Ir para conteúdo

Menina

Membros
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    professora

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Acho que a melhor opção de hospedagem em Chapada são as pousadas na cidade. São baratas, aconchegantes e a cidade é muito gostosinha. Até onde eu sei é proibido acampar no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.
  2. Bom, esta semana estarei em Sampa, mas na próxima tô por aqui. Vamos marcar!
  3. Que tal em setembro (férias da UFMT)? Tá mto longe? Eu fiz a trilha inca de 4 dias... meus joelhos doem só de lembrar Mas lá tinha guia... acho que seria legal encontrar alguém que já fez esse percurso... Cíntia
  4. Menina

    Chapada dos Guimarães

    [t1]Cuiabá:[/t1] Localizada no centro da América do Sul, entre o Pantanal , a Amazônia e os Cerrados, Cuiabá tem hoje uma posição geográfica das mais privilegiadas, mas no passado pagou um alto preço por ser distante. Além disto, os interesses coloniais portugueses no continente sul-americano levaram para Vila Bela o centro da ação administrativa da nascente Capitania de Mato Grosso, transformando as fronteiras espanholas num inconcebível marco divisório da civilização naquela época. [t1]Chapada dos Guimarães[/t1]: Está localizada no Estado de Mato Grosso, no Brasil, na região central da América do Sul, mais precisamente entre as coordenadas geográficas 15º 10' - 15º 30' latitude Sul e 55º 40' - 56º 00 longitude Oeste, o município possui cerca de 6.000 km2, está situado na borda do Planalto Central Brasileiro, a cidade está 860m acima do nível do mar. Acesso rodoviário com transporte próprio: Para acessarmos Cuiabá vindos do Sul ou Sudeste, passa-se por Campo Grande - MS e mais 750Km até Cuiabá, ou via Goiás, por Itumbiara, Mineiros, Rondonópolis até Cuiabá. Do noroeste utiliza-se a estrada Porto Velho-Cuiabá. De Cuiabá para Chapada podemos optar pela MT 305 que liga a Capital de Mato Grosso, Cuiabá em 64 km de rodovia asfaltada em bom estado de conservação embora não tenha acostamento na pista. Para quem vem do sul,ou de Barra do Garças, pode chegar via Campo Verde passando pela BR 070, mas são 70Km de terra em razoável estado de conservação. Acesso aéreo: Existem muitos vôos saindo de todas as capitais brasileiras para Cuiabá em todas as companhias aéreas, a Varig possui 2 horários diários durante o dia, a Vasp e a Gol em vôos noturnos com descontos. A Tam possui diurnos e noturnos. Um taxi do aeroporto para a rodoviária de Cuiabá sai por volta de R$ 25,00. Na cidade de São Paulo a Ipa-Ti-Uá pode reservar os passeios e vôos com facilidades. Em Chapada não há aeroporto, apenas uma pequena pista de pouso em uma fazenda. Acesso de ônibus: Existem ônibus da maioria das capitais direto para Cuiabá, as companhias "Andorinha", "Mota", "Eucatur", "Colibri", "São Luiz", "Nacional", são algumas que operam na região, De Cuiabá para Chapada, a Viação Rubi, e o Expresso Chapadense fazem a viagem em 1 hora nos ônibus convencionais, e 1h 30m no tipo "urbano". [t3]ATRAÇÕES[/t3] Dentre os diversos passeios que a Chapada oferece estão: Caminho das Águas Este passeio de 4 km passa pelas principais cahoeiras do Parque. A primeira delas é a famosa Cachoeira Véu da Noiva, a maior do Parque com 86 m de queda. A seguir vem a sequência de sete cahoeiras do Rio Sete de Setembro, entre elas a Independência e do Pulo e Salto das Andorinhas. A presença de um guia é facultativa. Caminho das Pedras São 8 km de caminhada por um dos principais sítios arqueológicos da Chapada. Entre as atrações estão a Casa de Pedra, Jacaré de Pedra, Pedra Furada, Cogumelo de Pedra e Mesa do Sacrifício. Ainda dentro do sítio pode-se visitar o Morro São Jerônimo, o maior mirante do Parque com 836 m de altura. Cidade de Pedra A caminhada é curta (300 m) passando por formações rochosoas esculpidas pelo vento e pela chuva. Seus formatos lembram as ruínas de uma cidade. Os paredões tem mais de 300 m de queda livre. O acesso é a partir da estrda para Água Fria. Caverna Aroe Jari e Lagoa Azul Com 1.400 m de extensão, essa caverna (uma das maiores de arenito do Brasil) conta com a presença de diversas cachoeiras. Em uma de suas extremidades encontra-se a Lagoa Azul, uma piscina natural de água azul cristalina. O acesso é pela estrada para Campo Verde e a trilha até a caverna dura cerca de uma hora. Portão do Inferno Deste mirante pode-se ver a Cidade de Pedra. O fato mais