Ir para conteúdo

tainazinha

Membros
  • Total de itens

    63
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que tainazinha postou

  1. Ufa, finalmente um tópico ativo! estou apanhando para achar uma forma barata de chegar de praga na cracóvia. Pela eurolines não tem como, vai pra várias cidades da polônia menos pra lá, de trem pela raileurope é caríssimo! Alguém conhece alguma alternativa viável? Obrigada
  2. Emerson, parabéns pela trip! RTW em 50 dias é algo que eu nunca imaginei, mas pelo relato e pelo vídeo tenho certeza de que foi uma experiência única e muito enriquecedora. Espero que seja a primeira de muitas! beijos
  3. Olá, estou montando roteiro pra abr/mai no leste e pensei no seguinte berlin, praga, cracóvia, bratislava, budapeste, zagreb, ljubljana. Tenho aproximadamente um mês, acredito que dê tranquilamente. alguém que foi recentemente pode me dar umas dicas? Estou em dúvida entre comprar o pass da eurolines, europass ou ir de low cost. Pensei em ficar uns 5 dias em berlin e uns 2/3 nas outras cidades. obrigada,
  4. Renata, eu achei irado o chacaltaya com neve, mas como estava muito encoberto não tive coragem de me aventurar a subir muito nele, só fiquei pelas redondezas da casinha mesmo. Acho mais seguro subir quando estiver do jeito que estava quando você foi, totalmente aberto, mais seguro pra saber onde está pisando. Beijos, tainá
  5. gente, tudo na bolívia é impressionante e lindo! incrível essa diferença climática :]
  6. Oi Renata, irado seu relato. Estive na Bolívia no final do ano passado e assim como você também achei encantandor e quero voltar muito em breve! Vi a sua foto do chacaltaya e fiquei intrigada, que época do ano você foi? Estive lá em dezembro e a montanha estava inteirinha coberta de neve mesmo sendo verão! Nas minhas fotos só dá pra ver névoa e branco, achei as suas iradas! Olha só a diferença. Valeu pelo relato. beijos!
  7. Olá Itamar, estou indo pra bolívia daqui exatamente um mês, fiquei muito feliz com seu relato. Como só tenho uma semana, vou fazer um roteiro curto como o seu, só La Paz e Copacabana com lago e ilhas. Valeu pelas dicas, li tudo e anotei várias!! Beijo, Tainá
  8. guilherme, se puder incluir panajachel na guatemala, acho que vale a pena. é a cidade principal na beira do lago atiltán. Em el salvador, minha ideia era fazer a ruta de las flores mas não deu tempo, infelizmente. Nao eram 52 dias? Os demais você ainda está pesquisando? bjos
  9. tainazinha

