Ir para conteúdo

Antonio Junior.o

Membros
  • Total de itens

    78
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Vinícius, como não passei em nenhuma portaria, não fiz reservas. Boa sorte lá!
  2. Olá Adislson, nessa data eu não vou poder. já estou cheio de compromissos. O Calçado Mirim é junto do Calçado, então vc passa nele. O calçado já não é um pico de fato, então nem sitei o calçado mirim, hahauha. Mas a travessia é bacana, vale a pena. Mas talvez dezembro não seja um boa época, principalmente se for realizar o cannioning que eu fiz.
  3. Fala Jorge! verdade, SF é mais fama... To de olho nessa do Rio Claro. O grande problema é permissão pra entrar por lá. Já vi que é bem complicado. Ainda to analisando uma forma de resolver esse inconveniente, hauahaua E ainda tem esse paredão, todo cuidado é pouco.
  4. Rafael, Obrigado. É isso mesmo, ir fora de feriado é outro nível. Mas nem sempre é possível e, certamente, pra quem nunca pode, melhor ir no feriado do que nunca ir. Pois é, ainda tenho vários relados a escrever, daí vão saindo aos poucos, hauahau Ederson, tenho apenas o esboço, que usei como referência para navegação pela carta. Não é muito confiável pra uso em gps. Posso te mandar sim.
  5. [align=center]Travessia da Serra Fina, solo. Já fazia algum tempo que eu ouvia falar da Travessia da Serra Fina, considerada a “mais difícil do Brasil”, fiquei intrigado com esse “título” e resolvi conferir de perto. Após algumas pesquisas descobri que a Serra Fina, na verdade, é um lugar “badalado”. E que em feriados, verdadeiras procissões cruzam suas cristas. Além disso, vi pessoas reclamando que agências de turismo estavam monopolizando os pontos de camping, como? Contratando carregadores (sherpas) que corriam na frente e reservavam os melhores lugares. Diante disso, tinha que
  6. Aê, parabéns! excelente relato =) Uma pena terem pegado mal tempo, mas pelo menos diversão não faltou. Volte sempre, a Serra do Cipó tem perrengue que não acaba mais, hauahaua
  7. Fogareiro é tranquilo, sem problemas. Bebidas alcoólicas são proibidas, embora algumas pessoas burlem isso. Agora em março vai depender da sua sorte, mas tem muita chance de pegar tempo ruim. até mais
  8. Obrigado, pessoal! Lucil, uma pena o tempo não ter colaborado. Mas realmente, tem q evitar tempo chuvoso para realizar a essa travessia. Sandro e Lucil, quando tiverem um tempinho, caiam aqui para a Serra do Cipó, são inúmeras as possibilidades de travessias. abraços
  9. Ótimo relato, marcosplf. Pena que não deu pra seguir. Fiquei imaginando que com o tempo ruim seria muito complicado continuar. Cheguei de lá hj, felizmente pequei o tempo bom. Em "breve" escrevo o relato. Quanto à água, peguei tudo que eu precisava no morro do Careca. Mas acho que aquela água do careca é menos confiável do que a da base do Marins. Lá tava cheio de lixo, muito tenso. até mais
  10. opa! Então, eu peguei a rua que passa à direita da igrejinha e fui subindo ao sul. Fui perguntando para as pessoas até descobrir por onde ia. Só que eu não decorei o passo a passo, pq foi meio confuso, hauahauahau Mas assim, existe uma trilha, vc só tem que se preocupar em chegar ao início dela. Depois pode seguir as dicas do relato. Outra coisa, no meu relato tem uma foto de um trecho da estradinha inconfundível, já serve como um marco. Esse lugar é problemático, além de não ter track log, nem esboço da pra fazer, a imagem do google ta com baixa qualidade e com nuvens e sobras. =\
  11. Cesar, normalmente uso mochila entre 70 e 80L. Minha barraca é semi-geodésica, 4 estações. Não precisa de tanto, mas recomendo que a barraca seja pelo menos auto-sustentável. Quanto ao equipamento geral, levei o básico, fogareiro + utensílios de cozinhar (que inclui uma pequena faca de cozinha), lanterna de cabeça e um facão. Levei o facão pq eu tava neurado com as histórias das onças, mas em condições normais eu não levo. Navegação: carta e bússola. se orientar por lá é trivial, isso é mais q suficiente. Comida: Nessa travessia em específico, levei miojo, linguiça defumada, feijoad
  12. Isso acontece sim, se dentro da barraca tiver algo com cheiro forte, como mortadela, feijoada, carne assada, etc.,eles furam a barraca msm. Mas se não tiver nenhum cheiro que os atrai, é de boa.
  13. Pois é, isso foi meio triste. Mas.. mais triste ainda seria perder a câmera no meio da viagem, huahauaahu Vou deixar a última foto q tirei dentro do canyon, antes de deixar a câmera numa fenda na lateral. Já estava com água até a cintura, e estava "agarrado" na lateral. Nilton, não deixe de conhecer a chapada, o lugar é incrível! abraços
  14. Estive lá no carnaval - estava solo também, e por causa disso, com mochila muito pesada (estava com uns 17kg) - abortei a subida ao Cristal, porém com dor no coração! Tinha ouvido falar que o caminho é meio exposto, e com a mochila grande ficaria perigoso. Acha que confere essa informação? A subida ao Cristal é mesmo meio tensa, vindo do Calçado? Cissa, de fato o caminho é exposto, tem q subir alguns lajes bem inclinadas. Lembro que subi com cuidado, e a mochila dificultou. Acho q vc podia ter escondido a mochila e subido leve, assim fica mais tranquilo.
  15. Olá Antônio! Belo perrengue este da descida com final em Alto Caparaó... Na minha visão foi um dos pontos "altos" do relato! Abraço! ah, certamente foi o ponto alto da travessia! Agora que eu sei q é possível, dá até vontade de repetir com mais calma. Passei em tantas cachoeiras e tão rápido, que nem deu pra apreciar direito. abraços
×
×
  • Criar Novo...