Ir para conteúdo

cheledrum

Colaboradores
  • Total de itens

    60
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutra

1 Seguidor

Sobre cheledrum

  • Data de Nascimento 30-03-1984

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Ola, pessoal. Estou beeemm confusa e para começar a clarear gostaria de ouvir vocês. Tirarei férias na primeira semana de Agosto e gostaria de viajar com minha filha de 4 anos, iremos sozinhas. Grana curta.. o que fazer? Estou pensando em explorar uma pequena região. Pretendo viajar o máximo de ônibus possível, utilizar camping ou Airbnb para hospedagem Ideia 1 - São Tomé das Letras, depois BH (tenho parentes lá), talvez pegar aquele trem que vai para Espirito Santo, mas mais por não ter muita ideia do que fazer perto de BH e depois voltar para casa. Ideia 2 - Ir para Trindade e Paraty Ideia 3 - Explorar região da Ilha do Cardoso. Ideia 4: Ir para Foz do Iguaçu Ideia 5 - Beto Carreiro rs Desculpa ser tão ampla é que é realmente dificil programar férias com uma criança, ainda mais indo sozinha. Coloquei na minha cabeça que em toda cidade há crianças então não tem necessariamente lugar inapropriado para estar com ela mas tento incluir algo que ela goste com certeza. Agradeço a atenção de todos
  2. Tentarei ser breve neste relato de uma pequena viagem. Minha intenção era fazer uma viagem sozinha com minha filha de 3 anos, só que meu primo de 23, seu irmão de 15 e minha avó de 76 decidiram ir junto (o que foi ótimo pq além de irmos de carro - chegar à Holambra de ônibus é MUITO difícil - foi uma rede de apoio muito importante). Saímos dia 24/08 pela manhã (Jabaquara-SP) por volta de 8:00 Pelo Rodoanel pegamos um pouco de trânsito, pagamos pouco mais de R$ 35,00 de pedágio (2 + 3,4 + 9,2 + 9,10 +12 - teve um outro de valor pequeno mas eu esqueci ao certo). Já tínhamos enchido o tanque, deu pra ir e voltar e ainda sobrou cerca de 1/4. Primeira Parada: Moinho do Povo - Chegamos por volta de 10:40 É bem perto da Expoflora mas é BEM difícil encontrar lugar para estacionar, rodamos umas 4 vezes até encontrarmos um local divino. Pagamos R$ 5,00 para subirmos. É uma subida interessante, não recomendo para idosos, pessoas com mobilidade reduzida (sou obesa mórbida mas foi tranquilo) ou que tenham labirintite. Compramos umas lembrancinhas, quase em frente tem uma lojinha que vende algumas lembrancinhas mais baratas mas a diferença é pequena. Uma guia nos deu algumas dicas fundamentais: 1 - Almoçar na cidade (Restaurante Sabor e Arte - comida caseira, saborosa e valores não abusivos. Ah, atendimento muito bom) https://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g2572355-d5396531-Reviews-Sabor_Arte-Holambra_State_of_Sao_Paulo.html 2 - Levar garrafa de água pois lá dentro seriam uns R$ 5,00 reais uma garrafinha e tem bebedouro que poderia encher. Realmente, MUITOS bebedouros, muita gente enchendo mas sem bagunça. Valeu MUITO a pena 3 - Deixarmos o carro do lado de fora pq o estacionamento era muito caro, ela disse R$ 25,00, meu primo tinha visto na internet por R$ 40,00 - não sei o real pois seguimos a dica. Como fomos no primeiro dia a cidade estava movimentada mas tranquila, não sei como seriam nos próximos dias. Meu primo nos deixou na lateral da entrada e foi estacionar o carro (idosa e criança, pensamos na caminhada mínima, ele como é jovem não tem