curioso desta atração é que ao subir a serra (antes da curva do portão) se você parar o carro em ponto morto ele sobe ao invés de descer. Igreja Nossa Senhora do Sacramento Na região central da cidade de Chapada dos Guimarães esse monumento histórico foi construído em 1779 por escravos da região. Completamente em estilo barroco, possui o altar pintado de ouro e ainda conservado. A Salgadeira Antigo caminho de tropeiros, nesse local, que na verdade é um terminal turístico, o viajante pode encontrar uma área de camping, restaurantes e a Cachoeira Salgadeira. Para chegar até lá basta pegar o acesso para Cuibá pela MT-251 (21 km). Atividades Noturnas Na cidade de Chapada dos Guimarães o turista encontra opções de danceterias, bares e restaurantes. Dicas para os viajantes Roupas Adequadas: Roupas leves, camisetas, bermudas, calçado firme no pé para caminhadas, e que possa ser molhado, capa de chuva (de outubro a maio), agasalho (sempre esfria à noite, principalmente de maio a setembro), uma pequena mochila para lanche e água durante as caminhadas, binóculos, máquinas fotográficas sempre são bem vindos, um boné ou chapéu, meias absorventes e grossas p/ não dar bolhas nos pés. Tempo de Permanência: O ideal é ficar pelo menos 4 dias no mínimo, existem uma série de passeios para serem feitos, com roteiros para pelo menos 10 dias, sem repetir programação. Se tiver mais tempo, recomendamos uma viagem para o Pantanal que é bem perto de Chapada. Vacinas: Para vir à Chapada dos Guimarães, não é preciso nenhuma vacina, apenas para quem vai para a região amazônica de Mato Grosso deverá providenciar a vacina anti-amarílica (febre amarela). Recomenda-se atualizar a vacinação anti-tetânica, e a vacinação anti-hepatite "B" apenas para quem vá para a região amazônica. Todas as vacinas do Calendário Nacional estão disponíveis nos Postos de Saúde da cidade. Na Chapada não há malária ou qualquer outra doença transmitida por mosquitos. Mosquitos: Apenas no amanhecer e entardecer há próximo aos cursos de água a ocorrência do mosquito "pólvora", também chamado de "porvinha". Recomendamos o uso de repelentes apenas para as pessoas alérgicas, mas ficam proibidas de tomarem banho em cachoeiras, principalmente dentro do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Protetores Solares: O sol de Chapada, principalmente no período da seca (maio à setembro), é forte, recomendamos o uso, sobretudo nas excursões com trechos de caminhadas, mas o IBAMA também exige que não se permita o banho em cachoeiras usando protetores solares, bonzeadores e óleos. Cobras e Animais Peçonhentos: Os acidentes com cobras e outros animais peçonhentos são raríssimos, em 11 anos de atividade, os clientes da ECO TURISMO CULTURAL nunca sofreram qualquer acidente com cobras, aranhas e escorpiões, embora os guias instruções de primeiros socorros enquanto vão diretamente para o Hospital Santo Antônio de Chapada. Hospitais e Farmácias: O Hospital Santo Antônio: Tel: (65) 301-1116 situado no centro da cidade possui médicos de plantão regularmente, com um pequeno cirúrgico para pequenas intervenções, um pronto socorro para emergências, um antigo aparelho de raio X, e algumas dezenas de leitos para internações, atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Possui duas ambulâncias para deslocamento para o Pronto Socorro de Cuiabá e demais hospitais da capital. A cidade possui três farmácias que ficam abertas até às 21 horas, duas no centro e uma no bairro São Sebastião, com razoável estoque de remédios. As principais referências para o ecoturismo nesta região são a própria cidade de Chapada dos Guimarães, surgida no ciclo do ouro do Século XVIII, e o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, com suas cachoeiras, trilhas, formações rochosas, fauna e flora, além da Área de Proteção Ambiental (APA) em sua volta, também com atrações naturais e sítios arqueológicos. A cerca de 150km de Cuiabá está o município de Jaciara (MT), com dezenas de cachoeiras, onde se praticam esportes radicais nas corredeiras. Campings: CAMPING OASIS: há 50m da praça central, arborizado com banheiro com água quente e bico de luz, fogão à lenha e estacionamento. CAMPING ALDEIA VELHA: há 2 Km do centro no bairro de Aldeia Velha, arborizado, com banheiros, pias, com guarda camping, barracas p/ alugar, estacionamento, coleta de lixo, área iluminada, e chuveiro quente. Rogério Félix
×
×
  • Criar Novo...