Ir para conteúdo

George Leonardo

Membros
  • Total de itens

    308
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que George Leonardo postou

  1. Olá, esse é o primeiro post da minha primeira "trip" desde que me viciei nesse mundo de mochileiro viajante hehe. Como ainda não tenho idade o bastante (é, tenho 17 aninhos apenas) e nem um trabalho com uma renda agradável (pois bem, sou webdesigner freelancer e os negócios só começaram a melhorar agora) a única escapada que dei até agora foi essa da última semana. Acho que isto está mais para um relato de fim de semana, mas como pretendo ter muito mais viajens nesse meu "currículo" e relata-las aqui, começo com essa mesmo. Bom, primeiramente, eu até tirei algumas fotos, com meu belo e lindo celular, já que nem eu e nem meu companheiro de viajem possuímos uma câmera fotográfica em estado funcional no momento. Então me desculpe pela falta de imagens, sei que isso agrada muitos, mas essa foi uma viagenzinha de memória mesmo. Então, como já disse, me viciei nesse mundo de viagens, e como estava, estou (e provavelmente ainda estarei nos próximos meses) quebrado, não tive muita oportunidade de dar umas voltas por aí. Sendo assim, realmente enchi o saco dos meus queridos amigos para que rolasse algo do tipo, pegar a estrada. Bem, depois de eu falar algumas milhões de vezes para quem seria meu futuro companheiro de estrada (o Léo, igual eu hehe) acho que ele entrou na tal vibe também. Em uma segunda-feira tediosa, lá pelas 11 horas da manhã, ele me fala que está afim de ir pelo litoral, pegar umas ondas. Nem preciso falar, já me empolguei a mil. Decidimos ir para Santa Catarina, minha terra de alguns meses atrás (atualmente estou morando em Curitiba - PR), já que minha prancha estava lá. Bem, levamos algum tempo arrumando tudo, como foi em cima da hora faltava de tudo um pouco. Fomos ao mercado, tacamos uns miojão no carrinho, junto com uns pacotinhos de suco e uma mineral 5 litros. Passamos em uma lan house para imprimir um mapinha guia já que não tinhamos impressora, o que nos resultou em um mapa pela metade com um trajeto um tanto confuso e 60 centavos a menos no orçamento. Pegamos a estrada em direção a Itajaí - SC. Itajaí? É, lá não era o nosso destino, mas eu precisava da chave do ap onde estava a minha prancha (em Navegantes). Olha, posso dizer que eu conhecia um pouco da cidade, pois já fui algumas vezes com meus pais até onde eu precisava ir para pegar a chave (padrinhos do meu irmão, e amigos dos meus pais desde sempre). Foi fácil até, eu tinha o nome da rua, e era no centro, então foi parar para pegar alguma informação ali, outra aqui, e conseguimos chegar lá. Um pouco de conversa rápida, (estava louco pra chegar e cair no mar) e eu estava com a chaves em mãos. Partimos em direção ao Ferry-Boat. (Voltando um pouco, no caminho passamos por um posto que marcava R$1,44 pelo álcool. Decimos abastecer só em Santa Catarina para ver se o preço era um pouco mais em conta, pra que haha. Não achamos nada menor do que R$1,59 pelo caminho, quando milagrosamente, indo em direção ao Ferry-Boat, encontramos R$1,34! Não pensamos duas vezes em encher o tanque. Resultado: Puta álcool adulterado aquilo, coitado do corsinha do Léo.) Chegamos fácil no Ferry, difícil foi pagar R$6,00 para andar 10 metros naquela coisa, mas tudo bem, só queriámos chegar a tempo de surfar de dia ainda. Devia ser por volta das 17:30hrs quando chegamos do outro lado do rio. Senti falta do horário de verão, o sol já estava ficando fraco. Voámos até o ap, catei minha prancha, nem chegamos a descarregar nada. Acho que entramos na água lá pelas 17:50hrs. O mar não tava lá aquelas coisas, mas deu pra se divertir, pelo menos matamos aquela vontade, acho que se a gente não tivesse entrado na água aquele dia ia rolar uma frustração muito grande. Saímos lá pelas 19hrs porque estávamos realmente surfando no escuro, chegou uma hora que não dava pra ver nada, era de repente só aquela coisa branca na tua cara e pow, levar na cabeça. Mas foi divertido hehe. Chegamos