problema rs) Nesta volta pela cidade vimos Capivaras, passamos pelo Deck do Amor e vimos um pouco mais do encanto da cidade Encontramos este lugar maravilhoso 4 - Esta dica é minha: Confeitaria Zoet en Zout Lugar super agradável, à beira do lago, com espaço para criança brincar. Você pode relaxar na esteira, no sofá, nas cadeiras, dentro, fora, debaixo da árvore. O preço é um pouco salgado mas vale a pena. https://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g2572355-d2705275-Reviews-Zoet_en_Zout-Holambra_State_of_Sao_Paulo.html EXPLOFORA Se adquire com antecedência para mais barato. Achei que idoso não pagava então fui surpreendida na entrada, felizmente minha filha de 3 anos não precisou pagar. Eu tinha escolhido a opção de imprimir o ingresso, mas tinha esquecido e pude apresentar o PDF na portaria. Lá dentro é uma delícia, bebedouros, lugares para comer, beber, inclusive vinho. Fora flores rs Belos lugares para tirar foto. Durante o dia tem danças típicas. às 16h10 eu já estava perto do local que seria a chuva de pétalas, e foi bom pq foi enchendo rápido. Deixei minha avó sentada na escada e fui para mais perto com minha filha nos ombros. Se você se deixar levar pelas palavras e música chega a se emocionar. Acho que deve ser muito bonito para um pedido de casamento Andamos mais um pouco pela feira e pegamos estrada. No dia seguinte passearíamos pela Rota do Vinho em São Roque então fiz uma escolha que achei muito acertada: Dormir no meio do caminho, a cidade escolhida foi Itú. Também pegamos trânsito. Jantamos no Shopping, como estava chuviscando e cada um podia escolher o que quisesse. Muito agradável o shopping, fiquei apaixonada pelo jardim. Foi minha primeira vez no site Airbnb mas ainda bem que valeu a pena https://www.airbnb.com.br/rooms/22925060?location=Itu%2C SP&adults=4&children=1&home_collection=1&s=GlSfJkcY Acordamos cedo, fomos tomar café da manhã. Padaria Dom Antonio - Rua Paulo Eduardo Xavier de Toledo, 261. Comer a vontade por R$ 20,00. Muito caprichado. Barriga cheia e pé na estrada. Primeira parada foi no Don Patto, tem 3 restaurantes, adega e empório, espaço kids, pista Off Road. Diversão para a família inteira. Comprei um alho em conserva... delícia (como só um por dia com medo de acabar rs) Seguimos para a adega quinta do olivardo. Não almoçamos lá mas o clima é muito bom e tem diversão para toda a família, vimos a fazendinha (tá, isso não foi muito empolgante, mas foi a primeira vez que minha filha viu uma vaca), a pequena andou à cavalo pela primeira vez, meu primo fez tirolesa (R$ 15,00 cada um). Finalizamos em uma das mais famosas: A Góes, experimentamos uns vinhos, vimos peixes no lago. A ideia era comer alguma coisa pela rota mas não achamos nada que coubesse no nosso bolso e optamos por comer em Embú das artes (já que estávamos a 40 min de lá e seria nosso próximo destino) Indo para Embú encontramos um restaurante delícia. Esperto a R$ 5,00. Refeição a preços "normais". Atendimento familiar, me senti em casa Devidamente alimentados fomos à Feira de artesanato de Embu das Artes. Tem coisas bonitas mas acho que falta um pouco de infraestrutura, não tem banheiro, muitos alcoolizados na praça, me senti insegura. E finalmente voltamos para casa, cansados, falidos mas já planejando a próxima. De qualquer forma é um momento único reunir 4 gerações (pulando uma rs) em uma viagem. Bem, espero ter compartilhado um pouco com este site que sempre me conduz.
