Ir para conteúdo

brunoluigi

Membros
  • Total de itens

    112
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que brunoluigi postou

  1. Só tenha atenção em relação a taxa de pegar em um lugar e devolver em outro. É possível achar agências que não cobrem taxa e outras que cobrem uma taxa alta. Concordo com o Adriano em relação a Milão, não tem nada de especial para conhecer lá (chega a ser até dispensável) E florença acho possível fazer em menos do que 4 dias. Assim, consegue encaixar outras cidades interessantes pelo caminho, como Verona, Pisa. Sempre me falaram muito bem de Turim também (apesar de ser mais longe na sua rota). E dá uma pesquisada no Cinque Terre (principalmente se vale a pena fazer em dezembro, que é frio). Caso não vá fazer nenhum passeio fora dos arredores de roma. Pense em devolver o carro logo quando chegar lá. Acaba sendo mais fácil rodar por lá de transportes púbicos.
  2. Emilianoegv, Se pretende mesmo ir de ônibus. Tenho quase certeza que tem uma linha da gontijo para Feira de Santana. Tem a possibilidade de ir de avião entre Belo Horizonte e Feira de Santana (em muitos dias, sairá mais barato que ir de ônibus). Tem um voo pela azul. Estando em feira de Santana, pegar um ônibus na rodoviária até Valença (pela empresa Santana). Chegando em valença você tem duas possibilidades (mais comuns) para Boipeba. A mais barata é pegar um ônibus na rodoviaria mesmo de Valença até Torrinhas, de lá sai um barco até Boipeba (custava 18 reais o trecho, não sei se aumentou). A outra opção, é ir da rodoviaria até o atracadouro (dá para ir a pé). E pegar uma lancha rápida até Boipeba (acredito que esteja custando entre 35-45 reais).
  3. Drica100, A questão do tempo é mais importante do que a do dinheiro. Pensando um média de 3 dias por cidade. Dava para conhecer 6 cidades. E mais dois dias considerando os tempos perdidos em viagens. Claro que umas valem mais a pena do que outras. Das que você pretende ir, tanto Viena como Praga conheci bem em 3 dias. Mas, claro se prefere fazer com mais calma é bem melhor! Quanto a dinheiro, os mesmos gastos que tiver fazendo em uma, estará fazendo na outra. Só soma as passagens de um lugar para outro. Mas, mesmo poupando orçamento pode pensar em ir para Viena, é só cortar em alguns pontos. Já que li que o estilo de viagem é econômica. Nesse estilo, dá para ir sem gastar muito. Mas em destinos mais baratos como Praga, cidades da Polonia, Budapeste vai ver que o dinheiro rende bem mais. =)
  4. Pela quantidade de dias que vocês ficam é possível fazer as duas. Neste caso acho que a melhor ordem (em relação a logistica e valores) seria Berlim - Dresden - Worclaw - Praga - Viena - Berlim. Uma possibilidade que podem pensar é não irem a Polônia e irem de Viena para Budapeste. Neste caso seria interessante voltar de avião para Berlim (dá para achar voos muito baratos em cias low costs, só devem ter atenção a bagagem) No caso de escolherem mesmo entre as duas: Não conheço Worclaw, mas ela é bem mais barata que Viena (a Polônia é mais barata). Viena é incrível em termos de cultura. Mas, achei um pouco cara para viagem que fiz na época (também estava viajando para Praga e Budapeste na mesma viagem). Certamente não sairá o mesmo valor ir para Viena ao invés de Worclaw. Gastará menos na Polônia.