em casa, o Léo foi tomar banho e eu fiquei ali sentindo o friozinho, descarreguei as coisas, depois fui pro banho. legalzão, durou uns 40seg. a água "quente" (acho que morna é bastante). Eu ainda estava me matando pra tirar a roupa (wetsuit, slive, neopreme, ou como preferirem hehe) e pow, tomei uma água gelaaaadassa nas costas. Aquela coisa foi pro pau mesmo, não dei jeito de deixar quente denovo hehe, o negócio foi no frio dai, eu já tava com um puta frio por ter entrado naquela água quentinha do mar, e ainda pegar essa, jesus. Resultado: Banho mais rápido da minha vida. Depois fomos ao mercado. Tinhámos a chave da cozinha de lá, tinha fogão e tal, ficamos animados para fazer algo bom. (o lugar é um conjunto de quatro aps, tudo da família, os quartos são em cima e a cozinha em baixo.) Então, no mercado catamos umas pizzas para fazer no forno, era uma meio caseira, custou uns três reais e alguns centavos. Chegando em casa, mortos de fome, fui ligar o forno para fazer as pizzas. Quem disse que ligava? Fui checar o gás, hahaha. (Sempre olhe se há gás antes de comprar algo que precise usa-lo!) Resultado: Quebramos alguns galhos das árvores lá fora (estavam secos!) e umas folhas, botei tudo na churrasqueira. Pizza no forno a lenha. Pizza queimada... Pressa + fome não da certo. A gente tava na fissura por aquelas pizzas, com o fogo alto ainda, coloquei uma chapa de ferro em cima e taquei as pizzas lá, achei que ia assar de boa, nem me toquei que a chapa ia esquentar daquele jeito hahaha, queimou as pizzas tudo por baixo, pretão mesmo, tentei comer e nem rolo, no final era nós dois com umas faquinhas raspando a parte de cima da pizza. De sobremesa rolou umas bolachinas que compramos a R$0,55! Ajudaram bastante. Arrumei o celular para despertar as 5:30hrs (não tinha idéia de quando ficava claro hahaha, queria ver o sol nascer lá na praia) me enfiei no meu saco de dormir, e adios. 5:30hrs e o celular dispara, linda música de despertar, me lembrou dos velhos dias de aula pela manhã hehe. um escuro ainda dominava lá fora, como eu disse, não tinha idéia de que só ficaria claro lá pelas 7hrs. Não deu outra, voltei a dormir, pelo menos tentei. O Léo só olhou pra mim com uma cara de adeus e caiu no sono denovo. Fiquei virando pra lá e pra cá esperando o tempo passar. Lá pelas 6:50hrs eu levantei. Fui até o terraço e vi o sol começando a levantar (foto a direita). O Léo levanto logo em seguida, tomei um café da manhã rapidão e partimos para ver como estava o mar. Paramos com o carro lá na frente, sentamos na calçada por um tempo. o sol ainda estava saindo, já era claro. As ondas não estavam lá aquelas coisas, não o que eu esperava pelo menos, mas aquele nascer do sol já valeu, tava animal (foto abaixo). [caption id=attachment_26" align="alignleft" width="450" caption="Um dos melhores momentos da trip!][/caption] Depois do sol aparecer finalmente e nos esquentar um pouco, pegamos as pranchas em casa e partimos para a Praia Vermelha, logo ao lado, um lugar realmente incrível também, que eu já conhecia. Mas as ondas lá não estavam muito melhores não. Nossa intenção era passar somente um dia no ap, e depois acampar lá, mas os planos mudaram hehe. As ondas em Gravatá estavam agradando um pouco mais e resolvemos surfar lá esse dia. Antes de ir, passamos no mirante ali da Praia Vermelha, uma visão foda também. Mas não cheguei a tirar foto, odeio essas imagens do celular. Depois de um surf leve, voltamos para casa, era por volta das 11hrs, rolou aquele banho geladasso. Achei a chave do portão, que estava escondida por lá (até então estávamos pulando o muro para entrar no pico). Deu pra colocar o carro para dentro, e finalmente rolou um somzinho. Pegamos a grana e partimos pro mercado, que ficava na outra esquina. Continua.. (quem quiser também pode ler por http://blog.georgeleonardo.com )
  2. "A maioria continua exaltando o luxo e a propriedade privada Esquece que caixão não tem gaveta E que dessa passagem, a aprendizagem é a única bagagem levada" Forfun - Panorama
×
×
  • Criar Novo...