Ir para conteúdo

agnnunes

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre agnnunes

  • Data de Nascimento 28-01-1981

Bio

  • Ocupação
    Gerente de TI

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá Matheus, Na verdade a agência que eu trabalho possui diversos serviços de apoio e tem conhecimento para auxiliar as pessoas nestes tipos de assuntos, além de apenas fornecer cursos, etc, etc. Não posso fazer propaganda usando o fórum e nem dar muitas informações deste tipo aqui, pois o objetivo do fórum é apenas passar informações importantes para as pessoas, sem fins comerciais. Mas você pode pesquisar no Google o nome Buena Vista Tourism que você encontrará o Web Site e poderá saber tudo sobre a agência. Com relação a sua qualificação, ela é muito aceita e bem remunerada por aqui e seria fácil de você obter um visto de trabalho. Se você souber falar bem Inglês e tiver mais de 4 anos de experiência na área fica fácil até mesmo de obter um visto de trabalho mesmo sem ter uma oferta de trabalho (Job Offer). Mas se não souber muito o Inglês, você pode estudar um pouco e ir procurando algo para obter um patrocinador para o seu visto. Veja esse Web Site que você pode procurar por vagas e ver quanto estão pagando por aqui na sua área. www.seek.co.nz Grande abraço. Andre Nunes
  2. NÃO TRABALHE ILEGAL, PENSE NO SEU FUTURO E QUE TALVEZ VOCÊ QUEIRA VIVER MAIS TEMPO POR AQUI. TRABALHAR ILEGAL É IMPLORAR POR PROBLEMAS COM A IMIGRAÇÃO DO PAÍS, PORQUE AQUI NÃO É BRASIL... EXISTEM SISTEMAS INTERLIGADOS E MEIOS DE SABER PRATICAMENTE TUDO. André Nunes
  3. Geralmente vemos diversos tópicos falando sobre não trabalhar ilegal na NZ, mas nunca vemos algum tópico falando sobre como trabalhar legalmente. Ou seja, acabamos não achando as respostas para as nossas dúvidas. Por isso estou postando esse tópico. Como falei no meu outro tópico, estou morando em Auckland e trabalhei em uma agência de intercâmbio que era ligado a um escritório de Immigration Adviser, advogados registrados e autorizados pela imigração da NZ para tratar de assuntos relacionados a emprego e migração. Esse trabalho me abriu portas para posteriormente trabalhar como gerente de marketing em Escolas da Nova Zelândia e com isso pude iniciar uma carreira na industria de educação da Nova Zelândia. Hoje sigo trabalhando nesta industria, onde forneço todo o suporte para quem vem estudar, trabalhar e morar na Nova Zelândia. Cada dia trabalhando nesta industria pude conhecer mais e mais sobre o país, tendo acesso a informações e conhecimento sobre leis da Nova Zelândia, regras de imigração, procedimentos, objetivos e visão do Governo, etc. Na verdade existem muitos caminhos para você trabalhar aqui e até mesmo migrar no futuro, sendo você uma pessoa qualificada em algo que a Nova Zelândia precisa ou não. A diferença entre estes caminhos é apenas o tempo para percorrê-los e o quanto se investe. Alguns são mais curtos e outros mais longos, alguns são mais baratos e outros são mais caros, mas tudo é possível. Algumas coisas você deve ter em mente: Aquela vida de trabalhar em Fazenda já se foi a muito tempo. Não existe mais mercado para isso, pois os Asiáticos dominaram tudo isso, especialmente os Chineses, trabalham muitas vezes por alimentação e comida. Por que o empregador dono de fazendo vai pagar bons valores por hora se podem ter os Chineses, por exemplo, ótimos trabalhadores que trabalham por horas sem reclamar de qualquer coisa, pois o que eles apenas querem é viver por aqui? Sem contar ainda que trabalhar em fazenda não é possível aplicar visto. Visto para trabalhar em fazendo ou o famoso SEASONAL já não existe a muito tempo, pois só davam dor de cabeça e especialmente os Brasileiros, usavam este visto para trabalhar de forma ilegal digamos assim. Hoje toda essa mão de olha é substituída por pessoas com Working Holiday Visa. O Brasil possui apenas 300 Working Holiday Visas, mas países como Argentina, Chile, Coreia, etc, possuem 1000 por ano cada um. A realidade é que Argentinos e Chiles estão muito na frente de nós Brasileiros, pois eles já veem para o país com uma ótima base no idioma Inglês, então eles sempre encontrão trabalho facilmente, empregos razoáveis como garçon, atendentes, recepcionistas, etc, empregos que pagam NZ$14...NZ$16 por hora para quem está começando e pular para um supervisor ou sub gerente após estudar um