Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

allanavila

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre allanavila

  • Data de Nascimento 18-09-1991

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Peru, Uruguai, Argentina, Brasil, Equador (Galápagos), Colômbia, Caribe (San Andrés)..
  • Meus Relatos de viagem
    [url=http://www.mochileiros.com/galapagos-por-conta-propria-dicas-fotos-t88575.html%20url]Relato de Galápagos[/url]
    [url=http://www.mochileiros.com/colombia-com-fotos-bogota-zipaquira-san-andres-pasto-ipiales-t88829.htmlurl]Relato da Colômbia + San Andrés[/url]

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Gente quando eu fui, não tinha que fazer registro.. não sei como ta agora E o controle de pessoas nas ilhas, acredito que seja feito pelo número de passageiros no avião, tem passagem ta garantido.. Marthon, 5 dias é suficiente dependendo da quantidade de lugares que queira visitar, mas acredito que consiga conhecer muita coisa em 5 dias.. E da pra planejar tudo na ilha, já chega e procura se informar dos horários que saem as lanchas de uma ilha pra outra, pra criar um roteiro legal na hora.. A ilha base acho melhor ser a Santa Cruz, sorte que cheguei por Santa Cruz e voltei pelo aeroporto de San Cristobal, aí deu um roteiro legal.. se vc tiver essa sorte em 5 dias da pra conhecer as 3 ilhas
  2. Em dezembro de 2012 fiz uma viagem a Colômbia, aproveitando uma promoção de milhas em dobros da TACA. Como também tinha milhas da LAN, acabei esticando até San Andrés pra conhecer de perto o seu mar de sete cores. Foi uma viagem rápida pelo país, o foco principal era conhecer a Ilha de San Andrés, onde passei 5 dias. A dificuldade maior em San Andrés, foi encontrar um lugar com preço justo pra passar essa semana lá, já que a grande maioria são hotéis no esquema all-inclusive. Pra minha sorte, que estava sem companhia, aqui mesmo pelo site mochileiros encontrei uma pessoa que passaria o mesmo período que eu na ilha. Na verdade eu já havia comprado as passagens e ela se adaptou as minhas datas. Pronto.. já tinha companhia e precisávamos de um lugar pra passar as noites. Das duas uma, lugar com hospedagem barata em San Andrés era: El Viajero ou Blue Almond. Ficamos com o Blue Almond, em que não temos nada a reclamar. Nesse hostel, o dono aluga os quartos de uma casa (3 quartos), onde cada hóspede fica com a chave da entrada e do seu quarto. Pra nossa sorte, no período em que ficamos, só a gente estava hospedado lá, ou seja, pagamos a bagatela de 25 reais a noite, pra ficarmos uma semana no Caribe! 02 dezembro: Era um domingo e a viagem do Galeão à Bogotá demorou 6 horas. Cheguei exausto mas animado pra mais uma viagem. Bogotá está 2640m acima do nível do mar, a altitude pra mim foi um problema, me faz cansar muito rápido. Sai do aeroporto rumo a Candelária no centro da cidade, não tinha hospedagem definida, o taxista me deixou próximo a praça Chorro de Quevedo, achei um hostel ali próximo onde passei as noites, no Hostal Fátima. Domingo parece que eles fecham uma avenida da Candelária, onde os moradores vão andar com suas famílias.. o final termina em uma praça e todos se encontram.. roteiro bem latino, passar o final de semana em uma praça O Museu do Ouro é grátis aos domingos, do Botero é grátis todos os dias.. tirei o dia pra andar por ali. Candelária Plaza de Bolivar Catedral de Bogotá Museu do Ouro Museu Botero 03 de dezembro: Continuando conhecendo a capital, fui até Monserrate. Vista panorâmica Bogotá Lá em cima a altitude pega 04 de dezembro: Como havia combinado, encontrei com a Adriana no aeroporto de San Andrés. Ela chegou em um voo antes do meu, e voltou pra me pegar no aeroporto. Antes de viajar, tinha lido que sentando do lado esquerdo do avião ao pousar conseguiria ver a ilha do alto, com o mar todo azul.. escolhi a poltrona na A, pra quê.. não consegui ver nada, o certo seria do lado DIREITO do avião!! que baita azar, e a volta vim de madrugada.. fica pra uma próxima ver