Ir para conteúdo

sargentoph

Membros
  • Total de itens

    27
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. A Quechua tem sacos ate -5 se nao me engano. Eu estou indo em janeiro para o Salar com um S10L da Quechua, mas eu sou gordo e pouco sensivel a friu. Com roupa e cobertor acho dificil eu me incomodar com o friu, porem por via das duvidas estou levando isso
  2. sargentoph

    Cáceres

    Encontrei aqui algumas fotos da casa onde eu morei lá e onde atualmente mora a minha avó.
  3. sargentoph

    Cáceres

    Como já foi comentado ai o trajeto que sai por 40 reias é Caceres > San Mathias e não Santa Cruz, a estrada é razoavel no lado brasileiro, porem San Mathias tem zona franca e essa rota tem uma boa quantidade de "muambeiros", então vá preparado para uma possivel vistoria completa em sua mochila/mala. Em San Mathias ainda da para se ver o exercito em peso na cidade com soldados pesadamente armados em cada esquina(pelo menos quando fui para lá). Em Caceres eu recomendo uma visita no Sesi da cidade ou no Iate Clube que tem passagem para uma Baia do Rio Paraguai muito bonita onde dá para nadar, pescar, dar de barco. Para quem gosta de Pescar, em Setembro acontece o maior festival de pesca em agua doce do mundo. http://www.fipcaceres.com.br/ Eu morava aqui Tem outras coisas interessantes na cidade como o show que dão as andorinhas na Praça Barão do Rio Branco onde milhares de andorinhas fazem um belissimo show voando e as vezes alvejando as pessoas. E nesta região central da cidade tambem existem lojas de artigos e artesanatos locais e otimos restaurantes. Algo não tão interessante mas que porem não posso deixar de falar é do Aeroporto Internacional Nelson Martins Dantas (meu avô) que tem como grande atrativo a sua inatividade e que teve seu funcionamento apenas em alguns eventos politicos como recepção de governadores, uma em particular onde o Sr. Nelson Melo Dantas, filho do piloto que da nome ao aeroporto e tambem meu pai foi teve seu avião roubado e foi levado como refem. Para quem tiver um pouco mais de tempo e dinheiro eu recomendo uma passada pelo 3 Rios Hotel onde só se chega de barco. Para quem gosta de trilha tem otimos caminhos como Agua Milagrosa, já citado e as cachoeiras da Piraputanga. Piraputanga Agua Milagrosa Detalhe que a Agua Milagrosa fica em territorio particular, tem que pagar para entrar e houve epocas em que o dono proebiu a visitação. Bom, não ta muito organizado nem nada mais acho que dá para ter uma ideia do que tem para se fazer lá.
  4. Eu estou indo em janeiro (verão) e pelo que pesquisei tanto em forum como em sites de clima/tempo no salar, no verão chega a -10 de noite, e no inverno chega a cair pra baixo de -20, tem inclusive um relato aqui de uma pessoa que quase teve problemas com o frio por lá. Mas isso vai da sensibilidade da pessoa, pois no passeio e no hotel pelo que dizem eles dão um belo cobertor para você usar. Porem, um saco de dormir para uma temperatura mediana para você nao carregar muito peso e poder usar em conjunto com outras roupas ou o prprio cobertor seria bem interessante. Eu particularmente levarei um saco para temperatura de conforto de 11 positivo e uma pequena manta/poncho, usando isso em conjunto com fleece, segunda pele e gorro, acho bem dificil passar frio.
  5. Parece bem interessante, pelo que conheço da AZTEC os equipamentos deles são muito bons, e esse preço ta bem interessante, é que já tenho um pra essa faixa de temperatura, se não ia atraz dele.
  6. Aproveitando que tá no assunto de comprar equipamentos fora. Eu estou querendo comprar uma barraca e uma mochila de 45 ou 60 litros em janeiro fazendo Bolivia/Peru com destino a MP. Alguem sabe marcas boas que tem por lá e lugares bons para se comprar (cidades e nomes de loja). Talvez dependendo do preço e de como tiver o peso da minha mochila eu compre tambem um saco de dormir.