curso rápido de Business por aqui, que dá a possibilidade de visto e residência, é a coisa mais fácil para eles. No entanto nós Brasileiros penamos para encontrar um emprego de faxina ou lavador de pratos que pagam não mais do que NZ$11 por hora. A realidade é que não viemos preparado no que diz respeito ao idioma Inglês e muitas vezes não caimos na real sobre a importancia disso. Outra coisa seria a diferença do idioma Inglês (Sotaque) aqui na Nova Zelândia, que é muito diferente do Inglês Americano, ou seja, mais dificil. Então lá vão as primeiras dicas: 1º. O idioma Inglês é indispensável. De nada adianta você ter as melhores qualificações e super mega experiência se não souber o idioma Inglês. Sem Inglês você é um analfabeto no país e ninguém lhe dará moral se você não puder se expressar. 2º. Você deve ter paciência e sempre fazer as coisas corretas passo-a-passo. A paciência será necessária de acordo com o caminho a ser utilizado para atingir os objetivos. Pode ser mais longo ou mais curto. 3º. Tudo fica mais fácil se você já estiver na Nova Zelândia. 4º. Se você é qualificado no Brasil em alguma área... ótimo, traga seus documentos e reconheça a sua qualificação aqui. Se você não é qualificado, então estude para uma qualificação no país. Neste último caso você pode ter certeza que todo o investimento que você fizer será muito bem recompensado. Apesar de sabermos que trabalhar ilegal é algo muito arriscado e que pode criar diversos problemas, muitas pessoas ainda fazem isso ou são induzidas por outras pessoas. Muitas pessoas vem com seus planos e acabam mudando também por serem induzidas. Muita gente vai trabalhar em fazenda porque é mais fácil de conseguir um emprego e começar a ganhar algum dinheiro. Não que fazenda pague bem, mas você trabalha duro por muitas horas. Agora seria melhor trabalhar na cidade, em empregos melhores e a metade do tempo para ganhar a mesma coisa e certamente ter um futuro melhor. Veja meu tópico sobre trabalho em fazendas: Trabalhando em Fazendas – Eis a Questão A verdade é que se você investir tempo e dinheiro em estudo e fazendo os passos corretos você terá sucesso. Lembre que o país quer gente boa e que contribua para o crescimento do país. Do contrário você apenas fará algum dinheiro e mais cedo ou mais tarde a porta fechará para você. Invista em estudo e não fique com o pensamento apenas voltado para quanto isso custa. Lembre que ao invés de ganhar NZ$ 15 por hora, você poderá ganhar NZ$ 25, 30, 40 por hora, isso ainda vai lhe permitir aplicar quantos vistos você puder baseado nas politicas de falta de mão-de-obra qualificada no país, você terá direitos como cidadões Neozelandeses a um sistema de saúde de primeiro mundo, direitos a um sistema de educação de qualidade e gratuíto, subsidios do Governo e nunca, nunca precisará temer sobre qualquer coisa relacionada ao serviço de imigração do país. Pessoas compram cursos para estudar na NZ mas na verdade estão tentando vir para cá trabalhar e até mesmo migrar. OK!!! De certa forma isso está correto. Agências ganham dinheiro vendendo um caminho para você entrar no páis mais facilmente, mas quando a pessoa chega aqui não sabe o que fazer, não sabe por onde começar, não sabe que visto aplicar quando o seu expirar, etc, etc. Aí acabam caindo na especulação. E a agência obviamente não terá interesse e nem tem obrigação de dar este tipo de suporte. Por tanto sempre procure pelas pessoas certas para obter informações ou por empresas que ofereçam esse tipo de serviço. Tenha em mente também que se você comprou um curso, você deve aproveitá-lo ao máximo, baixar a cabeça e estudar, pois assim você já contempla o 1º ítem que eu falei. Vamos falar um pouco sobre alguns caminhos. Podemos dividir os caminhos em 2 grupos. As pessoas que falam Inglês e as que não falam Inglês. As que falam precisarão investir em um curso apenas para facilitar a entrada no país ou podem tentar entrar como turista, mas alguns cuidados devem ser tomados. Os que não falam Inglês não tem jeito, terão que investir em um curso de no mínimo 3 meses, baixar a cabeça e estudar. Sempre é mais fácil entrar no país se você compra um curso de Inglês de até 3 meses, pois não é necessário aplicar visto no Brasil. Neste período pense em apenas estudar e nesse meio tempo você poderá conhecer o seu novo ambiente, as leis, as regras, os costumes, o mercado, etc, e