Ir para conteúdo

Leonardo Alves

Membros
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Sobre Leonardo Alves

  • Data de Nascimento 03-12-1984

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Nani, sensacional o seu relato!!! Estava buscando exatamente isso. Acho que vou fazer esse roteiro, mas passando mais dias por lá. Abs, Leonardo
  2. Olá. Ótimo relato. Estou indo à Espanha por algumas semanas e passarei 7 dias na Galícia. Tive duas dúvidas: Em qual aeroporto você desembarcou? Tenho visto vôos para Vigo, Coruña e Santiago de Compostela. Você acha possível se mover por estas cidades em ônibus?
  3. Olá! Estou com o seguinte roteiro para setembro, e gostaria de ouvir comentários e sugestões... De 16/09 (chegando noite do dia 15/09) a 20/09 - Galícia (Ficarei em casa de amigos em Vigo, explorando a região da Galícia e visitando Porto) De 21/09 a 24/09 - Barcelona e Tarragona (Passarei umas duas noites em casa de amigos em Altafulla) De 25/09 a 28/09 - Madrid (bate e volta a Segóvia e toledo) Já tenho os bilhetes de ida e volta, mas estou esperando as datas do campeonato espanhol para emitir as passagens para deslocamento nas datas acima. Espero ver um jogo do Barcelona ou do Atlético de Madrid. Estou considerando de 50 a 60 euros por dia. Mas acho que estou sendo conservador demais... agradeceria algum comentário sobre isso também... Ainda busco um hostel/hotel para Madrid e duas noites em Barcelona. No mais, o que todos esperam: tapas, pintas, picados, museus, caminhar bastante e ver o velho mundo. Agradeceria muito se alguém pudesse comentar. Grande abraço!
  4. E aí, Roberta, conseguiu viajar? Pode divulgar aqui o roteiro que definiu? Estou indo em setembro e também vou ficar 14 dias. Imagino que você ainda esteja em viagem... quando voltar, nos conte como foi! Abs
  5. Leonardo, vou ficar no IBIS, ele tem quarto adaptado e boa localização. Vê, eu vou pra rosário também, pra onde devo ir para pegar o ônibus ou trem Buenos Aires -> Rosário? eles saem direto de Buenos Aires para Rosário, ou só algumas vezes por dia? obg. z.thiago, já ouvi bons comentários sobre esse hotel aqui no mochileiros. Dê uma consultada também no www.tripadvisor.com. Lá há avaliações para inúmeros hotéis e hostels. Não sei como chegar a Rosário, lamento. Cogitei ir lá, mas como decidi ir a Colonia del Sacramento, desisti. Mas já vi esse assunto sendo tratado aqui. Pesquise aqui mesmo no mochileiros que você vai encontrar o caminho e os ônibus, tenho certeza. Se puder lhe ajudar em outro assunto, pode falar. Abs, Leonardo Alves
  6. z.thiago,acho que os melhores bairros nesse perfil são San Telmo e Centro. Fiquei pela segunda vez no primeiro e amanhã chego ao segundo.Hoje escrevo de Colonia del Sacramento-um pulo de Buenos Aires. O táxi em Buenos Aires é bem barato. Uma corrida que no Rio dá R$15,lá se paga R$5.Mas em San Telmo você terá ônibus para inúmeros lugares passando principalmente na rua Peru,mas em quase todas as demais ruas. Recebi indicações de que no centro é igual. No Centro ficarei no Hostel Parada. Não sei quanto a rampas de acesso ou elevadores, mas em San Telmo,ambos os Hostels em que fiquei não tinham. Acho que hotéis seram melhores programados para isso. Sabendo de algo,te falo. Qualquer dúvida pode perguntar. Abs .