o mar caribenho do alto Era clima natalino, e a cidade estava toda enfeitada.. A caminho de San Andrés Centro San Andrés San Andrés 05 de dezembro: Acordamos cedo e fomos ver de perto o mar de sete cores. O dia não estava bonito, tempo fechado pra chuva. Durante a tarde alugamos uma bicicleta pra contornar a ilha, no total parece que são 30km. No caminho pegamos bastante chuva em alguns trechos, e dois sedentários pedalando isso tudo, foi pra deixar a gente os dois dias posteriores quebrados No caminho, paramos em alguns lugares como West View pra fazer snorkel, numa vila pra tomar Piña Colada, lugares pra tomar água de coco, comer arepas.. Chuva a caminho Muito chão de pedal Vila do reggae West View West View Praia San Luis 06 de dezembro: No dia anterior pegamos informação de como chegar no Acuário e Johnny Cay.. era só chegar no local de onde saem as lanchas, e ir nesse passeio. Lugar muito confuso esse porto, e pra sair do Acuário rumo a Johnny Cay perdemos nossa lancha, entramos em uma qualquer ãã2::'> E durante a tarde, pegamos um moto-táxi até um bairro (que me esqueci o nome) pra ir a praia.. a moto que eu estava estragou Local de onde saem as lanchas A caminho do Acuário Verdadeiro paraíso, Acuário Acuário Acuário Snorkel em Acuário Johnny Cay 07 de dezembro Tiramos o dia pra ficar na praia e andar pelos freeshop. Como lá é zona franca, pode encontrar muitas coisas com preços bons.. mas tem muita réplica, e poucas opções.. San Andrés San Andrés Karaokê 08 de dezembro: Último dia.. voltei pra passar o dia na praia. A Adriana voltaria pra Bogotá num vôo de tarde, nos despedimos, e eu continuei o resto do dia na praia.. meu voo sairia a meia noite. Como não consegui nenhum táxi, fui a pé mesmo pro aeroporto.. Último dia 09 de dezembro: De volta a Bogotá, fui conhecer a Catedral de Sal. Peguei informação no hostel de como chegar, não me recordo bem, mas peguei um transmilênio até a Estação Norte (se não me engano era esse o nome), e de lá peguei um ônibus pra ZIpaquirá, da rodoviária de lá fui a pé até a catedral.. me lembro que do lado da rodoviária tinha uma padaria muito boa pra fazer um lanche. Na volta me perdi um pouco na Estação Norte, e um rapaz me ajudou, até pagou outra passagem pra ele ir comigo até o local de onde se pegava o ônibus de volta ao centro. Ou seja, os colombianos são muito prestativos e atenciosos, estão sempre dispostos a ajudar. Trouxe um sapo de sal que comprei na catedral, só que ele derreteu com passar dos meses O trânsito de Bogotá não é brincadeira Catedral de sal Catedral de sal 10 de dezembro: Como estava indo ao Equador, então precisava ir ao sul do país e passar pela fronteira terrestre, porque as passagens aéreas entre Bogotá x Quito estavam muito caro as taxas, então fui ao aeroporto mais ao sul da Colômbia e de lá fui de ônibus rumo ao Equador.. Sai de Bogotá, com uma conexão em Cali e fui até a cidade de Pasto. De Pasto segui de van até Ipialés e passei pro Equador. Se não me engano são 2horas de van de Pasto até a fronteira, numa estrada de muitas curvas. Nesse dia estava muito mal, porque sai de San Andrés que era muito quente e Bogotá estava frio, acabei pegando um resfriado, e por conta da altitude meu ouvido doía muito. Dentro do avião então, era insuportável. Detalhe, mal sabia eu como seria esse aeroporto de Pasto, quando em Cali entrei num Fokker 50 da Avianca que mal me cabia dentro, já vi que a viagem seria tensa. Mas o pior estava por vir na hora de aterrizar, o aeroporto é no topo de uma montanha, com um vale ao redor, muuuito perigoso. Quando vi aquilo do alto, só queria chegar bem em terra firme.. Assim que começou a aterrizar, o avião balançava muito, tinha muito vento.. enfim, acho melhor se um dia alguém precisar descer lá pensar numa outra solução Depois de passar tudo isso, fui pesquisar na net, e vi que esse aeroporto ta dentre os 20 mais perigosos do mundo.. Em Ipiales, desci rapidamente pra conhecer a Catedral de Las Lajas. Bem bonita por sinal, mas tava com mochilão nas costas, e tive que sair carregando ele descendo as ladeiras.. por fim entrei numa lanchonete e pedi a mulher pra guardar lá, que na volta pegaria, ela gentilmente me cedeu um espaço Como nas minhas viagens acontecem de tudo, quando entrei na igreja estava tendo um velório lá dentro Imagem que retirei da net, pra vcs verem que esse aeroporto não é brincadeira Minha foto do aeroporto Santuário de Las Lajas Pedidos atendidos na catedral Saindo da Colômbia rumo ao Equador Espero que tenham gostado! É isso ai, COLÔMBIA: "O risco é que você queira ficar"