  5. Olá Sonia, Mais um admirador das suas informações por aqui! =) Já tinha pesquisado bem sobre viagem em cargueiro, exatamente nas empresas que mencionou, quando vi o valor diário pensei em deixar a aventura para depois! =) Mas, minha pergunta é: Qual você acha que é a melhor rota, em termos de paradas nos Portos, entre Europa e Brasil / Brasil e Europa? Lembro de ter me interessado muito por um que parava em várias cidades no Caribe e norte da America do Sul até chegar na Bahia. Desde já agradeço,
  6. Dei uma pesquisada rápida levando em consideração as suas datas. Consegue um voo no dia 02 de Xangai para Hong Kong por 57 euros. Aí consegue ir no dia 04 já de Hong Kong para Chiang Mai por 64 euros. (ambas pelas hongkong express - Não sei te dizer se é boa.) De Chiang Mai para Bangkok vai estar numa faixa de 25 euros. Depois de Bangkok para as ilhas também não deve passar esse patamar de 25 euros. A volta você tem muitas opções. Saindo 19 de Singapura tem várias opções na faixa de 20 - 60 euros. Que pegam de Kuala Lumpur , a Bangkok, Saigon, Hong Kong etc. Aí é pesquisar qual dessas tem o voo mais barato para voltar para Xangai. =)
  7. Lupadovezi, Minhas passagens até agora estão saindo numa média de 30 a 40 euros por trecho. A grande maioria que eu comprei foi pela airasia. Algum dos seus trechos você acha por uns 20 euros. Existem outras cias também. Tenha atenção que a airasia é low cost, então tem certa restrição com bagagens. Dicas para sua pesquisa de passagens: Entra no site da skyscanner.com e coloca o local que você está, no dia que pretende sair e no destino deixa em branco. O Skyscanner pesquisa por preço para todos os lugares. Acredito que seus voos mais complicados (caros) vão ser os saindo e indo para Xangai. Mas, pode achar alternativas interessantes. Acredito que saindo de xangai o voo mais barato deva ser para Hong Kong. Pode pensar em ficar um dia lá ou nem isso e fazer uma escala com duas companhias aéreas (se for fazer no mesmo dia, deixe uma grande margem de segurança nos horários). Os voos dentro da Tailândia e Singapura vão ser bem tranquilos e mais baratos pela air asia.
  8. Lilian, é possível comprar passes de trens por região através da eurail. Não sei se tem passes exatamente para os países que você viaja. É bom pesquisar quais são as melhores alternativas entre cada cidade, para ter uma ideia do preço. Um bom site para isto é o rome2rio. Você entende qual o meio de transporte mais barato entre as cidades e o tempo que leva ir de uma cidade a outra.
  9. Não reservar antes só compensa no caso de deixar sua viagem em aberto enquanto estiver viajando, não se limitando a ficar os dias planejados anteriormente. Isto de economizar pesquisando na hora, tem um detalhe que tem que ser levado em conta. Primeiro você vai ter que ter uma noção do preço atual (isto no booking ou hostelworld), depois vai ter que passar em vários hosteis para perguntar o preço que está no dia, se tem vaga, etc. Isto consome um tempo, que talvez o desconto conseguido (ou não), não compense. Com hostel reservado, você já chega na cidade programado como devo chegar nele, só larga as malas e começa a visitar. Costumo só não reservar quando viajo em baixa temporada e para lugares que já estou mais ou menos habituado e com tempo para pesquisar. Nas viagens pela europa, já fiz isto algumas vezes, e já fiquei sem ter onde dormir! A economia nunca compensou a reserva anterior. No Brasil, dependendo do lugar (Bahia principalmente), nunca reservo antes. Mas já vou ciente do preço que posso encontrar. Se tiver com tempo e em baixa temporada e quer mais liberdade, viaje sem reservar. Mas já saiba onde procurar quando chegar. Se quer poupar tempo, vai com os hosteis reservados.
