Ir para conteúdo

leocamuni

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que leocamuni postou

  1. 02.04.2012 Acordamos cedo e, como a viagem seria apenas as 13:30, resolvi subir os Cerros Santa Barbara e Calvário, de onde se tem uma ótima vista da cidade e do lago. Renata preferiu ficar e descansar, então segui sozinho para o café da manhã e para a subida. Poucas pessoas na rua, segui o caminho pelas ruas até o ponto em que a subida se inicia. Evidentemente, o efeito da altitude limitava bastante minha velocidade de ascenção, e levei cerca de 20 minutos para subir. Mas valeu muito a pena essa subida, a vista é realmente espetacular. Foi possível avistar a parte sul da Ilha do Sol, a
  2. 01.04.2012 Acordamos cedo e descemos para o café da manhã, que apesar de simples foi suficiente. O tempo estava fechado e era possível avistar a chuva ao longo do lago Titicaca. Como acordamos cedo, arrumamos a mochila, capas de chuva e lanches, e ainda antes da saida para a ilha, passeamos um pouco pela orla, seguindo para o porto perto do horario de saida. Surpresa a nossa quando, ao conversar com o barqueiro, descobrimos que o barco só iria até o lado sul (Yumani) da Ilha. Fato consumado, nos contentamos com ficar apenas por lá e não fazer a trilha que liga uma parte a outra. Como o t
  3. 31.03.2012 O onibus chegou cedo a Puno, as margens do lago Titicaca. A cidade não é das mais bonitas. Fora do centro, quase nenhuma casa possui reboco, deixando os tijolos expostos. Decidimos comprar o pacote para visitar as ilhas flutuantes dos Uros na prória rodoviária, numa agencia recomendada pelo guia (KollaSuyo Tours, s/ 15 por pessoa). Apesar de um pouco receosos, deixamos nossa bagagem na agência. Também já compramos logo a passagem para Copacabana (Titicaca Tours, s/ 20 por pessoa), com saida para as 14:30. O pacote incluia, além do barco, uma van para nos levar até o porto e ta
  4. 30.03.2012 Dia de descanso pós trilha, mas também de aproveitar o restante do tempo em Cuzco. Acordei cedo e fui até a rodoviária, comprar as passagens para Puno (s/ 30 por pessoa), enquanto Renata preparava as bagagens. Aproveitei também para trocar mais alguns dólares e comprar alguns mantimentos. Como nossa diária vencia ao meio dia, guardamos a bagagem no depósito do Hostel e saímos para o tour pela cidade. Almoçamos num restaurante chamado Hanaq Pacha (Menu Turístico s/ 10), talvez a melhor relação custo x beneficio de toda a viagem, com direito a sorvete de sobremesa, ótima comida e
  5. 29.03.2012 Enfim, o grande dia, a chegada a cidade sagrada dos Incas. Saltamos bem cedo da cama, ou melhor, do saco de dormir, as 3:45, e as bagagens foram rapidamente arrumadas. Logo após a saída do acampamento, chegamos a um posto de controle, onde uma fila já se formava. Começou a clarear e conseguimos verificar que, apesar da chuva dos 3 dias anteriores, o dia amanheceria bastante limpo, apesar da neblina localizada no vale do Urubamba. Após o controle, subimos por um trecho margeando a borda do vale, e foi possível avistar uma das usinas hidrelétricas. No camping foi possível ouvir as
  6. 28.03.2012 Mais uma vez, acordamos antes do chamado dos porteadores. Durante a noite, o frio atingiu não menos que 8 graus na parte externa, porém, era visivel a geada que caiu nos pontos mais altos ao redor do acampamento e neve nos picos. Seria mais uma dia de subida no inicio, descendo em seguida. O dia também seria repleto de sítios arqueológicos, uma forma de preparação para a chegada na cidade sagrada. A medida que iamos subindo, o acampamento ia ficando abaixo, tornando visivel toda sua área e os porteadores desmontando as barracas. Entre os sítios visitados, conhecemos Runkurakay
  7. 27.03.2012 A primeira noite de camping foi relativamente tranquila, pouco barulho e um frio ameno (acredito que não caiu dos 10 graus do lado de fora). Como já é costume no Caminho Inca, logo cedo, os porteadores passam pelas barracas despertando os caminhantes para o desayuno e partida. Acordamos bem cedo, arrumamos as mochilas e quando nos chamaram já estavamos praticamente prontos. Desayuno feito, as 6:50 deixamos o acampamento, rumo ao dia mais difícil, 1400m de desnivel entre o ponto de partida e o ponto mais alto. O dia amanheceu bastante nublado, e a chuva seria quase certa (capas a
  8. 26.03.2012 Dia do início da Trilha Inca. Fechamos o pacote cerca de 4 meses antes, com a Inti Tours Peru, de Lima. A empresa pertence a um peruano, casado com uma brasileira. Antes de fechar o pacote, pesquisamos bastante sobre as empresas e opções disponíveis. Como não encontramos nada que desabonasse a Inti Tours, e o preço era o mais em conta (US$ 370 por pessoa, sendo 50% depositado antecipadamente em uma conta corrente no Brasil e o restante pago em dinheiro um dia antes da saída), optamos pela empresa. Tivemos uma dificuldade em conseguir o numero do comprovante de reserva junto ao g
  9. 25.03.2012 Acordamos cedo para o tour pelo Vale Sagrado. Tomamos café da manhã no hostel, bastante simples, mas suficiente para o desjejum. Encontramos o microonibus no local combinado e embarcamos para o passeio. No onibus, turistas de diversos paises e, como esperado, alguns brasileiros: dois casais e um rapaz, além de nós. O guia, Orlando, bastante descontraido e com boas informações. O idioma espanhol não impôs dificuldades para entendimento, muito tranquilo. A saída de Cuzco inicia-se com subida, passando pelos sítios arqueológicos (sem paradas) ao longo do percurso: Sacsayhuamán e
  10. 24.03.2012 Após menos de 24 horas em Lima, seguimos para Cuzco. Acordamos cedo, ligamos para o mesmo taxista que havia nos trazido do Aeroporto até Miraflores, e seguimos de volta. No aeroporto, tudo muito tranquilo também, pois chegamos com bastante antecedencia para o caso de algum contratempo. O voo para Cuzco foi bastante tranquilo. Para esse voo, também conseguimos passagens relativamente baratas, US$ 60,00 por pessoa, pela Taca. Voamos de Embraer E190, avião muito confortavel, fabricado no Brasil. Quando vimos o avião da Starperu no aeroporto, concluimos que a Taca valia muito mais a
  11. 23.03.2012 Depois de uma noite desconfortavel no aeroporto, por volta de 4:00 já seguimos para o guiche da TAM, onde deixamos as bagagens, as quais seriam despachadas diretamente para Lima. Passamos pela imigração ainda em BH, uma vez que o voo que tomariamos até SP seguiria para Buenos Aires apos a escala. O voo saiu no horario, por volta de 6:05, e chegamos em SP por volta de 7:15. No aeroporto de Guarulhos pudemos apreciar, ainda dentro do avião, um exemplar do A380, a maior aeronave de passageiros em operaçãp no mundo, atualmente. Apos breve espera, lá pelas 8:30 partimos em direção a
  12. 22.03.2012 Embora a viagem em si começasse apenas no dia 23, no dia 22 já precisamos nos deslocar para BH, pois o voo até SP sairia as 6:02, e se fossemos viajar no mesmo dia, de carro, teriamos que sair de madrugada em plena sexta. Como a intenção era ser totalmente independente, optamos por sair de onibus (Teixeira), de Divinópolis para BH, as 21:30. Chegamos em BH as 23:30 e as 0:15 seguimos para o Aeroporto Internacional de Confins, onde chegamos por volta de 1:00. Esse aeroporto é bastante desconfortavel para dormir, e teriamos que aguardar até cerca de 4:30 para entregar as bagagens,
  13. Eu e minha namorada fizemos um mochilão em 2012, meses de março e abril, totalizando 25 dias em 3 paises: Peru, Bolivia e Chile. Demorei um pouco pra fazer o relato (e nem está totalmente pronto ainda), mas vou publicando aqui a medida que for terminando (e aproveitando para reviver essa ótima experiência). Vou publicar dia a dia, acho que fica mais fácil pra assimilar. Pesquisamos bastante no Mochileiros.com antes de viajar, para montar o roteiro e escolher o que visitar (e o que não visitar), dentro de nossas possibilidades. Foi uma viagem de baixo custo, mas com muita atividade. Fizemos a
  14. Boa tarde! Estou com algumas ideias de roteiro e gostaria de ajuda para definição da parte que envolve Copacana e Puno. Minha idéia é sair de Cusco a noite, chegar em Puno bem cedo, visitar Uros na parte da manhã, fazer algumas compras e então tomar o onibus para Copacabana a tarde, no mesmo dia. Chegando em Copacabana, tenho duas idéias e queria opiniões: 1) Chegar em Copacabana no fim da tarde, dormir na cidade, ir cedo de barco para a ilha do sol, fazer a travessia Norte - Sul (ou vice-versa) por trilha, pegar o barco de volta para Copacabana e seguir para La Paz. Duvida: É pos
  15. leocamuni

