Ir para conteúdo

ESJDinhoJr

Membros
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre ESJDinhoJr

  • Data de Nascimento 20-01-1988

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Yokohama /Tsurumi/ Nagano / Akihabara - Japão
    Buenos Aires - Argentina
    Morro de São Paulo / Salvador / Praia do Forte / Imbassaí - Bahia
    Pão de Açúcar / Corcovado / Angra dos Reis / Ilha Grande / Búzios- Rio De Janeiro
    Natal / Genipabu / Pirangi / Praia Negra - Rio Grande do Norte
    Rio Quente / Caldas Novas - Goiás
    Florianópolis - Santa Catarina
    Campos do Jordão / Pindamonhangaba / Taubaté / São Carlos / Brotas / Olímpia / Caraguatatuba / Riviera / Bertioga /Peruíbe / Juréia / Iguape / Cananéia / Ilha do Bom Abrigo / Ilha de Alcatrazes - SP
  • Próximo Destino
    Cuzco / Machu Pichu / Aguas Calientes / Puno / Lima / Arequipa - Peru
    Copacabana / Oruro / La Paz / Oruro / Salar de Uyuni - Bolívia
  • Ocupação
    Estudante Engenharia de Materiais - 7º Período - Universidade Federal de São Carlos
  1. Botas SALOMON

    Rafael, Obrigado pelas dicas. Enviei hoje mesmo um e-mail a amersports e espero que eles resolvam esse problema e eu consiga uma outra Salomon a altura da Revo. Afinal, acho a bota muito boa, tirando essa pequena falha de projeto que originou o descolamento. Abraço, Edgar Sato Junior
  2. Botas SALOMON

    Boa tarde, pessoal! Essa pergunta, acho que seria mais direcionada ao Leo... Comprei uma bota Salomon GCS GTX na Casa de Pedra em junho para fazer a trilha Salkantay nas férias. A bota em si foi excelente, visto que peguei neve no topo (sensação abaixo de -20ºC) e chuva na descida sem molhar o pé ou cair, para aqueles que conhecem a trilha, sabem que o caminho não é mil maravilhas. Enfim, se não fosse o cano alto da Bota teria torcido meu pé pelo menos umas 10 vezes. Meu amigo foi com uma Fastpacker 3D e também gostou muito da bota. O único problema que notei, desde o início, foi o início do descolamennto da lateral da bota (interface entre a sola e a lateral de cordura), bem na região onde há uma flexão da bota ao você elevar o calcanhar ficando apenas nas pontas dos dedos. Levei para a Casa de Pedra e eles enviaram para a Salomon. Essa semana, recebi uma ligação de que eu tenho um crédito de R$400,00 (Preço pago pela bota) par efetuar em compra por outro produto, pois acho que não conseguiram consertar ou efetuar a troca, por esse modelo ter saído de linha. Eu gostaria de saber se, assim como o Rafael Piovezan, eu deveria reivindicar a troca por uma bota nova a altura da GCS GTX ou eu não teria esse direito? Eu esperava que eles arrumassem a bota ou trocassem por uma a altura. Bom, posso estar querendo demais, mas fica aí minha dúvida. Grato, Edgar Sato Junior
  3. Anorak

    Olá, mochileiros de plantão! Estive vendo alguns anoraks como: Mountain Hardware, Marmot, The North Face.. entre outros, quando me deparei com esse modelo da Adidas (sem preconceitos): Gostaria de saber, das pessoas que já utilizaram essa blusa, se ela aguenta realmente vento e chuva. Dito da tecnologia Climaproof Rain que é apropriada para atividades onde a proteção ao vento e chuva é necessária. Pode parecer meio óbvia a vontade de alguns responderem "Não é Gore-tex, Event, Onmi-Tech, Conduit,Triple Point Ceramic, Sympantec, entre outros, por isso é mais uma capa de chuva disfarçada e cara". Posso dizer que já não faz pouco tempo que estou estudando as diversas tecnologias empregadas pelos fabricantes tanto para anoraks, como para fleeces! Bom, pareceu-me um novo produto, onde não encontro o preço ainda no Brasil, mas caso alguém já tenha usado, deixe sua opinião. Quanto ao preço, deve ser caro, mas esse fator não é relevante já que consigo um bom desconto nesse produto. Levando com consideração que buco um produto que satisfaça tanto nas mochiladas como para usar no Brasil posteriormente. Atenciosamente, Edgar Sato Junior
  4. Roupas para Bolivia, Peru e Chile

