Ir para conteúdo

Kcalinque

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Kcalinque postou

  1. O problema de quem vai sozinha é o deslocamento. Perde-se tempo pois não tinham vários horários de ônibus. Tem o Bazbus, que tem um preço salgado e horários fixos também. Outra coisa é o clima. Queriamos fazer o kayak e as trilhas no tsitsikamma, mas no dia programado amanheceu chovendo, então aguardamos mais um dia. São 800 km, e tudo depende das coisas que você gosta de fazer, se conhecer é dar uma volta na cidade ou ficar um periodo conhecendo a praia e o centrinho, se for de carro, se o motorista dirige a noite na mão inglesa... Acho que 6 dias, se o tempo ajudar, é o suficiente. O
  2. Acho que compensa levar dólares e trocar lá para não ter surpresas, mas há taxas em cima da conversão, variando de agência para agência. * Tem uma taxa em cima do valor total do câmbio, que fica de "comissão". Compensa pesquisar essa taxa porque varia de lugar pra lugar. Na american express é 2,2% de toda grana trocada, sem a taxa fixa. * tem lugares que cobram uma taxa a mais apenas para realizar a operação (taxa fixa). No aeroporto de Joburg pagamos cerca de 80 ou 90 rands. Por isso se forem trocar lá assim que chegarem no aeroporto, compensa trocar o dinheiro de todos viajantes de uma
  3. Fala mochileiros, Voltei de lá há 1 semana. É bom ficar esperto com as notícias que correm (na tv, nas agências, enfim...). Qndo estavamos no Salar (fim de junho) encontramos uma brasileira que falou que as estradas que saíam de Cusco estavam bloqueadas, então ela teve que pegar um voo pra Lima se não me engano, e continuar de lá por busão. Na primeira semana de julho estavamos indo de Arequipa à Cusco, e rumores de que a estrada ainda continuava bloqueada, tanto que no terminal a cruz del sur não estava vendendo passagem pra cusco, e nem outras 2 empresas que nao lembro o nome. Qdo esta
  4. Bom, quem postou a msg já deve ter ido, maaas... Eu fui no ano novo aymara este ano. Não fiquei a noite toda, chegamos cerca de 30 minutos antes do sol nascer (saimos de LA paz as 4 e pouco da manhã). É muito frio, é muita gente, não da pra ver direito a cerimônia (nós ficamos em cima de um morro). Quando o sol nasceu levantamos as mãos pra que ele as iluminasse. Enfim, eu não iria novamente. Na verdade nao iria novamente a Tihuanaco. o0
×
×
  • Criar Novo...