Ir para conteúdo

FelipeRocha

Membros
  • Total de itens

    14
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Publicitário e editor de vídeo.

Outras informações

  1. Como sempre utilizo o mochileiros.com para montar minhas viagens, volto para dar minha contribuição. Noronha é inacreditável, portanto fica muito difícil dizer o que fazer. O melhor é pegar um bom guia de viagem e escolher as atrações que vai querer visitar, conforme os dias que tiver a disposição. Na minha opinião, o imperdível é mergulhar com tartarugas, arraias e tubarões na Baia do Sueste; fazer o mergulho na piscina da Praia do Atalaia, parece um aquário; fazer o passeio de barco para avistar os golfinhos; ver o pôr do sol do Mirante da Praia do Bode e do Forte dos Remédios. O Ilha-tour no primeiro dia eu considero indispensável, porque te dá uma ótima visão do que há na ilha para ver e te ajuda muito a definir os dias seguintes da viagem (eu fiz com o guia Mauro, que foi gente boa demais, mergulhou com a gente no Sueste e Atalaia nos outros dias e nos mostrou muitos esquemas na ilha (eu perdi o contato dele, mas quem me indicou foi a Marilúcia, da Pousada Leão Marinho ((81)9990-0324/9635-3618)). Eu fiquei hospedado na Pousada Leão Marinho, achei muito boa e os donos (Marilúcia e Clóvis) são a simpatia em pessoas, te ajudam em tudo e te fazem se sentir em casa. Sobre o passeio de barco, eu fui no da Marlene (81-3619-1228/81-9969-9913), recomendado por alguns aqui nesse fórum, e realmente é muito bom: o barco é bacana, sai cedo, passa pelos golfinhos, almoça bem no barco, para pra nadar no Sancho e no final tem planasub (acho que foi R$150,00). Sobre comidas: adoramos o Varandas, é meio caro (uns R$150,00 por casal), mas muito gostoso. Fomos também em um que fica de frente para o porto, a comida é razoável, mas o que realmente compensa é a vista e a possibilidade de ver um show ao vivo dos golfinhos. Algumas dicas importantíssimas: - Compre snorkel e máscara, são baratos no Mercado Livre e ficar alugando é muito nojento. O pé de pato e o colete você consegue alugar com facilidade nas praias onde rola mergulho ou com algum guia; - Leve muito protetor solar, kaladryl e repelente de mosquitos, pois são MUITO necessários e bem caros na ilha; - Pague a taxa de preservação online, você evita uma fila enorme na chegada à ilha e economiza tempo: http://www.noronha.pe.gov.br/ ; - Leve lanterna, pois muitos pontos da ilha são escuros durante a noite e uma lanterna pode ser bastante útil; - Leve aqueles inseticidas de ligar na tomada para utilizar no quarto. Acreditem, Noronha tem MUITO pernilongo e fica quase impossível dormir sem isso; - Leve guarda-sol, pois as praias não têm nenhuma barraca que alugue/empreste. Assim, para você ficar na praia com mais conforto e aproveitar o dia, um guarda sol ajuda bastante. Embrulhe em um ou dois sacos de lixo grandes e despache no avião, não tem problema nenhum; - Alugar um bugre é caro, mas facilita bastante os deslocamentos e economiza o tempo escasso na ilha; - Supermercados com preços parecidos com o continente: Mercado Brakfast, na Vila dos Remédios; Supermercado Poti, na Vila do Trinta. Um grande abraço e aproveitem essa maravilha que é Noronha, Felipe.
