitadas, apesar de paulatinamente encontrar-se comidas semi-prontas em sachets hoje em dia (procure pela marca Swift). Ví recentemente batatas semi-cozidas, feijão e até canjica que ficam prontos de 3 a 5 minutos. Tem até um video podcast (vidcast) de uma senhora que ensina várias receitas para acampamentos. Ela prepara tudo no seu fogareirozinho. Cuzcuz marroquino, pastas, sopas, etc. boas aventuras siltka
  5. Lanternas (de cabeça / de mão / LED's / halógenas)

    Oi Raphavet, Dizem que a gente nem percebe a diferença conforme o tempo. Acho que acabamos nos acostumando com a 'menor' distância iluminada. Tem que levar em consideração, os métodos para essa medição. Não sei se é tão acurado assim. Soube também que pilhas normais/não-recarregáveis novas são a melhor opção para uma forte iluminação. As carregáveis não dão tanto poder à Icon e acredito qualquer outra headlamp. Só cuidado onde compra as pilhas. Comprei umas que duraram uns 30 minutos... abraço forte, silkta
  6. Lanternas (de cabeça / de mão / LED's / halógenas)

    BD ICON Intrigante como a gente vai ficando mais e mais exigente... No início era uma vela cortada pela metade, grudada numa latinha, amarrada com um elástico e presa na testa... Depois uma Petzl Tikka Plus, BD Spot, PT EOS e atualmente BD Icon. O que mais me agradou foi o conforto. Apesar de 3 pilhas AA, não se sente o peso quando na cabeça. Sempre fui meio resistente ao elástico central, mas não incomoda de forma alguma. Acho que ao contrário, pode-se deixar o elástico em volta da cabeça um pouco mais solto, não causando pressão. Usei com toca e também ficou bem confortável. O problema é fazer um 'penteado" antes de caminhar, daí sim ele estraga tudo... Na trilha, o alcance é impressionante. (conforme manual: 60 a 80 metros nos primeiros 30 minutos e 48 metros nas outras 10 horas). Gostei muito dos leds periféricos, utilizando-os para situações mais próximas e até mesmo andando na trilha, em alguns pontos achei até mais eficiente do que a lâmpada principal. Li em alguns fóruns, conforme um vendedor da REI que, para corridas de aventura a PT Apex é mais recomendada, pois a lâmpada é regulada, ao passo que para maior tempo em trilhas, acampamentos e travessias de mais dias a BD Icon é a ideal, pois tem maior duração de bateria. Agora, sendo bem exigente, gostaria de poder ligar ambos, a lâmpada principal e leds laterais simultaneamente para casos extremos ou até mesmo regularmente. Mas isso não é possível, provavelmente devido às baterias. Tá certo que iria parecer uma locomotiva no meio do mato... hehehe Bom acho que é isso. abraço a todos, siltka
  7. Sacos de Dormir

    Ogum, Estou tentando há algum tempo, comprar um saco da Quechua na , mas já tá virando piada. Já contatei algumas pessoas lá, mas a primeira passou a bola para uma outra e outra não respondeu mais os meus emails solicitando o pedido. Liguei para lá e disseram que teriam que pesar o saco para calcular o valor do Sedex e que alguém me ligaria me passando o valor. Não ligaram. Liguei novamente e após falar com outro vendedor, me enviaram o valor do Sedex, mas não as informações da conta para depositar. Enviei outro email mas até agora nada. Eita empresinha pré-histórica essa... Ou será somente comigo???? Quem sabe um dia os meus filhos ou os filhos de meus filhos poderão comprar aqui na internet mesmo, clicando na fotografia do produto, inserir o número do cartão de crédito e receber no dia seguinte? Alguém me falou que isso já existe!!! Mas acho que eles não sabem disso... Desculpe o desabafo off topic, mas pelo amor da Nossa Senhora da Tecnologia!!! siltka
  8. Barracas LAFUMA

    A Trekking 2 tem aproximadamente 2,5kg. Como o próprio modelo já diz, foi desenhada para caminhadas para 2 pessoas. É facílima de montar com sistema fool-proof (a prova de erros), pois as varetas são unidas com elásticos e não se separam uma das outras. As pontas são vermelhas e só podem ser inseridas por um lado, pois os outros são fechados feito bolsos. A parte interna já vem encaixada no teto, desta forma quando se colocam as varetas, ela fica praticamente montada, aguardando somente estica-la com as estacas. Nunca peguei vento muito forte, mas aparenta ter uma aerodinâmica boa, devido ao seu formato tipo túnel. O ponto negativo, ao meu ver, é que ela não é estilo 'stand-alone', ou seja não fica de pé sem as estacas, então se vc monta-la em local com o chão não estável, muito mole, ela não fica nada firme... Uma vez, tive que amarrar os cordões numa árvore. Quanto à chuva, já peguei forte, mas é importante deixa-la bem esticada, para que a água não fique parada em cima da barraca. Outros detalhes bonitinhos são os bolsos internos porta-trecos e um gancho para lanterna. As janelas são bacaninhas e pode-se abrir e fecha-las com umas hastes de velcro. A porta em formato D é bem pensado. O teto interno é de tela, o que não ajuda muito no inverno. Outra coisa que poderia ser melhor é o tecido do piso, que particularmente acho muito fino. Mas isso se deve provavelmente à limitação do peso. Nota 9,7. =P abraços, siltka
  9. Kit de Primeiros Socorros

    Deixar a natureza seguir o seu curso é ótimo... huahua Acho que é meio 'off-topic', mas lembrei de algo que me ajuda bastante, pois tenho sono muito leve. - máscara para dormir e 'ear-plugs' (aquelas borrachinhas para botar no ouvido), pois sempre tem um ou dois aventureiros que após uma longa caminhada, dormem feito onças e roncam que nem anjinhos... kkkkk
  10. Como secar o camelbak e não deixar sujar?