  3. Olá, pessoal. Amo este site e digo que ele muda vidas, já conheci muita gente que tomou coragem para se aventurar após relatos por aqui. Tenho uma filha de 3 anos e ainda não saí muito com ela, principalmente pq sou sozinha com ela e não tenho carro, então quando uma amiga me chamou pra fazer bate-volta eu pensei duas vezes mas amei a ideia, afinal, a Helena (minha filha) não conhecia a praia. Compartilho a experiência pois sinto falta deste tipo de relato por aqui. Previsão do Tempo: Vi no dia anterior e o previsto era que até as 14h estaria 25º e as 16h estaria 20º, então minha intenção era ficar na beira do mar até umas 14h e depois ir para algum quiosque, nos trocaríamos e ficaríamos esperando minhas amigas decidirem ir embora. Acredito que é importante combinarmos antes ou estarmos dispostos, se eu estivesse sozinha não me importaria em ir embora umas 22h mas com criança é diferente, então ao chegarmos - seria interessante esta conversa ter ocorrido antes de descermos - perguntei quando pretendiam subir, a resposta foi que iriam esperar o pôr-do-sol, achei que seria um bom horário para subir, caso contrário subiria antes. Bagagem: Minha mochila - Um vestido para mim (eu desci com calça jeans, camiseta e blusa de frio - que seria minha roupa na volta) Para Helena: -Um vestido infantil, Uma camiseta, um shorts, um macacão, duas camisetas de manga longa para molhar na praia (como foi decidido de última hora não deu tempo para comprar roupa apropriada), uma calça legging com moleton e uma camiseta de manga longa (subiria com estas roupas, desceu com um kit igual e uma blusa de moleton), duas calcinhas, um chinelo, a parte de cima do biquini dela (já desceu com a parte de baixo pois não sabíamos se teria um lugar para trocar) Outras coisas: -Toalha "grande" para mim", duas toalhas infantis, aquelas de bebê mesmo - achei que ocuparia menos espaço e secam mais, uma delas tem um lado de fralda, uma canga, kit de balde para praia (paguei R$ 12,00 - lá estaria mais caro - fiz surpresa, só dei pra ela lá), um livro para mim (Tinha um sonho: ela dormindo na canga, na sombra do guarda-sol, eu tomando uma cerveja gelada lendo um livro rs) Na lateral da mochila levei uma garrafa de 2L de água, do outro lado coloquei umas 5 sacolinhas plásticas para trazer meu lixo, peças sujas e molhadas Uma outra bolsinha - chamo de "Kit mãe", antes de ser mãe não levaria estas coisas rs (foi dentro da mochila) - Dipirona (adendo: me salvou... Tive uma dor de cabeça, coloquei 40 gotas na tampa da garrafinha de água - 20 min depois eu estava renovada), Nasojet (soro fisiológico para o nariz também serviria - A Helena começou uma tosse no final do dia anterior e eu não sabia como ia reagir ao tempo praiano. Usei muito lá), cotonete, protetor solar fator 60, creme de corpo (principalmente se queimasse demais), repelente, pente, misturinha de água e Yamasterol (Uso em casa mesmo, cacheadas entendem rs Nós não usamos mas a minha amiga acabou sendo beneficiada rs) A mochila que a Helena leva pra escola: - Uma canga menor , garrafa de água pequena, 2 mexericas, 2 maças, 2 bananas, 1 pacote de amendoim, 1 pacote de pipoca doce, minha carteira 5:30 am Nos encontramos na rodoviária do Jabaquara e compramos a passagem