poderá ir procurando alguma oferta de trabalho. Se você compra um curso de 6 meses ou mais você poderá trabalhar se provar para a imigração que você tem um nível considerável de Inglês (Compare com IELTS 5.0), assim é possível fazer um pedido de adendo para o seu visto de estudante e obter um permissão de trabalho. Porém este visto de estudante deverá ser aplicado no Brasil. Se você faz um curso de Diploma (Similar ao curso de tecnologo do Brasil) você tem direito a trabalhar, mas para iniciar um curso deste você deve ter no mínimo um nível intermediário. Se você é o cara no Inglês, então ficará mais fácil de conseguir um emprego na sua área ou em outra e com isso um patrocinador para aplicar sua permissão de trabalho. Bom, observe que o idioma e estudar o idioma é importante. Não tem jeito. Para os não Qualificados: Esse sim tem que ralar no Inglês. Tem que saber bem o Inglês para obter um bom trabalho, então tem que baixar a cabeça e estudar por no mínimo uns 3 ou 4 meses. Com isso ficará facil de arrumar um emprego melhor. Quando isso acontecer, dê seu sangue por este emprego que certamente o empregador lhe ajudará no futuro. Quando você conseguir um emprego terá meio caminho andado, desde que o seu empregador queira ajudar você. Dependendo se você é qualificado ou não e do trabalho que você está fazendo, será necessário aplicar para a sua permissão de trabalho usando um processo ou outro, algumas manhas serão necessárias para achar brechas no sistema, pois existem brechas em qualquer legislação no mundo, basta apenas você procurar pela pessoa certa que tenha o conhecimento. Bom, vimos uma introdução e vou parar por aqui para o texto não ficar muito grande, pois assunto de imigração e trabalho é conteúdo para um livro de mais de 300 páginas, tranquilamente. Vou esperar por dúvidas para discutirmos caso-a-caso. Grande abraço. Andre Nunes
  4. Sim, sem dúvida você pode solicitar seu visto para Austrália em Auckland. Na verdade é até mais fácil e rápido porque o consulado da Australia fica em Auckland. Abaixo seguem algumas informações para quando for solicitar o visto: Informações sobre visto para a Austrália Para entrar no país, turistas, estudantes e viajantes a negócios de nacionalidade brasileira necessitam de visto de entrada. Formulários para visto 157A - Visto de Estudante - Inglês (PDF) - http://www.immi.gov.au/allforms/pdf/157a.pdf 48R - Visto de turista - Portugues (PDF) - http://www.immi.gov.au/allforms/foreign/48rpor.pdf Lista de medicos credenciados - Brasil (PDF) - http://www.immi.gov.au/contacts/overseas/b/brazil/panel-doctors 956 - Autorizacao para atuacao do despachante de vistos (PDF) - http://www.immi.gov.au/allforms/pdf/956.pdf Obs: Os formularios acima são de responsabilidade do departamento de imigração Australiano. Em caso de o link nao estar disponivel, por favor e-mail informando. Depois de escolhido o tipo de visto como proceder? Reunir formulário pertinente preenchido e assinado, passaporte válido, documentos requeridos, exame médico com medico credenciado e chapa de pulmão (quando aplicado) e a taxa do visto vigorando na ocasião (valores reajustáveis - checar valor no Site http://www.brazil.embassy.gov.au). A taxa deve ser enviada em cheque nominal á Embaixada da Austrália ou informado o número do cartão de crédito no formulário. Através do site http://www.brazil.embassy.gov.au pode-se conferir os prazos de processamento de cada tipo de visto. Enviar toda documentação para a Embaixada da Austrália em Auckland. Vacina Para entrar na Austrália todos os viajantes deverão ser vacinados contra a febre-amarela com pelo menos dez dias de antecedência à viagem. A carteira internacional de vacinação deve permanecer junto ao passaporte na chegada ao país. Acredito que é isso, se você precisar de ajuda com relação a qualquer coisa relacionado a Nova Zelândia, vistos, etc, um colega meu pode ajudar você em Auckland. O nome dele é Fernando e você pode conferir o endereço da empresa que ele trabalha em http://www.conectadonz.com/ Como está meio em cima da hora o ideal seria você vir com um curso de até 3 meses, mesmo que vá estudar mais e pegar o visto de visitante diretamente aqui na NZ, porque os vistos no brasil estão demorando em média 70 dias para ficarem prontos e vc não pode fazer parte do processo aí e parte aqui. Grande abraço e qualquer coisa prende o grito.