  10. Renato, Simplificando muito tudo. Algumas pessoas vivem para construir coisas. Outras para experimentar. Elas, claro, sempre se interlaçam. Tem quem sonhe em ter um emprego estável para comprar casa, carro, e ter um vida mais prevista. Essas pessoas também podem viajar muito. Bem provavelmente nos finais de semanas prolongados e férias anuais. Outros querem viver tudo que é permitido, e nisso, tentam adaptar sua vida e trabalhos de forma que possam fazer isso. Acho, que aí se encaixa quem adoraria conhecer todo o mundo. São as pessoas que vivem pesquisando viagens, mesmo as que não vai fazer num curto prazo. Eu, por exemplo, já tenho pesquisas feitas de países que eu nem possa ir nos próximos 5 anos. Mas, que na primeira oportunidade eu vou. Esteja sempre preparado para qualquer oportunidade que surgir. O primeiro grupo nunca vai entender as necessidades do segundo, ou vice-versa. Nada impede que você trabalhe para viajar ou até trabalhe viajando (existem várias profissões que você pode viajar o mundo, trabalhando). No mais, é juntar dinheiro e decidir se gasta com bens ou com viagens!
  11. Com o valor que você tem disponivel é muito possível! Você tem que levar em consideração os seguintes pontos quando pensar no seu orçamento. Suas únicas obrigações são alimentação, hospedagem e transporte. Você já tem hospedagem e transportes entre cidades pagos. Então tem que pensar na alimentação e transporte dentro das cidades. Depois entra a lista de passeios imperdíveis. Quase todos os lugares que você pensar em visitar, vai ter que pagar algo. É só escolher as suas prioridades. Se em Londres, por exemplo, quiser visitar a London Eye, Madame Tassauds e mais uns passeios caros seu orçamento estoura. Se quiser mesmo visitar, priorize os que acha que não pode perder. ( O tripadvisor é ótimo para isso, dá para ler o review de quem visita os lugares) Outro ponto que desequilibra qualquer orçamento são as "lembrançinhas". Sempre achamos que temos que trazer presente para gato, cachorro e papagaio. Ou até para você mesmo. Você vai se surpreender muito com o preço de algumas coisas na Europa, e não vai resistir a comprar. Assim, é só ter cuidado com isso. Alimentação: Alguns países vai ser muito caro. Eu costumo comer no Mc Donalds ou Subway quando viajo a lugares mais caros. Pq sei exatamente o quanto irei comer pelo que estou pagando. Sentar num restaurante, é sempre uma surpresa no valor final. Uma refeição no Mc Donalds custa em torno de 6 euros na maioria dos países, uns mais outros menos. Mas pesquisando no tripadvisor, também dá para achar excelente opções para comer por preços razoaveis. Fazer algumas refeições comprando nos supermercados também vai diminuir bastante os custos. É só pensar no que priorizar. Comida, passeios ou compras! =)
  12. Também acho bastante corrido ir já no primeiro dia para Stuttgart. Se a escolha é entre as duas, prefira ficar em Frankfurt. Como o Adriano disse, se considerar o tempo de sair do aeroporto, chegar no centro, achar o hostel já perde bastante tempo. A sorte que ainda está escurecendo tarde nesta época. Conheço as duas cidades e acho que as duas não tem grandes atrativos assim, Stuttgart não tem muito o que visitar. Eu sinceramente, pularia Stuttgart ( a menos que tenha algo que já queira fazer lá, como ir na porsche) Sugeria você dar uma olhada em Heidelberg, fica no caminho (está eu não conheço, mas dizem que vale a pena). O que teria perto era Koln (mas fica fora de mão). Outra opção, apesar de sair um pouco do caminho é ver a possibilidade de ir para Fussen, e conhecer o castelo Neuschwanstein (aquele que inspirou o da Disney). Este eu gostei bastante. Esse passeio dá para fazer saindo de Munique também. Se não tiver muito tempo para ficar em Munique, pode ir logo para Munique e aproveitar este dia para conhecer o campo de concentração de Dachau.
  13. Patrícia, se vvocê pretende fazer por conta própria, se for fazer fumaça consegue ir do Capão. Se for para o buracão é melhor ir para Ibicoara. Dos dois consegue guias baratos. Na fumaça (por cima) consegue até ir sozinha se for seguindo um grupo. Se pretende fazer por agências, o melhor é sempre reservar lá e ficar em Lençois que tem mais opções. A opção que pode ficar barata é você encontrar um grupo de pessoas e fechar um carro lá com motorista (que é guia). Se quiser tenho um contato de uma pessoa que faz esse tipo de serviço, mesmo que não encontre outras pessoas para dividir o carro, se fizer um pacote com ele, pode acabar valendo mais a pena. Leve em consideração também, que os passeios das agências são muito corridos, e os mais baratos são com muitas pessoas. A agência que é mais barata em Lençois é a Zentur. No entanto, os passeios quase sempre saem com muitas pessoas.