  7. Eu vi em algum topico ai alguem falando que ligou na decathlon e que conversando um pouco conseguiu que eles mandassem o saco de dormir mediante deposito antecipado da grana, so que teve que pagar a vista né. porem pra um saco de dormir não é tanto assim.
  8. [t1]QUECHUA - Diosaz 10 raid[/t1] Capacidade: 10 l / 550 g + 1 bolsa de água de 2 l. Impressão Pessoal Conforto, Espaço e Organização: Confortavel e leve, porem achei que tem pouco espaço, existem modelos semelhantes de 17 e 20 litros, porem a barrigueira é ao meu ver inferior a esta pois tem fechamento por velcro e este é muito curto e para mim que tenho uma pochete natural, não da um bom fechamento em função do comprimento. A barrigueira tem uma bolsa de cada lado que aparentemente pode ser removida, mas não consegui remover. Resistência: Quatro horas e meia de chuva pesada em Itatiaia sem grandes problemas com o conteudo interno, achei que ia enxarcar mas ficou apenas umida que uma passada de toalha já deixou ela pronta para outra, alem disso eu estava carregando uma serie de itens nas tiras de compressão e ela aguentou bem o peso, fato que resolveu bem o problema com espaço. Sistema de Hidratação: Nao deixa gosto na agua como alguns costumam fazer, porem não gostei muito do bocal. Preço: Com relação a preço, eu paguei na Decathlon - Campinas [ R$139,00 ], haviam outras de outras maiscar mais baratas, porem todas estremamente pesadas e pouco maleaveis, esta tem uma construção resistente porem leve e maleavel, facilitando leva-la dobrada dentro da cargueira. [t1]QUECHUA - Forclaz 70 + 10 Symbium 4[/t1] Capacidade: 68 litros + bolsa extensível com 12 litros / 2,8kg. Impressão pessoal: Espaço e Organização: Amplo espaço interno com abertura frontal e superior bem pratica com acesso fácil a todo o conteúdo, abertura inferior com compartimento separado para saco de dormir e matérias leves que pode ser integrada ao compartimento principal e 2 bolsos expander laterais que eu particularmente achei um pouco ineficiente, pois não permite uma boa organização dos item, o próprio volume da mochila comprime o bolso tornando ele pouco viável caso a mochila esteja cheia. Na parte superior existem dois bolsos, um interno e um externo e tiras de compressão onde da para prender o isolante. Existe um compartimento na parte interna para armazenar bolsa d'água com saída para mangueira em ambos os lados e local para prender nas alças dos ombros. A barrigueira tem uma bolsa de cada lado que aparentemente pode ser removida, mas não consegui remover. Conforto: De varias mochilas que experimentei esta foi a mais confortável, amplas opções de ajustes e fitas de compressão, uma barrigueira com boa espessura, confortável e com estabilizadores laterais. o Sistema Symbium 4 se mostra bem eficaz no alivio do impacto gerado pelo peso ao andar e a ventilação para as costas também se mostra eficiente. Resistência: Ainda não sei dizer, pois usei-a apenas para uma viajem, mais aparentemente ela agüenta o tranco. Preço: Com relação a preço, eu paguei na Decathlon - Campinas [ R$629,00 ], não é uma mochila barata, mais com relação a custo x beneficio, conforto e qualidade e comparando com mochilas nacionais e importadas no mesmo nível ela tem um preço competitivo.