  5. Olá Victor, Se você comprar um curso de até 3 meses você poderá vir para a Nova Zelândia sem problemas, desde que você tenha alguns cuidados básicos. Após você estar aqui e ao comprar um outro curso, por exemplo, de 6 meses ou 1 ano, você pode solicitar diretamente aqui um pedido de visto de estudante para mais tempo. A taxa da imigração para a aplicação de visto é NZ$ 200 e dependendo do tempo que você for ficar terá que fazer alguns exames médicos. Traga mais uns NZ$ 360 para deixar para os exames. Com visto de estudante com mais de 6 meses de permanência e se você tiver nota 5.5 no IELTS você pode solicitar um adendo para o seu visto e poderá trabalhar até 20 horas por semana. É uma boa opção para você se estabelecer por aqui. DE UMA OLHADA NO PROGRAMA INTEGRA NZ. Este programa é bem interessante para as pessoas que não possuem qualificação mas que querem vir para a NZ estudar e trabalhar. Abraços, Andre Nunes
  6. Olá Arnaldo, Sua irmã entrou em contato comigo aqui em CHCH e eu já passei todas as informações para ela. Boa sorte na sua vinda e um grande abraço. André Nunes
  7. Olá Grabriel, Desculpa pela demora na resposata. Cara, o mercado de TI domina o topo da short list junto com a Engenharia. Tem emprego pra caramba e pagam muito bem. Tem vagas em todas as áres como desenvolvimento, infra-estrutura, etc. Dá uma olhada nesse site para você tirar uma febre: www.seek.co.nz Certamente quanto mais qualificado você for melhor e quanto mais certificados você tiver para mostrar pra eles melhor ainda, mais facilidade você tera de ganhar da concorrência e melhor será a sua remuneração. Faz tudo o que você tiver pra fazer relacionado a cursos, vem para a NZ, estuda inglês numa escola aqui por uns 3 ou 4 meses e te toca no mercado de trabalho que você terá muito sucesso com certeza. Grande Abraço. André Nunes
  8. Informações sobre short list você consegue no site da imigração em http://www.immigration.govt.nz/ Venho morar em Christchurch. É uma boa cidade para se viver e com muitas oportunidades. Ou uma cidade boa para se trabalhar é Blenheim. Lá tem bastante trabalho para estrangeiros. Sponsor não é impossível de se conseguir no momento. Como falei anteriormente vai da sua vontade de buscar e também um pouco da sorte é claro. Não esqueça que o verão está chegando e com isso as coisas aquecem por aqui. Crescem as oportunidades de trabalho principalmente.
  9. Olá Adriana, Na minha opinião eu acho o Work Holiday uma coisa muito boa, pois você pode trabalhar e não precisa se preocupar com visto por um ano. O único problema é essa questão dos 3 meses em cada emprego. No caso a opção de vir e conseguir um sponsor é a melhor opção na minha opinião, desde que a sua área de trabalho faça parte da Short List da NZ. Do contrário a Imigração não está liberando visto mesmo, até porque a crise afetou um pouco aqui e eles estão dando apoio e prioridade para Kiwis e Maoris. Se a sua profissão não estiver na Short List o empregador terá que justificar o porque de contratar um estrangeiro e não um Kiwi. Até é possível conseguir visto em algumas áreas que não estão na Short List, mas algumas coisas são necessárias, além da boa vontade do empregador. Uma coisa é certa... vai muito da sorte e da situação da pessoa... Eu já vi pessoas que demoraram pra conseguir emprego, outras conseguiram emprego rapidinho, alguns conseguiram sponsor, outros não... Vai também do seu esforço em buscar os seus objetivos. Com relação as cidades vai da sua preferência. Cidade grande tem problemas de cidade grande e tem mais concorrência em tudo, mas também tem mais opções e tem mais coisas para fazer. Cidade pequena não tem muito o que fazer, mas é mais tranquilo de se viver e a mão de obra é mais escaça, logo você não tem muita concorrência. Boas cidades na minha opnião: Christchurch, Nelson, Kaikoura e Blenheim. Se tiver mais dúvidas prende o grito. Abraço, Andre
  10. Olá pessoal, moro na Nova Zelândia a mais de 3 anos, na cidade de Auckland, onde trabalho em uma agência especializada em intercâmbio e outros assuntos relacionados a quem quer vir estudar, trabalhar ou morar na Nova Zelândia. Com isso trabalho diariamente com assuntos relacionados a industria de educação do país, com leis e regras de Imigração, aplicações de vistos, tradução de documentos, reconhecimento de qualificações junto a NZQA que é o orgão responsável pelo setor terciario de educação e outros assuntos relacionados. Tenho mantido esse tópico a algum tempo para ajudar as pessoas que querem vir para o país. Se tiver dúvidas relacionadas à vida na NZ ou qualquer outro tipo de informação talvez eu possa ajudar ou dar uma luz. Grande Abraços, Andre Nunes
×
×
  • Criar Novo...