  3. Hahhahaha eu esqueci Leonardo.. Eu fiz esse relato e viajei no feriadão.. mas vc vai curtir demais esse lugar, isso eu garanto!
  4. Valeu gente por terem gostado Esse lugar é demais, queria que TODOS tivessem a chance de conhecer um dia.. se programem que vale a pena! E realmente viajar é o que levamos pra sempre na memória!!
  5. Na real conhecer Galápagos, estava longe da minha imaginação.. O que parecia um sonho, se tornou realidade em dezembro de 2012. Bom.. tudo começou quando eu pesquisando atoa passagens por milhas no site da LAN, vi que tinha kms suficientes acumulados para trocar uma passagem de Quito para Galápagos. Opa.. tinha uma passagem grátis pra Galápagos, e precisava arrumar um jeito de chegar a Quito. Como estava indo conhecer a Colômbia, pensei em descer de ônibus de Bogotá a Quito, mas demoraria 26hrs de viagem e acabei comprando um trecho interno de avião e o resto de ônibus.. O importante é que cheguei como planejado em Quito pro dia da viagem. Dica: Já havia viajado de LAN antes, porém não tinha milhas suficientes pra trocar em uma passagem. Descobri que o banco Santander, tem um programa de bônus que a cada 1 real gasto no crédito eu consigo transferir 1,6km pro LANPASS.. Ou seja, com R$1.000, você tem 1,600km LANPASS. Eu consegui trocar ida/volta Quito x Galápagos por 20mil kms. A partir dai, comecei a me planejar pra essa viagem. Primeira coisa foi entrar no mochileiros e procurar por informações, as poucas informações que consegui foram através do fórum e pessoas que já conheciam as ilhas. Foi difícil entender a logística daquele lugar pela internet, falar verdade fui meio sem saber o que encontrar em Galápagos. Estava sozinho, e sem nenhuma hospedagem reservada, tive que me virar na hora com tudo.. 12 dezembro 2012: Sai de Quito com uma escala em Guayaquil, num vôo tranquilo, rumo Galápagos. O pouso foi feito na ilha de Baltra, que fica ao lado da principal Santa Cruz. Passando pela imigração, deve pagar US$50, e dali se vai num galpão onde estão colocados as bagagens, cada um pega a sua e espera na porta do aeroporto um ônibus, que vai te deixar no lugar onde pega uma lancha e te atravessa o canal pra ilha de Santa Cruz. (Na verdade não me recordo bem, mas acho que no aeroporto de Quito deve pagar US$10, quem tem Galápagos como destino). Atravessando o canal que liga as duas ilhas, vans e ônibus esperam os turistas pra levar a Puerto Ayora (a parte habitável da ilha onde ficam os hotéis, restaurantes..), demora 1h de viagem até o porto. Em relação a comida, tem uma rua onde ficam os restaurantes que até almoço por 2 dólares você encontra.. só procurar que acha coisa barata Canal onde a balsa chega e se pega o ônibus rumo a Puerto Ayora Não consigo me lembrar o nome do hotel que fiquei, mas fica uma quadra a frente de onde o ônibus deixa.. procurei na net, e não encontrei porque o hotel não tem site, assim como vários de lá. Me recordo que fica em cima de uma mercearia, e custou apenas US$15 em um quarto privado com banheiro e vista pro mar. Cheguei no meio da tarde, e o tempo estava pra chuva. Sai pra conhecer o centro Charles Darwin, onde ficam as tartarugas gigantes. Lugar de fácil acesso e grátis! Cuidado com as iguanas espalhadas pelo chão da ilha Entrada do Centro de Pesquisa Charles Darwin Tartaruga gigante 13 dezembro de 2012 Nesse dia levantei cedo, pois queria conhecer a praia de Tortuga Bay. É só pedir informação, que