  2. Moçada, Como sempre pego dicas ótimas neste site, seguem agora as minhas sobre a encantadora Barcelona. O que tem de turístico na cidade já está exaustivamente registrado em guias e aqui no Mochileiros. O que faz a diferença numa viagem são as dicas, então as minhas são: - Transfer Aeroporto/cidade/aeroporto: o aerobus tem um ótimo serviço, passa em pontos centrais na cidade e é muito barato comparado a outras cidades européias (http://www.aerobusbcn.com/index.php/es.html). Acho que é o melhor custo-benefício. - Parc Guell: para chegar lá é preciso subir uma escadaria GIGANTESCA!!! A dica é tomar o metrô até a estação "Lesseps" e de lá tomar o microônibus 116 (lembrando que o bilhete do metrô permite tomar o microonibus de graça até 1:15 após o embarque no metrô, a famosa "baldeação"). Pergunte ao motorista onde descer, que será exatamente na cabeceira da escadaria. - Igreja da Sagrada Família: a igreja está pronta por dentro, não deixe de entrar, e inacreditável, realmente uma das coisas mais impactantes que já vi (e olha que já vi muita coisa), diferente de tudo que você imaginar. - Fuentes Magicas de Montjuic: são fontes de água acompanhando músicas na avenida que vai da Plaza de Espanya até o Monjuic. IMPERDÍVEL!!! Pesquise dias e horários na internet, pois varia de acordo com a época do ano. - Barcelona da Gema (http://www.barcelonadagema.com): fizeram toda a diferença na nossa viagem. São duas brasileiras que fazem passeios pela cidade (e acho que arredores tbém). Fizemos o walking tour pela cidade histórica e o outro pelos principais pontos turísticos. Foi muito legal ver a cidade como uma verdadeiro catalão, andar pelas ruas, entender os problemas e aflições da região, as questões que eles vêm enfrentando atualmente, a richa Barcelona-Madrid, a vinculação da cidade como o Clube Barcelona, enfim, relamente viver a cidade e não simplesmente passar por ela. - Aquarium: é caro, mas muito legal. Tem um mega aquário marinho que você entra num túnel que atravessa ele, é como se você estivesse no meio dos peixes, arraias e tubarões. - Restaurantes: essa eu peguei com um primo meu que morou lá por 1 ano: - Paella espetacular: Restaurante Salamanca, na calle de L'almirall Cervera 34 (CUIDADO pois há 2 restaurantes Salamanca na mesma rua, CERTIFIQUE-SE que você está no número 34) Tem vários tipo de paella, escolha a que você preferi e mande ver. Os garçons são MUITO mal humorados, não baixe a bola, engrosse a voz e imponha o que você quer, em qualquer língua e eles que se virem para entender. - Les 15nits: muito boa comida, preço bom e uma ótima sangria (vinho tinto, sprite e muito gelo). Fica na Plaza Reial, próxima a Las Ramblas. Aproveitem, Barcelona é "increíble"!!!
  3. Caríssimos, este fórum já está bem completo com dicas de Santiago, Valparaíso e Viña. Portanto, para não ser repetitivo, vou colocar apenas algumas dicas complementares: Santiago - Tem um freetour que sai todos os dias de frente da Catedral, feita por um holandês em língua inglesa, recomendo muito. Outro programa espetacular é almoçar ou jantar no "Aqui esta Coco", que serve a típica comida chilena, com muitos pescados e frutos do mar, ótimos vinhos e um atendimento impecável. Tem pinta de caríssimo, mas jantamos com entrada, prato pricipal, vinho e sobremesa por aprox. R$60,00 por pessoa. Sugiro reservar antes. Outra dica é um outlet shopping chamado Mall BuenaVista Premium que tem diversas lojas ótimas e com preços baixos, como Lacoste, Tommy, Adidas, Reebok, Quicksilver, etc. O endereço é Calle San Ignacio 500, bairro de Quilicura. Tem alguns outros outlets na vizinhança, um deles se chama Easton Center. Esse bairro de Quilicura é muito longe, recomendo ir de carro com GPS. Valparaíso - Os ascensores Concepción e Artilleria são imperdíveis!!! No Artilleria tem um passeio com uma vista fantástica e diversas barracas vendendo souvenirs artesanais. No Concepcion, recomendo dar uma caminhada pelas ruelas da cidade alta. Para almoçar, recomendo o Restaurante La Colombina, espetacular, que fica no Paseo Yuguslavo, subindo pelo Ascensor Concepción ou pelo “El Peral”. Viña – Assistir o pôr-do-sol no Pacífico é indescritível!!! Não tenho mtas dicas de lá, mas a cidade me pareceu muito agradável, gostaria de ter tido mais tempo... Valle Nevado - estive fora de temporada de neve. Ainda assim, recomendo muito o passeio, porque a estrada tem vistas maravilhosas da Cordilheira e lá no Resort do Valle Nevado é possível tomar o teleférico e subir numas pistas bem altas, a vista é linda. Outro ponto legal do passeio é o almoço no restaurante do Resort Valle Nevado, ótima comida e vinhos... Aproveitem...
