Ir para conteúdo

paulinham

Membros
  • Total de itens

    42
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre paulinham

  • Data de Nascimento 23-11-1981

Bio

  • Ocupação
    Enfermeira
  1. Oi, Felipe! Estou gostando muito do relato! Quais foram os hostels que vc ficou, em Washinton e Nova York?
  2. Olá, tudo bem? Gostei do seu relato, estou pensando em fazer um roteiro parecido com o seu em maio do ano que vem. Gostaria de saber o nome do aplicativo do metrô de New York que vc citou no início do relato e em qual site achou as datas dos jogos de baseball e comprou as entradas.
  3. 10-10 – Tendo ido dormir de madrugada, levantei só para não perder o café da manhã e voltei para cama. Saí mais tarde e resolvi passar por La Rambla, avenida super charmosa com um calçadão enorme no meio. Fiz o caminho do porto até a Plaça de Catalunya. Primeira parada Museu de la Cera, dispensável. Enfim, fui até o Palau Guell, uma obra de Gaudí. Decidi não entrar e continuar a caminhada. Mercat St Josep, mais conhecido como La Boqueria, um lugar mágico! Muitas cores, cheiros, opções. As barracas que vendem frutas e sucos são como um arco íris. Há ainda barracas que vendem apenas chocolate
  4. 07-10 – Hoje é dia de terminar meu roteiro. Ainda faltava conhecer a Plaza de Toros de Las Ventas eo Estádio Santiago Bernabeu, o estádio do Real Madrid. Segui rumo ao metrô, graças à falta de atenção comprei o bilhete errado e gastei 4,20 à toa... Enfim, com o ticket correto segui primeiro para Las Ventas. A saída do metrô é exatamente de frente para a Plaza de Toros. Lugar lindo, enorme!! Fiz a visita, que já inclui o audioguia, bem útil. Nos fundos da Plaza existe o Museo Taurino (entrada gratuita!) que também vale a visita. Com roupas de toureiros, cartazes antigos de touradas, fotos e fig
  5. 03-10 – Mais um dia no Porto, um dia belíssima! Hoje sai rumo à Igreja da Sé, não é a mais bonita, mas com certeza a mais importante. Visita à igreja de graça, ao claustro e ao tesouro paga-se 3 euros. De lá atravessei a Ponte D. Luís I a pé, emocionante! Venta muito e o metrô passa bem ao lado de quem está caminhando, mas a vista é maravilhosa! Já em Vila Nova de Gaia (isso mesmo, do outro lado da ponte é outra cidade) comprei um ticket tipo um combo que dava direito a ida e volta no teleférico, cruzeiro de 50min pelo Rio Douro, entrada no Mosteiro do Pilar e prova de vinho em uma das caves.
  6. 29-09 – Acordar com o badalo do sino não é muito agradável, mas acontece quando o hostel fica ao lado da igreja. Tomei um ótimo café da manhã no hostel e saí para andar. Perca-se nas muitas ladeiras de Coimbra! A cada esquina há algo belo! Primeira parada no Pátio da Universidade, que fica em frente à Biblioteca Central, à Faculdade de Letras e à Faculdade de Medicina. Entrada no Pátio é de graça, mas existem alguns locais que são liberados somente mediante ingresso, como a Biblioteca Joanina e a Capela. Mas vale muito a pena. Os lugares são espetaculares, ricamente decorados. A Sala dos Prime
  7. 26-09 – Lisboa, finalmente! Peguei o comboio em Alhandra com destino a Lisboa, estação de Santa Apolônia. Um pequeno, grande detalhe: após comprar sua passagem não se esqueça de validar seu ticket em um dos totens da estação. Eu esqueci, e quando o fiscal do comboio veio checar meu cartão me passou o “maior sabão”. Eu expliquei que era minha primeira viagem de comboio, que não sabia, pedi desculpas e ele apenas falando sobre multa que eu teria que pagar... Enfim, no final deu certo. Em Santa Apolônia mesmo peguei o metro linha azul para estação Parque. Fica em frente ao Parque Eduardo VII. Va
  8. Seguindo a tradição, deixo aqui o relato do meu primeiro mochilão sozinha. Afinal nas outras viagens estava com turma e de mala... que evolução! Decidi por Portugal/Espanha pela facilidade da língua e por ter uma amiga morando em Portugal. Viajei do final de setembro até início de outubro, pegando o início de outono. Temperaturas agradáveis, mas dei um pouco de azarem Portugal e peguei vários dias de chuva, mas nada que tivesse atrapalhado muito. 22/09 – 23/09 – Saí de BH em voo direto da TAP para Lisboa. Longo mas confortável, comida boa, bom sérvio de bordo com filmes e coisinhas mai
  9. Camila, adorei seu relato!! Já conheci Buenos Aires, e felizmente correu tudo bem, sem ameaças de rouba, mas eu estava em grupo... Ainda não conheço Mendoza ou Córdoba e fiquei animada com sua descrição, principalmente porque vou viajar sozinha na próxima viagem e estava com algm receio. Abraços.
  10. Oi, poboscov! Ainda não defini onde vou ficar, mas assim que souber conto com sua ajuda! Abraços.
  11. Léo!! Que delícia de viagem!!! Vcs merecem esse descanso, pelo menos, de vez em quando, né? Bjos.
  12. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110305215809.JPG 500 375 Legenda da Foto]Amanhecer no Salar do Atacama[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110305215938.JPG 375 500 Legenda da Foto]Caminho entre as lagunas Miscanti e Miñiques em San Pedro do Atacama[/picturethis]
  13. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110305215151.JPG 500 333.333333333 Legenda da Foto]Vulcão Licancabur em San Pedro do Atacama[/picturethis]
  14. Léo e Lê, até que enfim, né!! Meus dois amigos, companheiros de viagem, editores do mochileiros, ainda não tinha dado as caras por aqui! O bom é que já chegam ajudando!! LiCo, acho que o restante das dicas do Léo e da Lê te ajudaram mesmo. Conta como foi na volta! Boa viagem! Anala, o Léo já respondeu bem a sua pergunta, o câmbio melhor mesmo é em Montevideo, na avenida 18 de julio, mais para perto da plaza independencia. Quanto aos restaurantes é meio complexo até a conta, de tantas opções vc tem para pagar, a conta vem em todas as moedas mesmo! Boa viagem para vc tbm! Abraços
  15. Oi LiCo, tudo blz? Não pesquisamos muito sobre os ônibus em Punta porque resolvemos alugar o carro, mas o qe ouvi falar é que lá não tem muitas opções de ônibus de linha. Ir à Casa Pueblo de ônibus é possível, mas o ônibus para na estrada e vc tm que percorrer o resto do caminho a pé. Nosso amigo que fez isso acabou assistindo ao pôr-do-sol no meio do caminho porque acharam que fosse mais perto. As 3 atrações que vc quer ver são bem distantes umas das outras. La mano vc vai ver quando chegar na rodoviária, pois fica exatamente na praia em frente. Já a ponte ondulada é mais longe, para o la
×
×
  • Criar Novo...