eles te mostram o caminho para o início da trilha, bem na entrada tem uma subida, onde você assina seu nome e segue em direção a praia. Demora 1 hora caminhando, é bom levar água e lanche, pois lá não vende nada. Trilha pra praia Tortuga Bay Praia Tortuga Bay Praia de Tortuga Bay Chegando na praia, segue caminhando a orla té o final ontem tem várias iguanas, e lá vai ter outra praia mais tranquila, onde se pode fazer snorkel e ver vários animais. Tem um cara (pelo menos tinha no dia ) alugando um caiaque, paguei 10 dólares e fiquei durante um bom tempo.. ai consegui ir mais a dentro, e vi várias tartarugas marinhas, arraias, peixes, tubarões.. mas na verdade, como estava sozinho mar a dentro fiquei com medo de fazer snorkel e ficava em pé em cima do caiaque vendo os bichos.. mas cuidado ao ficar de pé e não virar o caiaque como eu fiz, perdi meu óculos de mergulho nessa brincadeira Ahh.. e deitado na praia, não se assustem com as iguanas que vão saindo do mar Tubarão bem próximo a praia Iguanas tomando sol Voltei pra Puerto Ayora, e fui conhecer Las Grietas. Pra chegar lá, é só pegar um táxi aquático (coisa pouca, centavos de dólar) que eles te levam pro outro lado da ilha e de lá faz uma caminhada até chegar. O caminho não é dos melhores, mas é fácil chegar até o final. Caminho para Las Grietas Las Grietas Na volta, passei numa agência pra comprar minha ida pra ilha de Isabela na tarde seguinte. E aproveitei pra comprar um passeio na parte alta da ilha de Santa Cruz, onde visitei uma caverna, uns vulcões inativos de onde surgiu a ilha, e mais um sítio com várias tartarugas gigantes. Esse tour seria com um guia e custou 25 doláres. Mas na verdade na manhã seguinte, vi que era com os taxistas da ilha (umas camionetes brancas), fiz o passei com dois coreanos, que não compreendiam o espanhol e eu fiquei como interprete, o motorista falava em espanhol e eu passava em inglês pra eles. No final que foram ver que eu também era um turista e não um guia 14 dezembro 2012: Dica: Combine esse tipo de passeio direto com um taxista, dai vocês não precisam pagar um valor pra agência. Los Gemelos Caverna Las Primicias Tartaruga Gigante Voltando do passeio com a passagem do barco pra ilha Isabela (Saída 14hrs) cheguei 30min antes no porto.. Muito confuso, muitas pessoas.. mas encontrei meu barco (eles te falam o nome do barco, e seu nome fica na lista). Agora rumo a Ilha Isabela. São 3horas de barco, bem confortável até mas cansativo a viagem. Cheguei final do dia, paga 5 dólares pra entrar na ilha e na saída do barco várias pessoas oferecendo hospedagem, negociei com um, no Hotel Coral Blanco, paguei 15 dólares por um quarto privado, banheiro, ar condicionado e tudo mais.. bem bom até, recomendo! Depois dei uma volta no vilarejo, e segui rumo a uma trilha bem tenebrosa porque estava sozinho e estava anoitecendo, pra ver os flamingos. Praia Ilha Isabela Trilha Flamingos 15 dezembro 2012 Tirei o dia pra conhecer o centro de recuperação das tartarugas e conhecer direito o vilarejo e arredores, nisso aluguei uma bicicleta.. Bem depois do negócio das tartarugas, continua de bike até uma caixa d'água, que vai ter um vale bem bonito de avistar. Combinei um passei com o hotel, na Tintoneras, um lugar onde a lancha vai mar a dentro e pode fazer snorkel. Bem legal, vi vários cardumes de peixes coloridos, tartarugas e lobos marinhos.. deu pra sentir o gostinho do que tem no fundo do mar de galápagos. Custou 25 doláres. Próximo ao porto, tem uma trilha (coisa rápida 20min, onde pode também fazer snorkel e ver vários tipos de animais marinhos), e melhor, de graça! Tartarugas filhotes Vale com flamingos Snorkel grátis próximo ao porto Ilha Tintoneras Tartaruga Marinha na Isla Tintonera Filhote 16 dezembro 2012 Nesse dia, já havia combinado no dia anterior com o pessoal do hotel, de fazer a subida ao vulcão Sierra Negra. Só o que dia tava de muita chuva, mas mesmo assim às 7hrs da manhã eles passaram pra me buscar. É bem puxado, o caminho é bem difícil e