Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Vareja

Membros de Honra
  • Total de itens

    307
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre Vareja

  • Data de Nascimento 27-05-1978

Outras informações

  1. Lico, esquecei de te mencionar isso. Ir por Manaus é uma boa tb, caso não consiga vôos p/BV. Uma noite de viagem e vc chega em BV, economizando duas diárias (ida+volta). Neste caso, recomendo muito avaliar passar seus dias extras em Presidente Figueiredo também. Lugar fantástico, passei 1 semana lá em 2011. Muita cachoeira, trilhas na selva, comida típica e gente boa! Abraços
  2. Lico, 6 dias em BV é muito tempo. Eu sugeriria algumas opções: - ficar na Venezuala e conhecer mais a Gran Sabana. Comprando o mapa lá vc verá que há inúmeras opções. Ou estica pra conhecer Salto Angel. - conhecer a Serra do Tepequem, entre a Venezuela e BV. Fiquei lá 3 dias e curti. Só precisa confirmar como estão as cachoeiras, caso não tenha tido muita chuva por lá, devem estar bem secas. Postei umas dica de lá no fórum do Tepequem. - conhecer Uiramutã, extremo nordeste do estado, fronteira com Guiana e Venezuela. Vi fotos de cachoeiras de lá que me animaram para um tour qq dia desses. Dá uma olhada: http://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2013/04/belezas-de-uiramuta-municipio-com-o-maior-numero-de-indios-de-rr.html - descer para Caitá e conhecer a Serra Grande, pertinho de BV. Pra BV vale a pena procurar pelo Babazinho, e alugar um caiaque e agendar com ele outros passeios. Abs, Márcio
  3. Ezequiel, as trilhas são bem sinalizadas, além disso, muito batidas e com muitos turistas trilhando. Mesmo seu amigo sendo sedentário, acredito que não terão problemas. Apenas não arriscaria descer até o rio Colorado, finalizando a trilha no mirante. Ir até o rio seria um bate e volta muito forte, mesmo pros preparados. Mapas vc encontra facilmente na internet e no site do Grand Canyon National Park. Além do trajeto, tem altimetria e mais informações diversas. Pode baixar para planejamento seu, e se quiser, comprará facilmente os mapas nas lojinhas lá no parque mesmo.
  4. Fiquei no Catavento fim de semana passado. Pra mim, a melhor relação custo benefício de Alto Paraíso. O que pesa contra é a localização, um pouco fora de mão pra quem estiver a pé.
  5. Vareja