    Mochilas FERRINO

    Comprei a Ferrino Transalp 75, Azul, por R$ 360,00 a vista, na AS Divers, no Rio. As primeiras impressões são de uma mochila leve, resistente, com boas divisões. O sistema de ajuste das alças é interessante, com ajuste de altura bem simples. Ela possui uma placa de material plastico nas costas, e apenas uma barra central, cuja parte superior fica exposta. A principio, achei a distribuição de peso boa, mas não cheguei a colocar muita carga. Senti fala de fitas laterais de compressão e bolsos laterais retrateis. Os testes pra valer serão feitos em outubro desse ano, numa viagem para a Europa, e
  16. [info]Tópico criado para discussão de assuntos sobre mochilas da marca FERRINO. http://www.ferrino.it/[/info] Pessoal, boa noite! Alguém tem ou já teve mochilas Ferrino? Estou interessado nos modelos Overland 60 + 10 e Transalp 75, e gostaria de conhecer a qualidade das mesmas, vantagens e desvantagens, entre outras informações. Agradeço antecipadamente qualquer colaboração.
  17. Leonardo, tá pretendendo ir na fumacinha em que data de junho? Também estou interessado em conhecê-la. Talvez possamos dividir o guia. Leo Muniz
  18. To querendo fazer a travessia, se fecharem algum grupo eu gostaria de participar.
×
×
  • Criar Novo...