com chuva piora tudo.. se chover, arruma outra programação, não recomendaria subir no vulcão. Na verdade, Galápagos sempre chove na parte alta. Como aquilo tudo surgiu de vulcões, as lhas são como cones, na parte alta pode chover e no litoral não. Enfim, nesse passeio as vezes dava umas pancadas de chuvas bem pesadas. O valor foi de 50 dólares se não me engano, e a volta tava combinado às 15hrs, só que a lancha também saia as 15hrs, então combinamos com o guia de voltar uns 30 min mais cedo, pra dar tempo de passar no hotel e ir pro porto. Mas acabou que chegamos em cima da hora, e quando cheguei no porto a lancha tinha acabado de sair, sorte minha que o cara que trabalhava lá começou a assobiar pra lancha voltar e me pegar. Foi muita sorte Vulcão Sierra Negra Região de vulcões Caminho pra chegar nos vulcões Caminho pra chegar nos vulcões Voltando pra ilha de Santa Cruz, cheguei final da tarde e passei a noite por Puerto Ayora, aproveitei e comprei minha ida a ilha de San Cristobal na manhã seguinte. O preço do deslocamento entre as ilhas é de 30 dólares. O barco sairia às 7hrs. 17 dezembro de 2012 Sai cedo rumo ao porto onde pegaria a lancha, foram 4 horas de viagem, num mar bem agitado.. a única coisa que queria, era chegar bem em terra firme.. a viagem foi bem tensa Cheguei sem saber o que fazer na ilha, o porto fica bem no centrinho do vilarejo, então sai em busca de hospedagem.. Engraçado que cada ilha é bem particular em relação aos animais, se a de Santa Cruz tem muitas iguanas, a de San Cristobal é cheio de lobos marinhos.. espalhados por todos os lados da rua, nos bancos.. enfim, a gente divide o espaço com eles. Eu cheio de mochilas andando pela rua, em busca de um lugar pra ficar. Escuto uma mulher alegre, me chamando pro hostel dela. Fui conhecer, e acabei ficando.. o preço era a bagatela de 10 dólares, mas o lugar não tinha infraestrutura nenhuma , mas como seria só por uma noite, no dia seguinte já voltaria pra Quito, acabei aceitando. (Não lembro o nome do lugar, mas ficava ao lado de outro hostel) Entrei no quarto, e pra minha surpresa, a fechadura solta na minha mão e eu fico preso. Não tinha como girar pra abrir a porta e eu não escutava ninguém pelos corredores Fiquei um tempo ali, pensando em como sair e só tinha uma opção. Subir na cama, depois numa prateleira até o final da parede (o quarto não tinha forro) e de lá pular no corredor.. Fiz isso e consegui sair... mas a porta ficou trancada com tudo meu lá dentro, falei com a dona, e voltamos pra tentar abrir e não tinha como, e também não tinha outro quarto disponível. Acabou, que ela trouxe uma escada, que ficou no corredor e quando eu precisava subia nela e pulava no quarto Durante a tarde, fiz uma trilha até o outro lado da ilha, e depois fiquei andando pelo vilarejo. Farol San Cristobal Praia em San Cristobal Pegando uma sombrinha Tirando um cochilo 18 dezembro 2012 Último dia em Galápagos, tirei a manhã pra conhecer a praia La Loberia, onde pode nadar com vários lobos marinhos e tartarugas.. Pra chegar lá, é só pegar um táxi e seguir a trilha. Como era último dia, tirei pra almoçar num lugar bacana, com frutos do mar e com uma vista espetacular.. Patas azuis La loberia La Loberia Com meus amigos lobos marinhos Gordinho fugitivo Almoço com essa vista Pra ajudar a galera que quer conhecer Galápagos e fica perdido com os horários quando vai se programar, fica essa tabela que eu fiz do translado entre as ilhas: Vou deixer o link do album de fotos da minha viagem: https://plus.google.com/photos/117454584174813450911/albums/5944332700847765873?authkey=CMDW7oKZjK_kJg Assim terminou minha viagem por Galápagos.. Conhecer esse lugar foi uma experiência incrível, que me faz querer sempre voltar um dia. Espero que tenham gostado e que desperte vontade de conhecer esse paraíso, não só Galápagos mas o Equador como um todo! Um país de pessoas simpáticas, hospitaleiras e sorridentes, vou encerrar com a foto dessas crianças que encontrei em Otavalo
  6. allanavila