    Olá pessoal! Queria primeiramento agradecer ao depoimento de todos! As dicas, tutoriais e sugestões aqui presentes serviram para eu poder escolher e entender mais sobre as tecnologias e variedades disponíveis. No entanto, acima da tecnologia, acho que a experiência é algo complementar, sendo assim, só vocês poderão me ajudar. Já adquiri: Mochila Deuter Futura Vario 50+10 Bota Impermeável Salomon GCS GTX Underwear (Calça e Camiseta ZIP) SOLO X-Thermo (Não achei as Wayna) Meias Solo Trekking Toalha alta absorção Farei a trilha Salkantay (5 dias) em Julho com meus amigos e pretendemos fazer Downhill na Bolívia, Titicaca, Uyuni, Potosi entre outros destinos a se decidir ainda. Possuo uma blusa de pluma e uma calça e blusa de snowboard (ganhados no Japão). Sei que não são artigos nada técnicos, mas estou pensando se é viável a seguinte configuração de roupas: Durante o dia em lugares com sensação térmica de cerca de 0ºC com trekking moderado, utilizar: -Underwear -Calça Sintética -Camisa sintética -Softshell Windstopper da The North Face, modelo Cipher ( se não me engano é um bom isolante térmico ) e A noite, em lugares frios (sensação de -10ºC) com pouca atividade física, utilizar a mesma configuração acima, colocando a blusa de pluma e a calça de snow, e mais um "minhocão" de algodão para não passar frio. Embora citem o anorak e o fleece como itens básicos, estou querendo cortar gastos com o anorak, já que possuo uma capa de chuva de Nylon rip-stop (pouco transpirante) que poderia ser utilizada, caso chova, e assim usar apenas o windstopper para me proteger do vento e relativo frio durante as caminhadas. Lembrando que ainda há a possibilidade de eu levar a Blusa de Snow. Levarei um saco de dormir Deuter DreamLite 500 para dormir e luvas em "fleece" da Quechua. Caso seja inevitável, penso em comprar o "anorak" Arpenaz 300 da Quechua, apenas evitando o peso da capa de Nylon e talvez ganhando um pouco de transpirabilidade. Sei que pode parecer loucura, mas durante o trajeto Salkantay, onde boa parte será de trekking, um underwear, uma camiseta manga comprida sintética, mais esse Windstopper "térmico" da The North Face dão para segurar o frio, sem comprometer a liberdade de movimentos que um fleece e um anorak causariam? Desculpem, pelo extenso pedido. Qualquer ajuda será bem vinda. Abraços a todos!
  5. Mochilas QUECHUA

    Opa Haole.... quanto aos ajustes, você tem alguma dica a mais além dos passes básicos das fivelas?! Alguma manha a passar?! Ainda não tive a oportunidade de testar a mochila, mas quando fosse, não queria sofrer esse desequilíbrio a que se refere. Abraços!
  6. BOTAS: quais comprar?

    Olá a todos! Gostaria de agradecer as orientações de todos aqui! Após ler e ler, acabei comprando a última unidade da Bota Salomon Revo GCS GTX existente hahaha!!!! Agora é torcer para que meu dedão do pé não queira ficar pegando na ponta da bota!!!! A bota realmente aparenta ser bem resistente, quanto a impermeabilidade, ainda não testei! Nada que algumas semanas aqui em São Carlos não resolvam! Calçei uma 43 e meu pé ficou meio folgado, com a 42, meu pé ficou perfeitamente acomodado, e com uma folga de uns 5mm da ponta do pé. Conseguindo apenas batê-lo ao fazer meu pé correr pelo calçado (tenho mania de ficar movimentando os dedões para frente). Farei a trilha Salkantay em Julho e posteriormente farei as possíveis avaliações da Bota! Abraços a todos! Boas mochiladas!
  7. Mochilas QUECHUA

    Tudo bom, Haole?! É, falei, falei, mas na hora H acabei pegando a mochila da Deuter, modelo Futura Vario 50+10 L com cerca de R$90,00 mais cara que a Quechua! Espero ter feito uma boa aquisição! Valeu pela dica! Abraço!
  8. Mochilas QUECHUA

    Boa noite, pessoal! Serei um novo mochileiro e (infelizmente) só agora estou correndo atrás do equipamento, visto que irei fazer mochilão no Peru/Bolívia e talvez Chile! Rodei por algumas lojas de São Paulo e realmente fiquei muito surpreso com os equipamentos da Quechua, principalmente as mochilas. Entretanto, uma que me chamou atenção pela tranferência de carga foi esse modelo: http://www.decathlon.com.br/BR/bp-forclaz-60-symbium-66383026/ de R$449,00 Mas logo vi que há esse modelo, de mesmo nome: http://www.decathlon.com.br/BR/forclaz-60-symbium-42530478/ por R$499,00 Gostaria de saber se há muita diferença... E quanto a costura e tecido empregados na mochila, são boas!? Vi as Deuters e, sinceramente, a primeira vista e utilizando-a, me ofereceu o mesmo conforto que a Quechua. Vi o modelo Traveller 60L e o Modelo Futura, ambos com "rede" nas costas para diminuir o aprisionamento de calor nas costas! Há realmente uma grande diferença na resistência que valha os quase R$200,00 a mais nessas Deuters?! Abraços a todos!
×