Ir para conteúdo

lobo_solitário

Membros
  • Total de itens

    1.490
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    39

lobo_solitário venceu a última vez em Junho 17

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

952 Excelente

Links para Redes Sociais

Bio

  • Ocupação
    Analista de Sistemas

Informações de Viajante

  • Próximo Destino
    Canadá

Outras informações

Últimos Visitantes

12.726 visualizações
  1. @Veronica Cardoso viajar falando somente o portugues voce ficará limitada ao básico da viagem, sem conseguir se interagir direito com outros viajantes. Será uma viagem mais desafiadora mas nao impossivel de ser feita. Hoje em dia existem varios aplicativos que ti ajudam a traduzir palavras, imagens, etc que podem ti auxiliar no dia a dia. De toda forma aprender frases básicas no idioma de destino pode ser útil tambem. Quanto à questao do emprego que voce citou, tire isso de ideia, alem de nao ser facil arrumar vc já nao fala nenhum idioma alem do portugues, entao isso sera uma missao praticamente impossivel. Entao junte toda a grana que voce precisará antes de sair de viagem.
  2. Andressa, é como citei logo a cima, tem como sim passar pelos tres países dentro de um mês, porem se vai ser uma viagem proveitosa ou nao vai depender do que voce quer ver em cada país. Quando eu estive por aquelas bandas eu estava num ano sabático fazendo uma volta ao mundo, com isso viajei sem pressa. Na Tailândia eu fiquei cerca de 40 dias e nos outros dois países 15 dias em cada. Em nenhum deles eu fiz tudo que gostaria, ou seja, num roteiro cronometrado voce tem que abrir mao de várias coisas, e lembre-se de que imprevistos podem acontecer e numa viagem totalmente cronometrada qualquer abacaxi pelo caminho pode comprometer toda a sua viagem pra frente. Eu nao tenho mais os esboço do roteiro que fiz pois no decorrer da viagem algumas coisas mudaram e tambem já tem alguns anos. Mas na Tailândia eu nao conheci o norte, porém de Bangkok pra baixo eu visitei muita coisa dos dois lados do continente. Caso queira alguma dica sobre KoLanta, KoLipe, KoTao, PhiPhi, full moon party, etc. só falar. Na Indonésia tambem tem muitas praias bonitas, ilhas que podem ser visitadas alem de Bali, porem eu curti muito mais a Tailândia e Filipinas. De toda forma antes de sugerir qualquer coisa, depois poste seu roteiro aqui informando a quantidade de dias que pretende ficar em cada lugar, pois assim ficará mais facil opinar. Mas nao se esqueça, os deslocamentos lá sao lentos, voce nao consegue sair de um lugar e ir pra outro e ainda querer aproveitar o dia.
  3. @Henriquexxt já passei por situaçao semelhante à sua após ter feito meu primeiro mochilao aqui pela América do Sul e depois de me hospedar num hostel em Floripa, no qual conheci uma pessoa que comentou sobre a existencia de uma passagem de volta ao mundo. Fiquei com aquilo na cabeça e sempre pesquisava coisas a respeito. Quanto mais eu pesquisava mais a vontade de dar a volta ao mundo aumentava. Resumo da ópera, depois de pesquisar muito e ver os pós e os contras dessa passagem RTW eu decidi que era aquilo que eu queria fazer, dar a volta ao mundo! Isso foi há uns 8 anos, entao comecei a juntar toda a grana que eu podia por uns 3 anos pra realizar meu sonho. A ansiedade era muita, principalmente quando foi chegando mais proximo da data de partida, quase todos os dias eu contava quanto tempo faltava. Pra fazer tudo isso eu abri mao do meu emprego tambem, nao pensei nem 2x em pedir conta, porem meu emprego nao era num cargo público. Creio que voce tenha essa opçao de pedir uma licença nao remunerada por algum tempo. Talvez essa seja uma boa opçao pra voce viajar e ver como as coisas sao de verdade, porque as vezes nós lemos coisas na internet e achamos que tudo pode parecer simples e fácil, quando na