    Oi Pessoal, Lí no manual da deuter uma maneira muito boa para secar o hidro. Coloque dentro, toalhas de papel amassadas formando bolas do tamanho das de tênis. Duas ou três são suficientes. Pendure o hidro de ponta-cabeça e pronto! Seca rapidim. Agora o caninho é um saco mesmo... tiro todas as pontas e dou uma chicotadas no ar para tentar tirar toda a umidade... abraço a todos, siltka
  11. Kit de Primeiros Socorros

    renansp Obrigado pelo complemento da lista! Vc tem razão com a aspirina. É que na última vez, tive uma dor de cabeça incrível e foi a primeira coisa que anotei para trazer da próxima vez. Agora, Dorflex não dá muito sono não? Quanto ao alho, a gente espanta não só os insetos mas vários outros seres vivos... e até alguns mortos... abraço forte siltka
  12. Oi Pessoal, Estou querendo montar um kit de primeiros socorros para trekking. Uns amigos sugeriram: Clorin Adesivos para calos (Dr Scholl) Salompas para dor muscular Antiséptico (Povidini) Aspirina Pastilha tipo Eno para estômago Algodão/Gaze Duct tape Alguém tem alguma sugestão? Abraços siltka
  13. Como tirar gosto ruim do cantil?

    Ola pessoal, Particularmente gosto da Deuter que tem um hidro que imita a superfície de vidro, fazendo que não pegue gosto algum. Nas instruções fala-se que pode se tomar até suco que não pegaria gosto. Fiz o teste, joguei um Clight na minha água e ficou com gosto sim. Talvez o gosto tenha ficado na mangueira? Mas nada que umas boas lavadas com água corrente não resolveram. abraços, siltka
  14. Sacos de Dormir

    Oi Pessoal, O Lafuma Patrol Light é um excelente saco de dormir. Um pouco volumoso é verdade (8 litros/1kg), mas para uma temperatura não tão baixa, ele é muito bacana. O acabamento é de primeira e o forro agradável ao toque, pois é feito em tecido. Os designs são bem legais tbém. A temperatura de conforto é de 9 graus e de transição de 5 graus. Para falar a verdade, passei frio 2 vezes com ele, pois nos locais onde estava a temperatura chegou perto dos 3 graus. Na segunda vez, usei um cobertor de emergência por dentro, mas aparentemente não ajudou muito. Só fiz barulho me mexendo a noite inteira. Não sei exatamente como as empresas medem as temperaturas de conforto e extrema. Dizem que a de conforto seria para mulheres, ao passo que a de transição para homens, mas recomendo levar em consideração somente a temperatura de conforto. É muito mais fácil dar uma jeito no saco de dormir quando calor (abrindo o saco e usando como cobertor somente) do que quando frio... Agora, sonho mesmo são os de pena de ganso. Preste atenção no número de plumas x penas. Toda marca que se preze, traz esta informação. Quanto maior o número de plumas, mais eficiente. Quanto a umidade, os novos sacos vêm com tecidos impermeáveis, mas mesmo assim cuidado para não molhar, pois mesmo se deixar no sol enquanto vai caminhar, é provável ainda estar úmido quando chegar... Atenção ao guardar os sacos de pluma, dizem que é melhor não deixar dobrado, mas esticado em uma superfície plana com bastante ventilação. O saco de compressão é só para carregar. Caso contrário, vc pode criar efeitos memória no saco: cria-se "buracos" entre as penas e por alí o frio passa... Espero ter ajudado, abraço a todos e confortáveis aventuras. siltka
  15. Lanternas (de cabeça / de mão / LED's / halógenas)

    Olá pessoal, Gostaria de dar um feedback sobre a Princeton Tec EOS. Usei-a durante umas 2 horas numa trilha fechada por árvores e mata. O alcance é o que mais impressiona. A luz branca dá um contraste grande e o foco é muito preciso. De perto a luz é intensa e mais do que suficiente para tudo que se faz: montar barracas, cozinhar, etc. Agradável também é o peso: levíssima e compacta. O único ponto negativo que posso mencionar é a largura do foco; apesar do longo alcance, é bastante estreito. No início me deu uma certa sensação de claustrofobia na mata, pois a visão lateral fica bastante limitada. Sei que a Princeton Tec Spot resolve esta questão com leds laterais. O que não achei muito legal é o sistema de movimento da lâmpada. Me pareceu um pouco fraco e fiquei com a impressão que com o tempo este sistema de dentes de plástico acaba se desgastando. Espero ter ajudado um pouco e quando testar a minha Icon, posto alguma coisa por aqui. abraço forte a todos, siltka
×