  14. Obrigado pelas dicas Marcos! Também não estou achando a logistica das melhores! Tinha pensando em ir e voltar de skopje para Pristina, para poder ir a Ohrid. Perderia um tempo nesse ir e vir. O problema que achei um voo muito interessante chegando em Skopje, pesquisei para todas as outras possibilidades que pudessem melhorar a logistica, mas não achei. Vou pesquisar se dá para ir de Ohrid para Prizren sem passar por Skopje novamente.
  15. Carlos, Precisei ficar um dia em Camamu, fiquei numa pousada chamada Verde mar. Pelo que lembro os hoteis e pousadas da cidade não tinham preços muito convidativos, essa na época era aceitável e com um preço razovel. Se tiver oportunidade prefira dormir em Barra Grande.
  16. Acompanhando Marcos!! Estava pensando em ir aos Balcans, mas pensando em pular a Albânia (tenho pouco tempo). Iria de Skopke para Ohrid e depois subiria para montenegro. Acha que vale a pena ir para Albânia também? Estava mais tentado a colocar o Kosovo. Agradeço as dicas,
  17. Acredito que seja melhor ficar na Barra. Para curtir a noite o Rio Vermelho pode ser melhor, mas como o Filipe disse em cima o Rio Vermelho está passando por reformas, pode estar um pouco confuso ir para lá agora. O transporte da Barra para o Centro histórico e para o restante da cidade também é bem fácil. Quanto a violência, a Bahia não é exatamente a imagem que passam em Portugal (sou baiano e moro em Portugal), tomando os devidos cuidados dá para andar tranquilamente sem nenhum problema.
  18. Marcus, Olhando o seu roteiro, dá para fazer algumas modificações para aproveitar mais. No primeiro, como é o dia que você chega, pode fazer algo calmo como ir no Parque das Nações e visitar o Oceanario. Pense na possibilidade de alugar um carro. Andar por Lisboa de carro não é bom, no entanto para ir a fatima pode te poupar um bom tempo! Assim, você conseguiria ir a Belem e Sintra no mesmo dia. Belem pela manhã e Sintra a tarde. Mesmo que não alugue carro, é só voltar até o chiado e ir de trem até lá, ou se quiser ganhar tempo, vai de taxi ou uber. Caso alugue um carro pensa em ir no Mosteiro da Batalha, fica só 20 e poucos km de Fátima. No dia do jogo, aproveita para conhecer algo em Lisboa também, e no último dia o centro como tinha previsto. Ir ao Porto não é impossível, caso deseje mesmo ir, ficaria corrido por lá, mas dava p viajar um dia a noite, passar o dia lá e voltar no seguinte fazendo fatima no caminho e Sintra. Para isso precisava fazer Belém no primeiro dia. E ir no parque das nações ao invés da Feira da Ladra. Mas só se quiser muito ir, vale a pena ir com calma e aproveitar bem o Porto quando for! Abraços,
  19. Opa lupadovezi! Vou fazer a mesma região com uns amigos em épocas próximas. Top essa sua escala do méxico!! Algumas dicas da pesquisa para o meu roteiro. Não entendi se os trechos Xangai - BKK e BKK - Xangai já estão comprados. Mas se não for o caso, pode pensar em pesquisar a ida p Singapura ou BKK dependendo de qual for o melhor preço e o mesmo na volta. Singapura ou Bkk para Xangai. Te evitaria ir duas vezes a BKK. Não irei para Chiang Mai, mas pelo que pesquisei o voo é muito barato, como os hosteis são baratos tmb, pode não compensar esse trem noturno. A menos que esteja mais levando em conta o fator aventura! =) Acredito que possa ficar menos um dia do que previu em Chiang Mai também. Quando estiver na parte das praias da Tailândia, não faz muito sentido pegar um voo de ida e volta para Singapura, fica melhor fazer isto enquanto estiver em BKK (caso não encontre a ida e volta barata como disse em cima). Isso te deixa mais livre em decidir quantos dias ficar em cada praia (no meu roteiro encaixei os dias da praia, mas não decidi ainda quais exatamente e quantos dias ficar em cada). Fora isso, existem outras opções do roteiro também. Caso abra mão de fazer o passeio de elefantes em Chiang Mai (imagino que seja por isto o motivo de estar indo para lá), consegue colocar no lugar ir para Sieam Reap no Cambodja, ou Bagan no Myanmar, reestruturando os dias dá até para ir a Bali na Indonesia! Se precisar de ajuda com as passagens, quais são mais baratas e tal, entra em contato comigo!