verdade nao é. Se nesse periodo que voce viajar voce conseguir fazer dinheiro no qual dê pra se manter ai seria uma opçao avaliar a exoneraçao do cargo público, pois já fazer isso de cara pode ser um tiro no pé. A principal dica que voce receber é: junte o máximo de dinheiro que conseguir e pesquise muito sobre seu roteiro. Quanto mais pesquisar melhor será para evitar as furadas pelo caminho, pois sao esses tipos de coisas que ti fazem gastar grana atoa. Imprevisto irão acontecer e voce precisa estar de coraçao aberto pra lidar com as adversidades. Por mais que voce pense em fazer uma viagem economica, é quase que inevitavel sair pra baladas, tomar uma cerva (caso voce beba) quase todos os dias, afinal, todos os dias serão férias! E pode ter certeza, uma das piores coisas do mundo é fazer um tipo de viagem assim e nao poder aproveitar as coisas que cada lugar tem a oferecer. Por mais que tenha-se muitas coisas gratuitas mundo a fora, bastante coisa bacana é paga. Dizer que voce precisará de 60k - 80k reais é subjetivo pois depende muito do seu estilo de viagem, porem com o real desvalorizado como está, e pra uma viagem longa como voce pretende fazer com certeza voce vai gastar mais de 100k. Mas volto a dizer, isso é subjetivo, e caso voce faça algo inicialmente com menos tempo, tipo uns 3 - 4 meses em uma licença nao remunerada esse valor diminuiria bastante. E pra fazer sua grana render mais o ideal seria passar mais tempo onde a nossa moeda é mais valorizada como nos países sub-desenvolvidos. Ir pra Europa pode-se gastar menos com passagem porem o custo de vida lá e bem alto. Ir para o leste europeu gasta-se um pouco a mais pra chegar la porem o custo já é um pouco menor do que na Europa Ocidental. Ir pra Ásia já é bem mais caro pra chegar porem o custo de vida lá é baixissimo se comparado à Europa. Na Ásia voce pode encontrar hospedagens a partir de 13 - 15 - 20 reais em quartos compartilhados (Vietnã, Tailandia, Filipinas, etc). Boa sorte!
  4. Planejar alguma viagem pra esse ano é muito arriscado, ainda mais se tratando de uma viagem internacional para países que podem estar em situaçoes piores que a do Brasil.
  5. @Guilherme Huntemann essas distribuiçao de dias em cada lugar do seu roteiro está muito ruim. Pegando como exemplo na India, voce terá quatro dias inteiros pra quatro cidades. Tudo na India é um caos, ao menos que voce ja conheça lá, leva-se um tempo pra voce se adaptar como tudo funciona. O transporte é extremamente lento, entao nos dias que voce estiver indo de uma cidade pra outra será um dia perdido. Voce nao consegue chegar numa cidade, por mais que seja cedo e ja sair aproveitando tudo. Leva horas pra voce chegar no seu hostel, sem falar que as vezes precisa esperar o horario do checkin. Em Agra por exemplo, suponho que voce queira conhecer o Taj Mahal, sendo assim voce precisa chegar no dia anterior pra que antes do dia amanhecer voce ja possa estar entrando na fila. Nao sei se voce ja está contabilizando ai o tempo perdido no deslocamento do Brasil até a India, porque se nao pode descontar ai pelo menos mais 2 dias. Na minha opiniao, voce poderia escolher no máximo dois países para poder viajar mais tranquilo e poder aproveitar mais. Nao se esqueça de que imprevistos podem acontecer e numa viagem cronometrada, qualquer problema poderá comprometer todo o seu cronograma.