    Galápagos

    Oi Ana, Olha.. como sua viagem será rápida, eu ficaria pela ilha Santa Cruz mesmo.. Tirava o dia pra ir em Tortuga Bay, faz a caminhada pela trilha e tal, se não me engano é de 1hora.. Mas assim que chegar a praia, continua reto, dai vai passar por um lugar cheio de iguanas, e logo depois vai ter outra praia, tranquila.. e com muitos bichos pra ver.. Quando eu fui tinha um carinha alugando kaiak, coisa barata, e como é tranquilo, sem ondas, é legal ir remando lá no meio, pra ver as tartarugas, tubarões, arraias.. mas cuidado pro seu kaiak não virar contigo lá no meio kkk, as vezes ia ficar em pé em cima dele, e ele virava.. numa dessas perdi meu óculos de mergulho, que foi lá pro fundo.. e no final do dia, da uma passada no Centro Charles Darwin.. da pra fazer tudo a pé, e de graça esses dois passeios.. Em relação a esse cadastro, eu não sei.. estive lá em dezembro e não tinha disso. Boa viagem!
  7. allanavila

    Galápagos

    Alguém daqui vai visitar Galápagos entre os dias 13 até 19 de dezembro?? To indo, e até agora sozinho.. se alguem quiser ir, só falar
  8. allanavila

    São Luis

    Gente.. vou ir conhecer os Lençóis, e vou voltar de lá no domingo (22/07), escolhi voltar pela empresa Cisne Branco mesmo (será que é muito ruim?!), pois tem horário pela manhã, não queria voltar nesses de 16:30. Então, esse ônibus vai me deixar na rodoviária, certo? Como eu faço pra sair de lá, e chegar na Av. Litorânea pelo trânsporte público, alguem sabe? Valeu!!!
  9. E ai Gui Torres! Parece que Brasília então é ponto de parada para muito mochileiros, que buscam melhor preço Valeu pela ajuda cara, pelo que andei lendo é o ônibus 113 que pega, já que tem paradas próximo a catedral e na volta na praça três poderes.. já fico aliviado Ano passado, passei 2 dias em Brasilia, pra andar atoa msm, antes de ir pro Peru, e realmente vi esse do teto aberto. Ele saia de um shopping lá, mas quando fui precsava de pelo menos 5 pessoas pra ele sair, acabou que não saiu.. Mas essa do ônibus, que sai/volta ao aeroporto por R$8 eu não sabia, deve ser tipo o daqui de BH, que vai da rodoviaria até o aeroporto. Obrigado ai!
  10. To indo pro Maranhão, e tem conexão em Bsb.. Já estive ai ano passado, mas dessa vez, estão indo pessoas que não conhecem nada em Brasília, então pensei nesse período da manhã, que ficarei mofando no aeroporto, sair pra passar da Catedral até a Praça 3 poderes só, e voltar pro aeroporto. Pelo que pesquisei, tem um ônibus que sai do aeroporto e passa peilo eixo monumental, que custa R$8,00. Alguém sabe como funciona?! Esse ônibus é turístico?! Ele para nos lugares para conhecer, ou só vejo tudo de dentro? Alguem pode me ajudar.. Caso eu tenha que descer, como faço pra ir da Praça 3 Poderes, até o aeroporto de volta?! rs, só taxi?
  11. Estou indo em julho, pro Maranhão com minha família.. Acha que se eu for só São Luis - Barreirinhas, vai dar pra conhecer os lençóis? Tirar essas fotos das dunas/lagoas, só indo em 1 cidade? Pra ir pra Barreirinhas, eu pego um ônibus de São Luis pra lá?! Ou tem que descer no caminho e pegar uma toyota?! Sabem o valor do transposte? Ta dificil entender a lógica desse lugar hehehe Muito Obrigado!!
  12. allanavila