para 5:45 (primeiro horário) Empresa: Ultra Linha: São Paulo - Santos Ponta da Praia Tarifa: R$ 27,80 (achei o ônibus bem confortável, sou obesa mórbida com uma criança e não fiquei apertada nem com medo de alguém sentar do meu lado, tinha banheiro e wifi) 7:00 am Chegamos na Rodoviária de Santos mas o ônibus nos deixa na ponta da praia, então esperamos mais um pouco (acho que uns 10 min, por isso o horário é aproximado). Muitas pessoas descem na ponta da praia, descemos junto e descobrimos que pegamos o ônibus errado rs A intenção era pegar o para São Vicente, que passaria no Canal 1 - local final do nosso destino. Descemos no Canal 5 (depois vendo no google uma distância aproximada de 4,5 km que caminhamos), e começamos a caminhada.... Tomamos café da manhã no Joca - Minimercado e padaria, lugar pequeno, aconchegado, os preços são um pouco mais altos mas nada absurdo. 9:00 am Decidimos curtir um pouco a praia. Paramos na barraquinha "Margarido e Márcio", nos ajeitamos, dei o presente para a Helena, passa protetor, arruma canga.. to o roteiro materno kkkk Quando sentei a Helena quis ir conhecer o mar, minha amiga a levou, ela ficou com um pouco de medo da água mas satisfeita. 10:00 am Começou um vendaval muito grande, areia subindo. Como não sabíamos quanto tempo ia demorar embalamos a Helena na minha blusa de frio, ela sentou no colo da minha amiga que estava contra vento, joguei a toalha grande por cima e ela ficou quietinha, até acabar dormindo. 10:47 am Desistimos de esperar e fomos para um quiosque. Descobrimos que já estávamos no Canal 1. Os quiosques que ficam me frente são muito bons, tem banheiro perto (sempre limpos e até com papel higiênico) e o melhor: Parquinho, fez a diferença quando a Helena acordou. Mudamos de quiosques mas ficamos na região. 16:00 pm Andamos 450 metros até o posto de vendas de passagem, compramos para 18h pois eu queria comer uma porção de camarão e pedindo com antecedência podemos escolher melhor nossos assentos. Fomos para um barzinho na rua anterior - Alameda Rivaldo Justo, nossa, parece o Oásis. Tocando rock, cerveja gelada, caipirinha aprovada, uma porção de camarão muito boa e não muito mais caro de que nos quiosques, paguei R$ 60,00 reais, um bolinho holandês... nossa, maravilhoso. Atendimento muito bom, pedi um pouco de morango pra Helena, foi oferecido na hora, sem custo adicional. Achei que o home era "Pé na areia" mas não achei na internet agora, tem um parquinho público do lado mas por causa do frio nem passamos lá. 17:50 pm Fomos para o ponto do ônibus, nem 100 metros. Pegamos um trânsito monstro e chegamos em SP só as 20:50, Helena veio dormindo o tempo inteiro. Perto do Canal 1 tem local com bicicletas infantis, fiquei triste por não ter visto antes, então fiquei devendo. Bem, apesar da chuva de areia e de água rs o importante é que a Helena se divertiu, tanto na areia quanto no parquinho, comemos porquinho, camarão e bolinho holandes rs serviu como experiência... eu achei que encararia sozinha mas é muito difícil, também por causa das coisas, até pra brincar eu ficava com olho nas nossas mochilas. É isso aí, primeira vez ela na praia, nossa primeira "aventura" e em breve teremos outras.
  4. Amei o post. Obrigada por compartilhar. Estou parada há um tempo pq tive filha e sinto falta de relatos de viagem com criança sozinha.
  5. cheledrum