  6. @Fernanda Novaes eu conheço todos os três países citados e ti garanto com toda certeza que apenas 20 dias é muito pouco tempo. É possível passar por todos eles, sim, mas é inviável. Voce vai apenas gastar tempo e dinheiro fazendo inúmeros deslocamentos apenas pra tirar algumas fotos em cada lugar apenas pra dizer que foi. Nao sei se nesses 20 dias voce está contando a partida aqui do Brasil ou se seriam 20 dias apenas lá. Se o tempo total da suas viagem for os vinte dias seu roteiro ficará pior ainda porque só pra chegar lá voce pode considerar pelo menos 2 dias de viagem, fora os deslocamentos internos/externos, ou seja, tempo útil mesmo pra voce aproveitar cada lugar vai ser mínimo. Lembre-se que nos dias de deslocamentos internos voce perderá no mínimo a metade do dia se nao quase o dia todo. Quando for fazer um deslocamento de um país pro outro perderá o dia todo. Se voce quer aproveitar mesmo a viagem sugiro escolher apenas 1 país e fazer uma viagem mais tranquila e proveitosa. Todos os três países tem um deslocamento interno lento, porém as Filipinas é pior ainda. As melhores atraçoes estao em ilhas distantes e nem pra todas existem aeroporto, mesmo quando possivel, os voos sempre fazem escala em Manila, com isso mesmo indo de aviao seu dia estará perdido. Se voce optar por navio, dependendo de onde estiver e pra onde quiser ir, voce poderá passar cerca de 24hs em alto mar. Sem falar que nem sempre há partidas diárias (navio/aviao). Reveja seu roteiro e se quiser mais dicas, poste-o aqui. Boa sorte
  7. @larii_baldo dê uma lida tambem no link abaixo, tem muitas dicas pra quem ta começando a mochilar. https://www.mochileiros.com/blog/mochilao
  8. @Julyelle Fernandes Couchsurfing nao é algo em que voce diz que vai viajar e por querer economizar simplesmente vai arrumar um canto pra ficar de graça. Couchsurfing é muito mais do que isso, couchsurfing é uma troca de cultura, é aquele momento pra poder sentar com um nativo e trocar ideia e nao apenas sair cedo pra bater perna na rua e voltar a noite. O fato de voce fazer o cadastro na plataforma nao é sinônimo de que irá arrumar algum canto pra ficar. Voce precisa colocar a maior quantidade de informaçoes possiveis no seu perfil para as outras pessoas saberem quem é voce. Além disso tem que enviar solicitaçoes e dar sorte de alguem "ir com sua cara" e responder de volta para entao começarem a conversar, se conhecerem e quem sabem ti recebem em casa. Antigamente a plataforma era totalmente gratuita e existe a cobrança de uma taxa caso o usuario quisesse pagar apenas para fazer a verificaçao do perfil, basicamente era pra provar que voce é voce mesma, uma forma de aumentar a credibilidade do seu perfil. Porem há pouco tempo a plataforma mudou a forma de de acesso, no qual o usuario obrigatoriamente precisa de pagar uma taxa, seja mensal ou anual pra ter direito a tudo que a plataforma oferece. Respondendo à sua pergunta se ainda tem membros, com certeza tem, porem muito provavelmente as possibilidades podem ter diminuído bastante.
  9. @Anaaaa voce precisaria confirmar se os locais em que pretende se hospedar aceitam menor de idade mesmo ela estando com voce. Caso positivo, é só fazer um roteiro que nao seja corrido. Em trinta dias da pra visitar bastante coisa nesses tres países, esse é um roteiro classico e tem inumeros relatos aqui no fórum. Analise a possibilidade de iniciar a trip por uma cidade e voltar para o Brasil por outra, com isso voce economiza tempo e dinheiro nao tendo que voltar pra cidade de origem.
  10. Infelizmente pegar férias agora é um "desperdício de tempo" porque nao vai dar pra aproveitar como normalmente se podia. Assim como o colega a cima disse, o país todo está praticamente fechado, viajar agora é bobeira. Sem falar do risco que voce corre de pegar o vírus e/ou transmiti-lo a outras pessoas fazendo seus deslocamentos. Voce pode até fazer parte daquele grupo de pessoas que acham que tudo que passa na mídia é bobagem e que o virus nao exista da forma como dizem, mas querendo ou nao o virus ta por ai e quanto mais voce anda, mais chances de voce tem de contraí-lo. Na minha opinião se voce tiver alguma "roça" pra ir esta poderia ser sua melhor opçao pra sair de casa, caso contrário o jeito é ficar em casa mesmo atoa.