  9. Eu particularmente não conheço o Mummy, mais nunca ouvi falar muito bem dele, na verdade da Nautika em geral. Mas vale dar uma olhada nas opnião sobre ele e ver se te atende, inclusive aqui no proprio forum. Eu gastaria um pouco mais e compraria um mais confiavel, a Trilhas & Rumos mesmo tem alguns com uma faixa de preço proxima e um custo semelhante, a quechua tambem tem alguns na mesma faixa de preço, eu tenho um S10 ultraligth, paguei 139,00 e passei calor em Itatiaia mesmo com ele aberto (Inverno/Chuva/8ºC). Eles tem uma linha de sacos menos tecnicos que sao um pouco mais volumosos porem bem mais baratos. ps.: Se você for fazer Salar na sua viajem, eu não recomendo o Mummy a menos que vá dormir com fleece, meia, gorro, e o caralho a quatro.
  10. No brasil, mesmo no inverno, a maior parte dos lugares tem temperaturas positivas, então acho que tanto com um saco pra 0 como com um pra -5 você vai passar calor e levar peso desnecessario. Sendo assim, com um -5 você iria cobrir uma maior faixa de temperatura baixa, e poderia ter um outro pra 10 graus ou 15 graus para usar no brasil, cobrindo por exemplo uma faixa de temperatura de -5 a 10 graus. Entendeu?
  11. Eu comprei o S10 pensando no mesmo que você Adam, comprei inicialmente para Machu Picchu em Jan/10, apesar de ter Salar na rota, que no verão chega a temperatura negativa facil, com roupas eu acho que aguento tranquilo e uma mantinha que eu to levando me viro bem. Porem eu nao tenho muito problema com friu, não pegando vento eu já to tranquilo. Vai ser prova de fogo pro S10, se eu não aguentar, pretendo comprar um lá pela bolivia mesmo se achar algo bom, assim como a barraca tambem pretendo comprar lá, que a minha não aguenta com chuva. Enfim, EU, particularmente no seu caso compraria o -5 mesmo por que imagino que o 0 va ser pouco util no Brasil, compra o -5, depois pega um pra 10 ou 15 graus e você cobre uma faixa bem maior de temperatura.
  12. Adam, com base no meu S10, eu dormi a 8ºC de bermuda e camiseta de algodão e passei calor com ele fechado, e a temperatura de conforto é 11ºC com limite de 7ºC. Imagino que com um para 0ºC, dormindo com roupa mais pesada de para aguentar tranquilamente uns 5 graus a menos.
  13. Foi foda, mas você já sai querendo outra. Pretendo voltar para fazer Agulhas e Prateleiras.
  14. a fonte esta no final do artigo. A intenção é ter centrado em um topico um "Guia Basico" de como arrumar sua mochila, pois isto é uma coisa que por mais simples que pareça não o é. Sei que tem varios topicos sobre o assunto no forum, porem nenhum centra as informações, usei este artigo como base para ter algo a ser comentado, ate por que eu mesmo discordo de alguns pontos do mesmo como já disse acima. Conforme o pessoal for comentando e eu for tendo tempo eu vou editando o post principal e complementando as informações. 4. isso é uma verdade absoluta, já passei por problemas por causa de algum item que achei que não havia necessidade de embalar e justamente este item molhou e eu precisei. Costumo usar saquinhos Ziploc para coisas menores, estanque para o saco de dormir e um tipo de uma pasta que tem tamanho de um papel A3 e tem um ziper a prova d'agua, so tem o problema de ser rigida d+. 5. eu acho que a praticidade do acesso inferior vale o peso de um ziper a mais, já o isolante dentro da mochila, é bem util, mas eu não gosto, talvez por nunca ter precisado lançar a mochila ou içar e as trilhas que fiz com cargueira eram razoavelmente abertas, então o isolante não atrapalhou do lado de fora. 6. concordo, os bolsos laterais ainda deixam os item mais vulneraveis a impactos.
  15. Assim que der um tempo eu coloco as imagens no meu host. So mais um detalhe, eu encontrei varias referencias recomendando maior peso na parte inferior e outras tantas recomendando o maior peso na parte central, junto as costas. Testando as duas formas eu particularmente prefiro o peso junto as costas para as mochilas de 60l ou mais, já abaixo disso eu preferi com o peso na parte inferior, porem mais por organização que por melhor distribuição do peso.
×
×
  • Criar Novo...