  20. Opa Flávio! Vou fazer um roteiro parecido nesta mesma época! Mas não sei se nossas datas batem! Algumas dicas que podem te ajudar a reduzir os preços. Se estiver pensando em viajar só de avião, pelas datas imagino que seja este o plano, seria melhor mudar algumas ordens de cidade. Tanto o Laos como vietnam, são muito caros para ir e voltar. Assim, alguns trechos saindo de lá, são mais caros que outros. O ideal seria você pegar um voo de Bkk para o Vietnam (estou deduzindo que você vá para Hanoi e Ha long Bay). Depois de lá ir para o Laos. Do Laos pesquisar de encontra voos baratos para Siem Reap no Cambodja, se não é voltar para Bangkok. Se for essa opção mais barata, pode ver de ir neste período para Singapura e Kuala Lumpur, depois ver se acha passagens baratas para Siem Reap de algum desses lugares. A questão é montar o roteiro analisando o custo de trechos.
  21. Levando em consideração a quantidade de pessoas acho que vale a pena você alugar o carro. E pensar em algumas cidades no caminho entre Lisboa - Coimbra - Porto. Não entendi bem pelas datas se vão conhecer Lisboa ou não. Se forem, deixe para alugar o carro quando for sair de Lisboa. Como sugerido pelo Tytanyc não vale a pena ficar mais do que dois dias em Coimbra (apesar de morar aqui). Assim, pode pensar em adicionar Sintra, Óbidos, Tomar, Mosteiro de Batalha, ou se for religiosa ir a Fátima. Quanto o aluguel do carro, aconselho que olhe na interrent.pt, é a locadora mais barata de Portugal.
  22. Olá, No final do ano vou fazer uma viagem a China (como escalas) e o sudeste asiático. Estou na dúvida em relação a quantidade de dias pela cidade, dentro do roteiro, será que vale a pena ficar mais algum dia, ou retirar alguma das cidades? E quanto a organização do roteiro de ligação de cidades. Fiz levando em consideração diminuir o máximo o custo de deslocamento entre as cidades. Existe alguma ligação que poderia ser melhor? Até agora tudo que ligue ao Vietnam tem sido o mais caro. Segue o pré-roteiro da viagem. Apenas o ínicio até Hong Kong e volta da Singapura estão confirmados, o restante é passível a mudanças. Agradeço a ajuda. 09/Dez - Madrid - Pequim (Viagem ida) 10/Dez - Chegada em Pequim no início da manhã - Dia inteiro em Pequim 11/Dez - Pequim 12/Dez - Pequim - Final do dia ida para Hong Kong 13/Dez - Hong Kong (até aqui voos comprados) 14/Dez - Hong Kong - Final do dia ida para Hanói 15/Dez - Hanói 16/Dez - Halong Bay 17/Dez - Halong Bay 18/Dez - Hanói - Luang Prabang (Laos) - Dúvida se compensa ir na noite do dia anterior ou sair na manhã cedo deste dia e aproveitar mais um dia em Luang Prabang 19/Dez - Luang Prabang 20/Dez - Luang Prabang 21/Dez - Luang Prabang - Saindo de Slow Boat para Chiang Mai 22/Dez - Slow Boat 23/Dez - Chiang Mai 24/Dez - Chiang Mai - Voo a noite para Bangkok 25/Dez - Bangkok 26/Dez - Bangkok 27/Dez - Bangkok - ida a noite para Siem Reap (Camboja) 28/Dez - Siem Reap 29/Dez - Siem Reap - volta a Bangkok a noite 30/Dez - Bangkok - Surat Thani (voo