  11. Por que entao ao invés de se aventurar acampando onde realmente voce ficaria mais exposto, voce nao escolhe um lugar e se hospeda em algum hostel? Procura hospedagem no booking e/ou hostelworld que com certeza irá encontrar algo em conta. Sem falar que pode ficar em quarto compartilhado e conhecer outras pessoas, não só no quarto compartilhado, mas nas areas comuns do hostel onde a galera fica.
  12. @Filipe O. Barros @pachecolucas sugiro voces nao ficar dependendo de ninguem pra fazer uma trip. Por mais que seja a primeira viagem, que gere uma certa insegurança, mas se voces nao sairem da zona de conforto dificilmente vao adquirir experiencias. Achar alguem que queira ir pra onde voce quer, com a mesma disponibilidade de tempo e grana é complicado. A melhor coisa a se fazer é escolher um destino, ler o maximo de coisas a respeito pra voce ter conhecimento do que ti espera pelo caminho e pé na estrada. Pode até aparecer pessoas aqui dizendo que animam e tal, mas na hora do vamos ver pulam fora, entao veja se arruma um amigo ai na sua cidade e se nao conseguir vá sozinho. Muito provavelmente irão encontrar pessoas no caminho ou no local de destino que estarão na mesma vibe que voces. Boa sorte
  13. @filiperocha ao montar seu roteiro nao pense em países, pense em cidades. 15 dias de férias para querer passar por 3 ou 4 países não é impossível porém não é viável. Primeiramente, dos quinze dias voce só terá doze úteis pois voce sairá do Brasil e chegará na Europa no outro dia, isso se nao tiver que fazer uma conexao para algum outro país caso vá para Europa Central / Leste. O último dia (da volta para o Brasil) voce tambem nao conseguirá aproveitar pois estará envolvido arrumando malas e se deslocando para o aeroporto. Caso consiga emendar as férias com um final de semana ou feriado pode-se otimizar essa perda do deslocamento. Segundo, voce quer economizar, entao evite fazer vários deslocamentos pois eles comerão uma boa parte do seu orçamento. Cada cidade tem suas atraçoes e cada pessoa tem seus gostos, mas eu recomendaria pelo menos uns 4 dias inteiros em Berlim, 3 em Praga e 3 em Budapeste. Dá pra fazer em menos? Sim. Mas voce com certeza faria uma viagem correndo literalmente e muita coisa passaria em branco. Neste exemplo voce ja gastaria dez dias úteis mais dois nos deslocamentos, ou seja, os outros destinos ficaria fora do seu tempo disponivel pra viagem. Terceiro, os dias de deslocamentos voce nao pode contar como um dia útil pois mesmo se deslocando pela manha, na melhor das hipóteses voce perderá a metade de um dia ou mais. Entao pra quem tem pouco tempo, muitos deslocamentos ti permitirá aproveitar muito menos do que se poderia. Lembre-se tambem que imprevistos podem acontecer e pra quem viaja com um roteiro cronometrado qualquer pepino poderá comprometer o restante da viagem. Na minha opinião voce poderia escolher passar por no máximo dois países pra poder fazer uma viagem mais proveitosa. Muitas pessoas tambem escolhem uma cidade base e a faz como hub para passeios proximos em outras cidades. Com isso a pessoa levanta cedinho, vai até o destino e volta a noite, com isso nao precisa fazer checkin/checkout.
  14. @AlonsoMiranda parabens pelo relato, muito bom!
  15. Concordo plenamente contigo! O bom de se viajar é poder aproveitar o que cada lugar tem a oferecer (passeios, festas, comidas, bebidas, etc). Viajar com grana curta já é horrível, viajar pra Europa sem grana é a pior coisa que existe. De nada adianta falar que foi pra tal lugar sendo que nao aproveitou nada porque nao tinha grana, sem falar que o risco de chegar lá e virar um mendigo é enorme. Nao sei o que o brother a cima tem em mente pra entrar na Europa e se manter lá, mas ao que aparenta ser, é um programa de índio... furada. De toda forma, boa sorte a ele.
×
×
  • Criar Novo...