Ir para conteúdo

natividade

Membros
  • Total de itens

    74
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre natividade

  • Data de Nascimento 27-06-1981

Bio

  • Ocupação
    Geografo
  1. Atenção galera que está planejando ir para alguma montanha no Equador: Nesse mês de outubro houve um acidente com um grupo da CAP (Club de Andinismo Politécnico) na montanha Illiniza Sul, onde 3 de seus integrantes vieram a obito após uma queda, quando já retornavam para o refúgio logo após terem feito cume. Após esse acontecimento muito triste o Ministério do Meio Ambiente começou a exigir uma série de restrições, a principal, que vem causando muitas controvérsias é a obrigatoriedade de um guia acompanhando os grupos, devidamente registrado junto ao Ministerio de Meio Ambiente. Pode ser
  2. natividade

    Quito

    Olá Nando Campos! Esse vulcão na cidade de Quito - Pichincha - é um passeio legal para se fazer em um dia. Pegar o teleférico (Us 8,5) e lá em cima caminhar até o pico em quatro horas. Como o acesso é simples, dá para ir num dia mais aberto e com poucas nuvens, novembro é transição do verão (mais seco) para o inverno lá (mais úmido). Isso você verifica durante sua viajem e escolhe o "melhor dia". Agora fazer os vulcões maiores em que o planejamento te exige um dia específico (aluguel de roupas, equipamentos, transporte, guias) aí você ficará a mercê do tempo. O Cotopaxi é escalado o ano in
  3. natividade