    Galápagos

    Bom dia gente, Então, estou com a idéia de conhecer Galápagos em julho desse ano, trocando a passagem por milhas da LAN. Minhas informações sobre a ilha ta bem no começo, tenho que me planejar melhor mas tenho uma dúvida: - Quando coloco Galápagos no Google Imagens, me aparecem belas praias, de águas cristalinas, azuis.. enfim, pegando uma ilha como base de hospedagem que provavelmente será próximo ao Puerto Ayora, por ali consigo encontrar essas praias? Ou somente com guias indo para as outras ilhas? Porque quero fazer os passeios turísticos, mas gostaria de tirar dias pra descançar só, não gastar tanto, se lá tiver uma praia assim passo o dia por lá, sem gastar, já economizo rsrsrs To pensando Galápagos por ser um lugar exótico, a fauna e tal, me chama muito atenção. Já conheço alguns lugares da América do Sul, e como posso pegar passagem pra qualquer lugar da Am. Sul, Gálapagos foi o lugar mais difente, inacessível que achei, pensei Venezuela tbm, mas posso ir em outra oportunidade, passagem pra Galápagos é bem mais caro pra tirar de graça. rsrs vlw.
  13. Promoção boa foi quando eu fui, paguei 153dólares, BSB-LIM, nunca mais vou achar uma dessas
  14. Agora em julho, fui no Uruguai e Argentina.. conhecer o frio de perto.. Aqui em BH é quente ãã2::'> Eu comecei pelo Brasil mesmo a viagem, fui pra Porto Alegre, na msm noite, sai pro Chuí, depois Punta del Leste, depois Montevideo (fiquei hospedado no Red Hostel, localização muito boa, e o preço tb), depois comprei na rodoviária de Montevideo a passagem de Onibus+Barco lá, tudo direto da Buquebus, me custou uns 105 reais se nao me engano, 1000 e poucos pesos.., dai parti pra Colonia neh (foi só de passagem mesmo, nem vi nd da cidade) e fui pra Buenos Aires (conheci Tigre e Lujan, zoo de Lujan muito legal), fiquei hospedado 5 noites no Portal del Sur, sei que foi muito barato.. e a localização é muito boa, depois voltei de avião pra Porto Alegre, fiquei 2 noites, e BH. Fiquei 12dias viajando. Gastei uns 1600reais na viagem toda, incluindo tudo.. Valeu muito a pena, muito legal, mas achei os portenhos impacientes ("sem educação"), não sei se foi sisma da minha parte, mas quando eu falava em inglês, era super bem atendido.. Aconteceu até uma coisa engraçada no metrô de lá.. que tava lotado, dai um pouco antes da estação, me levantei pra tentar aproximar da porta, e nada... muito cheio.. Falei umas duas vezes "Permission", e não tinha como passar.. ai chegou na minha estação, só falei em voz alta "Excuse me" não sei de onde abriu um corredor, todo mundo afastou pra passar Com atendentes de restaurantes, lanchonetes.. foi onde me senti mais sem graça, com o comportamento deles.. acontenceu muitos casos lá.. Mas vale muito a pena conhecer, mas não sei se voltaria.. Ao contrário do Uruguai e Peru, que as pessoas foram extremamentes simpáticas e educadas.. Qualquer coisa..só falar
  15. Em janeiro desse ano, fiz uma viagem de 17 dias no Peru, e o roteiro foi tipo esse seu. Acontece, não consegui entender muito bem esse seu dia 02, e dia 03. Você vai comprar a passagem de Lima pra Ica, pra depois voltar pra Paracas?! É isso mesmo? Se fosse eu, eu já descia em Pisco, e ficava de uma vez em Paracas, porque ir pra Ica, e depois voltar pra Pisco, é perca de tempo. Eu pelo menos quando fui, fiz Lima-Pisco (Paracas) > Paracas-Ica (Huacachina) > Ica-Nazca... e por ai vai.. Sugestão de hospedagem.. Em Lima, no primeiro dia fiquei no Hostal Porta, tá.. o lugar é ótimo, arrumado. Paguei 30dólares, como era o primeiro dia, acabei reservando antecipadamente uma diária. No final da viagem quando voltei pra Lima, achei o Angels Inn, que fica uma quadra atrás só, e paguei 30soles se não me engano.. Olha a diferença.. Fica no Angels Inn, a dona é simpatica, nos ajudou lá.. Além de ótima localização, e custo. Eu tava ate tentando criar um site com meus relatos, de recordação pra mim msm sabe.. mas sei la, se quiser entrar e ver se te ajuda.. To tentando atualizar: www.mochilandouai.webnode.com.br Ahhh.. e em Huacachina, eu fiquei duas noites, a primeira em El Huacachinero, muito bom. E no outro dia El Viajero, que é de frente, e muuuito mais barato.. Eu sempre acho os locais baratos na segunda noite Espero ter ajudado.. Até mais!
×
×
  • Criar Novo...