  7. "Pessoal, vou pra Buenos Aires agora em maio, dia 16. Gostaria de saber se a cidade tem ônibus adaptado para cadeirantes e se é fácil de se locomover lá. Sim.. de lá vou pra Rosário, alguém sabe dizer onde pego ônibus ou trem pra Rosário e quanto é? Vlw!!" z.thiago, estou aqui em Buenos Aires agora e te digo que quanto aos ônibus adaptados para cadeirantes, aqui, como no Brasil as linhas têm ônibus adaptados e nao adaptados. Ontem, por exemplo, peguei um ônibus que crua a Av. de Mayo e vai até San Telmo e quando desci, dei a volta na rua e vi que haviam dois (coincidentemente) circulando juntos: um com um símbolo de um caeirante e outro sem. Te digo que vi aqui pessoas se utilizando com cadeiras de rodas também. Sozinhos e/ou acompanhadas. Achava que a cidade só tinha escadas (aqui, escaleras), mas vários lugares tem rampas. O Estádio do Boca, por exemplo. Alguns shoppings têm elevador disponível também para esses casos. Todavia, no hotel em que estou nao há rampa e nem elevador. Em alguns casos (hotel e restaurante que deseja ir)seria necessário ligar e se informar ou ver no site mesmo. Espero ter ajudado. Abs,
  8. Oi, isa. Que droga o que aconteceu a você!!! Lastimável mesmo. Para que lugar você foi? Conseguiu encontrar algum lugar para ficar?
  9. Cara, no meu comentário anterior ao seu 1° comentário eu falei um pouco do Ayres Porteños. Não tenho do que reclamar, muito legal. O único imprevisto que tive foi ao chegar a Buenos Aires e não ver o taxi que havia solicitado ao hostel (eles chama de transfer). Isso aconteceu porque meu vôo atrasou. Nem considero tanto como culpa dos caras... Nesse comentário que fiz antes de você eu explico melhor, dá uma lida lá... Outro ponto "negativo" (mas isso não foi surpresa, eu já sabia) é que o banheiro lá é compartilhado. Mas os boxes e sanitários são individuais. Não tive problema nenhum, deu para usar normalmente. Vi umas meninas paulistas reclamando que no último andar não tinha água quente. Disse a elas que no meu andar tinha e elas passaram a tomar banho no banheiro feminino de lá. Como dessa vez vou com minha namorada, procurei um com banheiro privado, dentro do quarto mesmo. Opção, existem várias, centenas, talvez milhares. O que fiz foi: 1°- Procurar no google, aqui e no orkut. 2°- visitar o site e avaliar se valia a pena, parecia limpo, organizado, bem localizado e com bom preço. 3°- busquei opinião de pessoas que já haviam se hospedado lá. Para isso usei muito o mochileiros, o orkut e principalmente o http://www.tripadvisor.com.br/ Lá há comentários, fotos e avaliações de inúmeros hostels, pousadas e habitações de todo o mundo. Existem outros sites, procure na internet, mas gostei muito desse. Esses dois que você citou eu não conheço. Acho que o SOl eu até considerei nas minhas pesquisas, mas descartei porque tinha poucas fotos ou uma avaliação negativa. Vou ficar no Telmotango (o site é meio fraco, mas é indicação de uma amiga da minha namorada) e no Hostel Parada (não é em San Telmo, parece muito bonito e tive ótimas recomendações de membros aqui do mochileiros). Qualquer outra dúvida, estamos aí! Abs e boa sorte nas escolhas!
  10. Cara, San Telmo é bem perto do centro da cidade, da calle Florida, da Casa Rosada, da Manzana de Las Luces, da Catedral... No bairro mesmo tem ótimos restaurantes e lanchotes, pizzarias. É um bairro boêmio, mas tranquilo. Dá para andar tranquilamente a qualquer hora... Fui a Buenos Aires uma vez e fique lá. Vou agora em março e ficarei lá e depois na Av de Mayo.
  11. Fui em novembro e fiquei no Ayres Porteños Hostel. O vôo atrasou e quando cheguei a Buenos Aires fui a um kiosko da Telefônica para ligar para o hostel (apesar de combinado não havia ninguém me esperando – o vôo atrasou 1 hora, mais ou menos). De cara, tentaram me passar a perna, hehe (uma das únicas vezes durante minha estadia). A atendente do kiosko da Telefônica falou muito, muito rápido assim que cheguei e jogou no meu peito um cartão telefônico que custava AR$50,00, dizendo que o sistema estava fora. Recusei e voltei para verificar se o taxi do hostel havia voltado, mas nada. Várias pessoas segurando cartazes, mas nenhum com meu nome. Voltei ao kiosko e o “sistema tinha voltado”. Mais seguro depois do susto, falei e consegui entender perfeitamente o que me era dito. Sentei numa das cabines e fiz a ligação para o hostel. O taxista havia me esperado por 45 