    Quito

    Em Quito fiquei hospedado alguns dias próximo ao centro antigo, na rua Los Rios lugar onde tem várias opções de hospedagem. Custou 10 dolares por noite sem café e fiquei no Hostel Melanie, nessa rua é possível encontrar hospedagens até mais baratas, mas já sabem .... kkkk O Hostal Melanie em si é bem simples, vale pela localização. Depois fiquei mais tempo hospedado na Mariscal, no Blue House. Já é uma outra pegada, muito mais jovem e com muitos extrangeiros, mesa de sinuca, cervejas, café da manhã - 8 dolares o quarto com mais 5 pessoas. Apesar dos valores serem mais altos na regiào, eu recom
  4. Voltei do Ecuador semana passada. No último dia antes de sair do Brasil, fazendo a mala, desisti de levar minha barraquinha (3 pessoas, pesada e para praia kkk) e meu saco de dormir boliviano (pesado e grande). Não fiz nenhum trekking, apenas caminhadas. Para o Cotopaxi eu fui duas noites antes aclimatar no refúgio dos Ilinizas. Um lugar de fácil acesso (3 horas de caminhada), nem preciso falar das lindas paisagens. Quando subi caiu muito granizo, cheguei no albergue 17h e so havia um equatoriano-guia e um cliente americano. No dia seguinte eles subiram o Iliniza Sul que é uma das montanhas ma
  5. Uma excelente opção para quem está em Cuenca é conhecer o Parque Nacional Cajas. Localizado nas montanhas a cerca de 30 minutos de taxi do centro de Cuenca, o Parque Nacional é de extrema importância tanto para a conservação de fauna e flora. Se destaca por apresentar mais de 300 lagoas e diversas opções de trilhas que variam de 3 horas até 3 dias de caminhadas dentro do parque. A vegetação é o páramo andino - gramíneas - e bosques de polylepsis, muito linda e encontrada apenas em altitudes mais elevadas e de climas frios. A altitude do parque vai dos 3.600m ate os 4.500m. Como todo parque nac
  6. Obrigado, já tinha lido seus relatos. Achei todos muito bons, porém me diga como conseguiu subir os vulcões sem guia? Era um amigo? Eu estou em contato com um guia (Jorge Prado), indicado de Nico Navarrate - grande escalador ecuatoriano. Devo fechar com ele o Coto, vai me sair U$ 80,00 pela guiada, aí vou ter que pagar hospedagem no Refugio Jose Ribas (U$ 20), transporte (vou chegar a pé, via trekking condor), equipos (US 40) e alimentação. Andei cotando com agencias e os preços estão na casa dos US 190,00. Resolvi subir com ele pela confiança, pela experiencia dele e pela indicação do Nic
  7. Olá Mochileiro tudo bem? Vc vai subir quais vulcoes? Estou em Quito entre 3 e 26 de julho. Vou fazer aclimataçoes, talvez: Iliniza, Ruminahui, Pichincha... Cumes vou fazer Coto e Chimbo e lá vou ver se consigo fazer Cayembe ou Antisana. Trek vou fazer Condor e Altar. Será que a gente nao consegue subir juntos algum desses aí? Abraço!
  8. Olá Daliana tudo bem? Tudo vai depender do seu planejamento, dos dias que dispõe para viajar e do roteiro. Por exemplo: Na Bolívia geralmente as viajens entre cidades mais distantes (La Paz-Potosi-Sta Cruz) são feitas durante a noite. Já no Equador, por ser uma distância menor entre essas cidades, pode ser que não tenha onibus de noite entre uma cidade e outra. Assim que se não tiver os horários em mãos, não dá pra confiar na sorte de encontrar horários específicos, ainda mais se sua viajem for de curta duração. Mas por favor, se tiver os horários, creio que aqui é o local para inform
  9. Amend Cara estou andando pela casa com eles , não vejo a hora de poder colocar para bater. Não tenho nada planejado até julho, então somente depois dessa data poderei dar minhas opiniões sobre o produto. Pena que estive em janeiro no Pico do Paraná e lá seria um lugar bem legal para testar. Me pareceu muito bom, aguenta meu peso sobre o par tranquilamente. Tenho lido também boas coisas sobre a liga 6013. No site da Fizan diz que: "Mr Fincati Domenico founded Fizan in 1947, a man of vision, he was first to produce ski poles in aluminum when steel and bamboo were the normal materials u
  10. Ah, outra coisa que se percebe no site da Fizan é que os bastões com sistema de amortecimento (anti-shock) possuem uma trava que vc pode habilitar e desabilitar o sistema conforme sua necessidade. Não sei se isso agora é o padrão para os bastões, não me lembro de alguém ter citado essa opção aqui no forum. Abraços !!!
  11. Olá boa tarde! Não precisa mesmo do Passaporte, mas é um diferencial sim em relação ao tratamento dispensado. Por vezes separam em 2 filas o que possuem passaporte e os que não possuem. Dentro do país a credibilidade de um passaporte é muito maior que a do RG brasileiro. É só pensar no contrário, um equatoriano está no Brasil e te apresenta um documento de identificação local, que você nunca jamais viu. Percebi nas viajens que fiz ao Peru e Bolívia que o tratamento é sim diferenciado, o que não impede - é claro - de transitar com o RG nesses países. Abraços !
  12. Olá Mochileiros! Nunca usei os bastões para caminhada. Porém resolvi investir um pouco já que irei para o Equador fazer trekkings agora em julho. Aproveitei a oportunidade - já que uma familiar que estava na Austália - e comprei um bastão da marca italiana Fizan. O modelo é Trek Blue, peso de 230g, aluminio 6013, sistema flexy de travamento e o par me saiu (promocional) por U$ 70,00. Ainda não testei as crianças, mas um pouco me preocupa de não haver revenda da Fizan no Brasil, apenas Europa e Oceania. Alguém conhece produtos da Fizan? Sobre o alumínio utilizado, essa página possui alg
  13. Sim, preciso sentar e voltar a escrever as outras partes, no stress! Alguém pode me ajudar a anexar fotos no meu relato, estou apanhando! Valeu
  14. PARTE II - LA PAZ - UYUNI - TITICACA Depois de vinte dias de curtições, passeios, novas amizades em La Paz, resolvemos fazer um passeio até o sul da Bolívia, fronteira com o Chile e Argentina, mais precisamente fazer uma passeio de três dias, saindo da pequena cidade de Uyuni com um grupo de seis pessoas e mais o motorista, em uma picape, para cruzar o maior deserto de sal do mundo – Sallar de Uyuni –, atravessar meia dúzia de lagoas no meio do deserto, chegar até a fronteira com o Chile, aos pés do Vulcão Licancabur e retornar à Uyuni. (Foto retirada da internet – http://www.flickr.com/p
  15. PARTE I - São Paulo - Puerto Quijaro - La Paz Minha viagem dura quase 3 meses e começa na rodoviária de São Paulo. Na verdade começou muito antes, cerca de um ano, quando comecei a pesquisar sobre o Peru. Iria acabar a universidade no final de 2009 e no começo de janeiro de 2010, parti – meio que sem destino – para cruzar o Peru, talvez chegar ao Equador e Colômbia, e quando os recursos estivessem acabando, tomaria um barco nos Andes, descendo a planície amazônica até a cidade de Manaus e retornando a SP por ar. Como toda viagem, a saída era carregada de incertezas. Não reservei nenhuma h
×
×
  • Criar Novo...