    Boa Vista

    Coloco 3 dicas principais de BV: - hospede-se no centro - cuidado aos domingos, pois TUDO fecha. Até mesmo o CAT, centro de artesanato, etc. E o transporte público, que já não atende muito, piora. A agência de turismo que procurei tb não abre e é difícil formar grupos para passeios. - procure o Porto do Babazinho. Lá ele aluga caiaques, windsurf, transporte pra Praia Grande do outro lado do Rio Branco. Além de vender comida e bebidas. Mas no geral é uma cidade bem interessante, merece a visitação. Bem planejada, ruas e avenidas largas, facil orientação. 1 dia, no máximo 2 são suficientes. Abraços
  6. Oi pessoal, fiquei no Farroupilha, mas indico somente para os que forem apenas dormir em BV. Se vc estiver para conhecer a cidade, procure outra opção, mais no centro. A localização do Farroupilha é ruim , longe do centro, e infelizmente o transporte público de BV não é legal, como na maioria das cidades brasileiras. As acomodações atendem bem, com ar condicionado bom, mas sem banho quente (não senti falta). Mas a infra poderia sem melhorada, pois o wi-fi não pega legal nos quartos (ao menos no meu, e olha que nem era tão distante da recepção...). E o pior, não informam que aos domingos não servem café da manhã...
  7. Valeu Jay, consegui ir ao Tepequem (2 dias) e Gran Sabana (2 dias). Ambos merecem mais tempo. O Tepequem tem mais atrativos desconhecidos, tem que procurar pelos guias mais experientes, ou aqueles que foram garimpeiros no passado. Ouvi muitas histórias sobre outros pontos fora do circuito turístico mais batido por lá. E a Gran Sabana nem se fala. É fácil achar o mapa da região por lá, muito bem feito, e por onde se vê que, se você tiver 10 dias pra gastar lá, não faltarão coisas pra fazer. Trekking, cachoeiras, rafting, pesca, MTB, etc... Infelizmente a Serra Grande ficará pra próxima... Abraços
  8. Pessoal, voltei do Tepequem, seguem algumas informações atualizadas. Com base no roteiro que fiz, podem ser que hajam outras opções, ok? COMO CHEGAR Saí de Boa Vista com o Branco, que tem uma Doblô que sai do Tepequem às 6 e retorna de BV às 14:30, às 2as, 4as e 6as. O horário pode variar um pouco, principalmente em BV, pois ele pega as pessoas uma a uma, além de levar algumas compras e cargas de um lugar pra outro. Seu telefone é (95)9127-9807 A viagem é gostosa, quase sempre em linha reta até o km-100 da BR. A paisagem plana e a vegetação da savana dominam toda a paisagem. No "100", pega-se à esquerda à estrada até Amajari, depois disso começamos a subir a serra do Tepequém até a vila. HOSPEDAGEM Fiquei na Pousada Manancial, da d.Francisca. Paguei R$80, sem café da manhã incluso. Porém, negociando, ela prepara as 3 refeições se quiserem. E também pode lavar roupa, como foi no meu caso. Os quartos são simples, mas arrumados e confortáveis. TV simples, ventilador de teto e chuveiro frio. Não me incomodou em nada. Há outras hospedagens na vila, todas bem parecidas, aí vai da simpatia que cada um tiver pelo lugar e pelo dono. Recomendo também o camping Igarape Preto, próximo ao rio e às cachoeiras. Além de ter um outro acesso mais fácil à parte sul do Platô. O QUE FAZER Na vila em si não há nada. Porém os arredores são recheados de cachoeiras e trilhas. As principais (Paiva, Funil e Barata) podem ser feitas no mesmo dia. Se estiver a pé, terá que sair cedo e apertar o passo. Eu consegui carona em alguns trechos, me permitindo fazer tudo num só dia. No Paiva, a mais preparada pra turismo, e mais bonita também, dependendo do nível da água, pode-se descer pelo rio, que segue vale abaixo. Se tiver equipamento e experiência, pode-se chegar até no fundo do vale, no Trairão. No Funil também existe uma trilha até a parte de baixo, e de lá pode-se seguir até uma cachoeira maior ainda,que não visitei. Alguns dizem que esta maior é a do Funil e não a de cima. Enfim, fica pra próxima. Além destas cachoeiras existem inúmeras outras, aí depende de quem te passa informação. Alguns guias conhecem somente o básico, sendo até dispensáveis. Mas outros guias, moradores mais antigos, alguns que foram até garimpeiros nas décadas passadas conhecem muita coisa. Cachoeira do Sobral, Miudinho, Quintino, etc. Outro passeio que parece legal são as grutas do Igarapé Preto, na propriedade homônima. Imperdível é a subida do Platô do Tepequém. A parte norte é