    Oaxaca

    Estive no México em 2008 e meu ponto principal foi Oaxaca, fiquei na casa de uma amiga. A cidade é incrível e tem bastante coisa pra ser vista. A comida oaxaqueña é uma das mais gostosas do país, na avenidade da universidade existem restaurantes populares onde é possível comer uma tlayuda deliciosa, lá também você encontra restaurantes de carnitas, você compra a quantidade de carne que quer (como se fosse num açougue) e eles preparam na hora. O grilo frito que o nando falou chama-se CHAPULIN, o personagem chapolin é baseado nele. Um grilo pequeno, vermelho que se come frito, no mercado da cidade você encontra muitos. Outra coisa que eu indico é uma ida a santa maria del tule, cerca de 20/30min de ônibus de oaxaca. A cidade (ou vila) é super pequena e nela se encontra a árvore com o maior tronco do mundo. http://www.google.com.br/search?q=santa+maria+del+tule&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&biw=1734&bih=922 Dei muita sorte nesse dia e pude presenciar uma das coisas mais tocantes que já tive o prazer de ver. O senhor vendedor de mezcal da cidade havia falecido e quando eu cheguei estava rolando o velório. Fizeram uma procissão na cidade, com mariachis e tudo mais. A forma como os mexicanos encaram a morte sempre me impressionou muito e poder ver esse tipo de cerimônia de perto foi no mínino curioso. Oaxaca é incrível, apesar do governo ser muito fdp! No dia que eu cheguei teve um protesto de estudantes contra o aumento das tarifas de ônibus, no dia seguinte o exército entrou na universidade e matou um estudante. É muito comum ver caminhões com militares transitando pela cidade. Recomendo e muito a visita.
  10. Oi Guilherme, estive na américa central no começo do ano e fiz o roteiro inverso ao seu, cheguei pelo panamá e voltei por belize. o único lugar que acampei foi em belize (em san ignácio, no barton creek outpost) e eles alugavam tudo, U$5,00 a barraca por dia. Não me lembro de ter visto permissão pra acampar em nenhum parque nacional, acredito que não possa. Os hostels são bem baratos, na guatemala por exemplo, paguei U$7,00 no reveillon! O mais caro acho que foi no panamá mesmo, uns U$12. Acho que não vale a pena levar todo esse peso não, ainda mais se você for trazer todo esse trajeto por terra como eu fiz, as fronteiras são bem chatinhas e o equipamento excedente só vai perturbar ainda mais. bjos
  11. Olá Lorena, fiz a américa central em dezembro/janeiro passados. Fui do panamá a belize, no trecho panamá-guatemala fiz de tica bus (empresa de ônibus que serve a américa central toda). Porém essas datas são bem concorridas e quase fiquei sem passagem. Queria comprar o trecho panamá-guatemala direto, mas por ser em datas festivas, foi impossível. Comprei panamá-nicaragua/nicaragua-guatemala. O tica bus te permite uma flexibilidade bem grande de dias, você pode desembarcar em uma cidade, passar uns dias e embarcar depois novamente, só precisa reservar a data. Quanto as chuvas, o único lugar que choveu dos 24 dias que fiquei, foi na Costa Rica, numa cidade montanhosa chamada Monte Verde. Choveu e fez bastante frio nos dois que fiquei. Passei direto por San José, como o ticabus é um transporte bem popular, os terminais rodoviários dele não ficam em bairros muito seguros, como não me senti muito a vontade em San José acabei indo direto pra Monte Verde, depois fui pra Jacó (não aconselho!). Na verdade me decepcionei um pouco com a Costa Rica, sempre falaram muito de lá e eu achei quintal de americano. Mas talvez eu tenha escolhido os lugares errados. beijos e boa viagem!
  12. bom, vamos lá... nunca fiz trip de moto mas meu pai sempre faz, então posso ajudar com algumas coisas. eu viajo a pé mesmo. rs normalmente eu tb reservo U$100,00 por dia (pra hospedagem, alimentação, etc), essa grana é mais do que suficiente pra américa do sul (até mesmo pro chile que é tão caro quanto SP) e pra américa central também. se a idéia é esticar até o canadá, você sabe que terá que ir de barco da colômbia pro panamá né?! conte aí uns 4 dias navegando e se informe a respeito de barcos onde você possa levar a moto, acredito que a maioria deles seja só pra passageiros. brasileiros precisam de visto pra entrar em honduras e belize e ambos só tem validade de 90 dias, fique atento a isso. em belize é possível tirar na fronteira (caso você vá até lá ao invez e ir direto pro méxico pela guatemala), porém em honduras não é possível, você tem que tirar o visto no brasil ou em algum outro país onde houver embaixada. não se esqueça da vacina de febre amarela pedida em alguns países da américa do sul (como bolívia) e também pedida na américa central (como na costa rica). fiz a carretera austral com meu pai em 2009 (sul do chile), não sei se você pretende fazê-la, meu pai como bom motociclista, disse que é uma das estradas mais cobiçadas pelos amantes das duas rodas. informe-se bem a respeito dela caso queira fazer, fomos de carro e calculamos com exatidão pontos de abastecimento pois as cidades/vilarejos são bem distantes um do outro, como a autonomia da moto é menor, com certeza você terá que levar combustível extra. bom, se tiver alguma dúvida ou alguma outra coisa em que eu possa te ajudar, só perguntar. beijos e boa viagem!
  13. Já abri mão do maior sonho que eu tinha que era viajar pq tinha um namorado que não gostava tanto quanto eu e nem do mesmo estilo de viagem que eu. Sabe o que aconteceu? tchau namorado! coloquei o pé no mundo e hoje namoro alguém que curte tanto quanto eu :]
  14. tainazinha

    Visto para Belize

    Yuji Kodato, vale muito a pena ir pra Guatemala, particularmente de toda a América Central foi um dos meus preferidos. Se tiver tempo, vá a Panajachel, cidade a beira do lago Atitlán. Vale a visita, o lago é lindíssimo!
  15. tainazinha

    Visto para Belize

    a taxa de saída de Belize também é cobrada no aeroporto, tive 'sorte' de o cobrador de imposto não estar presente no check-in e fui liberada dele. Mas no aeroporto tem uma placa avisando sobre a taxa.
  16. tainazinha

    Maceió

    Biafae, Piaçabuçu é quase na divisa de Alagoas com Sergipe, digamos que é bem longe de Maceió. Acho o francês mais bonito que o Gunga, mas isso é questão de gosto mesmo, infelizmente o francês é muito lotado nos finais de semana, acaba perdendo um pouco a graça. O gunga tem aquela história de que morador não entra, só turista, acho que isso acaba deixando o lugar mais 'atrativo'. Sou meio suspeita pra falar da Pajuçara, minha vó mora lá desde que eu me entendo por gente, as piscinas naturais são lindíssimas, pra mim uma das melhores. Acho que vale muito a pena. Boa viagem e aproveite Maceió é lindíssimo! :]
  17. tainazinha