  4. Transporte público de Firenze a Maranello é complicado porque Maranello é uma cidade muito pequena. Acho que o jeito mais fácil seria ir de trem até Modena, pegar um ônibus até a rodoviária e dali pegar o ônibus para Maranello que sai de hora em hora. Estive lá em Agosto passado e para os aficcionados em Ferraris é um passeio fantástico. Recomendo fortemente que você vá de carro, pois Maranello é uma vila que gira em torno da fábrica da Ferrari, não vi mtas opções de transporte público. Estando de carro, vc pode dar uma girada pela cidade e ver a fábrica, diversas ferraris andando pelas ruas, diversas lojas de souvenirs da ferrari e algumas lojas onde se pode alugar uma ferrari e lamborguines para passeios de 10 minutos a 2 horas... Ao lado do museu da ferrari há uma loja (inclusive tem uma atendente brasileira) que aluga vários modelos de ferrari. Aluguei uma 599 Fiorano por 30 minutos, quase chorei quando dei a primeira esticada com a criança... hehehe Leve a carteira internacional de motorista, eles exigirão. Caros, aqui está p site de empresa que aluguei a Ferrari: www.pushstart.it . Fica ao lado do Museu da Ferrari. Eles têm diversos modelos de ferraris e diversos tipos de passeios, desde 10 minutos até 2 horas...Os preços estão no site... Vai um "piloto" ao seu lado te orientando o caminho, onde vc pode acelerar, onde manerar, te mostrando as coisas pela cidade e tals... A Ferrari California dá p/ levar acompanhante e por + E$10,0 eles gravam o seu test drive... RECOMENDO MUITO!!!!!!!!!
  5. Segue uma oa dica p/ concertos: http://www.viennaconcerts.com/
  6. Transporte público de Firenze a Maranello é complicado porque Maranello é uma cidade muito pequena. Acho que o jeito mais fácil seria ir de trem até Modena, pegar um ônibus até a rodoviária e dali pegar o ônibus para Maranello que sai de hora em hora. Estive lá em Agosto passado e para os aficcionados em Ferraris é um passeio fantástico. Recomendo fortemente que você vá de carro, pois Maranello é uma vila que gira em torno da fábrica da Ferrari, não vi mtas opções de transporte público. Estando de carro, vc pode dar uma girada pela cidade e ver a fábrica, diversas ferraris andando pelas ruas, diversas lojas de souvenirs da ferrari e algumas lojas onde se pode alugar uma ferrari e lamborguines para passeios de 10 minutos a 2 horas... Ao lado do museu da ferrari há uma loja (inclusive tem uma atendente brasileira) que aluga vários modelos de ferrari. Aluguei uma 599 Fiorano por 30 minutos, quase chorei quando dei a primeira esticada com a criança... hehehe Leve a carteira internacional de motorista, eles exigirão.
  7. Juliana, enjoy.... A visita à Necrópolis é inacreditável, cheguei a ficar emocionado de estar ali (e não sou católico fervoroso)... A visita, na verdade, tem um caráter bem mais antropológico do que religioso... Te explicam algumas histórias da origem da cidade e a colina vaticana, o incêndio que Nero provocou em Roma e a perseguição aos cristãos, o enterro de São Pedro fora dos muros da cidade até o ápice da visita, em que te mostram o local do túmulo de Pedro e as urnas onde estão o corpo de um homem que a Igreja "considera" ser Pedro (palavras da guia).... Mto legal históricamente e religiosamente... Dica Imprescindível: eles são extremamente rígidos com as vestimentas para entrar na Necrópolis, quase fiquei de fora pq estava de bermuda e ainda tomei uma bronca do organizador do Vaticano (ele perguntou, vc não leu as instruções??? Daí eu tentei enrolar e ele simplesmente me disse que eu não iria entrar, pois as instruções eram claras e que ele sentia muito. Tive que trocar de roupa e colocar uma calça que eu havia levado na mochila) Ou seja, siga as orientações ou vc fica de fora.
  8. As principais atrações de Praga já foram dadas nos tópicos anteriores por diversas pessoas. Mas gostaria de dar algumas dicas específicas: - Cristais: minha mulher ficou maluca com os cristais em Praga. Eu não tenho referências de preços, mas ela falou que o preço é umas 2/3 vezes menos que no Brasil. Vale a penas pesquisar bastante, pois são muitas lojas e os preços podem variar bastante. Acabamos comprando muita coisa...heheh - Free Tour: a cidade é lotada de city-tours por preços variados, mas há um Free Tour que sai da Starbucks na praça principal da cidade velha que é muito legal, vc conhece um monte de pontos interessantes (é tudo perto) caminhando por aproximadamente 2 horas. Ao final, o guia pede uma contribuição e cada um dá o quanto quiser. É bem legal e vale a pena. - Chocolate Belga: Para os que gostam de um bom chocolate, descobri ao acaso uma loja de uma belga que faz um chocolate inacreditável, de diversos sabores e tipos... Chama "Koruna Pralines" e o endereço é "48 Újezd", perto do monumento às vítimas do comunismo. Coloquem no street view do google que vcs acham. O restaurante ao lado, chamado Carmelita, é bem gostoso e com preços bem razoáveis.