cedo) - Ferry para Koh samui depois para Koh Phagnan (decidir se melhor dormir em Koh samui) 31/Dez - Koh phagnan (sujeito a encontrar um hostel com preço razoável) 01/Jan - Koh phagnan 02/Jan - Koh Tao ou Koh samui 03/Jan - Koh Tao ou Koh samui 04/Jan - Ir para Krabi e depois Koh phi phi 05/Jan - Koh phi phi 06/Jan - Koh phi phi 07/Jan - Voltar para Krabi e ir para ao nang e railey beach 08/Jan - Dúvida entre adicionar Kuala Lumpur e Singapura (obrigatório por conta da viagem de volta). Ou ir apenas a Singapura e adicionar outro dia em outra cidade 09/Jan - Dúvida 10/Jan - Singapura 11/Jan - Singapura (saída do voo de volta) - Saída de madrugada. O dia inteiro em Chengdu 12/Jan - Voo de volta de Chengdu para Lisboa
  23. Concordo com o Adriano quanto não ir a Milão, não é uma cidade que seja muito interessante a visita, dificilmente encontra alguém que tenha gostado de conhecer Milão, e como ele disse boa parte das vezes é por obrigação logistica (quando eu fui lá foi este o caso). Pode inserir Florença, que fica no caminho entre Roma-Veneza e compensa muito a visita. A ordem do Roteiro depende muito em relação ao valor que encontrar dos trechos. Bruxelas é muito bem servida de voos low cost, com dois aeroportos o Zavatem que fica em Bruxelas mesmo e o Charleroi que fica um pouco mais distante. Assim, pode começar a ver quais são os voos baratos que tem saindo de lá. Pois você pode iniciar por Roma, veneza ou mesmo a Suiça (a easyjet costuma ter voos low cost para lá). Assim, pesquisaria por base no preço. Os trechos para Amsterdam e Paris as melhores opções sao por trem ou ônibus. Dentro da Italia considere viajar de trem. Dessa forma, dá uma olhada no site da ryanair e easyjet, e veja se alguma passagem se encaixa no seu interesse. Só tenha atenção quanto a bagagem. Essas cias permitem apenas bagagem de mão com um tamanho e peso limitado. Se precisar uma bagagem maior, precisará pagar um valor extra.
  24. Pode tentar estender sua parada em Londres. Se a escala é lá, imagino que voe com a BA. Verifica com eles quanto custa o stopover (várias empresas não cobram por isso). Assim, pode estender sua "escala" por uns 2 ou 3 dias. Caso cobre e não queria mesmo pagar a diferença o tempo que você fica dá para fazer o básico e de forma bem corrida. Aí sugiro que pegue o Heathrow express (custa bem mais caro, mas demora uns 15 minutos para o centro). Se for de metro vai demorar quase uma hora para chegar no centro. No aeroporto já pesquise onde ficam os Lockers para poder guardar sua bagagem.
  25. Viajei essa semana pela Transavia. Achei bem tranquila, o avião era bem novo e as poltronas confortáveis. Como fui com a bagagem despachada, não sei te dizer se eles são chatos com as bagagens de mão. Mas pelo menos na fila (em Amsterdam) não vi eles pararem ninguém para tentar encaixar nas medidas. (como fazem sempre na ryanair, quando veem que a bagagem é grande). Acredito que o voo AMS para Grécia seja tranquilissimo pela Transavia!
×
×
  • Criar Novo...