    Carnaval - rock

    Oi pessoal. Meu sonho é conhecer o carnaval de Ouro Preto, até descobrir que só rola funk, aí não dá, rs, então agora estou começando a pesquisar outro lugar para curtir o carnaval. Por enquanto vou sozinha, mas queria dicas de lugares que tenham rock, mpb, reggae, forró universitário, eletronico... alguma dessas alternativas, rs.... Estou em São Paulo, mas com antecedencia dá pra ir pra qq lugar, rs
  6. Ola, nunca fui ao Canadá, mas qd eu for pretendo levar VTM, pelo jeito há uma boa aceitação...
  7. Oi Cris... Vc sabe que sou sua fã, ne? Adorei o relato... E acho super interessante qd choramos na sargeta... Depois de chorar a gente descobre que agora só tem uma coisa a fazer: levantar e seguir em frente... Ñ somos mulheres de desistir, entao só podemos andar pra frente... Kkk Vamos começar a campanha... "mulheres, ponham o pé na estrada-todos nascemos sozinhos e pelados- ja evoluimos bastante... "
  8. ola, estou usando o meu isolante hj pela primeira vez. Estou em deitada em uma cama, com 3 cobertas e a unica coisa q fez eu parar de tremer foi o isolante, ele esta ajudou a esquentar. Ñ sei se é a melhor forma pra acampamento, mas creio q sim, pois estar o corpo é mais facil q isolar a temperatura do chao...
  9. Oi pessoal, estou amadurecendo a idéia ainda e queria saber se é uma loucura Fato 1 - Fui recentemente para MP então não pretendo passar por lá nesta nova viagem Fato 2 - Descobri que sou muito dispersa, então preciso sair com focos bem definitos, portanto não rola eu simplesmente chegar na cidade e ver no que vai dar... Então depois destes fatos estou montando o meu roteiro. Pretendo ir daqui um ano Dia 1- Vôo de SP para montevideo Dia 2 - Montevideo Dia 3 - Colônia Dia 4 - Buenos Aires Dia 5 - Buenos Aires Dia 6 - Córdoba dia 7 - Santiago Dia 7 - santiago Dia 8 - Atacama Dia 9 - atacama Dia10 - Calama Dia 11 -Aí começam meus problemas, eu nºao queria ter que ficar muito tempo no Equador ou parar no máximo em Lima, mas é caro ir de avião, então que passarei alguns dias no onibus só rodando.... Dia 15 - Cuenca Dia 16 - Deixo um dia por aqui para tentar pegar o trem "nariz del diablo" - estou colhendo informações Dia 17- Quito dia 18- Quito Dia 19 - Cali Dia 20 - Cali Dia 21 - Bogotá Dia 22 - Bogotá Depois disso vou para Caracas e pego o avião de volta. Terei 30 dias de férias e vou deixar os dias restante para imprevistos. Até agora só sei o preço da passagem aérea de SP apra montevideo US$ 250,00 e a volta de Caracas para SP por US$ 400,00. Algumas pessoas provavelmente dirão que eu deveria conhecer primeiro um país para depois visitar outros, mas eu quero dar uma volta geral e ver o que curto mais para depois voltar para aquele expecífico. Sou obesa então não rola para mim ficar fazendo treeking visitando parque ecológicos, estas coisas... Bem, é isto... vcs acham impossivel? Qq dica é bem vinda....
  10. Oi Vivian, tive uma passagem rápida por Peru e Bolívia, realmente não gostei da Bolívia, mas é uma opnião muito pessoal. Recomendo que dê uma olhada nos tópicos de cada país e veja os lugares interessantes... sei que é complicado fazer um roteiro mas qd vc mesmo faz o envolvimento é maior... aí se precisar de ajuda em relação a tempo, estas coisas... fica mais fácil para a galera de ajudar. Boa sorte
  11. cheledrum

    Rosário

    Oi pessoal... ainda estou programando o roteiro e vi em algum lugar alguém citando um trem de Buenos Aires para Rosario, esta opção existe mesmo? E normalmente é mais barata? Obrigada pela ajuda
  12. Oi, adorei o que consegui ler, aproveitei o almoço da chefe, kkkk.... então continuo no horario de almoço de amanhã, kkkk... 1 - Morri de rir, eu fui para MP e queria voltar de avião pq tb estava me sentindo enjoada, tonta e saudades de casa, kkk... Bem, eu só queria pedir para vc pôr o link dos relatos que vc disse que te inspiraram... Valeu e inté...
  13. Adorei seu relato, estou pensando ainda em visitar Uruguai... Mas o que fez eu escrever foi vc ter a mesma zica q eu, acredita que eu fui pra Machu Picchu e deu pau na camera? Ninguem merece, kkk... eu ri, lembrei de mim, dá uma raiva, ne?
  14. Poxa, que bacana... Na vdd estou pensando em fazer o restante da AL, só fiz MP até agora e estava pensando se eu tinha deixado de ver algo importante no Peru, mas vc falar da cidade mais feia do mundo fez eu lembrar que Bolivia e Peru não são a minha praia, kkk. Adorei o relato.
×
×
  • Criar Novo...