  9. NÃO vá a pé, de noite.... A cidade é bem segura, mas tem umas regiões meio bizarras tbém, tipo a estação de trem... Entra no site http://www.aaataxi.cz/ e já reserve um taxi, fica barato, vc não toma o cano de taxistas picaretas (pois é rádio-taxi e vc tem como reclamar) e vale a segurança... Boa viagem e aproveite, pq a cidade é linda.
  10. Cheguei em um vôo da Europa e foi tranquilasso, não pararam ninguém... Mas dizem que p/ os vôos que vêm dos EUA eles são um pouco mais chatos, especialmente procurando Ipads e Notebooks.
  11. 1) Segundo o Uol Viagens, é às 10:00 (http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/roma---vaticano.jhtm). Mas por via das dúvidas, melhor perguntar lá na hora de pegar o ingresso. Tem que fazer a reserva, vc sabe né? Olha nesse link aeh: http://www.vatican.va/various/prefettura/index_po.html 2) Sim, é verdade. Olha o link http://biglietteriamusei.vatican.va/musei/tickets/do?weblang=it&do
  12. Pessoal, estou tentando escolher um lugar em Buenos Aires para jantar a assistir um show de tango, mas não vi muitas dicas sobre isso. Por isso resolvi abrir esse tópico exclusivo. Quem já foi, favor dar as suas dicas: melhor show, melhor comida, melhor custo-benefício ou roubadas. Um abraço, Felipe.
  13. [info]O objetivo deste tópico é trocar informações e reunir depoimentos e dicas sobre o Buquebus - o ferryboat que faz a travessia de Buenos Aires a Montevidéu, passando por Colonia del Sacramento e seguindo até Punta del Este.[/info] Prezados, para compartilhar uma dica interessante que recebi de uma colega que já fez aquele passeio da buquebus de 1 dia p/ Colônia, ela falou que é a maior furada comprar o pacote com o almoço, pois o restaurante é uma bosta e há outras opções na mesma praça/rua. Ela disse que assim que o grupo chega, a guia leva p/ essa praça, sendo que o pessoal que tem almoço incluso vai p/ o restaurante e o resto vai ver os outros restaurantes de opção. Daí marcam de encontrar todos depois do almoço em algum lugar da praça para fazer os passeios que estão incluídos no pacote... Até mais,
  14. Pessoal, Pra quem pensa em usar o VisaTravelmoney(VTM), a coisa funciona da seguinte maneira, você pode comprar o VTM em Dólar ou Euro (escolher qual a melhor opção em relação ao câmbio p/ fazer a compra no Brasil e p/ depois sacar na Argentina) e carregá-lo com a respectiva moeda escolhida. Chegando na Argentina, você pode utilizá-lo para fazer despesas em Pesos Argentinos, seja comprando e utilizando as máquinas Visa (esta opção não tem taxas adicionais), seja sacando em caixas-eletrônicos que têm a bandeira VisaPlus (nesta opção paga-se uma taxa de US$/EU$2,50, de acordo com a moeda carregada no cartão). A conversão do câmbio (Peso Argentino/Dólar) é feita pela Visa utilizando a “taxa comercial” (muito melhor que as taxas paralela e turismo) mais aproximadamente 3,5% (teoricamente seria o lucro da Visa). Por conta desse custo (que certamente não será maior do que levar moeda em espécie e fazer o câmbio, devido às taxa mais altas dos bancos e casas de câmbio) e a segurança de não ter que levar moeda em espécie, o VTM é sim uma boa opção para levar um volume maior de dinheiro. (quem quiser pesquisar mais, dá uma olhada nesse site: http://www.rendimento.com.br/?c=770 ) A opção que alguns bancos oferecem de se sacar em caixas-eletrônicos e debitar direto na conta corrente também me pareceu bastante vantajosa, mas você tem que verificar as taxas cobradas pelo seu banco e o câmbio que ele utiliza. Como meu banco só oferece esta alternativa no Mastercard, acabei optando pelo VTM. De qualquer forma, quem optar por levar dinheiro em espécie, conforme mostrei no post de cima, levar Dólar é a melhor opção NESTE MOMENTO. O cartão de crédito também é uma boa opção e inclusive alguns permitem saque em Peso Argentino sem cobrar taxa adicional. O problema é que você fica vulnerável à variação cambial. No final das contas, acho que o melhor é você escolher qual é a sua melhor opção para levar o maior volume de dinheiro (VTM, cartão de crédito, saque direto na conta-corrente) e levar alguma coisa no bolso para os gastos imediatos. Um abraço
×
×
  • Criar Novo...