mais simples de fazer,com trilha bem batida. A parte sul não visitei, pois estava sozinho e não consegui o track do GPS e perdi a trilha quando ela cruza o Igarapé Preto. Dizem que acampar lá em cima é imperdível, pelo entardecer e nascer do sol lá em cima. Recomendo descer o Platô pelo Igarapé Preto, com alguns banhos, e chegando ao camping lá em baixo. GUIAS Conheci algumas pessoas que, apesar de não terem me guiado, parecem ser bastante conhecedores do local, e de foram bem recomendados por lá Saimon Haweller Guimarães (Facebook) - [email protected] e yahoo.com.br / (95)9125-3788 Roni, tio do Saimon. Saimon mora em BV, e dependendo da época, não pode guiar. Roni conhece muito a região também. Raimundo Pezão, antigo garimpeiro e conhecedor da região. Bira: nativo do local. Não é guia formado, mas pareceu bem ativo para atrair turistas. E conhece muitos atrativos. Norton: guia para escaladas na região. Márcio e Ronaldo: falaram bem deles. Alan: não recomendo. Me deixou na mão pra subir o Platô, nem aparecendo no horário combinado... QUANDO IR Os moradores disseram que após o meio do ano as águas estão mais cheias. Eu voltaria nesta época, pois agora em fevereiro estava muito quente pra caminhar, além de os rios estarem um pouco secos, não permitindo aproveitar o lugar em sua plenitude. OUTRAS DICAS Se estiver de carro e bem preparado fisicamente/equipado, arrisco dizer que pode-se fazer o Platô e as 3 cachoeiras no mesmo dia. Corrido, mas em alguns casos é a melhor opção pra um roteiro apertado. Levem bike se puderem. O lugar parece ótimo. Tanto as trilhas quanto as pedreiras deixadas pelo garimpo. Abraços, Márcio
  9. aura e demais, segue resposta que tive do consulado em 17/1: _______________________________________________________________________________________________________________ "Bom dia, a lei esta em vigor, o seguro estara sendo exigido a partir do 31 de janeiro, podem comprar com qualquer empresa brasileira, as transportadoras e agencias de viagens geralmente oferecem esses servicos. A cobertura deve ser no minimo para gastos medicos o accidentes de 25mil direitos especiais de giro (25mil DGE) e para furtos no minimo de 600 direitos especiais de giro (600 DGE). Atenciosamente Consulado General de la República Bolivariana de Venezuela en Sao Paulo. http://saopaulo.consulado.gob.ve/ + 55 11 3887 2318 + 55 11 3887 4583" _______________________________________________________________________________________________________________ Vou cotar meu seguro com outras seguradoras, garantindo a cobertura mínima exigida pela Venezuela. Abraços
  10. Amigos, estou indo em fevereiro, antes de ir pro Mte Roraima. Estou com dificuldades em montar a logística, pois não consigo descobrir empresas de ônibus que fazem a linha B.Vista-Amajari. Têm informações pra me passar? Abraços
  11. Quantos comentários úteis! Sério mesmo, tenho rodado alguns posts e em alguns deles difícil achar informação de verdade. As que vi aqui são ótimas. Esse lago já entrou no meu roteiro, com certeza. Vou tentar incluir esses lados de RR nos 6 dias que terei em RR em fevereiro. A época é boa?? Abraços, Márcio
  12. Aos colegas que já rodaram Roraima, tenho essa dúvida... Tepequem ou Serra Grande?? Ou ambas?? Terei 6 dias em Roraima aguardando amigos que chegarão, para juntos, irmos para o Mte Roraima. Prefiro aproveitar esses dias pra conhecer essas duas regiões do estado, e queria a opinião de vcs. a) Tepequem + Gran Sabana b) Serra Grande + Gran Sabana c) Tepequem+Serra Grande na pauleira, rsrs Valeu e abraços!
  13. Algum de vcs tem informações atualizadas sobre o tal seguro?? Obrigado e abraços
  14. Estou interessado nessa trip da Serra Grande. Achei interessante a possibilidade de ficar na vila da Serra Grande. Pelo que entendi, fica na base da serra, certo? De lá é só fazer bate e volta na serra? Rola cachoeira interessante praqueles lados?? Abraços
  15. As trilhas do South Rim são as mais comuns. Bright Angel e South Kaibab, as mais frequentadas. Se pretendes fazer o rafting, tente agendar para 2014. Para esta temporada é pouco provável que consiga escolher alguma coisa. A não ser que surjam desistências de última hora. Quanto ao período, depende. Vc pode ficar lá 15dias, e dependendo do que quiser fazer, ficarão faltando trilhas e rafting pra você.
×
×
  • Criar Novo...