    Visto para Belize

    Acredito que não seja possível tirar visto no aeroporto de Belize não. O aeroporto é minúsculo e não me parece ter estrutura, as fronteiras terrestres são menos movimentadas, acho que por isso seja possível tirar nelas. Eu não arriscaria tirar no aeroporto não. Ah, e pra quem estiver indo pra Belize, eles cobram taxa de saída do país, são 38 dólares se não me engano. Quando fiz o check-in pela TACA o senhor do balcão disse que o 'recebedor' do imposto não estava presente e por isso ele não cobraria. Me livrei de uma taxa desnecessária :]
  18. Estive em San Blás em dezembro, a estrada já estava fechada, fechou na semana que eu cheguei na Cidade do Panamá. Existe uma outra opção pra ir até lá, é mais longa mas consegui chegar. Antes de ir pra San Blás queria passar em Portobello, fiquei um dia lá, de lá peguei um ônibus até Miramar. De miramar saem umas lanchas pra San Blás, U$25.00 por pessoa. O problema é que Miramar é muito mais longe de San Blás e a travessia demora cerca de 3 horas. No começo é tudo divertido, mas depois de um tempo começa a encher o saco ficar sentada num barquinho no meio do mar. Na volta tive que fazer o mesmo caminho e foi um pouco pior, o mar estava muito agitado, segundo os índios (somente eles fazem esse transporte) tinha tido um 'tornado' numa ilha próxima a que eu fiquei no mesmo dia pela madrugada, foi ele que deixou o mar bem agitado e o céu escuro. Você ainda tem a opção de ir de avião como o fabio disse, porém você tem que se informar quando chegar e corre o risco de não ter vôo no dia ou de o avião já estar cheio. Você consegue esse tipo de informação em Porvenir (a 'capital' do arquipelago).
  19. tainazinha

    Visto para Belize

    cicci, antes de ir fiquei preocupada com o visto e me informei no consulado. Eles indicam sair com o visto daqui, caso você não consiga, pode tirar em outro país que tenha embaixada. O problema é que você pode tentar nesse outro país e o consul não estar. Não é possível tirar o visto depois de entrar no país (em dangringa por exemplo) você tem que tirar na fronteira. Tirei o meu na fronteira com a Guatemala (benque viejo del carmen), os policiais explicam que o processo é um pouco demorado já que lá não é uma embaixada, eles tem que pedir permissão pro consulado em Belize City. Cheguei as 8 da manhã e só saí de lá as 2 da tarde pagando a taxa de U$50,00. Não sei se é realmente tão demorado ou se fazem isso pra mostrar que não é tão simples tirar um visto, que estamos fazendo da forma errada. Os policiais são super atenciosos, pelo menos isso vale a espera.
  20. Ulisses Calenti, comprei o ticabus de Panamá City pra Nicaragua (na data que eu fui não tinha vaga pra comprar direto pra Guatemala), o que eu fazia é ir até as cidades que eu queria conhecer e voltar pra capital pra pegar o ticabus novamente. No panamá por exemplo as distâncias são bem pequenas, o país só tem 80km de uma costa a outra, as viagens não são tão demoradas. Você pode ir pra Bocas del Toro e depois voltar pra Cidade do Panamá pra pegar o ticabus. Além de os ônibus dentro do país serem absurdamente baratos as viagens não são tão longas. Fiz esse esquema em todos os países, valeu a pena.
  21. DanielFreitas, em espanhol eu não, mas o lonely planet central america me ajudou bastante, apesar de as informações de preços serem erradas, é só não leva-las em consideração. Em relação a cidades e roteiros usei bastante.
  22. Daliana, isso da passagem é bem relativo. Conheci uma alemã que precisou comprar pra poder fazer o caminho inverso Costa Rica - Panamá (pela ticabus). Eu não precisei de passagem nenhuma, apesar de que a minha passagem da ticabus era Panamá - Manágua. Mas não me lembro de terem pedido pra ver quando cruzei a fronteira.
  23. Caio, você ir de onde pro Panamá? Da colombia? Como o SIlnei disse, existem barcos que saem de Cartagena, sei que alguns deles vão para o arquipélago de San Blás, de lá você pode ir pra Panamá City de carro 4x4.
  24. AlexandreT, fui de nantes pra paris de trem, desci na estação Montparnasse e usei o locker de lá. Deixei a mochila um dia inteiro dentro no locker e paguei 9 euros se não me engano. O pagamento é feio em moeda, você coloca direto na máquina, se não me engano dentro do próprio locker existem umas máquinas que você pode trocar dinheiro por moeda. Não sei se tiraram os locker do CDG, não acredito nisso. Mas sei que todas as estações de trem tem. Achei seguro, não vi problema nenhum em deixar as coisas lá, só não sei notebook, acredito que eu arriscaria sim. Boa sorte e boa viagem.
  25. Ailherson, não se preocupe muito com isso, em todo lugar perto da torre existem os passeios de barco pelo sena. Pelo que eu vi eles saem regularmente. O bateaux-mouches tem saídas a noite também, não tenho certeza se os outros tem. Não sei o nome da empresa que eu fui, mas o quiosque dela é bem em frente a torre, descendo as escadas do rio. Em fevereiro do ano passado paguei 11 euros pelo passeio de 1hr.
×
×
  • Criar Novo...