minutos aproximadamente e se mandou. Ok... fazer o que? Confirmei a direção do hostel e saí para pegar um remis (serviço de taxi que fica dentro dos aeroportos em que você acorda um preço fixo antes da corrida. Achei bem seguro). A ligação custou menos de um peso... Não vale a pena comprar esses cartões. Em Buenos Aires, para ligar para o Brasil não tem erro: “Tarjeta hable más”. Vende em qualquer kiosko (tem inúmeros em cada rua de Buenos Aires). O custo para o Rio de Janeiro é de AR$0,14 o minuto para fixo e AR$ 0,90 para celular. Vende-se em cartões de 10, 20 e 30 pesos (www.tarjetahablemas.com.ar). Acho que não tem opção melhor. O uso é bem simples, com explicações no verso, como num cartão para celular pré-pago no Brasil. Quando estava fechando o remis no aeroporto com uma atendente muito simpática, chegaram umas meninas de Campinas e São Paulo que iam para o mesmo hostel. Perfeito! Pegamos o mesmo carro até lá. No hostel mais brasileiros (de cidades do sul, como Uruguaiana e Porto Alegre, e do Rio, de São Paulo, várias outras cidades). Portanto, não se preocupem, brasileiros é o que não falta naquela cidade. Eu e minha namorada estaremos lá na 1ª quinzena de Março. Neste período vamos a Colônia e Montevidéo também. O problema com o taxi foi o único com o Ayres Porteños. O único mesmo. De resto foi ótimo. Toalhas limpas, cama muito confortável, bom café. Apenas não indico para quem deseja banheiro privado. Me adaptei bem à situação. Mas como desta vez vou com minha namorada, vamos ficar em hostels com baño privado (Telmotango Hostel e Hostel Parada). Em Colonia vamos ficar no El Viajero. Boa estadia a todos. Caso queriam alguma ajuda, podem enviar e-mail. Abraços. Leonardo Alves
  12. Pois é... Essa é minha preocupação. Onde trocar os reais por pesos em Buenos Aires... Agora tenho uma indicação...
  13. Olá, pessoal!!!! Sei que várias pessoas já postaram aqui que é melhor levar reais e trocar por pesos lá, em Buenos Aires... Mas não consigo ficar totalmente a vontade com isso. Talvez seja porque muitos dos que sugerem isso, informam que é tranquilo fazer o câmbio no La Nacion do Ezeida, mas eu vá desembarcar no Aeroparque. O que pensei em fazer é o seguinte: 1 - Levar parte da grana em dólares (terei que comprar ainda), já que algumas lojas fazem um câmbio melhor que o oficial (até U$$1,00 = AR$4,00) como vi em minha visita a Buenos Aires em outubro de 2009. 2 - Utilizar minha conta internacional do Banco do Brasil e meu cartão de crédito internacional sempre que possível, para praticar a cotação oficial. 3 - Comprar pesos no Brasil para gastos gerais na rua (artistas de rua, feiras, um sorvete, uma empanada, um jornal, coisas rápidas) E é exatamente neste ponto que fica minha maior dúvida. Porque pelo que entendi, posso conseguir facilmente uma cotação melhor que a encontrada aqui no Brasil para o câmbio Real X Peso. Por aqui estou encontrando o peso a R$0,57, R$ 0,58. Em Buenos Aires eu teria que ir à casa de câmbio fazer a troca de todo o meu dinheiro de uma vez e depois deixar parte no hotel ou ainda dia a dia fazer cãmbio. O ganho monetário compensa mesmo? A transação toda em Buenos Aires é mais simples do que estou especulando? Existe a possibilidade de eu estar exagerando, claro... rsrs Apenas não quero perder nenhum minuto da viagem com minha namorada. Desde já muito obrigado pela ajuda. Abraços a todos!
  14. Leonardo Alves

    Recife

    É pessoal! Estou planejando ir ao Recife com minha namorada em março e essas dicas estão sendo mesmo muito valiosas. Estava indeciso, mas quando vi que e possível estar em Olinda e Porto de Galinhas também (e sem muito esforço), tomei minha decisão! Abs, Leonardo Alves
  15. Pessoal, é traqnuilo conseguir ingressos para jogo do Boca? Tentarei ir no Boca X Gimnasia, dia 21/11... Obrigado pela ajuda
×
×
  • Criar Novo...